F-X2: Saito confirma entrega de novo parecer

F-X2 logo by www.aereo.jor.br

Aeronáutica mudou parecer para ter caça mais barato

Barra de Cinco Pixels

Virgínia Silveira

vinheta-clippingO comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, confirmou ontem que entregou um novo parecer técnico ao Ministro da Defesa, Nelson Jobim, sobre a licitação F-X2, que prevê a compra de 36 caças supersônicos para a FORÇA Aérea Brasileira (FAB). O relatório original, elaborado pela comissão técnica que trabalha no processo de seleção há quase dois anos, no entanto, segundo ele, não foi alterado.

Saito disse ainda que qualquer dos três aviões atende bem à FAB, sem citar sua preferência por nenhum deles, e comentou que caberá ao governo a decisão de indicar o melhor avião para o país. O novo parecer técnico, segundo o comandante, foi feito porque a francesa Dassault não havia honrado o compromisso, assumido com o governo brasileiro pelo presidente Nicolas Sarkozy, quando esteve no Brasil, em setembro do ano passado, de reduzir o preço das aeronaves.

“Na proposta final enviada para a FAB, a empresa francesa não havia reduzido seus preços e o governo cobrou isso dela. Então nós fizemos esse parecer que incluiu essa modificação solicitada pelo governo brasileiro”, explicou. Saito não confirmou que o caça francês Rafale teria sido indicado como a melhor opção no novo parecer técnico elaborado a pedido de Jobim. “Não posso dizer qual foi a indicação. Esse relatório está cercado de confidencialidade”, disse.

O novo documento, segundo o comandante da Aeronáutica, foi feito sem a participação da comissão técnica designada pela FAB para gerenciar o processo de seleção dos caças. Saito participou ontem da cerimônia militar de posse do novo diretor-geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), brigadeiro Ailton dos Santos Pohlmann. O cargo era ocupado pelo brigadeiro Cleonilson Nicácio da Silva, que acaba de assumir a chefia do Estado-Maior da Aeronáutica (Emaer), em Brasília.

Segundo o brigadeiro Nicácio, o novo diretor do DCTA assume o cargo com o desafio de recompor o quadro técnico da instituição, que registra hoje déficit de mil pessoas, entre engenheiros, técnicos e pesquisadores. “O governo está cuidando disso e o processo de contratação de pessoal já foi para análise no Ministério da Defesa e será encaminhado em breve para o Planejamento.”

O objetivo da FAB é elevar para 5 mil o número de funcionários civis dedicados às áreas de pesquisa e desenvolvimento do DCTA. Com a recomposição, a FAB esperar resolver um dos principais gargalos do programa de desenvolvimento do Veículo Lançador de Satélites (VLS) e acelerar o cronograma de lançamento do foguete. “Tivemos problemas com a reconstrução da plataforma de lançamento em Alcântara (MA), mas a ideia é lançar o VLS antes de 2014”, disse o comandante da Aeronáutica. O projeto do veículo, de acordo com Nicácio, é considerado a prioridade número um entre os projetos do DCTA na área espacial.

FONTE: Valor Econômico, via Notimp

Subscribe
Notify of
guest

85 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Allexandre

É uma pena que o melhor caça eem todos os quesitos não passou para a segunda fase do projeto FX-2BR o caça russo SU-35 então agora temos que torcer para que a escolha seja boa para o Brasil e não para interesses comerciais.

Alex Nogueira

Tá com cara que vai acabar indo para o Super Hornet. Aguardem.

humberto

Manto de confidencialidade…
Interessante é que tanto o Saito como até o Jobim confirmam “Dassault não havia honrado o compromisso, assumido com o governo brasileiro pelo presidente Nicolas Sarkozy”.
É de se coçar a cabeça, foi um erro na proposta da Dassault; ela não consegue chegar no valor prometido ou entrou areia no negócio???
[]

Reed Richard

Alex Nogueira:

Ainda acho que nós vamos ficar chupando dedo com F-5 e Mirage2000 ú.ù

Drcockroach

“O relatório original, elaborado pela comissão técnica que trabalha no processo de seleção há quase dois anos, no entanto, segundo ele, não foi alterado”

Mas depois, com o tratamento especial dado a Dassault, eles baixaram o preco e a FAB foi solicitada a se manifestar. Mesmo que eles colocassem o preco mais baixo no relatorio, os outros quesitos nao alterariam, isto eh, tecnico, ToT, etc.

Entendi correto?

[]s!

Edmar

Caros Amigos.: Olha, não sei não, mas o “Boeing F/A-18 Super Hornet” parece estar vivo na parada. Segundo algumas informações (ainda não oficial) o avião americano parece ter dado um bom salto nas negociações, o que não é novidade, pois, o Governo Brasileiro e o Governo Americano assinaram um contrato de “Cooperação Militar” a dias atrás sobre defesa. Ainda a uma grande possibilidade do “Saab Gripen NG”, pois, o governo americano prefere o avião Sueco do que o Francês. Se antes estava 60% caça francês, 30% caça suéco e 20% caça americano, hoje, esta diferente, tipo: 30% caça francês, 30… Read more »

RH-MG

Espero que comprem o F18 e ponham o pé no F35.

[]

Fã da aviação de caça

Cor Tau

.A frança é o pais mais indepedente dos concorrentes em termos de tecnologia, politica e economia……

http://www.youtube.com/watch?v=LaZPp7iMk3g

ZE

Bem, todos nós sabemos que essa LICITAÇÃO-FAZ-DE-CONTA será questionada no Poder Judiciário. Estamos em tempo de eleição, assim a única dúvida que paira no ar é: O Governo estaria disposto a se desgastar politcamente em 2010 ??? É óbvio que ele pode concluir a compra APÓS a eleição, porém as tratativas terão que ser feitas ANTES da mesma. Uma terceira via seria o Governo desistir dessa LICITAÇ…quero dizer, COMPRA-DIRETA-QUE-NUNCA-FOI e, ato contínuo, publicar um Decreto e…..finalmente comprar o vetor francês. Senhores, tudo isso é uma vergonha. Querem justificar o injustificável. Tudo isso me lembra as palavras do “Velho Filósofo” Paul… Read more »

Curvo

Prezado ZE disse: 16 de abril de 2010 às 10:41

Onde assino embaixo ????

Curvo

Só para complementar, dentro do universo FX-2 sou à favor do mix high-low F-18 + Grippen

Edcreek

Olá, “O novo documento, segundo o comandante da Aeronáutica, foi feito sem a participação da comissão técnica designada pela FAB para gerenciar o processo de seleção dos caças” Nem o alto comando da FAB leva o COPAC em conta, só os lobbystas para tumultuar o processo, inundando a midia de informações inveridicas e procedencia duvidosa. Isso só confirma o que eu tinha dito, o Alto comando da FAB considera as garantidas da proposta Sueca INSUFICIENTES, por isso o COPAC foi descartado no final do processo. Ao meu ver teremos: 70% de Chances de Rafale; 10% de Cancelar o processo; 20%… Read more »

Darkman

Boa Zé !!!! Muito bom o seu comentário sensato e realista . Uma pena que várias pessoas que aqui comentam não tenham a sua visão e ainda criticam o Blog e aqueles que pensam um pouco e não são UTOPICOS quando se fala em Rafale. Não temos a melhor economia do mundo e nosso orçamento nunca foi um dos melhores e ainda sofre cortes constantemente. Temos que vicer a realidade que nos cabe e nessa realidade só podemos ter os Super Hornet ou o GripenNG. Faz tempos que não vejo um comentários igual ao seu, até mesmo quando comentamos somos… Read more »

Ivan

Cor Tau:
16 de abril de 2010 às 10:37

Cor Tau,

O mundo não é mais tão independente assim, e nunca mais será.
É uma ilusão acreditar que alguma nação possa se isolar ou ser totalmente independente.
Se não for a economia a ensinar, a natureza disso se encarregará.

Abç,
Ivan, o Antigo.

jomado

….A pergunta que não quer calar:
Porque os franceses nunca conseguiram exportar um Rafale sequer ?
Tem que haver algum problema para isso acontecer, afinal o Rafale já esta em produção desde a década de 80 !

OBS: Não vale chorar dizendo dizendo que é perseguição.

Paulo Henrique

Não teremos grana para adquirir o F-35.

Pra FAB qualquer avião atende as suas expectativas?
Custos de operação/manutenção não são um diferencial??

Vader

“Na proposta final enviada para a FAB, a empresa francesa não havia reduzido seus preços e o governo cobrou isso dela. Então nós fizemos esse parecer que incluiu essa modificação solicitada pelo governo brasileiro” (Brig. Saito) Ou seja: o parecer original classificava o Rafale com base na promessa de preço do Sarkozy, promessa não concretizada pela Dassault. O novo parecer foi feito a pedido do GF para reclassificar o Rafale, com base na ausência de redução do preço. Enfim, começo a acreditar que o Rafaleco subiu no telhado até mesmo para o GF. Vejamos o que fará a ala podre… Read more »

jomado

…Acho que é basicamente o preço da aeronave e o custo de operação.
Também existe um rumor de que o pós-venda francês é complicado.
Nunca ouvi alguém dizer que ele é um caça ruim. Pelo contrário.
Se alguém estiver interessado em comprar caças, sugiro o Gripen NG da Embraer. Made in Brazil.
A cada lote de 10 NG comprados você ganha um aeromodelo do SU-35 e uma foto do Sarkozy e do Lula em 07/09/2009.

jomado

…eu pessoalmente acho que o rafale como utopia é válido…entrementes só no campo das idéias…

Darkman

Sendo essa posição da FAB de mudança do relatório e com esse acordo feito com os Americanos o Super Hornet pode ganhar campo nessa reta final.
Seria a cartada final dos Yankes ????

Alguardemos os próximos capítulos da novela FX2 !!!!

Abs.
“Darkman não suporta o Rafale”

Nick

Será que o Jobin quer “grelhar” os franceses?? Uma saída pela tangente….

“os franceses não honraram o compromisso assumido” + possível venda de 200 SuperTucanos para os EUA = SuperHornet??

Mas a questão não ficou clara, os franceses reduziram ou não??? Se a redução é aqueles 1,8%, e não podendo reduzir mais do que isso, seria uma bela desculpa para o Jobin apontar outro caça, visto que seu preferido não honrou sua palavra.

[]’s

Branda

E a historia vai sendo recontada… e vai mudando… e vai ficando “mais adequada”… e vai ficando mais “enrolada”… No meu entender, o resultado jah foi dado para o Rafale, e isto foi decidido a muito tempo, em um foro a qual nenhum de nos tem acesso (ou tera, em momento futuro). Esta eh a minha opiniao. O processo nao deve ser questionado pelos EUA. Acho que jah existe um arranjo aih. O intercambio com os EUA, noticiado recentemente pelo blog, deve resolver o pepino. Uma possibilidade eh que o Brasil realize o intercambio de informacao com os EUA, por… Read more »

Vader

Jomado:

Preço (absurdo), escala (ridícula), padrões (diferentes do resto do mundo), logística (sofrível) e pós-venda (complicado).

Isso define o Rafale. E explica o porque do seu retumbante fracasso.

Em si não é um caça ruim. Mas está longe, muito longe mesmo, de ser uma maravilha tecnológica, industrial ou comercial.

Sds.

jomado

Curvo disse:
16 de abril de 2010 às 10:56

Só para complementar, dentro do universo FX-2 sou à favor do mix high-low F-18 + Grippen

concordo contigo, é necessário que a industria de defesa brasileira se desenvolva…para que o brasil tenha seu vetor…e por conseguinte sua independência.
trocar tucanos por f-18.

ZE

Ah sim, outro mito aqui no blog é que o Super Hornet é um caça velho, pesado etc etc etc. Bem ele é contemporâneo do Rafale e do Gripen. Poderia se dizer que ele é até mais novo do que o Rafale. Pois bem, esse caça velho, ultrapassado, pesadão, que não vai ser mais construído… que vem a ser a espinha dorsal da MAIOR E MAIS POTENTE MARINHA DO MUNDO, terá em 2010 31 caças construídos (eu disse 31 Super Hornet). Isso sem falar no Growler (versão de contramedida eletrônica do Super Hornet) que acabou de ter o seu Approval… Read more »

jomado

…eu acho que começo a ver o ocaso de uma aventura chamada “rafale” no brasil e no mundo…é dose financiar um avião ultrapassado e caro, sem falar no estímulo a uma industria concorrente!

ZE

Obrigado, Curvo e Darkman.

Valeu pela manifestação de apoio !

[ ]s

Darkman

Boa Zé !!!! De novo outro gol de placa nos Rafaletes !!!!

Mas ainda acho que o Rafale pode perder esse FX2, não está tão garantido como muito pensam…..
Esse acordo com os americanos podem representar uma nova era de vendas de equipamentos militares nos EUA para com o Brasil.
Não acredito que esse acordo foi pura e simplesmente para a venda dos A29 ST.
Algo a mas está nesse acordo e o FX2 pode sime star entrelaçado nesse acordo ou ao menos com boa chances de ser o vencedor !!!

Abs.

Ivan

ZE,

Tava fazendo falta seus escritos.

Ivan.

jomado

Vader:…concordo contigo tomara que o governo tenha bom senso e livre o brasil dessa “jaca”(cito jaca por ser um avião ultrapassado(em relação ao F-35 e PAK-FA) e caro, de manutenção idem),que o governo deixe o lado “obscuro da força” e venha para a “luz da sobriedade”.

Giordani RS

Efeito Super Hornet…

Barca

Senhor Ze seus argumentos são fracos,me desculpe,na verdade caça para o nosso país é o F-18 ou RAFALE,O gripen é um caça nível F-16,MIG 35,sendo dos três o melhor é o mig 35 depois o f-16 e depois o gripen cd/.vc diz que gripen ng teraá 50% por base o gripen/cd,vc está certo,mas vou te dar um dado,vc já viu o Cronograma da Saab,tem lá: Gripen cd Gripen NG Gripen E/F Esse gripen e/f,é o próprio gripen NG,modernizado,com a eletronica mais moderna é um upgrade no gripen cd,tirando o aumento de combustível,E QUANTO AOS ARGUMENTOS SEUS de venda do rafale,não… Read more »

ZE

Ivan disse:
16 de abril de 2010 às 11:27

Ivan, há tempos atrás, eu fiz um post especialmente para você.

Ele é sobre economia, porém é sobre algo que ninguém, ou quase ninguém comenta (tanto aqui no Brasil, quanto lá fora).

Como sei que você gosta de economia, vou tentar recuperá-lo. Creio que ele será bastante interessante para, não só você, mas para outros tantos foristas.

[ ]s

Ivan

Zé,

Se vc preferir podemos encontrar uma forma de trocar e-mails através dos editores, se assim eles permitirem.

Ivan, o Antigo.

Cor Tau

“O mundo não é mais tão independente assim, e nunca mais será. É uma ilusão acreditar que alguma nação possa se isolar ou ser totalmente independente. Se não for a economia a ensinar, a natureza disso se encarregará. Abç, Ivan, o Antigo.” “É uma ilusão acreditar que alguma nação possa se isolar ou ser totalmente independente”…….. Não foi isso que quis afirmar ou colocar…………Entendeu errado……..O que eu coloco é que a frança é o pais “mais indepedente dos concorrentes” em termos de tecnologia, politica e economia……….O que eu afirmo não é isto que vc coloca e sim que a tal… Read more »

Curvo

Prezados Jomado e ZE, parabéns pelos posts !!!

Quem sabe tanto barulho feito por nós, não chegue a ouvidos certos e lhes dê um frio (de congelamento heheheh) na barriga e/ou espinha e pensem assim “A continuar assim poderemos perder as eleiçoões, não só as de 2010, mas mais importante AS de 2014 !!!, NJ mudar posições agora !!!”

ZE

Ivan, vou fazer algumas considerações acerca da Romênia, que parece ser a bola da vez para os defensores do Rafale (já que a Grécia não vai comprá-los). Recentemente, a Romênia para não quebrar teve que recorrer ao FMI desesperada por um empréstimo emergencial (salvo melhor juízo, algo em torno de 16 bilhões de dólares). Eu sei que você não subestima o fator econômico (uma prova disso é que você se deu ao trabalho de comentar o meu post), assim sendo gostaria de fazer algumas considerações, onde geopolítica irá se encontrar com economia. Em um regime democrático, algumas opções devem ser… Read more »

Curvo

E sê assim o fizerem não será por méritos destes, mas pela voz que ecoa e continuará a ecoar pelo Brasil, e não vou votar neles por causa disto não !!!!
Não fazem mais que a obrigação !!!

humberto

Voltei a ler com cuidado a reportagem.. “Na proposta final enviada para a FAB, a empresa francesa não havia reduzido seus preços e o governo cobrou isso dela. Então nós fizemos esse parecer que incluiu essa modificação solicitada pelo governo brasileiro” As certezas: A ultima proposta da Dassault não vinha com a redução de preços; foi feito um novo parecer Minha dúvida: Como a proposta veio errada, o governo brasileiro solicitou a correção da mesma para a Dassault e o novo parecer da FAB vem com o preço já com a redução prometida pelos franceses?? Se foi isto, não subiu… Read more »

Paulo

Prezados amigos, vamos parar de conjecturas. Não há nada de novo nessa notícia e a decisão do governo já está tomada há tempos. A frase “O relatório original … não foi alterado” deixa claro que este ajuste foi, simplesmente, para incluir a redução de preço do Rafale, que é a escolha política do Presidente e do Ministro da Defesa. O relatório final do Jobim vai “blindar” a decisão, de forma que ninguém no Judiciário ou no Ministério Público possam questioná-la. E, juridicamente, não há como questionar a escolha. O acordo EUA x Brasil é meramente um protocolo, um pedaço de… Read more »

ZE

Pessoal, este post é muito elucidativo. Estou direcionando o mesmo ao Ivan, mas em verdade, ele é para todos nós. Espero que muitos debates possam surgir desse post !!! Ivan, como vejo que você gosta (ou parece gostar) de economia, permita-me escrever algumas linhas acerca de algo que nunca escutei no Brasil e pouquíssimas pessoas estão falando lá fora (a maioria nos EUA): Se você ler os jornais, ligar a tv, ou seja, procurar informações acerca da economia pátria e mundial nos meios de comunicação, a mensagem que os economistas, jornalistas…darão é que o PIOR JÁ PASSOU. Amigo, nada mais… Read more »

tyrion

Sinceramente não entendi mais nada…que loucura e esta…por favor alguem com maior conhecimento e contatos de alto nivel principalmente com o alem pode por facor explicar o que aconteru agora….desde ja agradeço.

grifo

O relatório original, elaborado pela comissão técnica que trabalha no processo de seleção há quase dois anos, no entanto, segundo ele, não foi alterado. Na minha opinião este é o ponto mais importante da notícia. Depois da negociação-mandrake feita em Paris com a Dassault, onde se baixou o preço inicial em troca de uma cláusula futura de reajuste, o Ministério da Defesa enviou formalmente uma série de questionamentos ao Comando da Aeronáutica. O Alto Comando então respondeu a estes questionamentos. Este é o novo “parecer”. E para azar dos fãs do Rafale, ele reafirma as conclusões do relatório técnico. Por… Read more »

drcoakroach

Ze, Interessante os teus posts. Acho que irei realocar meu portfolio, just in case. Li novamente esta criptografada noticia. Me parece que a FAB nao alterou o relatorio p/ indicar o Rafale, sendo assim: 1) COPAC faz relatorio, coloca Gripen em primeiro e Rafale em ultimo; 2) CA envia sem alteracoes p/ o MD; 3) O NJ, dando tratamento preferencial a Dassault, negocia com eles um novo desconto p/ chegar a 10% (serah compensado depois em algo, acreditem); retorna o relatorio p/ o CA p/ nova avaliacao; 4) O CA nao ve necessidade de acionar a COPAC novamente, afinal a… Read more »

Curvo

Prezado tyrion disse: 16 de abril de 2010 às 12:00 Eu entendi um pouco o que o ZE disse: 16 de abril de 2010 às 11:59, pois fiz o curso de Ciências Econômicas faz muito tempo e não cheguei a atuar profissionalmente nesta área, mas o pouco que entendi me deu calafrios, vamos por assim dizer : Comparando o que aconteceu com a economia mundial com um Tsunami, o período 2008~2009 foi só a primeira onda, o que está por vir seria a segunda e, seria mais devastadora pois as pessoas tenderiam a achar que não há mais problemas, hora… Read more »

Curvo

Prezado drcoakroach disse: 16 de abril de 2010 às 12:16, o teu post está mais díficil de entender do que o do Ze !!!
Poderia traduzi-lo para nós relés mortais ???!!!

grifo

4) O CA nao ve necessidade de acionar a COPAC novamente, afinal a alteracao eh somente no valor do Rafale, os outros 6 criterios, inclusive transferencia de tecnologia e tecnico, industrial, … continuam o mesmo;

Caro Drcoakroach, não é nem ver a necessidade. É que para a FAB tal negociação e o novo preço da Dassault foram obtidos a margem do processo e sem que tenha sido concedida oportunidade similar aos demais concorrentes, portanto legalmente para a FAB ele nem existe. A COPAC não precisa nem pode tomar conhecimento.

Audaz

Na boa, ta tudo indicando por empurrar com a barriga para o próximo governo… ou não. Ano eleitoral, ônus muito grande para qualquer um das escolhas, em um pais que nao tem política de defesa, nem tão pouco este tema frequenta as mesas de discursão dos eleitores.
torço que não..

HENRIQUE

è pessoal,vão colocar o rafale guela a baixo na FAB mesmo, o Saito acaba de abrir as pernas………..é uma pena….

tyrion

Entendi…ja estou estudando o assunto, é prevendo a segunda onda e que estao todos temendo tomar logo uma posição…estão prevendo tempo ruim pela frente…e isso é muito interessante…esta pespectivo interfere não so no ambito das aquisicoes de DEFESA mas em todas as areas…o tempo de ceu de brigadeiro esta acabando e tem uma CB do tamanho da AMAZONIA pela frente….agora e necessario avaliar todas as decisões friamente inclusive as nossas pessoais.

grato,