sábado, maio 15, 2021

Gripen para o Brasil

Aeronáutica nega que controle do espaço aéreo dificulte ação de militares brasileiros no Haiti

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A Aeronáutica negou que o controle do espaço aéreo haitiano, que está sob responsabilidade das tropas norte-americanas, esteja dificultando o trabalho dos militares brasileiros no país. Segundo o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, as missões brasileiras estão tendo atenção especial do controle de voo.

A Aeronáutica explicou que os procedimentos adotados atualmente no país são “uma prática comum em qualquer operação da Otan [Organização do Tratado do Atlântico Norte] e dos Estados Unidos em situações desse tipo”. Ontem (18), um voo do Boeing 737 da Presidência da República, que levava autoridades e jornalistas a Porto Príncipe, ficou sem autorização de pouso.

A assessoria da Aeronáutica explicou à Agência Brasil que, quando a missão foi decidida, o avião presidencial ainda não tinha prevista uma “janela de slot” – termo técnico usado para ordenar pousos e decolagens nos aeroportos – definida. Como a estrutura física do aeroporto não dá conta da demanda de voos com destino a Porto Príncipe, é necessário que o planejamento de todas as missões seja feito com 48 horas de antecedência.

De acordo com a Aeronáutica, cada aeronave que chega à capital haitiana tem apenas uma hora para pousar, desembarcar carga e passageiros e decolar, não podendo, depois disso, permanecer estacionada no aeroporto. “É tempo suficiente. Dominamos técnicas que nos permitem conseguir desembarcar tudo e decolar em apenas uma hora”, garante o coronel Amaral, do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica.

“Tudo está muito bem coordenado entre a FAB [Força Aérea Brasileira] e os Estados Unidos. Eles inclusive têm dado atenção especial para o Brasil. Se existe algum tipo de dificuldade, ela se deve ao momento inicial, posterior à tragédia, quando o tráfego aéreo ficou bastante intenso”, disse Amaral. A previsão da Aeronáutica é de que o Sucatinha desembarque hoje e aguarde em Santo Domingo, na República Dominicana, uma segunda janela para retornar a Porto Príncipe, o que deve acontecer até o final do dia.

FONTE: Agência Brasil

COLABOROU: Luan

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leo

VERGONHA!

Martim

Obama é muito legal. Está se aproximando do Brasil com toda a consideração. Reconhece os valores brasileiros e de nosso presidente. O Brasil deve aproveitar estes gestos e retribuir.

Mausher

“Tudo está muito bem coordenado entre a FAB [Força Aérea Brasileira] e os Estados Unidos. Eles inclusive têm dado atenção especial para o Brasil.” Militar brasileiro no Haiti. Eu pensei que o Brasil estivesse no comando da operação Haiti. Porque assim talvez ouvíssemos um argumento lógico (típico de quem esteja no comando) deste tipo: ‘Tudo está muito bem entre a FAB e os Estados Unidos. NÓS, inclusive, TEMOS dado atenção especial para os ESTADOS UNIDOS.’ (Por estarem enviando mais recursos em ajuda – eu deduziria). E aproveitando: “se está tudo bem” por que será que perdemos o comando heim? Ou… Read more »

Christiano

Mais uma prova desse governo que quer fazer propaganda,aproveitando-se de uma tragédia.
Os americanos estão no controle porque são
os únicos capazes desse tipo de operação
e pronto!

Mausher

Christiano,

Se você me permite:

1 – Num outro olhar (aspecto) é justo ao contrário!

Foi justamente a TRAGÉDIA quem acabou com a farra propagandista do HAITI.

Estava num nível já ufanista.

2 – Por conseguinte enfraquecerá as (obscuras) pretensões brasileiras ao assentamento da ONU.

O tempo dirá.

Mausher

A tempo: A missão Haiti é brilhantemente levada a cabo por brasileiros no cumprimento de seu dever!

Uma resposta em ajuda de solidariedade e de reconstrução social de um país em estado de miséria, majoritária parte de sua população.
(PONTO)

Agora,

A ufania ventilada disso em proveito político como vinha-se observando é o meu questionamento.

Obrigado,
Mausher

Reportagens especiais

Força Aérea Brasileira em 1979, poster da revista Flap Internacional

Reprodução do poster "Força Aérea Brasileira em 1979", da revista Flap Internacional, enviado gentilmente pelo leitor e colaborador Roberto...
- Advertisement -
- Advertisement -