Home Noticiário Internacional Obama falou com Lula sobre caças, diz jornal francês

Obama falou com Lula sobre caças, diz jornal francês

155
23

obama-telefona-foto-la-times

vinheta-clippingA disputa pelo contrato FX-2 envolveria bem mais do que os caças Rafale e F-18 e seus fabricantes, a francesa Dassault e a americana Boeing. De acordo com reportagem do jornal “Les Echos”, de Paris, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, teria telefonado duas vezes para o colega brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, para assegurar a transferência da tecnologia e contrabalançar a presença do presidente da França, Nicolas Sarkozy, nas negociações.

A interferência de Obama teria acontecido em razão das chances remotas que o F-18 teria de vencer a concorrência com o Rafale e o sueco Gripen, da Saab, em razão da falta de compromissos da Boeing em relação à transferência de tecnologia, exigência do governo brasileiro. O primeiro telefonema do presidente americano teria acontecido no período de férias na ilha de Martha”s Vineyard, em Massachusetts, entre 23 e 30 de agosto.

Obama teria telefonado para Lula e se colocado como fiador de que a transferência de tecnologia seria aprovada pelo Congresso americano. Teria, ainda, antecipado que voltaria a ligar, com a confirmação de que a aprovação aconteceria em caso de vitória da Boeing.

Lula teria telefonado a Sarkozy em 31 de agosto, anunciando-lhe sua preferência pelo caça francês. Cinco dias depois, o presidente brasileiro afirmaria, em entrevista à “TV5 Monde”, à “RFI” e ao jornal “Le Monde”, que a França era a favorita em função de sua disposição de transferir tecnologia. “Todo mundo sabe que uma das exigências que o Brasil faz é de ter acesso à tecnologia.”

A partir de então, segundo o “Les Echos”, o lobby americano se intensificou. O jornal diz que uma ofensiva de comunicação foi montada pela Boeing, distribuindo informações negativas sobre seu principal concorrente, por diferentes canais, incluindo o meio político e a imprensa.

Em resposta ao aumento do assédio americano, o governo francês teria acenado com a compra de 10 a 15 aviões de transporte KC390 da Embraer, uma espécie de contrapeso à aproximação entre a Boeing e a companhia brasileira. Nesse momento teria acontecido o segundo telefonema de Obama, desta vez garantindo que o Congresso aprovaria a transferência de tecnologia.

Questionada, uma fonte do governo brasileiro envolvida no encontro entre Lula e Sarkozy em Brasília respondeu que “quem escreveu parece ter estado dentro das negociações”. No Palácio do Planalto, a versão é de que seria “quase impossível” a intervenção de Obama. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

FONTE: Estadão      FOTO: Los Angeles Times

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Douglas
Douglas
11 anos atrás

esse papo de transferência é papo.

Nem Rafale nem F 18.

com o orçamento que temos para custear a operação desses avioes é melhor termos o Gripen em grande quantidade.

Se o governo fosse isento analisaria melhor a proposta da SAAB e aumentaria a quantidade de pedidos firmes para conseguir preço melhor ainda.

Para completar deveriamos comprar em pequeno numero um supercaça de superioridade aerea como f 15 Eurofighter ou SU 35..

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

“E agora José?”

Repsol
Repsol
11 anos atrás

E agora nada.. rumo ao Rafale como sempre. 😀

Amaral
Amaral
11 anos atrás

Chegaram tarde. Deveriam ter dado status de parceiro estratégico (tal qual aos Inglêses) ao Brasil antes. Agora é a nossa chance de desenvolver nosso caminho tecnológico próprio, sem vetos, sem sabotar nossa ida para o Conselho de Segurança da ONU.

MD 11
MD 11
11 anos atrás

DE ACORDO COM O TEXTO ESCRITO PELA DEFESANET O MINISTRO JOBIM NUM DOS TREXOS SE REFERE COMO FOI TRATADO LA PELOS ACESSORERES DO VELHO BEBAO DE WISKE SEGUE O TREXO No final do ano passado, o Brasil e França firmaram um acordo para fornecimento de quatro submarinos à Marinha brasileira. Jobim afirmou que a tradição americana não era favorável. As negociações também envolveram Israel e Rússia. “Disse a eles [norte-americanos] que eu não era militar, não conhecia questões técnicas, mas que eu era um advogado que tinha ficado dez anos no STF [Supremo Tribunal Federal] e como advogado, expliquei que… Read more »

MD 11
MD 11
11 anos atrás

PENSE NISSO REFERINDO AO TREXO
uma vez que tínhamos embargos em relação à transferência de tecnologia, esta era uma tradição que não nos recomendava
POR CAUSA DO PETROLEO HOJE PODEMOS ENTAO NE VELHO BEBAO?

Paulo Renato
Paulo Renato
11 anos atrás

Agora já era, vai ser o Rafale mesmo e não tem mas volta.
Não acredito que os Americanos vão ceder a TT ao Brasil, como tb acho que a França não vai ceder tudo.

Vamos agora esperar chegar os Rafales !!!!
Isso já está definido.

Abs.

Flavio
Flavio
11 anos atrás

Espero que o Lula seja homem o suficiente e não caia na labia dos americanos. Pressões vão vim, isso é certo, mas ele pode aguentar. Os americanos nunca nos trataram como tratam os “parceiros preferenciais”. Por isso nos vendem este F18. Cadê os F35? Ah, esse é muito avançado para o Brasil. Já a França, não vio com mirage não, colocou o que tem de melhor, o Rafale, e com TT ( por mais que essa TT NÃO seja irrestrita, como nós sabemos que não será). O que quero dizer é que, quem realmente procura parceiro, é a França. Os… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Mais do mesmo… acho que tem mais coisa vindo de lá depois da opção do Lula pelo Rafale! USA vcs tem mais uma chance! vamos lá! tragam o F-15SE e os F-16B60 com TT! ainda dá tempo! rsrsrs Não esquetem com nossos governos, nosso povo é pacífico mesmo! não tenham medo! nos coloquem como parceiros e aliados reais! vamos lá…. acho que não estão me escutando… pena… então vamos de “rajada” francesa! que, nas mãos do 14, faifazer muito piloto americano tremer nas próximas edições do RF… ou, tomara que não! que vamos lá só “bisbilhotar” os sistemas deles e… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Não muda nada. Obama e Lula são grandes amigos e parceiros, diria até “chapas”. Acho inclusive que o Lula tem muito mais em comum, politicamente falando, com o Obama que com o Sarkosy. Mas não muda nada. A questão de TT precisa vir acompanhada de uma palavrinha mágica: irrestrita. Caso contrário, nada feito. Que a Boeing tranferirá tecnologia, todos sabemos. A questão é: em que grau? E além disso, haveria possibilidade de uma parceria entre Brasil e EUA para um futuro caça em conjunto, um futuro FX-Br? Os EUA topariam algo assim? Acho difícil…missão impossível, até mesmo para a boa… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Francisco AMX,

o Rafale nas mãos do 14 vai ser de arrepiar. Não tenho dúvida disso.

Vai ser divertido!…hehehe

Acho que até os franceses, quando volta e meia aparecem para treinar aqui no Brasil, terão que repensar se foi bom negócio (pra eles) ter vendido o Rafale pra nós…hehehe

Se com o F-5M já demos uma dor de cabeça danada na Armée, nos últimos exercícios em conjunto….com o Rafale então….hehehe

abração Bro!

carlosargus
11 anos atrás

Os francos sabem q nós desconfiamos deles, Malvinas 1982, então p se contrapor a influência ianks;vão nos ceder, por TT Militar e cooperação mútua ; lêia-se o sr Chaves e ambição do mesmo em anexar a guiana,onde o BRASIL entraria como “Trava” ao mesmo.E tem-se a presença ianks em apyai na colombia, próximo ao BRASIL e a venezuela, uma pinça, p segurar o sr chaves, BRASILeiros/francos e ianks…daí eles cumprirem em + de 90% o TT feito com nós, BRASUCAS. Eu contunuo dizendo, comprariamos , então 72 gripe, dois pelo preço de um 50 raflles é o F 15 silent… Read more »

RodrigoBR
RodrigoBR
11 anos atrás

A foto do post ficou legal! 😀

RodrigoBR
RodrigoBR
11 anos atrás

Não eh uma questão do Obama ser sacana ou nao conosco. Nesse caso ele não tem condições de garantir nada. Ele pode garantir agora e amanhã a oposição no congresso americano conseguir vetar a TT. Ele soh fez o telefonema pro Lula no mais conhecido “se colar, colou!”. Obama sabe que não pode cumprir/garantir todas as exigências do FX-2, pois isso não depende dele.

mauro dias
mauro dias
11 anos atrás

Sabem quando os USA irão transferir TT irrestrita para alguem?
No dia em que o saci pererê comer a branca de neve.

Iuri Korolev
11 anos atrás

Amigo Douglas
Na década de 50, em plena guerra fria, Stalin vendeu para a China (um inimigo potencial seu) toda a tecnologia de misseis balisticos e ogivas termonucleares.
Se duvidas da informação leia o livro “Mao” de Jung Chang.
Tecnologia (como qualquer bem, corpóreo ou não) vende-se, basta pagar.
Pode não ser o estado da arte, mas vende-se.
Mas a meu ver, o relevante não é comprar tecnologia, e sim desenvolver capacitação para desenvolvê-la, pois tecnologias tornam-se obsoletas.
Este é o maior problema. Não sei se o Governo investiria em estruturas permanentes de desenvolvimento

rodrigo avelar
rodrigo avelar
11 anos atrás

o F18 são os mAis fracos dos 3, como tb não acredito na TT total, com isso vamos fiCar com os Rafales mesmo.

Mais admito que cOmprar 2 Gripen cOM preço de 1 seria muIto bom, pOderiamos comprar 72…

A-Bomb
A-Bomb
11 anos atrás

Flavio

f35 de prateleira acho que eles vendem.
Agora a TT te garanto que não vão passar nunca pelo que o Brasil pode pagar.

Rodrigo Marques
Rodrigo Marques
11 anos atrás

Lula: – Companheiro Obama, se Deus quiser o próximo governo vai promover uma modernização da nossa marinha, aí quem sabe vocês não oferecem entre um navio de patrulha e outro, uns F-35?

FX-2 já era!Ou melhor, foi para a França.

RSN
RSN
11 anos atrás

Se o Obama ligar para o Lula e dizer: Companheiro Lula, eu compro
100 ST para USAF e 50 p/USNAVY e uns 50 KC390 da embraer, se voce comprar o SH p/FAB, afinal vc é o cara…
O que será que o Lula responderia?….

trackback
11 anos atrás

[…] Reportagem do jornal francês Les Echos informou que Obama teria ligado duas vezes para Lula a fim de fazer lobby em prol da Boeing na disputa pelo contrato do projeto FX-2 e se colocando como fiador de que o Congresso dos Estados Unidos aprovaria a transferência de tecnologia das aeronaves. […]

Max
Max
11 anos atrás

Se o EUA quisessem mesmo parceria estrategica, eles teriam oferecido o F-35, e não quase fim de vida F-18 Super Hornet.

José
José
11 anos atrás

Senhores, os EUA está fazendo estas pressões é porque eles tem medo que a França transmita a tecnologia do Rafale F-3 é nós no futuro possamos desenvolver aviões caças também.
Os Americanos são interesseiros e suga-sangue(suga-petróleo), nada mais.