sábado, maio 15, 2021

Gripen para o Brasil

Técnicos da Força Aérea Tailandesa treinam na Suécia para manter Gripen

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Treinamento técnico Gripen Força Aérea Tailandesa - foto Gripen International - P Kustvik

Programa de treinamento é parte do contrato tailandês, assinado em 2008, envolvendo a aquisição de seis caças Gripen

A Gripen International informou nesta quarta-feira, 27 de janeiro, que o primeiro grupo de pessoal técnico da Força Aérea Real Tailandesa (Royal Thai Air Force RTAF) está na Suécia realizando o curso de conversão inicial de manutenção para o caça Gripen.

Na foto acima, os técnicos que realizam o curso posam em frente a um Gripen da Força Aérea Tailandesa, juntamente com os instrutores da Força Aérea Sueca durante visita à Saab, em Linköping. Segundo a Gripen International , o treinamento já está em andamento na Escola Técnica das Forças Armadas Suecas, em Halmstad, e está programado para continuar até o final deste ano. O programa também inclui uma fase “On the Job Training” (OJT), literalmente, treinamento com a mão na massa, nas alas F 7 de Såtenäs e F 17 de Ronneby, unidades da Força Aérea Sueca.

A Gripen International informou também que, numa iniciativa paralela, o Comandante da RTAF, Air Chief Marshal (“Marechal do Ar”, numa tradução literal) Itthaporn Subhawong, encontrou-se com o “Tenente General” (Lt. Gen.) Carlo Gagiano, Comandante da Força Aérea Sul Africana (SAAF – South African Air Force) para discutir áreas de interesse mútuo, o que inclui o caça Gripen e sua introdução na SAAF. Segundo o informe, o encontro se deu na Base Aérea de Makhado, a “casa” do Gripen na África do Sul. Discutiu-se, também, o compromisso dos dois países em cooperar e promover relações bilaterais.

Gripen Tailândia - foto Saab via Gripen International - P Liander

Gripen Tailândia - foto 2 Saab via Gripen International - P Liander 

FONTE:  Gripen International

FOTOS: copywright  Gripen International / Saab

NOTA DO BLOG: por ser complexa a adequação dos postos / graduação na hierarquia dos comandantes das duas Forças Aéreas citadas, quando comparadas entre si e à nomenclatura utilizada no Brasil e outras Forças, foi mantida a grafia original empregada no informe (escrito originariamente em inglês), acompanhada de uma tradução literal. Muitas vezes, os nomes confundem o público leigo e mesmo o que acompanha de perto o assunto Defesa – um caso comum é o da graduação Tenente-Brigadeiro, acima de Major-Brigadeiro, no sistema de graduação da FAB (o que também é o caso da SAAF e outras Forças, em que Lieutenant General está acima do Major General). Para ver o quadro de graduações das Forças Armadas no Brasil, clique aqui para acessar matéria no Blog Forte.

LEIA MAIS:

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
ZE

É uma verdadeira lástima o fato que não iremos comprar o Gripen NG. Simplesmente o caça mais atual em termos de eletrônica embarcada dentre os concorrentes do F-X2. Só um off topic: Como previ, a Venezuela está passando por uma fase conturbada. O Senhor Presidente venuzuelano está em uma enrascada. Ele não investiu em infraestrutura. Comprou bônus da dívida argentina por duas vezes (vocês entenderam bem: BÔNUS DA DÍVIDA ARGENTINA!). Subsidiou petróleo para Cuba e outros países da América Central… Como sabemos, a Argentina está fora do mercado internacional, desde o calote de 2001 (o maior do mundo naquela época,… Read more »

ZE

Ah, sim. Quando a Venezuela não for mais a bola-da-vez, foquem nos terríveis chilenos.

Quando o Chile não for mais a bola-da-vez, foquem nos torpes equatorianos.

Quando o Equador não for mais a bola-da-vez, foquem no Zimbabwe.

[]s

Reportagens especiais

John Boyd, o piloto de caça que mudou a arte do combate aéreo – parte 3

Depois do caça F-86, os projetistas americanos desenvolveram uma crescente fascinação pela sofisticação nos caças, pela incorporação do avanço...
- Advertisement -
- Advertisement -