quinta-feira, maio 6, 2021

Gripen para o Brasil

Flanker com aviônica francesa

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Su30MKM

No gráfico, o Su-30MKM da Malásia, recheado com aviônica francesa. Teria sido uma solução para agradar gregos e troianos no F-X2, comprar Flanker e colocar aviônica francesa, em conformidade à tal “Aliança Estratégica”?

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

49 Comments

Subscribe
Notify of
guest
49 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nadim Chaachaa

Que tal o Gripen com o motor do MIG 35, com empuxo vetorado, já que o motor americano seria um problema, e que inclusive tem uma versão naval, o radar italiano que já está sendo desenvolvido e aviônica francesa? Não dá para alguém ficar triste…

Sirkis

Saudações!

A proposta russa antes do short list não contemplava nenhuma transferência de tecnologia e passava longe dos requisitos mínimos do fx. Teriam que trocar também o motor russo por um francês.

Boa Tarde!

Almeida

Difícil, os franceses não querem apenas vender equipamentos, eles querem salvar o programa Rafale e a Dassault.

Ilya Ehrenbrug

Uma grande besteira dos malaios. Pois, a “suíte” eletrônica russa é equivalente ou superior à gaulesa.

RatusNatus

Parem de chorar.

O Rafale é um belo avião.
Uma máquina sem precedentes para o Brasil e tem gente que ainda acha ruim.

luciano

belo ou bela…,bela porcaria de jaca!!!!!pq será que ninguém mais quer comprar(além do lula pelo apoio frances na entrada do conselho de segurança da onu!)???

Paulo Silva

O SU-30MK é um excelente caça, mas também não podemos desmerecer o Rafale, que para mim, o único porém dele é seu custo de voo e manutenção. Se realmente a FAB ou GF optar pelo Rafale, que ele venha na mesma configuração do Rafale frances.

Abraços

Paulo

Alexandre Galante

Pessoal, vamos nos concentrar na aviônica, ok? Nada de agredir Rafale e Gripen, deixem a briga de torcida pra lá, senão vamos ter que apagar os comentários.

Edu Nicácio

“tem gente que ainda acha ruim” Nunca! Qualquer um dos três (ou cinco) participantes do FX-2 seria muito melhor do que os aviões que temos hoje. F-5, A-1… Desculpem-me, mas seu tempo já foi. Qualquer um deles está defasado em relação ao que há de mais moderno no mundo hoje… Será que num mano a mano seriam páreo para os F-16 chilenos ou os Su-30 venezuelanos? Gripen, Typoon e Rafale: acredito que são ótimos aviões; europeus; independência (em partes) dos EUA; poderíamos embarcar no projeto de aeronaves de 6ª geração europeu, pois, aparentemente, nenhum dos três terá um substituto de… Read more »

Zirium

E a transferencia de tecnologia fica aonde?

RatusNatus

Muito bem colocado Galante.

Alguém sabe porque foram trocados?
São melhores que os aviônicos russos? Menor custo? Alguma transferência de tecnologia?

O radar L-150 Pastel não é Aesa.

Edu Nicácio

“Teria sido uma solução para agradar gregos e troianos no F-X2, comprar Flanker e colocar aviônica francesa, em conformidade à tal “Aliança Estratégica”?” Ou comprar os Flanker com aviônica russa mesmo… Não vejo porque não sermos os primeiros clientes do Su-35BM fora da Rússia e, de quebra, entrarmos no PAK-FA… Realmente, deve ter algo MUITO GRANDE por trás de toda essa enrolação que virou o FX-2… Ou os EUA assinalaram com algo muito vantajoso para o Brasil (ou pior, os políticos nos venderam mais uma vez), ou, idéia sensacional, Lula e Jobim já costuraram a parceria com a Rússia em… Read more »

RatusNatus

Esqueci a informação mais importante.

Não é Aesa mas detecta traços do radar Aesa, ou seja, ele não acha o avião mas pode dizer se esta sendo restreado.

Alexandre Galante

RatusNatus, o L-150 não é radar, é um receptor de alerta radar (RWR), peça fundamental em qualquer avião de combate moderno.

RatusNatus

Galante, eu ví isso depois.
Isso que da ler rápido em inglês mas como eu já tinha postado 2 mensagens, achei que seria demais postar uma terceira, mesmos endo uma errata.

Obrigado pela correção.

Nick

Não vejo grandes vantagens em utilizar eletrônica francesa no SU-30.

Talvez por questões logísticas… mas eles operam algum caça francês? São uma ex-colônia francesa??

SU-30 : vantagens : Alcance, payload e custo de aquisição frente à um Rafale
Rafale: vantagens: Rcs reduzido, comparando com o SU-30

Só um especialista mesmo que conheça ambas as suítes eletrônicas para responder essa questão.

[]’s

Carlos

Alexandre pq vc sempre tira meus comentários.

Alexandre Galante

Carlos, comentário off-topic é deletado. Mas vou fazer um post com o vídeo que vc mandou, pra não ficar chateado, valeu? abraços!

Carlos

Te agradeço pelo post.

Frederico Boumann

Entrar com a argumentação que nunca operamos tecnologia russa não é motivo para não adquirir, visto que tudo tem um começo. Outra questão, o que interessa não é nem F-18 Surper Hornet, nem Gripen, nem Rafale, nem SU-35; o que realmente importa é o SU-50 PAK-FA, isso sim que interessa, seria a primeira vez que a FAB teria um avião de caça ponta de lança; nunca a FAB teve isso; se olharmos a história da FAB isso será constatado (Glober Meteor, Mirage III, F-5) sempre aviões inferiores as principais forças aéreas do mundo, seria a primeira vez que a FAB… Read more »

Mauricio R.

Talvez por questões logísticas… mas eles operam algum caça francês? São uma ex-colônia francesa??

Ex protetorado britânico, operam F-18; Mig-29 que quase desativaram; Hawk Mk-208…

Se é prá trocar a aviônica e manter-nos dependentes de alguém, que seja dos israelenses e sul-africanos.
Da França, só distância!!!

Realista

Se tudo que é frances é ruim, pq os Malaios querem os aviônicos deles num caça Russo??? este mesmo caça que equipa esquadrões da IAF…

Os americanos estão de olho nisso….

Daqui a pouco a França vai participar do PAK-FA…

FighterSkill

Apesar da avionica francesa não der superior ao da Russia…(com certeza).
Talves venha o apelo politico em cima.

Fora os anos que os Militares escolhiam a arma “á dedo”…agora é politica.

“Se eu comprar de vc…que vc compra de mim?”
” Se eu comprar de vc (mesmo sendo um lixo) vc assina aquilo?”
“Se eu comprar de vc…que EU ganho?”

Assim vai…voltando a avionica:
A Russia esta aprendendo a vender e diversificar e buscar parcerias. Assim ganha mercado. O Mig 35 pode levar alguns itens Italianos…assim vai.

Os EUA fazem o mesmo?
A França?
A UK?

Claro!

Mauricio R.

“Se tudo que é frances é ruim, pq os Malaios querem os aviônicos deles num caça Russo???”

A Malásia é um pais muçulmano, ocorre que no -30MKI a ECM é israelense.

Deivid

pela mor de deus,e ficar dependente de Russos e Franceses di jeito nenhum!!!

carlos argus

A frança,dizem, vai participar do PAK FA ;menos o BRASIL q foi convidado; Su 35 BM com aviônicos dos francos,uma boa saída. Sempre torci pelo Su 35BM…

Sukhoi

À princípio, eu não gostei.
Soa como blasfêmia se for mais de 90% de aviônicos estrangeiros em uma aeronave russa.

Mas se são verdinhas novas que estão entrando na conta da Sukhoi, que os compradores tenham alguns aviônicos “a gosto do freguês”, caso isso, que comprem outro caça.

A Sukhoi faz caças e aviões, não faz “frankensteins voadores”, como certos países aí europeus gostam de fazer.

Cor Tau

Entrar no PAK-FA e colocar aviônica francesa em conformidade à Aliança Estratégica?!……………

Vader

Juntaram o lixo francês e entocharam na carcaça russa… Boa coisa é que não sairá daí…

lucas

Ja que o preço do pak fa não é tão grande poderiamos comprar 24 su 35 e partirmos para transferencia tecnologica do pak fa claro se eles liberarem.e construirmos no país

lucas

prefiro que o brasil tenha uma aliança mais fortes com os brics do que com os eua

AQUINO

´´´´´eu acho que quen compra caças russos naõ precisa instalar avionica de outros paises e os novos sistemas russos que eles dizinvolveram falar que os novos radares mira e vizores alerta radar ai fica a pergunta…….

A7X

Interessante!!!

Pegaram um bom vetor e puseram aviônica francesa que, em minha opinião, é superior a russa.

Tem tudo pra dar certo!

Milan

Lord Vader.

Mais uma vez concordo contigo.

Almeida

Não estava desmerecendo o Rafale, que considero ótimo caça, mas apenas dizendo que comprar Sukhois com aviônicos franceses não iria de maneira alguma agradar os franceses. O que eles precisam de nós nesta parceria estratégica duvidosa é que salvemos os programas militares independentes, e caros, deles.

falcon

talvez essa troca seja algum acordo entre os dois paises. Agora em relação ao pak fa tambem acho ele um otimo caça, mas sera que a Russia iria transferir alguma tecnologia do avião?
pois assim como as EUA a Russia tambem e uma super potencia militar e raramente as potencias militares repassam alguma tecnologia.
seria mas provavel eles repassarem a tecnologia do SU-35 do que o do pak fa.

ezeca

!!!!!!!!!!!!!!!!!!
compramos os Rafale com trubinas americana do NG
assim acaba a choradeiraaaaaa !!!

so ñ vale ser o armamento do NG
ABs.

ezeca

Vader
e o q vc fala do F-5M do Brasil.
e o que falaram quando efetuaram o projeto?

Edcreek

Olá, Vejo da seguinte forma: 1) Primeiramente veja que não é só na Malasia que teremos avionica Francesa, exitem outros paises que estão adquirindo essa avionica para seus Flankers: A) Algeria que conta com 28 SU-30 MK com pod Damocles e head-up displays multifunção por exemplo; B) Malasia que conta com 18 SU-30 MKM, originalmente o contrato não contava com avionica Francesa sendo que essa foi incorporada após o fechamento do contrato; C) Russia que incluirá o pod Damocles no poderoso SU-34 FullBack http://www.ausairpower.net/APA-Fullback.html D) Os 60 Mig-29 Indianos que estarão sendo atualizados na Russia terão equipamentos Thales em sua… Read more »

LBacelar

Edcreek disse:
28 de abril de 2010 às 8:51

Finalmente um comentário sensato, não aguentava mais a choradeira da tchurminha.

Parabéns brother!

Lol

Nossa área é o BRIC agora. Creio que um mercado militar com a Rússia seria muito melhor que com França, EUA, Suécia. Como a tecnologia dos MiG’s e Sukhoi’s são russas, não teríamos embargo dos EUA, e, se o PAK-FA ou Su-35BM forem fabricados no Brasil, poderíamos vender os aviões sem embargos. Ou seja, uma aliança estratégica com Índia, China, Rússia e Brasil seria muito melhor que com os países do FX-2.

Jaguarr

Muito interessante essa opção da Malásia. Se a questão custo/benefício for aplicada com mais frequência; há tendência é termos um número crescente de aeronaves com aviônica diversificada em futuro próximo.

Rodrigo

Estes aviões são novos, se estão depenando eles para enfiarem recheio francês é porque os equivalentes russos deixaram a desejar em algo.

Edcreek

Olá,
Valeu o apoio LBacelar 😉

É isso Rodrigo, ninguem pagaria mais(todos equipamentos Franceses são mais caros) para ter algo igual ou equivalente, basta pensar um pouco e deixar de lado a torcida que se chega a essa conclusão.

Abraços, Amigos

Rodrigo

Tem em algum lugar que eles irão substituir tudo pela aviônica francesa ?

Eu só vi um quadro, GripenNG Style, cheio de pontinhos…

Edcreek

Olá Rodrigo,

Pelo que vi os Flankers referidos, já estão chegando de fabrica com a tal avionica, me parece que 13 já foram entregues:

http://www.milavia.net/aircraft/su-27/su-27_operators.htm

Aqui temos outra fonte muito confiavel com a afirmação da integraçlão de alguns sistemas Franceses no Flanker:

http://www.airforce-technology.com/projects/su_30mk/

http://www.freerepublic.com/focus/news/1868350/posts

Abraços,

Ps. A Russia irá produzir sob licença o Damocles, nada mal para o “lixo tecnologico” Françês.

ezeca

e o que agente tem e o que ???
protótico de lixo né….
lixo em potencial

pergunta ao piloto da FAB qual vetor ele
se sentira mais seguro ou confiante de
efetuar uma missão de risco

Rodrigo

Difícil, mas vindo dos Russos e as suas tecnologias plug-and-play junto com os ensaios franceses feitos em esquadrões operacionais está tudo acertado…kkkkkkkkkkkk Ensaios ED, ensaios… Isto na França, na Rússia e em qualquer lugar, por mais que russos e franceses odeiem admitir leva tempo…Fiquei até surpreso dos russos divulgarem os nro de vôos necessários para homologar este Demo do PAKFA. Se os aviões já foram entregues ano passado, estranho isto só sair agora. Nem duvido que eles utilizem um ou outro badulaque francês, mas rechear o avião todo está mais para bravata francesa que para algo factível. Já teve pesadelo… Read more »

buiatchaca

Alguém ali em cima disse que queria por o motor do mig 29 no gripen pra o Brasil ter soberania. Eu prefiro pilotar uma tt com motor do astros 2 do que essa idéia soberana. Ele mede 1 metro de diametro, a sneca 88 tem a mesma potência e mede 67 cm. A respeito do fx, os 5 são bons,mas pra ontem!!! (lula covarde vai deixar o pepino pra o próximo presidente). O flanker é só bom se vier com os mísseis tipo moskit, e eu não sei se aquilo é exportável pelos acordos SALT I e SALT II. Apesar… Read more »

Reportagens especiais

Infográfico: História dos aviões de combate a jato da URSS e Rússia

A evolução dos aviões de combate russos na disputa pela liderança tecnológica com o Ocidente No infográfico acima de autoria...
- Advertisement -
- Advertisement -