domingo, dezembro 5, 2021

Gripen para o Brasil

1.000 horas de Eurofighter na Áustria

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

austria-eurofighter

Os doze caças Eurofighter Typhoons em serviço na Ala de Vigilância Aérea da Força Aérea Austríaca (Österreichische Luftstreitkräfte), acabaram de completar, em conjunto, 1.000 horas de voo.Nos próximos meses, as últimas três aeronaves da encomenda austríaca, que totaliza 15 Typhoons, deverão ser entregues e juntarem-se à Ala. As aeronaves operam a partir da Base Aérea de Zeltweg (que também abriga um simulador ASTA do Eurofighter).

A Áustria foi o primeiro cliente de exportação do Eurofighter, sendo a quinta nação a receber a aeronave (as quatro anteriores são membros do consórcio, Inglaterra, Alemanha, Itália e Espanha). O primeiro caça da encomenda austríaca foi recebido em julho de 2007.

FONTE e FOTO: Eufofighter

Clique nos links abaixo para mais informações sobre o Eurofighter:

- Advertisement -

40 Comments

Subscribe
Notify of
guest
40 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lucas Calabrio

Somente 15 para esse GRANDE país (não falo da cultura e do povo)
sds

Lucas Calabrio

E nós pequeno país brigando para ter TUDO ISSO de 36 caças
abraços

URSS

Eu como leitor do blog e como Austriaco resta-me agradecer por publicarem umas fotos dos meus avioezinhos,mas nao tenham inveja q por cá o investimento tb foi muito criticado.

Cantarelli

Galera meio off topic mais ai vai Su-27 dá lições ao Pentágono Fonte: Pravda O Pentagono comprou dois aviões de combate russos Su-27 da Ucrânia. Os Estados Unidos usarão as informações recebidas dos jatos russos para treinar contra-operações. Os jatos russos providenciam uma competição séria para as caças F-15 dos EUA, sendo muito mais bem sucedidos. Durante um grande número de testes, o Su-27 provou ser muito melhor do que o F-15 norte-americano, pelo que o Pentagon tem tentado obter estes aviões, e agora a Ucrânia ajudou a fazê-lo legalmente. A notícia sobre o negócio entre os EUA e a… Read more »

Cantarelli

Faltou esta parte No mesmo ano, um memorando de entendimento foi assinado entre a Rússia e a Índia, confirmando a produção sob licença de 140 células da versão MKI na Índia. A Irkut transferiu toda a tecnologia da aeronave para a empresa indiana HAL. Por sua vez a HAL dividiu a produção do Sukhoi em quatro principais centros, um responsável pela produção dos motores, dois pelos demais conjuntos e sistemas e a última pela montagem final e integração. Seu armamento é composto por um canhão GSh-301 de 30mm interno e nos 12 cabides pode carregar mísseis ar-ar R-60MK, R-73RDM2, R-27RE1,… Read more »

Raphael Barros

Cantarelli Na época do primeiro FX eu li na revista ASAS que os pilotos da FAB ficaram maravilhados com o desempenho do Su-30 ou Su-35 e que os flankers na época tinham grande chances de ser escolhidos ao invês dos Mirage 2000c. Muito provavelmente por pressão de washington isso não foi possível assim como no FX-2 em que o Su-35 não foi classificado. Quem entende de aviação sabe que os flankers eram as melhores opções para o Brasil pois além de serem baratos e terem grande alcance e capacidade de combate toda a tecnologia seria transfêrida para o Brasil inclusive… Read more »

Cantarelli

Falase em 120 magine só toda a linha de montagem no brasil com fabricaçao de peças aqui acho que o governo compraria+ nao acham? para manter empregos entre outros motivos o brasil ganharia muito.

Walderson

Raphael Barros, caro colega de blog, existe uma questão que o pessoal aqui não QUER entender: nõs não estamos em estado de guerra com ninguém. Como iríamos justificar comprar 230 caças? Na índia, a elite que governa não tem de dar explicações a não ser à própria elite. Lá não há investimentos na parte social: moradia, saneamento básico etc. A nossa cultura é outra. Somos um país pacífico. É complicado justificar inclusive a existência das FAs. Tem gente que acha que só serve para atuar em épocas de calamidades. Mas na hora do vamos ver, todos pedem ajuda a elas.… Read more »

Cantarelli

Amigo Walderson eu justificaria pelo seguinte falo do brasil ter muitas reservas naturais cobiçadas pelo mundo só isso justificaria a compra de mil caças.

Skyrider

Não precisa estar em estado de guerra para se investir nas FAs: estando bem equipadas e treinadas pode significar a manutenção da paz. Particularmente, no caso do FX-2, sou partidário da proposta que for mais barata, pois o Brasil precisa desenvolver a competência e a autosuficiência neste campo, garantindo sua independência no campo tecnológico.

Cantarelli

Nen um pais do mundo tem o que nós temos isso é mais que motivo pro brasil ter a melhores FFAS do mundo.

Leigo

O que o amigo Walderson quis dizer é que esses argumentos são válidos, para nós, mas para a maioria da população esses argumentos não passam de falácia. Aliais esse argumento das reservas naturais já é o que eles usam para os atuais programas da força. É difícil explicar para a população porque se deve investir tanto nas forças armadas, já que não estamos em guerra, nem temos perspectiva de entrarmos numa, a violência civil só se faz aumentar e as forças armadas não vão intervir por motivos constitucionais. Claro o fortalecimento da força é fundamental … Mas vai explicar isso… Read more »

FelipeTP

O problema dos Su não é sua capacidade. É um excelente avião. Não é apenas escolher o avião que faz a melhor velocidade, é o mais bonito ou o mais legal. Existe todo uma doutrina. E por enquanto, os Su não se encaixam tão bem quanto outros aviões ocidentais. Por mais que suas características técnincas sejam invejáveis, não são os melhores aviões para a gente neste momento.

Hornet

Amigo Walderson, sábias palavras. É por aí mesmo: cada país é um país, cada situação é uma situação. E por sorte nossa, e competência brasileira na política internacional, nossa situação geopolítica é (historicamente) uma das mais confortáveis do mundo. Certamente a maioria dos países do mundo, que vive se matando e gastando o que tem e o que não tem em armas, daria o braço direito para estar na nossa situação. No Brasil a questão de defesa tem que ser pensada de outra forma. Tem que aliar a defesa ao desenvolvimento do país. Não precisamos e não devemos comprar 3000… Read more »

HDS

Verdadeiramente seria muito difícil explicar para a população a compras militares altas mesmo gerando empregos.

HDS

Eu sei que compras militares são necessárias mas a população não.

Rodrigo

Cantarelli em 23 jul, 2009 às 17:17
Su-27 dá lições ao Pentágono
Fonte: Pravda

Super isenta e confiável fonte. Esse pasquim só dá bola fora:
http://port.pravda.ru/cplp/brasil/23-12-2008/25666-foguetevls-0

Fábio Max

Concordo que o SU´-35 seria o mais adequado para o Brasil, principalmente num contexto de poucas aeronaves (120 na melhor das hipóteses, está abaixo das necessidades nacionais de defesa).

Mas infelizmente, ele é passado…

…qual dos 3 concorrentes é o de maior autonomia com carga útil máxima? Provavelmente o Super Hornet.

Não tenho preferência por nenhum dos 3, mas é preciso pensar no tamanho do Brasil no momento da aquisição. Repito, penso que 120 caças (bem dito, na melhor das hipóteses) são poucos.

Rui Silva

A nivel pessoal estéticamente o aparelho que eu mais gosto é o SU-35, mas devemos quando olhamos para um caça olhar como quando queremos uma mulher para casar o interior é mais importante se queremos uma boa relação a longo prazo.Quanto aos três finalistas do FX-2 não vou dar a minha preferência,achando apenas na minha opinião que o Brasil deve escolher aquele que der as melhores condições em termos de transferência tecnológica e porporcione a prazo o know how para o Brasil realizar os seus própios projectos mais de acordo com as suas caracteristicas como paìs e não a compra… Read more »

Tomcat

Como sempre, qualquer tópico sempre desvia para a discussão sobre os SU-27, 30, 35…
Pessoal, a discussão é sobre o Typhoon da Áustria!

Leigo

O que o amigo Walderson quis dizer é que esses argumentos são válidos, para nós, mas para a maioria da população esses argumentos não passam de falácia. Aliais esse argumento das reservas naturais já é o que eles usam para os atuais programas da força. É difícil explicar para a população porque se deve investir tanto nas forças armadas, já que não estamos em guerra, nem temos perspectiva de entrarmos numa, a violência civil só se faz aumentar e as forças armadas não vão intervir por motivos constitucionais. Claro o fortalecimento da força é fundamental … Mas vai explicar isso… Read more »

Cantarelli

Nen um pais do mundo tem o que nós temos isso é mais que motivo pro brasil ter a melhores FFAS do mundo.

Cantarelli

Amigo Walderson eu justificaria pelo seguinte falo do brasil ter muitas reservas naturais cobiçadas pelo mundo só isso justificaria a compra de mil caças.

Walderson

Raphael Barros, caro colega de blog, existe uma questão que o pessoal aqui não QUER entender: nõs não estamos em estado de guerra com ninguém. Como iríamos justificar comprar 230 caças? Na índia, a elite que governa não tem de dar explicações a não ser à própria elite. Lá não há investimentos na parte social: moradia, saneamento básico etc. A nossa cultura é outra. Somos um país pacífico. É complicado justificar inclusive a existência das FAs. Tem gente que acha que só serve para atuar em épocas de calamidades. Mas na hora do vamos ver, todos pedem ajuda a elas.… Read more »

Lucas Calabrio

Somente 15 para esse GRANDE país (não falo da cultura e do povo)
sds

Lucas Calabrio

E nós pequeno país brigando para ter TUDO ISSO de 36 caças
abraços

URSS

Eu como leitor do blog e como Austriaco resta-me agradecer por publicarem umas fotos dos meus avioezinhos,mas nao tenham inveja q por cá o investimento tb foi muito criticado.

Cantarelli

Galera meio off topic mais ai vai Su-27 dá lições ao Pentágono Fonte: Pravda O Pentagono comprou dois aviões de combate russos Su-27 da Ucrânia. Os Estados Unidos usarão as informações recebidas dos jatos russos para treinar contra-operações. Os jatos russos providenciam uma competição séria para as caças F-15 dos EUA, sendo muito mais bem sucedidos. Durante um grande número de testes, o Su-27 provou ser muito melhor do que o F-15 norte-americano, pelo que o Pentagon tem tentado obter estes aviões, e agora a Ucrânia ajudou a fazê-lo legalmente. A notícia sobre o negócio entre os EUA e a… Read more »

Cantarelli

Faltou esta parte No mesmo ano, um memorando de entendimento foi assinado entre a Rússia e a Índia, confirmando a produção sob licença de 140 células da versão MKI na Índia. A Irkut transferiu toda a tecnologia da aeronave para a empresa indiana HAL. Por sua vez a HAL dividiu a produção do Sukhoi em quatro principais centros, um responsável pela produção dos motores, dois pelos demais conjuntos e sistemas e a última pela montagem final e integração. Seu armamento é composto por um canhão GSh-301 de 30mm interno e nos 12 cabides pode carregar mísseis ar-ar R-60MK, R-73RDM2, R-27RE1,… Read more »

Raphael Barros

Cantarelli Na época do primeiro FX eu li na revista ASAS que os pilotos da FAB ficaram maravilhados com o desempenho do Su-30 ou Su-35 e que os flankers na época tinham grande chances de ser escolhidos ao invês dos Mirage 2000c. Muito provavelmente por pressão de washington isso não foi possível assim como no FX-2 em que o Su-35 não foi classificado. Quem entende de aviação sabe que os flankers eram as melhores opções para o Brasil pois além de serem baratos e terem grande alcance e capacidade de combate toda a tecnologia seria transfêrida para o Brasil inclusive… Read more »

Cantarelli

Falase em 120 magine só toda a linha de montagem no brasil com fabricaçao de peças aqui acho que o governo compraria+ nao acham? para manter empregos entre outros motivos o brasil ganharia muito.

Skyrider

Não precisa estar em estado de guerra para se investir nas FAs: estando bem equipadas e treinadas pode significar a manutenção da paz. Particularmente, no caso do FX-2, sou partidário da proposta que for mais barata, pois o Brasil precisa desenvolver a competência e a autosuficiência neste campo, garantindo sua independência no campo tecnológico.

FelipeTP

O problema dos Su não é sua capacidade. É um excelente avião. Não é apenas escolher o avião que faz a melhor velocidade, é o mais bonito ou o mais legal. Existe todo uma doutrina. E por enquanto, os Su não se encaixam tão bem quanto outros aviões ocidentais. Por mais que suas características técnincas sejam invejáveis, não são os melhores aviões para a gente neste momento.

Hornet

Amigo Walderson, sábias palavras. É por aí mesmo: cada país é um país, cada situação é uma situação. E por sorte nossa, e competência brasileira na política internacional, nossa situação geopolítica é (historicamente) uma das mais confortáveis do mundo. Certamente a maioria dos países do mundo, que vive se matando e gastando o que tem e o que não tem em armas, daria o braço direito para estar na nossa situação. No Brasil a questão de defesa tem que ser pensada de outra forma. Tem que aliar a defesa ao desenvolvimento do país. Não precisamos e não devemos comprar 3000… Read more »

HDS

Verdadeiramente seria muito difícil explicar para a população a compras militares altas mesmo gerando empregos.

HDS

Eu sei que compras militares são necessárias mas a população não.

Rodrigo

Cantarelli em 23 jul, 2009 às 17:17
Su-27 dá lições ao Pentágono
Fonte: Pravda

Super isenta e confiável fonte. Esse pasquim só dá bola fora:
http://port.pravda.ru/cplp/brasil/23-12-2008/25666-foguetevls-0

Fábio Max

Concordo que o SU´-35 seria o mais adequado para o Brasil, principalmente num contexto de poucas aeronaves (120 na melhor das hipóteses, está abaixo das necessidades nacionais de defesa).

Mas infelizmente, ele é passado…

…qual dos 3 concorrentes é o de maior autonomia com carga útil máxima? Provavelmente o Super Hornet.

Não tenho preferência por nenhum dos 3, mas é preciso pensar no tamanho do Brasil no momento da aquisição. Repito, penso que 120 caças (bem dito, na melhor das hipóteses) são poucos.

Rui Silva

A nivel pessoal estéticamente o aparelho que eu mais gosto é o SU-35, mas devemos quando olhamos para um caça olhar como quando queremos uma mulher para casar o interior é mais importante se queremos uma boa relação a longo prazo.Quanto aos três finalistas do FX-2 não vou dar a minha preferência,achando apenas na minha opinião que o Brasil deve escolher aquele que der as melhores condições em termos de transferência tecnológica e porporcione a prazo o know how para o Brasil realizar os seus própios projectos mais de acordo com as suas caracteristicas como paìs e não a compra… Read more »

Tomcat

Como sempre, qualquer tópico sempre desvia para a discussão sobre os SU-27, 30, 35…
Pessoal, a discussão é sobre o Typhoon da Áustria!

Últimas Notícias

Irã diz que explosão acima de Natanz faz parte de treinamento militar

A explosão relatada coincide com uma crise nas negociações sobre o programa nuclear do Irã A mídia iraniana no sábado...
- Advertisement -
- Advertisement -