domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

KC-390: investimento tcheco

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

KC-390 imagem Embraer

Presidente da República Tcheca quer parceria com a Embraer para construir avião-cargueiro

Viviane Vaz

vinheta-clippingO Brasil deve ganhar mais um parceiro de peso para cooperar em matéria de aviação. O presidente da República Tcheca, Václav Klaus, chega a Brasília amanhã e se encontra com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para estabelecer uma cooperação mais próxima entre a empresa brasileira Embraer e a tcheca Aero Vodochody. “Estamos muito interessados em fazer uma parceria com a Embraer para desenvolver o cargueiro KC-390 (que substituirá o Hércules, usado pelas Forças Armadas brasileiras)”, afirmou o embaixador da República Tcheca no Brasil, Ivan Jancárek, em coletiva de imprensa.

O embaixador reconhece que o cargueiro é “uma noiva extremamente disputada”. “Ainda está em fase de desenvolvimento, e esse é o momento de estabelecer as parcerias”, diz Jancárek. O diplomata ressalta que a Aero Vodochody já coopera com a Embraer na produção dos jatos E-190, e que a empresa tcheca exporta aviões para quase 150 países no mundo. “Outra empresa AÉREA que começou a fornecer para empresas regionais no Brasil é a Let Kunovice, que vendeu mais várias unidades do L410, com capacidade para 20 passageiros”, conta. As principais exportações ao Brasil, porém, estão ligadas ao setor automobilístico, como motores, caixas de transmissão e maquinaria pesada.

A comitiva do presidente será integrada por empresários e pelo ministro do Interior, Martin Pecina. Klaus também pretende propor cooperação na área de etanol. “Para atender as normas da União Europeia, a República Tcheca é obrigada a colocar 5% de etanol na gasolina, hoje, e esse índice deve aumentar para 10% até 2014”, diz o embaixador. Na República Tcheca, existe uma reduzida produção da substância à base de beterraba, cuja a produtividade para o combustível é menor que a da cana de açúcar. “O etanol brasileiro é mais barato”, reconhece Jancárek.

Outra parceria que pode entrar na mesa de negociações diz respeito à melhoria da infraestrutura de transportes de cidades brasileiras, pensando na Copa de 2014. Os tchecos pretendem oferecer o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), principalmente para Manaus e Recife. Lula e Klaus devem assinar, também, um acordo comercial entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportação (Apex) e a Tchecainvest.

Parentesco

Em Brasília, o presidente tcheco visitará o Congresso Nacional e o memorial do presidente Juscelino Kubitschek. Um dos bisavós maternos do ex-presidente brasileiro, o carpinteiro Jan Nepomuk Kubícek, foi um dos primeiros imigrantes tchecos a desembarcar no Brasil, em 1823. Hoje, cerca de 500 mil tchecos e descendentes vivem no país. “Para a República Tcheca, o Brasil é o parceiro mais importante da América Latina”, afirma o embaixador. O presidente tcheco segue na quarta-feira para São Paulo, onde se reúne com o governador José Serra e o prefeito Gilberto Kassab. Klaus termina a viagem na quinta-feira, em Recife, onde se encontra com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

FONTE: Correio Braziliense, via Notimp   IMAGEM: Embraer

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
flaviodepaula

ótima notícia.

Se entrarem com dinheiro, será um ótimo parceiro. Diminuimos os riscos e aumentamos a encomenda, já que infelizmente nossa FAB nunca pode comprar a quantidade ideal para operar.

Já que também exportam aviões, podem ter alguma tecnologia que nos interesse.

BRASIL!!!

motta_eiras

Um bom começo. Futuramente fazemos como no Antonov aumentamos as asas acrecentamos mais duas turbinas aumentamos a capacidade. Teremos um “carrinho de mão” e outro de fazer inveja.

Sds

Reportagens especiais

Radar quântico – fim do stealth?

Radar quântico pode tornar tecnologias stealth ineficazes A tecnologia "stealth" pode não ser muito furtiva no futuro graças a um...
- Advertisement -
- Advertisement -