terça-feira, abril 13, 2021

Gripen para o Brasil

Suécia procura Sarney para defender Gripen

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Gripen Demo - foto Gripen International

vinheta-clippingEm busca de apoio para a venda de 36 aviões caça ao Brasil, o ministro da Defesa da Suécia, Sten Tolgfors visitou nesta terça-feira o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), para defender as aeronaves produzidas pelo país –com a promessa de transferência total de tecnologia para o governo brasileiro. A Suécia disputa com a França e dos Estados Unidos a venda dos caça ao Brasil, numa ação que envolve intenso lobby das empresas produtoras das aeronaves.

Tolgfors disse que a Suécia não procura um “cliente” para vender os aviões, mas “um parceiro de longo prazo”. O ministro disse que o objetivo do governo da Suécia é firmar uma parceria longa com o Brasil com o objetivo de produzir, em solo brasileiro, futuras aeronaves de combate com a tecnologia sueca.

“Estamos oferecendo total transferência de tecnologia para o Brasil, para que o país tenha a sua própria base tecnológica no futuro para o desenvolvimento de aviões”, afirmou após o encontro com Sarney. O presidente do Senado é um dos integrantes do Conselho de Defesa Nacional, que deve decidir o país vencedor da concorrência para a venda dos caças.

Na proposta encaminhada ao governo brasileiro, a empresa sueca Saab ofereceu a produção de avião caça monomotor Gripen. As empresas concorrentes, Boeing (EUA) e Dassault (França), criticam o fato da aeronave possuir apenas um motor, o que automaticamente baixaria os custos do caça.

Tolgfors disse que a proposta sueca prevê uma oferta de “caças mais eficientes” a baixo custo. “Se você olha para o preço, mas também para o nível de tecnologia oferecida e o ciclo de vida doas caças, isso torna os nossos aviões mais competitivos. Com isso, eles acabam custando metade do preço”, afirmou.

No início de novembro, o diretor da empresa francesa Dassault no Brasil, Jean Marc Merialdo, classificou de “falta de compostura” informações divulgadas pela Gripen e Boeing (EUA) contra o avião francês Rafale –que custaria 40% a mais as demais concorrentes.

A Dassault, porém, manteve em sigilo o preço de cada aeronave que seria vendida ao Beasil. “Respeitamos o termo de confidencialidade que assinamos com a Força Aérea Brasileira, o que deveria ter sido feito pelos outros concorrentes. Vimos a informação de que a proposta do Rafale seria 40% mais cara que do F-18 [Boeing]. Essa informação não tem fundamento”, afirmou Merialdo

Apesar de não falar em valores, Merialdo desmentiu rumores de que o avião sueco Gripen custaria a metade de cada Rafale. Na tentativa de minimizar a proposta da Suécia, Merialdo disse que seriam necessários dois Gripen para executar a mesma missão de um Rafale. Há especulações de que o valor inicial seria de 98 milhões de euros por aeronave vendida ao Brasil, mas a Dassault não confirma a informação.

“Não é correto comparar valores de caças de classes diferentes. O Gripen é um monomotor da classe Mirage 2000, de classe diferente do Rafale, seu sucessor. O Rafale é bimotor que traz mais segurança e capacidade operacional superior. A depender da missão, são necessários dois Mirage 2000 para executar a missão de um Rafale”, disse Merialdo na ocasião.

FONTE: Folha Online FOTO: copyright Gripen International

NOTA DO EDITOR: o título original, “Suécia procura Sarney para defender que Brasil escolha caças Gripen para a FAB” foi reduzido para publicação no Blog

- Advertisement -

26 Comments

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe Cps

Ihhhh rapaziada, agora os suecos chegaram no chefe… 🙂

RodrigoMF

Chegaram no dono da casa…..

Tales

Nunca escondi que prefiro o Rafale, mas que, também, vejo com “bons olhos” a proposta da Saab e o Gripen. Sempre considerei esse uma alternativa barata e moderna, sendo o meu segundo predileto dentre os finalistas do FX.
Contudo, qualquer associação com o “letrado” ex-Presidente da República, me deixa com os “dois pés atrás”. Os suecos não deveriam “macular” sua proposta/participação nessa escolha.
Esse programa está, definitivamente, virando um vale-tudo…
Vale até “dedo no olho”…
Abrs.

RodrigoMF

Já virou faz um tempão…

A única maneira de ter uma vaga possibilidade de vencer a Dassault é apelando para este tipo de expediente. Já que a Dassault passou por trás de todo mundo e foi direto no chefe.

A Boeing anda muito quieta, mas só vejo uma solução tipo SIVAM para conseguir levar.

casag

Teles,

O gripen sempre foi ótima alternativa, inclusive pela seriedade dos suecos.
Mas, agora, foram comer farelo. Fim da linha.

casag

Melhor: TALES

ZE

Por que será que a Dassault tem tanto medo de falar em preço, em custo, em pecúnia??????

Francisco AMX

Olha como são “corretos” os Suecos! já começaram a mexer os pausinhos?
eu morro e não vejo tudo! aliás tem muita gente que não quer ver…
Daqui a pouco a FAB vai correr para os braços do Sarney também? segundo alguns vale-tudo!

Francisco AMX

ZE, talvez eles saibam o quanto difícil é fazer entender pessoas que não conecem, que seu produto é caro, mas é melhor! bem melhor! não seria isso! pelo jeito… pois aqui tem muita gente que so fala em preço! muitos são os mesmos que vão comprar um gol anunciado por 29mil e acabam pagando 40mil reais, e não compram um importado muito melhor, mais desempenho, mais economia e conforto, pq ele custava 45mil… depois vai perceber que andou numa pé-de-boi por uns 5 anos, ah, mas claro, o gol desvalorizou menos! correto, mas no caso de um vetor de combate… Read more »

flaviodepaula

ZE em 25 nov, 2009 às 12:01,

o contrato com a FAB não permite.

Como eles não são especuladores, não saem por ai falando asneiras, como o pessoal do Gripen e do SH.

Ora, como podem afirmar que o SH é 40% mais barato que o Rafale oferecido a FAB se não sabem o preço do Rafale? O mesmo aplica-se ao Gripen.

Podem dizer até que é mais barato, mas definir percentual, no mínimo é desonesto.

Felipe Cps

Só pra constar: acho que os suecos enfiam os pés pelas mãos ao jogar o mesmo joguinho sujo dos franceses.

Até entendo o desespero de se ter um produto melhor e mais barato e não ser sequer ouvido pelas autoridades governantes, que preferem pagar mais caro num produto quando muito igual. Mas não justifica.

Depois dessa, espero que essa b. de FX2 vá pra casa do car. E fique a FAB com seus F-5EM até que apareça gente séria em Brasília (nunca).

Sds.

Rodrigo Marques

Hã??? Sarney???

A Suécia deixou de ser um país sério 🙂

Paulo Renato

O ideal seria o gripenNG e o SH mas o Rafaleco já levou !!!

Abs.

Ivan

Amigos, Os suecos foram procurar o Presidente do Senado, Senador eleito democraticamente, e um dos “integrantes do Conselho de Defesa Nacional, que deve decidir o país vencedor da concorrência para a venda dos caças”. Eles não tem culpa nenhuma que o referido Presidente do Senado é o já nosso conhecido José Sarney. Na verdade a culpa é nossa, brasileiros, que o elegemos e elegemos aqueles que entregaram a presidência ao dito cujo. Olhando por uma ótica isenta de nomes, os Suecos estão procurando um caminho para chegar ao poder decisório nacional, considerando que o chefe do executivo já se declarou… Read more »

masadi45

Que ironia , procurar justamente este senhor , que ao invés de desenvolver a indústria bélica nacional , foi um dos responsáveis pelo seu derrocada. Pisou no pescoço e afundou mais ainda , lavando as mão.
Vide o saco Engesa. Na época ele era o presidente , que caiu de para-quedas naquele lugar.

Ivan

Paulo Renato em 25 nov, 2009 às 13:31;

Ídem, ídem, na mesma data.
Ivan.

Ivan

Em tempo,

Sou nordestino e conheço bem quem é e o que significa José Sarney. Melhor (ou pior) que muitos de vcs, amigos.

Mas não confundo a pessoa com a instituição, mesmo quando estas… figuras querem se misturar com a instituição (com óbvios interesses escusos) que deveriam defender.

Os suecos procuraram o Presidente do Senado.
O fato de ser quem é… é problema nosso.

Abç,
Ivan.

casag

Francisco AMX,

Super Ganso e F-5 PLUS(modernizado) – ótimo!

Francisco AMX

Ah depois nós que defendemos o Rafale, somos os inocentes!?
A SAAB procurou o Sarney pq sabe quem é que manda no Lula! 🙂

“Que ironia , procurar justamente este senhor , que ao invés de desenvolver a indústria bélica nacional , foi um dos responsáveis pelo seu derrocada. Pisou no pescoço e afundou mais ainda , lavando as mão.
Vide o saco Engesa. Na época ele era o presidente , que caiu de para-quedas naquele lugar.”

perfeito Masadi!

Francisco AMX

he he Casag! eu tb gostei! hauhauha

ZE

flaviodepaula em 25 nov, 2009 às 12:46

“ZE em 25 nov, 2009 às 12:01,

o contrato com a FAB não permite”.

É verdade, o contrato de confidencialidade não permite que os 3 concorrentes digam o preço final de cada vetor no F-X2 BRASIL.

Porém, nada impede que se comente acerca de competições pretéritas.

“Nós estimamos algo entre 50% do preço de nossos competidores, diz Kemp, citando como referência uma proposta aberta feita à Dinamarca: cerca de US$ 70 milhões por cada um dos 48 aviões solicitados, com toda a logística e o treinamento”.

A dúvida ainda persiste…Por que será?

Robson Br

masadi45 em 25 nov, 2009 às 15:02

“”Que ironia , procurar justamente este senhor , que ao invés de desenvolver a indústria bélica nacional , foi um dos responsáveis pelo seu derrocada. Pisou no pescoço e afundou mais ainda , lavando as mão.
Vide o saco Engesa. Na época ele era o presidente , que caiu de para-quedas naquele lugar.””

QUE IRONIA MESMO.
PARABÉNS PELO COMENTÁRIO.

A Suécia sabe que seu projeto morre se o Brasil não bancar. O que eles prometeram ao Sarney?

RodrigoMF

O NG não morre se ele não for adotado no Brasil, mas seguirá no mesmo banho-maria que está atualmente. Para mim este é o grande entrave para ele ser considerado um concorrente sério em qualquer competição.

Wilson "Giordani" de Souza

Ivan em 25 nov, 2009 às 15:07

Concordo 100% contigo Ivan.

Se continuarmos votando nas mesmas pessoas…

[]s

luciano30

se atendeas exigências feitas pelo programa FX2,se é o melhor entre as propostas feita na opinião da EMBRAER uma das principais empresas do ramo no mundo então porque as críticas feita pelo senhor ministro Jobin?é uma falta de vergonha na cara,fazer com que percam tempo para elaborarem propostas e no fim das contas os senhores do poder ficarem puxando braza pra sardinha dos franceses!!!!!

luciano30

Paulo Renato em 25 nov, 2009 às 13:31

concordo com vc,porém acredito que seja impossivel,pelos ultimos acontecimentos!!!!!

Combates Aéreos

Promessa e realidade no combate BVR: abates com mísseis AIM-120 AMRAAM

Data Unidade Avião Piloto Arma Alvo País Nº 27-Dec-92 USAF F-16D - AIM-120A MiG-25PD IrAF 1 17-Jan-93 USAF F-16C - AIM-120A MiG-29B IrAF 1 28-Feb-94 86FS/ 526FW F-16C 89-2137 B.Wright AIM-120A J-21 RVRS (Pesic KIA) 1 14-Apr-94 53FS/ 52FW F-15C E.Wickson AIM-120A UH-60A US Army 1 24-Mar-99 322 sqn KLu F-16A/MLU J-063 P.Tankink AIM-120A MiG-29 18106 127.lpe/JRViPVO (Milutinovic OK) 1 24-Mar-99 493EFS /48FW F-15C 86-0169 C.Rodriguez AIM-120C MiG-29 18112 127.lpe/JRViPVO (Arizanov OK) 1 24-Mar-99 493EFS /48FW F-15C 86-0159 M.Shower AIM-120C MiG-29...
- Advertisement -
- Advertisement -