domingo, junho 20, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Gates visita linha de montagem do F-35

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Protótipo do F-35B dificilmente fará VTO em setembro

f35b_rollout

vinheta-clippingO secretário de defesa dos EUA, Robert Gates, fez uma visita às instalações da Lockheed Martin em Forth Worth no último dia 31 de agosto. Naquele local são construídos os F-35.

Gates disse aos repórteres presentes que o programa JSF é o “programa central do futuro da aviação tática dos EUA” e que o país não pode deixar de possuir de uma aeronave como esta.

O secretário é um dos maiores apoiadores do programa JSF, depois de cancelar o programa do F-22 por questões de custo. No entanto, custo é exatamente o centro das discussões. O custo do programa JSF cresceu cerca de 50% desde que foi contratado oito anos atrás. Atualmente está orçado em 100 bilhões de dólares.

O programa sofre pressões de todos os lados. O primeiro pouso vertical do protótipo do BF-1 (F-35B) deveria ocorrer em setembro ou outubro. Porém, o protótipo não deverá estar pronto para o teste.

No último dia 24 de agosto, durante um voo teste, um dos indicadores que controlam a temperatura de exaustão indicou superaquecimento na região do bocal. Técnicos da Lockheed estão procurando a origem do superaquecimento. Pode ser até uma falha do sensor de leitura, mas problemas técninos de pequena monta como este atrasam todo o programa e elevam os custos.

Por outro lado, o protótipo BF-2 já completou uma série de ensaios de voo, incluindo reabastecimento aéreo.

FONTE: Flightglobal / FOTO: Lockheed Martin

- Advertisement -

13 Comments

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Klevston kvowster

Quando vejo sendo oferecido ao Brasil um F 18 Super Hornet, não consido de deixar de sonhar com um F35 na FAB, sonhar nunca é demais.

Flavio

Ah se estes problemas fossem em produtos franceses ou brasileiros!!! tava cheio de gente aqui comentando e “metendo o pau”.
kkkkkk

mas como é americano, “atrasos acontecem”, “é normal”, etc.

Mas que o avião é bonito, isso não da pra negar.

abraços

BRASIL!!!

Marcos S

Um mini F-22

McNamara

Eu diria que o F-35 é o F-22 que cabe no bolso…dos Americanos e aliados especiais… e tá caro pacas ainda!!!!

Felipe Cps

Caro, mas entre ele e o Rafaleco, sou mais gastar uns trocos neste…

Bruno Rocha

Se o F-35 tivesse o sistema de propulsão do AV-8B Harrier jump-jet (diferente do seu, que tem duas turbinas), mas que fosse mais bem desenvolvido de forma que pudesse ter maior manobrabilidade que os propulsores do F-35. Seria muito mais barato. Fazer o duto do exaustor se dobrar, mover pra lá e pra cá, além de ter mais componentes mecânicos grandes e caros, iria ser cada vez mais complexa a aeronave. Complexidade essa, dos jatos americanos que os distingue de alguns russos. Geralmente, os aparelhos que possuem maior numero de aparato eletrônico/sistema (computadores avançados, sistemas disso e daquilo) poderiam ser… Read more »

Bruno Rocha

Claro que ninguém é estúpido o bastante para destruir seu próprio celular. Mas esse é um exemplo que todo mundo já conhece (os mais velhos).

Vocês aqui do Blog que são mais bem vividos, sabem bem do que eu estou falando. Sabem que os equipamentos de antigamente eram muito mais robustos e resistentes que os de hoje em dia. Que são cada vez mais caros e frágeis (vagabundo).

Reflitam

\o/

Flavio

A França nos ofereceu o que tem de melhor né….o RAFALE F3

Já os americanos…ofereceram F18…ué, o F18 é melhor que este ai da foto???

Ixi, acabei de ficar com dúvida sobre quem realmente quer parceria e quem quer cliente.

Se alguém puder me ajudar nessa dúvida, fico grato!

Bosco

Flávio, os EUA nos ofereceu o que tínhamos dinheiro para comprar. Na época os valores citados eram de 2 bi para 36 caças. Ou seja, se uma pessoa tem dinheiro para comprar um Gol (ótimo veículo, diga-se de passagem) não deve esperar que a revendedora da BMW faça propostas. Também tem o fator da data. Nos queremos um caça a partir de 2015 que é quando o F-35 estará saindo das linhas de produção com uma demanda de cerca de 4000 unidades. É claro que os primeiros a serem ‘servidos’ serão os parceiros do programa, depois os parceiros irrestritos dos… Read more »

Amaral

O que realmente precisamos? O celular mais moderno, digo, o caça multi-uso (interceptador, caça bombardeiro, etc) mais moderno, ou um caça multi-uso contemporâneo e que também seja o caminho para melhorar nossa plataforma tecnológica? Pela tradição diplomática brasileira, não precisamos disputar com russos e americanos o domínio dos céus no planeta. Mas também não podemos ter o hábito de ir ao supermercado e comprar os melhores produtos, somos um pais ainda com baixo poder aquisitivo da maioria da população. Acredito que o governo e as forças armadas têm refletido e decidido (Rafaele) o melhor caminho para o novo plano nacional… Read more »

Fernando_MG

Prezado Bruno. Tenho idade para conhecer o tijolão(até tive um!) e concordo com a (uma certa)fragilidade do equipamento atual, no entanto, a capacidade de dados, conexão, multi funcionalidades, mais que compesam a falta de resistência. Embora também não ache que os celulares hoje em dia são tão frágeis. Já derrubei o meu várias vezes e tá funcionando. Quanto ao custo, se bem me lembro aqueles tijolões eram muito caros,tanto que muito pouco gente tinha acesso, bem mais que os R$99,00 reias que se paga hoje em dia por um pré pago qualquer, mas comparar o celular com a turbina do… Read more »

CosmeBR

Bruno Rocha, 1° – A SONY é japonesa; 2° – Essa ‘fragilidade’ dos sistemas atuais se inserem no modelo ‘atual’ da economia, onde os produtos não são feitos pra durar.Exemplo: O fogão da minha casa durou 20 anos. Me mudei e troquei de fogão, já que o 1° estava com vazamento e já enferrujado. Em 4 anos na casa nova já troquei de fogão pelos mesmos motivos do 1°. Minha tinha em menos de 10 anos já trocou de geladeira 4 vezes. Assim, com essa fragilidade nós somos ‘obrigados’ a trocar objetos, eletrônicos ou não, em tempo bem menor com… Read more »

FN

Caro Felipe Cps

Como vc prefere comprar um avião que não existe que quando existi não vai transferi tecnologia e que é mais caro. Se o Brasil comprasse esse avião ele chegaria aqui em 2020 kkkk, mas enquanto isso podíamos mante a segurança nos céus com os helicóptero da PM de SP ou do RJ…
e quanto ao Rafale bem amigo sobre o desempenho ele é superior aos outros 2 se vc não gosta do Rafale que vc pensa dos outros?

Reportagens especiais

Poder Aéreo nos Estados Unidos: Fort Worth Aviation Museum – parte 2

Em nossa visita ao Fort Worth Aviation Museum no Texas tivemos uma grande surpresa: esbarramos com o "mockup" do caça-bombardeiro "stealth"...
- Advertisement -
- Advertisement -