domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

Array

O fim dos trimotores

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

L-1011 Tristar_foto-PA

vinheta-especialEm 1984 dois gigantes do ar deixaram de ser produzidos: o Lockheed L-1011 TriStar e o McDonnell Douglas DC-10. O primeiro teve uma linha de produção de apenas 250 unidades, deixando um prejuízo de cerca de U$ 2,5 bilhões para o seu fabricante. Depois dessa investida, a Lockheed retirou-se do mercado de aviação comercial.

Já o DC-10 teve uma carreira mais promissora e vendeu 366 unidades para mais de 40 companhias aéreas em todo o mundo. Embora a produção do trijato da McDonnell Douglas tenha terminado em 1984, a linha de montagem continuava aberta para a produção do KC-10 para a USAF.

Falando em reabastecedores, tanto o KC-10 como o K-1/KC-1 (versão de reabastecimento aéreo do TriStar utilizado pela RAF) continuam em serviço.

- Advertisement -

5 Comments

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ozawa

Mas o MD 11 ? Não foi uma derivação extremamente bem sucedida do DC 10 e serviu por anos à várias companhias aéreas após 84 ? Na verdade seu projeto é de 86 e prolongou-se, salvo engano, em versões até 1990. Mesmo a VARIG utilizava-o nas linhas aéreas mais rentáveis.

Tomcat

Sem contar que o DC-10 evoluiu para o MD-11.

Faltou citar o 727! Esse foi melhor de vendas.

[ ]’ s

Alexandre

Infelizmente o DC 10 foi um fracasso comercial. A espectativa era muito maior do que o avião conseguiu atingir. Para piorar um acidente no início das operações piorou tudo. Mas o problema maior foi a concorrência do 767. Mesmo o MD 11 não atingiu as espectativas esperadas. Mas escreveram seus nomes na história da aviação comercial mundial sem dúvida.

Reportagens especiais

Infográfico: História dos aviões de combate a jato da URSS e Rússia

A evolução dos aviões de combate russos na disputa pela liderança tecnológica com o Ocidente No infográfico acima de autoria...
- Advertisement -
- Advertisement -