‘Green Hornet’

    321
    60

    Boeing anuncia F/A-18 com biocombustível

    Barra de Cinco Pixels

    Super Hornet VFA 137 em formação - foto USN

    Em campanha para ser escolhida a fornecedora de caças de combate à FAB (Força Aérea Brasileira), a fabricante de aviões americana Boeing declarou nesta quinta-feira (22) que pretende fazer uma parceria com o Brasil para utilizar biocombustível em caças militares caso o seu F/A-18 Super Hornet seja o vencedor do projeto FX-2, que tem como objetivo renovar a frota de caças do Brasil. Além da empresa americana, a sueca Saab e a francesa Rafale concorrem para vender 36 caças ao Brasil.

    O gerente da campanha de venda do F/A-18 Super Hornet da Boeing no Brasil, Michael Coggins, afirmou que como líder mundial em biocombustíveis, o Brasil poderia ser a primeira Força Aérea da América do Sul a voar com um caça usando combustível bioderivado e o primeiro país sul-americano a qualificar biocombustíveis dentro dos padrões militares.

    O governo brasileiro, no entanto, já demonstrou disposição de fechar acordo com a francesa Rafale. Para o ministro da Defesa, Nelson Jobim, a compra dos novos caças trata-se de uma decisão política. Outra questão também tratada como crucial para o governo é a transferência de tecnologia, o que a Boeing não se comprometeu de forma efetiva.

    A decisão sobre o vencedor da licitação deve ser anunciada pelo governo em breve. Em setembro do ano passado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a dizer que os franceses levariam, mas voltou atrás e agora aguarda relatório final do Ministério da Defesa para fazer o anúncio.

    FONTE: R7, via Notimp

    LEIA MAIS

    Subscribe
    Notify of
    guest
    60 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Rodrigo
    Rodrigo
    10 anos atrás

    Tecnologia é para quem pode e não para quem quer.

    É duro ver o nosso país entrando em aliança tão “carnal”, com um atravessador do que ir direto na fonte ( EUA ou Rússia).

    Matheusts
    Matheusts
    10 anos atrás

    Acho que ja temos o primeiro avião movido a etanol e certificado para voar.
    Queria que podesemos criar uma turbina (Não scranjet) que igualase uam de F-5 pelo menos.
    Acho que no final do FX o Governo deve criar uma empresa ou melhorar uma para fabricar motores. Quem sabe……

    GSV
    GSV
    10 anos atrás

    Acredito que o negocio com os EUA seria valido apenas no caso de compra casada (34 SH + TT = 100 ST).
    Se a propria Boeing sita Biocombustivel já é uma demonstração de parceria estratégica – Ponto positivo.

    Porem como eu já postei aqui, acredito que o Lula já comprou nosso Renault!!!

    Abraço a todos e bom FDS.

    Antonio M
    Antonio M
    10 anos atrás

    “…cho que no final do FX o Governo deve criar uma empresa ou melhorar uma para fabricar motores. Quem sabe…….”

    Pois é. Se a CELMA fosse tratada como a EMBRAER foi, esse sonho já poderia ter virado realidade a muito tempo ……