quinta-feira, outubro 6, 2022

Gripen para o Brasil

Lei aumenta mais de 13 mil cargos para a Aeronáutica

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A lei que aumenta em 20% o efetivo da Aeronáutica foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 25 de maio. A medida representa mais 13.795 militares para diversas áreas de atuação na Força Aérea Brasileira (FAB). Atualmente, a FAB tem 67.442 militares.

Do total dos novos cargos, 745 são Oficiais Superiores (coronéis, tenentes-coronéis e majores); 2.100 Oficiais intermediários (capitães) e subalternos (segundo e primeiro-tenentes); 7.800 Suboficiais e Sargentos e 3100 Cabos e Soldados.

Segundo o assessor parlamentar, Coronel-Aviador Alberto das Neves Neto, que acompanhou os estudos da exposição de motivos do Projeto de Lei 4.752/2009, “o aumento do efetivo não implicará impacto imediato significativo no orçamento da União, uma vez que o incremento se dará de forma gradual, de acordo com a aprovação na Lei orçamentária Anual”.

O expressivo aumento do número de Organizações Militares na FAB nos últimos anos e a crescente demanda do setor de controle de tráfego aéreo foram os principais fatores que influenciaram a aprovação da Lei n° 12.243, sancionada pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 24 de maio.

O estudo ainda revela crescimento das atribuições sociais da FAB, como a participação em missões da Organização das Nações Unidas, campanhas de vacinação e ajuda humanitária em casos de calamidades nacionais e internacionais.

FONTE: FAB / CECOMSAER

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

15 Comments

Subscribe
Notify of
guest

15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alex Nogueira

Hehe deviam estar cortando vagas :S (principalmente de alto escalão).

Assim economizariam grana para se reequipar.

Acho ridículo ter tantos militares se sequer podemos utilizalos para apoiar a pacificação de areas perigosas que são dominadas pelo crime (favelas).

Deveria ser melhor aproveitada essa força que temos mas infelizmente FA aqui no Brasil é só de enfeite.

Rafael

Avião que é bom nada!!!

Tito

67.442+13.795= 81.237 Militares

Só falta avião, combustível, comida, peças de reposição…

Galileu

Rumo ao futuro lol ahahah

Edcreek

Olá,

Com as dificuldade atuais dos meios, não sei se é o melhor aumentar o contigente. Não seria melhor aumentar o salario do pessoal da ativa e modernizar as forças com o contigente atual?

Fica ai a ideia, toda via pelo menos o governo está se mexendo.

Abraços,

Toyio

Pessoal leiam melhor a reportagem antes de “falarem pelos cotovelos” coisas erradas. Aprox. 80% destas vagas são para suboficiais, sargentos, cabos e soldados e não para oficiais e superiores como você especulam. Na reportagem se justifica o aumento do efetivo devido à necessidade de se melhorar o controle do espaço aéreo brasileiro e caso os senhores não saibam, quem atua neste controle é uma grande parte dos 7800 suboficiais e sargentos. E sobre os 3100 cabos e soldados basta analisar o aumento da atuação nos exércitos de fronteira em conjunto com o EB e criação de novas instalações. Raciocinar um… Read more »

Leigo

A FAB deveria passar de uma vez o controle do trafego aéreo ( do trafego aéreo civil ) para a Infraero, como se planeja já a alguns anos … Ou seja, se a um plano para a desmilitarização do controle de trafego aéreo civil nos próximos anos, dizer: “crescente demanda do setor de controle de tráfego aéreo foram os principais fatores que influenciaram a aprovação” se torna uma grande falácia.

Essa mania de ficar acumulando funções nunca acaba e só gera custos.

AVIÃO QUE É BOM NECAS …

Francisco AMX

é uma barbaridade isso! depois alguns “psicopatas” de plantão vem dizer que a FAB está interessada em economia! vão dizer agora que o GF e o MD que mandaram criar as vagas??? 81mil militares?! para uma força ridiculamente incapaz de se equipar… é muita gente para meia dúzia de avião, e depois quando criticamos vem gente defendendo! para este número de milico, deveríamos ter: 300 caças de primeira linha 40 bombardeiros 150 helis de transporte pesado 100 helis de transporte leves 50 helis de armados 50 helis de ataque/antitanque 150 STs 50 Transportes pesados 100 tranposrtes medios… 100 treinadores a… Read more »

Francisco AMX

Toyo… caia na real amigo… mesmo com tudo isso… é muita gente! vai por mim! 81mil cabeças meu velho!

RtadeuR

Aliás estão abrindo concursos para as três forças o tempo todo.
Tudo bem, desde que sejam concursos sérios, com pessoas que realmente queiram trabalhar nesta área, vocacionadas, e que pelo amor de Deus, não façam disso um CABIDE DE EMPREGOS PARA FILHINHOS DE PAPAI.

Adler Medrado

Sem fundamento é saber que tem quartel que dispensa o pessoal meio-dia na sexta feira pra economizar o dinheiro do almoço e mesmo contratar mais um bando de gente .

Não são somente civis que ficam encostados mamando nas tetinhas fartas do estado não.

Adler Medrado

Corrigindo: Eu dizia:

Sem fundamento é saber que tem quartel que dispensa o pessoal meio-dia na sexta feira pra economizar o dinheiro do almoço e mesmo ASSIM contratar mais um bando de gente .

Não são somente civis que ficam encostados mamando nas tetinhas fartas do estado não.

Toyio

Ao Francisco e aos demais. Não discordo de vocês, mas devemos analisar os dois lados da moeda. 1 – Deve-se garantir um melhor preparo e controle do espaço aéreo e das fronteiras com estas contratações feitas especificadamente para tal afim, nada supérfluo; 2 – Mas deve-se também ter um apoio do governo para uma maior condição das forças armadas, tais como aquisição e manutenção (nisto engloba-se salários, FX-2, HX-BR, etc); Não devemos culpar a FAB pela parte que o governo não faz, aliás ela cumpre o planejamento e tenta ao máximo garantir o funcionamento e funcionalidade de seus meios. Agora… Read more »

Bruno Rocha

Vamos ver com cuidado, pois se for para ser um “cabidão de empregos”, isso vai atrapalhar completamente la logística da Força. Fora comprometer a ordem dos gastos e a pouca verba que ganham.
Governos são mesmo uma droga.
Oh, Brasil, quando vais pensar como uma nação de verdade e não só como mais um país? Ate quando?
🙁

marcos adriano

deveriam criar uma lei proibindo corte no orçamento das forças armadas!!!os investimentos que são mais penalizados!!!que é absurdo!!!!tem que se limitar o gasto com pessoal!!não dá para 80%do orçamento ser com pessoal!!!e como fica os investimentos?é brincadeira!!é inacreditável!!!!cadê planos de investimentos das forças armadas?inchar á maquina eles sabem muito bem,comprometendo todo orçamento!!qual pais do mundo gasta tanto em pessoal como o pais na sua forças armadas?será que existe pais que compromete dessa forma orçamento com ativos e inativos?

Últimas Notícias

Caças F-35A da Coreia do Sul operacionalmente despreparados 234 vezes em um período de 18 meses

SEUL, 4 de outubro (Yonhap) — Os caças furtivos F-35A da Coreia do Sul foram classificados como operacionalmente despreparados...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -