sábado, abril 17, 2021

Gripen para o Brasil

Namoro antigo

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Desejo de Moçambique de adquirir Tucanos vem desde 1983

Em abril deste ano surgiu a informação de que o Brasil vai doar alguns aviões Tucano T-27 usados para a Força Aérea de Moçambique. Os aparelhos permitirão formar uma unidade aérea para uso em operações de manutenção de paz na região. OS T-27 estão sendo substituídos na Força Aérea Brasileira pelos Super Tucanos.

Mas não é de hoje que Moçambique gostaria de ter os Tucanos. Em 1983 esteve no Brasil o general Armando Emílio Guebuza. A visita do general moçambicano tinha como foco a aquisição do EMB-312. Na época a aeronave era um dos produtos mais modernos da FAB e havia entrado em operação pouco tempo antes.

LEIA TAMBÉM:

- Advertisement -

18 Comments

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Aviãozinho

Esse Tucano é febre virou a nova onda, agora todo mundo quer um.

heauheauheahua

Gustavo

Estas aeronaves são o melhor custo beneficio, principalmente para países mais pobres.

Paulo Renato

Toamara que els comprem uma quantidade boa !!!

Abs

Leandro

Já era sem tempo!…uns 10 Tucanos para Moçambique e mais uns 5 UH-1H…assim o Brasil vai ser o Papai Noel da vez!

KeplerK

Meus filhos, é dando que se recebe. É como aquele computador usado que fica encostado na sua casa ocupando espaço, é melhor dar pra uma pessoa pobre que fará bom uso dele do que tentar vendar por uma merreca. Nesse tipo de doação você economiza tempo, ganha espaço, REFORÇA UMA AMIZADE e se sente melhor com o mundo.

lvieira

AO INVES DE DOAR , NAO SERIA MELHOR FAZER UM PRECINHO CAMARADA? A FAB NAO TA COM TANTO DINHEIRO EM, CAIXA PRA GASTAR. QUANTO SAI UM DESSES? COLOCA 50 % DE DESCONTO. E MELHOR DO QUE DOAR.

Jonas Rafael

Bom, pelo menos é para um país irmão da língua portuguesa. Alguém sabe como anda a situação política em Moçambique?

Harry

Caro Ivieira

Imagine a influencia que a FAB passara a ter em um pais que fala a nossa lingua e na formação de uma instituição de grande significado para a Nação mocambicana.

Treinamentos, cursos, gastos com manutenção…

Futuras vendas que se faz através de relações de confiança, pricipalmente nesta área.

Abs

Abs

Esdras

Como a FAB tem um grande volume de tucano e estão aos poucos saindo de operação é interessante este tipo de doação para nações amigas. Lembrando que os aviões em operação sustentam a venda de assistencia técnica (venda de serviços e peças) que ajudam a manter a economia girando….é assim que os americanos fazem.
Para patrulhamento ele é uma ótima opção e mesmo o Tucaninho para carrregar armas como metralhadoras e lança foguetes.

João Curitiba

Caro KeplerK

Aplaudo você de pé. É isso aí mesmo.

Abraços

RODRIGUES

Tá certo tem que ajudar as nações amigas.
mais só para as amigas mesmo.

Luan

Ok para moçambique tudo bem.mas para o Paraguai realmente não precisava,se o Paraguai não existisse o Brasil estaria “menos ruim”,e as relações com o presidente tbm não são boas.

abraços

latino

TAMBEM vou mandar um salve pro KeplerK ;;muito bom raciocinio ..

sds

Zeke A6M

KeplerK

E isso aí.
Só não estamos em crise, por que passamos a olhar os paises pobles, com outros olhos.

Abraços.

Walderson

Caros KeplerK e Esdras,

vocês disseram tudo. Um abraço.

Julio

Acho correto a posição do Brasil. Devemos fazer a doação, mas, seria interessante que junto fosse uma comitiva de empresários para conhecer melhor Moçambique e tentar fechar contratos com eles. Vamos doar o que podemos e vender bens que produzimos e que eles precisam, antes que outros paises vendam.

Fábio Mayer

Em verdade, faz-se uma venda simbólica para países como Moçambique, Bolívia e Paraguai.

Não sou contra. Esses aviões e helicopteros ficariam guardados aqui, gerando custos de conservação e lá fora podem ser bem utilizados, quem sabe até abrindo mercado para produtos brasiliros novos no futuro.

Fritche

Onde eu entro na lista de doação?!

Combates Aéreos

‘Travado no F-16’: mensagem de rádio do piloto da IAF antes de ejetar do MiG-21

NOVA DELI: "R-73 selecionado", foi a última transmissão de rádio do Wing Commander Abhinandan Varthaman de seu caça MiG-21...
- Advertisement -
- Advertisement -