Home Sistemas de Armas F-35 vai atrasar mais dois anos com custo ainda maior

F-35 vai atrasar mais dois anos com custo ainda maior

208
67

090423-F-5957S-284

Pentágono estica o desenvolvimento do F-35 em 13 meses

O Secretário da Força Aérea dos EUA, Michael Donley, destacou na terça-feira o compromisso do Pentágono com o F-35 da Lockheed Martin, dizendo que provavelmente ele sobreviverá a uma revisão obrigatória provocada por excesso de custos.

O chefe de aquisições do Pentágono, Ashton Carter, assinou um memorando na semana passada implementando a restruturação do Programa do F-35.

Segundo o jornal The Hill, o desenvolvimento será estendido em 13 meses e receberá uma aeronave extra de testes, da versão de porta-aviões CTOL. A decisão para a produção plena foi movida para novembro de 2015, quando os testes iniciais estarão completos.

O memorando também acrescenta US$ 2,8 bilhões ao custo de desenvolvimento do F-35, baseados nas estimativas mais conservadoras de uma equipe de avaliação independente.

O grande problema é que o Pentágono terá que notificar o Congresso sobre o estouro de custos do F-35, por causa da Lei Nunn-McCurdy, que poderia levar ao cancelamento de todo o Programa do F-35. A questão é que não há alternativa para o avião.

O Secretário Donley disse que a USAF está estudando uma forma de estender a vida útil dos caças Lockheed F-16 Falcon, por causa do atraso do F-35.

67
Deixe um comentário

avatar
67 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
35 Comment authors
WagnerCosmeBRHornetKlevstonbarracuda mocambicana Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
JACUBAO
Visitante
JACUBAO

De novo…

JACUBAO
Visitante
JACUBAO

“Esse avião não serve para o Brasil, é demais para nós”.
Estamos f…

Francisco AMX
Visitante
Member
Francisco AMX

Felipe CPS, e tua ainda acreditava nos 80milhões… menino juvenil! rsrsrs – brincaderinha bro!

Mas ele vale uns 150 facinho,,, pq? se um Gripen C/D foi vendido a Thailândia por 80milhas cada… esta tu ainda não explicou viu! rsrsrs, não vejo mal nenhum um F-35 custar 150milhas!

Abraço!

Francoorp
Visitante

E tem gente que acredita que esta plataforma será melhor, mais barata e mais letal que o PAK-FA… dizer o quê, lobby é lobby!! HEHE

Dúvido que cada unidade sairá(de prateleira, sem armas, sem ferramental, só o aparelho e nada mais, o dito “Pé de Boi”)por menos de US$120-150 milhões, Dúvideodó!!

Certo, este preçinho camarada somente nas primeiras mil ou duas mil unidades, depois pode até baixar graças à escala de produção.

Hornet
Visitante
Hornet

Supondo (apenas supondo) que o F-35 estivesse no Fx2..estaríamos em mal lençóis na minha opinião. Não teríamos o caça antes de 2020 (pra ser otimista) e os custos não param de subir. Provavelmente teríamos que encarar mais um tampão para cobrir o gap e com mais gastos ainda. Eu não sinto falta do F-35 no FX2. Acho, sinceramente, que a melhor solução para o Brasil (dada a situação da FAB e tudo o mais) é mesmo um caça de quarta geração avançada (especialmente se for o Rafale, como tudo indica que será…mas uma outra boa solução, talvez a melhor, teria… Read more »

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

O Galante posta pouca coisa dos problemas do F-35 aqui. Nos sites americanos quase toda semana tem reportagem falando (mal) do F-35. A US Navy soltou um estudo que diz que ele custará 38 mil dólares por hora de voo. Várias fontes dizem que o custo unitário já passou de 100 milhões. Se o F-22 tivesse uma produção de mais de 300 unidades, como queria a USAF originalmente, o preço do F-22 igualaria o de seu irmão caçula. O “anti-F-35” mais famoso da WEB, “Doutor Carlos Koop” do site Australia Air Power esta a cada dia com mais razão em… Read more »

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

Se fosse no Brasil…..

latino
Visitante

Esse atrazo levará que a marinha dos Estados Unidos e os fuzileiros navais tenham que aguardar mais tempo para substituir respectivamente os F/A-18 «Hornet» e os caças A/V-8 «Harrier» de descolagem vertical.

Bom podera essa atrazo do f-35 manter ativa + alguns anos a linha de montagem do F/A-18E/F Super Hornet ?

Craveiro
Visitante
Craveiro

Latino,

li no Defesanet que a US Navy poderá adquirir mais de uma centena do SH.

http://www.defesanet.com.br/01_lz/fx2/01_bo_dn.htm

Bosco
Visitante
Bosco

As informações não favoráveis ao F-35 e ao F-22 em geral provém dos EUA, por outro lado a Rússia manda avisar que o T-50 custa uma bagatela, é extremamente sofisticado, é altamente letal contra qualquer caça existente (ou em desenvolvimento) e terá seu desenvolvimento feito em tempo record e logo logo existirá aos milhares.
Quem pode pode quem não pode bate palminha.
Ah! O Papai Noel manda avisar que o Saci Pereré colocou uma perna biônica.
Um abraço a todos.

sr.ricardo
Visitante
sr.ricardo

Apesar de muita gente achar que é o Lightning II no céu e Deus na terra.
Mas eu sou a favor da votação para mudar de nome para “Aardvark II”

emerson
Visitante
emerson

Isso pode ser uma péssima noticia para o FX2, pois se as forças armadas americanas precisarem de novos lotes de F18SH, o seu preço pode subir para compradores externos, já que a prioridade será a US Navy e talvez a Austrália. mas vamos ver o que o MD dedide até o final de março. até lá, prefiro não falar nada sobre o FX2 por outro lado, hoje mesmo pensava no valor de 85 milhões de dolares por aeronava F35. Esse preço parece muito abaixo do tipo de aeronave desenvolvida.Eu estivaria, de ouvir falar, algo em torno de 150 milhões de… Read more »

emerson
Visitante
emerson

nesse ritmo, o ASTERIX acaba sendo viável…

Robson Br
Visitante
Robson Br

Felipe Cps em 02 mar, 2010 às 9:36 DO POST “”F-X2: três caças, três perfis”” “”Robson, Robson, tsc, tsc, tsc… assim eu tenho que pegar a minha calculadora DE NOVO….”” Pega a calculadora FELIPE e tsc, tsc, tsc… e vê quantas vezes o F-35 custará a mais que o Rafale. Aproveita e tira uma média e tenta descobrir quanto custará o PAK_FA. Se ele custar baratinho é porque não vale nem 1/2 rafale. Será que os americanos são tão incompetentes e só produzem caças caro ou tem um plus a mais. Aproveita também e calcula o quanto custará um Gripen… Read more »

Ronaldo
Visitante
Ronaldo

Essa foto é bem bonita, agora resta saber se o F-35 vale o quanto custa, a Austrália ja colocou tantas duvidas nele que não sei não, ainda bem que o Brasil não entrou nessa, é melhor investir em um vetor de 4° geração e esperar parar ver como esses de 5° geração vão se comportar no cenário mundial, assim vamos economizar muito $$$.

latino
Visitante

Bom por aqui toda essa agitação por 36 caças !

por la talvez a US Navy compre + 124 Super Hornet !!

isso pode ate respingar no fx-2

lembre-se que o vice-presidente da Boeing, Bob Gower
disse
Vislumbro um futuro onde caças Super Hornet serão construídos no Brasil. Enxergo ainda um futuro onde Super Hornet serão mantidos e modernizados por brasileiros. Acredito num futuro onde fuselagens e asas de caças Super Hornet serão exportados pelo Brasil .

bom so promessas .

João Paulo Caruso
Visitante
João Paulo Caruso

“Robson Br em 03 mar, 2010 às 20:59” O Rafale é caro porque o dinehiro gasto em RD foi dividido em um número pequeno de aeronaves, como no caso do F-22. Não dá para comparar os valores de um avião Russo com os americanos e europeus. Na Rússia os salários dos técnicos e engenheiros são várias vezes menores e as matérias primas são muito mais baratas. Além disso eles ainda gastam muito menos em testes. É possível que produzir um avião na rússia seja até 4 ou 5 vezes mais econômico do que nos Estados Unidos. Os americanos não são… Read more »

João Paulo Caruso
Visitante
João Paulo Caruso

“latino em 03 mar, 2010 às 21:20”

Eu vislumbro um futuro em que os americaons estarão boicotando a Embraer quando ele estiver competindo com a Boeing. Do mesmo jeito que fazem com a AIRbus.

Tõe Alves
Visitante
Tõe Alves

Hum, está parecendo que o GF tem toda razão em escolher o Rafale como opção, para FAB. Aquela história do Gripen ser o mais em conta ( 80 milhões) está caindo por terra.
Abraços.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Bosco, não fica aperreado não! rsrsrs

Sds!

Robson Br
Visitante
Robson Br

João Paulo Caruso em 03 mar, 2010 às 21:23

No Site Alide foi publicado uma reportagem americana sobre o desenvolvimento do PAK-FA. Todos tem dúvidas se os parceiros (india e russia) terão grana para bancar o caça. O que voou foi só um demonstrador que nem o motor e sistemas ainda tem. Pode ver que nem o SU 35 conseguiram terminar.

Bosco
Visitante
Bosco

Francisco,
eu não fico aperreado não porque tenho informações fidedignas passadas pelo Gasparzinho (o fantasminha camarada) que o Saci está se adaptando muito bem a sua perna biônica. O problema é que voltou a fumar cachimbo, nervoso com todas essas sessões de fisioterapia realizadas pelo Dr. Fritz.
Um abraço.

rsrsr…

João Paulo Caruso
Visitante
João Paulo Caruso

Robson Br em 03 mar, 2010 às 21:48

Eu também tenho dúvidas, a rússia é um país de terceiro mundo que foi gravemente afetado pela crise mundial. Mesmo assim, ou até por isso, ainda é muito mais barato produzir um avião lá. Na Índia ou na China seria mais barato ainda.

Não disse que era fácil fazer um caça na Rússia , mas sim que era mais econômico do que nos Estados Unidos e Europa.

Ronaldo
Visitante
Ronaldo

Dizem que o protótipo do PAK-FA não é todo steath, mas ao menos o RCS frontal passando uma camada RAM ficaria bem baixo, acho que ja compensaria, afinal ninguém vai pro território inimigo de lado ou de marcha ré.

Fabio Mayer
Visitante
Fabio Mayer

Sinceramente, o T-50 ainda é projeto e DUVIDO que sairá muito mais barato que o F-35, porque está no início de desenvolvimento.

Não acham que é uma siuação estranha? O T-50 é desenvolvido tendo como principal rival o F-22, quando os americanos já desenvolvem o F-35? Me parece óbvio que o F-35 será mais capaz que o F-22, apesar de monomotor, como me parece óbvio que os russos estão iniciando o desenvolvimento de um vetor para contrapor o…f-35, basicamente porque fazendo isso, já estarão contrapondo o F-22!

Leonardo
Visitante
Leonardo

Boscão, Não vamos subestimar os russos, pois várias vezes demonstraram ao mundo grande capacidade de superação, concordo que esta previsão inicial dos custos do PAK-FA esteja equivocada até porque ainda não está em sua configuração final, por outro lado, quase ninguém acreditava no PAK-FA , para muitos, sequer sairia do chão, para outros seria o avião invisível da Mulher Maravilha, várias vezes foi motivo de piada as previsões sobre seu primeiro voo, nosso amigo Wellington que deve ser agente da FSB rsrsrsrs que o diga, e ele acertou praticamente todas as suas previsões. Quanto ao F-35 não há nada de… Read more »

robert
Visitante
robert

na minha opniao o pak-fa vai ser mais barato ( nao digo melhor nem pior) pq a russia depende ECONOMICAMENTE disso (se eu nao me engano é +-20% do pib deles).

Ou seja, ou eles se dedicam em alguma área rentável ou terminam de afundar.

Simples assim.

João Paulo Caruso
Visitante
João Paulo Caruso

Fabio Mayer em 03 mar, 2010 às 22:01 O Sukhoi é muito maior,tem dois motores, vários radares e será produzido em menor quantidade. Tem tudo para ser mais caro que o F-35, exeto a mão de obra, matéria prima e o número de testes. O f-35 não foi feito para ser melhor no combate aéreo que o F-22, não basta ser mais novo. O F-22 possui um radar AESA com mais módulos, mais potência, maior superfície de asa e ainda é mais aerodinâmico e mais LO. Em caso de guerra o 22 será usado para abrir caminho em um ambiente… Read more »

Ricardo
Visitante
Ricardo

“Robson Br em 03 mar, 2010 às 21:48 No Site Alide foi publicado uma reportagem americana sobre o desenvolvimento do PAK-FA. Todos tem dúvidas se os parceiros (india e russia) terão grana para bancar o caça. O que voou foi só um demonstrador que nem o motor e sistemas ainda tem. Pode ver que nem o SU 35 conseguiram terminar.” Robson. O Berkut, vulgo SU-47 é que é o verdadeiro demosntrador de tecnologias. Em 2006 ele já tinha performance superior a qualquer outro caça. Já éra de 5ª geração e voava com capacidade de carregar mais armamentos que o F-22,… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Leonardo, eu não subestimo os russos não. Só acho que no mundo atual, imersos em uma crise como poucas, que atinge a todos, ricos, remediados e pobres, nenhum programa militar saíra ileso sem que haja atrasos e estouro de orçamento. Principalmente um país como a Rússia que atravessa uma fase de problemas gravíssimos. Eu nunca duvidei do PAK-FA. Um país com a tradição em tecnologia aeroespacial e militar como a Rússia e que faz obras primas como o Su-27 e o MiG-29 (dentre outros) é claro que tinha potencial de desenvolver um caça de quinta geração. A “culpa” sobre alguns… Read more »

Elizabeth
Visitante
Elizabeth

Existem três problemas associados ao F-35 O primeiro é o escopo amplo e ambicioso de projeto. Gerar três versões, um caça baseado em terra, um embarcado e um V/STOL é extrapolar ao maximo as possibilidades da engenharia aeronáutica. São três células com características completamente diferentes. Ao escopo de células, propulsão e versões diferentes, esta associado também a incorporação de sistemas embarcados extremamente sofisticados o que tornam os custos proibitivos. O segundo é o atual momento da guerra aérea. Pode parecer um clichê dizer que caças como o F-35 ou F-22 são “dos tempos da guerra fria” e por tanto de… Read more »

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Bosco, É cansativo ler vc constantemente ter que explicar que não subestima a indústria aeronáutica russa. Sempre leio seus posts, aqui e em outros foruns, e sou testemunha (digital) de seu estilo educado e ético de escrever. É óbvia sua preferência pelas aeronaves americanas, não sem motivos é bom registrar, mas sempre falando em linguagem positiva, sem desmerecer outros fabricantes. Entretanto basta uma notícia negativa sobre o desenvolvimento norte americano que é uma festa… que os gringos não são mais os mesmos… que eles manipulam a mídia… entre outros. Putz, os Yankees estão 20 anos à frente do resto do… Read more »

X-nobe
Visitante
X-nobe

Hornet Exatamente, como eu tinha discutido com alguns colegas em outra matéria, o F-35 uma aeronave que não nasceu para ser um caça de superioridade aérea, mais esta sendo forçado a ser com a redução da produção do F-22. O F-22 Raptor já comprovou que pode encarar ate 4 caças Super Hornet(descartando sua invisibilidade), e as vezes 4 não SH não dão conta de um Raptor, segundo pilotos da USAF. Já o F-35 JSF apenas pode combater no mano a mano com o F-18(descartando sua invisibilidade), acho que com a redução da produção do F-22 de 700 para 180 unidade,… Read more »

carl94fn
Visitante

Tomara que o T-50 seja bem caro mesmo aí a Rússia e a Índia vão te que chamar um “certo país” para dividi custo, enquanto isso vamos de 4 geração.
Quanto ao F-35 acredito que será uma maquina incrível, estão gastando muito nele e não deve se por incompetência e sim por que estão estudando novas tecnologias, será caro, mas deve vale apena.

***Gripen C/D 80 milhões de dólares. Hum… bem, só digo que não existe essa historia de bom e barato em se tratando de material militar. Mas agora fica mais difícil argumenta a favor do NG.

sds a todos

Mario Blaya
Visitante
Mario Blaya

engraçado que os militares americanos dizem temer o estouro do orçamento do f-35, mas fazem planos para comprarem centenas de aviões convencionais para suprimir o tal atrazo de 13 meses, porque precisariam de mais 100 f-18 para mais um ano?

o projeto deve estar fazendo agua depois que o russinho voou.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Elizabeth em 03 mar, 2010 às 23:25 Elizabeth, Gostei de sua análise da indústria bélica norte americana, na verdade vale para toda a indústria norte americana, onde as corporações tornaram-se refens dos seus executivos, com bônus vinculados ao valor de mercado das ações, ao contrário do real desenpenho daa companhias. É verdade também que a falta de uma ameaça real e imediata deixa os gringos mais relaxados… principalmente na área militar aeroespacial, com a dianteira que abriram. Mas há algo que as Forças Armadas Norte Americanas aprenderam na Segunda Grande Guerra, que a superioridade aérea é essencial em qualquer TO… Read more »

X-nobe
Visitante
X-nobe

Elizabeth

Excelente texto, gostei muito de suas idéias.

Ricardo_Recife
Visitante
Ricardo_Recife

1. Não existe, ou vai existir, caça Stealth barato. Quem achar que o PAK vai sair por menos de 100 milhões pode tirar o cavalinho da chuva. Isto não vai acontecer. Tecnologia furtiva custa muito caro, isto sem falar de novos radares, sistemas de navegação, etc… 2. O PAK ainda vai demorar, tem muita coisa para fazer. O F-35 é um projeto bem adiantado, mesmo com atraso ainda vai sair bem na frente do PAK. 3. A Europa aparentemente não tem pretensões de desenhar um stealth, o que dá mais força ao F-35. 4. Ou a USAF volta a produzir… Read more »

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Finalmente quero lançar um desabafo contra esta idéia de caças MultiRole, SwingRole e OmniRole como sendo a panacéia aeronáutica militar. Um só avião para realizar todas as tarefas é coisa de quem não tem recursos para ter, no mínimo, dois aviões diferentes. (Lembrem-se do pato) No topo das missões aéreas há a superioridade aérea, que é mais que interceptação, é dominar um determinado espaço aéreo por algum tempo, necessário para que outros meios militares (aéreos, navais ou terrestres) cupram sua missão. Superioridade aérea é assunto para especialista, tanto a aeronave, como o piloto, como o controlador de terra (ou aeroembarcado).… Read more »

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Ricardo_Recife em 04 mar, 2010 às 0:20 Conterrâneo, Se vc me permite comentar seus comentários: 1. Caça Stealth barato? Ka ka ka, esta foi ótima, vc tem toda razão. Nem o J-xing ling será barato. 2. O PAK ainda vai demorar? Nem tanto quanto talvez o amigo esteja pensando. Os russos são incrivelmente pragmáticos (eu admiro esta virtude deles) e faram voar uma primeira versão operacional com as turbinas e aviônicos já existentes para o Su-35. Natural, eu faria isto, pois eles precisam diminuir o gap com os americanos, bem como colocar um diferencial contra a UE (União Européia). Depois… Read more »

Hornet
Visitante
Hornet

“Assim sendo o ‘estouro’ no prazo e no orçamento do F-35 Lightning II é um ‘absurdo’ esperado.” Ivan, pode até ser para os EUA, mas para os demais países do JSF não é não. E aí é que está o problema. A Austrália, por exemplo, está esperando o F-35 para tentar contrabalancear seu poder de dissuasão com os caças chineses e indianos no seu “TO”. O F-18 Hornet australiano não dá nem para o cheiro contra os SU-30 (que a India acabou de comprar mais 40, para se somar aos que já existiam na IAF). E mesmo o Super Hornet,… Read more »

João Paulo Caruso
Visitante
João Paulo Caruso

Colega o SH é bom o suficiente contra os Su-30 chineses e até contra os MKI Indianos, porém eu não vejo a menor possibilidade de um confronto entre Austrália e china. Os chinese não tem a menor condição de projetar força contra a austrália e se tentassem isso teriam que conquistar territórios antes e o mundo não iria ficar parado assistindo a china engolir pequenos países a sua volta, ou seja, tudo acabaria em uma grande guerra antes deles fazerem algum estrago na Austrália.(teriam que se preocupar com os americanos) A índia é pacífica e fica tão longe da austrália… Read more »

Hornet
Visitante
Hornet

João Paulo Caruso, não se trata de confronto, guerra ou coisa do tipo, mas sim de poder estratégico, geopolítico. Eles não vão entrar em guerra, posso lhe garantir…hehehe Mas a análise que os australianos fazem (e são eles que acham que o SH não dá conta do recado, basta ler os estudos que eles mesmos fizeram sobre isso) é muito pertinente. A Austrália nunca terá uma força igual a da China e nem mesmo da India. Neste sentido eles pensam em dissuasão (como nós). E aqui o cálculo não é feito medindo a qualidade do caça apenas, mas também levando-se… Read more »

Hornet
Visitante
Hornet

em tempo: sobre o que o Carlo Koop (eu nem estava me referindo a ele, mas sim ao Ministro ou secretário de defesa da Austrália…mas enfim…). Mas vale um reflexão sobre o que ele escreveu. Os EUA podem ter 2000 F-35 e serem superiores a todos. A Austrália só teria 120 (e olhe lá). Neste sentido, 120 (ou até 60) F-22 seriam muito mais dissuasivos que os F-35, diante de uma quantidade muito maior de SU-30 da China e da India (pra não falar agora, ou em breve, o PAK-FA). Então, ele não está de todo errado. mas esse negócio… Read more »

Roger
Visitante
Roger

Cara,
Escrevendo desse jeito,

EDITADO PELO MODERADOR POR CONTER COTEÚDO INAPROPRIADO

Leonardo
Visitante
Leonardo

Ivan e Bosco, Em nenhum momento no meu post quando expus o termo “subestimar os russos” foi de conotação antiamericana, apenas me referindo ao esforço em desenvolver algo tão bom quanto a um custo menor, os russos sempre mostraram capazes disso, quanto à capacidade do PAK-FA ficou bem subentendido que não temos como saber ainda se ele será ou não melhor que o F-22 e F-35 só tempo dirá, embora tenha sido feito com este intuito, apenas acho que em superioridade aérea estes (PAK-FA e F-22) serão os donos dos céus verdadeiras “aves de rapina”, não vejo o F-35 no… Read more »

Leonardo
Visitante
Leonardo

Desculpe pelos erros de português, mas escrevi um pouco rápido por estar sem tempo no momento.

Um abraço.

Giordani RS
Visitante
Giordani RS

Bom, pelo menos tem o lado bom da coisa, o SH vai ficar mais tempo em operação e é quase certo que a USN vai adquirir mais uns lotes…Vida Longa e Próspera ao SH!
Na grande maioria das vezes, os “críticos” de aeronaves, são pessoas que não detém nenhum conhecimento aeronautico…NENHUM!

Ivan
Visitante

Hornet, Bom dia… he he he. Terei que trocar o dia pela noite, ou madrugada, para conseguir ‘conversar’ com vc… ka ka ka. Estava certo que seria ‘crucificado’ pela minha posição de defesa aos especialistas em superioridade aérea e o alerta para as limitações dos essenciais MultiTudo. Contudo saber que vc tem uma idéia semelhante quanto ao assunto me deixa mais confortável, ou melhor, menos solitário, nestas conversas. O desenvolvimento de um novo vetor de combate é um empreendimento cada vez mais caro, mesmo para os EUA. Por outro lado, cada vez mais países desenvolvem suas indústrias aeronáuticas, com a… Read more »

DAlmeida
Visitante
DAlmeida

Por isso modestamente acredito num passo menor mas consistente.
Desenvolvemos nosso vetor de 4.5 geração numa parceria da EMBRAER com a SAAB e vamos tocando o que podemos.

Não adianta sonhar agora com o imponderável.

Vamos devagar. Vamos acreditar numa parceria com uma empresa de um país sério e tradicional.

Não acredito em projetos mirabolantes. Tudo tem seu tempo.

Ninguem sai de um FUSCA e entra numa Ferrari num piscar de olhos.

Vou contar pra alguns aqui, mas não fiquem tristes…..

PAPAI NOEL NÃO EXISTE!!