Home Operações Aéreas Harriers voltam do Afeganistão

Harriers voltam do Afeganistão

272
36

harriers-de-volta-do-afeganistao-foto-raf

Tornados GR4 substituirão o esquadrão remanescente da Joint Force Harrier, que operou no Afeganistão por cinco anos

No dia 1º de julho, o último esquadrão da Joint Force Harrier que ainda operava no Afeganistão, o No. 1(Fighter) Squadron, voltou à base da RAF (Royal Air Force – Real Força Aérea) de Cottesmore, em Rutland. A Joint Force Harrier operou por cinco anos no Afeganistão.

Desde maio de 2004, foram cumpridas mais de 8.500 saídas para apoio aéreo aproximado, reconhecimento e demonstração de força, especialmente sobre a província de Helmand, ao sul, operando a partir de Kandahar. No total, foram mais de 22.000 horas de voo.

No lugar da Joint Force Harrier, que é uma força conjunta da RAF e da Fleet Air Arm, assumiu a força de Tornado GR4.

harriers-de-volta-do-afeganistao-foto-2-raf

FONTE e FOTOS: RAF

SAIBA MAIS: reparar nos quatro tanques subalares que equipam a aeronave da foto de cima, em configuração de traslado. Para outras notícias sobre o Harrier, especialmente sobre decisões econômicas e políticas para mantê-los em serviço por mais uma década, clique nos links abaixo:

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Paulo Silva
Paulo Silva
11 anos atrás

Será que a RAF já está pensando na aposentadoria destes caças? Acredito que não!Tem gente que o considera um avião feio, que não é o meu caso.Ainda é um caça muito letal!

Abraços

Paulo

Otavio
Otavio
11 anos atrás

Ja e seu substitu e o F-35!
Mas vai demorar um pouco ainda……..

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Puxa! Como coube gente nesse Harrier.
Essa versão de transporte de tropas eu não conhecia não.

Fábio Max
11 anos atrás

Trocaram um avião ainda muito importante para sua FA, o Harrier, por outro menos importante, o Tornado, que está em fase de substituição pelo Eurofighter… economia de material é issoaí!

Paulo Silva
Paulo Silva
11 anos atrás

Bom, se todos esses forem pilotos de Harrier, então tinham muitos caças no Afeganistão.

Abraços

Paulo

Nunão
Nunão
11 anos atrás

Fábio, os Harrier não deixaram o serviço, apenas deixaram o Afeganistão.

Para deixar mais claro e ampliar o contexto, acabamos de colocar dois links para matérias anteriores.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Bosco,

são dois Harrier…olha a pontinha da asa do segundo, mais a esquerda na foto.

Vc acha que caberia todo esse povo em um só?!!!….hehehehe

abração

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
11 anos atrás

Quem poderia identificar o fuzil usado pela guarda de honra da RAF?

welington
welington
11 anos atrás

Rifle de assalto bullpup Enfield L85 5.56x45mm NATO…
Um grande abraço a todos.

Harry
Harry
11 anos atrás

É o caça dos meus sonhos,é um beija-flor, só que seu beijo é mortal, é o caça mais lindo do mundo. Sem achei que seria o caça do futuro, dito e feito, tá ai o f-35, filho bastardo, não tem a elegancia do pai. Quem não quer num combate ter por perto, camuflado, escondido, pronto para da um bote um caça com capacidade de voo vertical. O que não faz a falta de dinheiro ou de visão. Os ingleses daqui a cinco anos se quiserem terão de gastar muito dinheiro para ter o f-35 isso se os americanos quiserem vender… Read more »

Angelo Nicolaci
Angelo Nicolaci
11 anos atrás

O harrier é um excelente vetor se atualizado e armado é mortal, basta lembrar o estrago que fez na guerra das malvinas. Agora seria uma opção de compra para nossa MB dependendo do estado das células quando da baixa, que deve demorar mais alguns anos para ocorrer, pois eles deixaram o Afeganistão e não o inventário da RAF como alguns aqui se equivocaram. Os Tornado vão fazer um bom trabalho por lá com um custo menor, afinal não há mais tanta necessidade de se manter os Harrier por lá. Harry o governo Inglês vai comprar o F-35 isso é certo… Read more »

Harry
Harry
11 anos atrás

Valeu,Aangelo

Alecsander
Alecsander
11 anos atrás

Este sempre foi um dos meus caça favoritos, e um dos mais bonitos também, perdendo apenas para o F-14.

Um grande abraço.

Giovani
Giovani
11 anos atrás

o Reino Unido dá um bom exemplo de como criar e operar unidades conjuntas entre as três armas, Exercito, Marinha e Força Aérea, como essa força conjunta de Harriers, e o Comando Conjunto de Helicópteros JHC e a Escola de formação de pilotos de helicópteros DHFS.Exemplos estes que deveriam ser seguidos aqui no Brasil.

Sobre os Harriers, eles já deram varias mostras de que são mortais, perguntem para os Argentinos, Iraquianos e Afegãos.

Angelo Nicolaci
Angelo Nicolaci
11 anos atrás

Só a titulo de curiosidade,

O pessoal na foto não é tudo tripulante, são pessoal da equipe de apoio em solo, manutenção e etc além dos pilotos em cerimônia de despedida

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Caros Amigos.:

Pelo jeito a coisa está esquentando no Afeganistão outra vez.

E trocando um pouco de assunto.., Alguém sabe alguma coisa da “modernização” dos “AMX A-1” da FAB e dos “AF1 A-4” da Marinha?

Alguém do Blog pode responder?

Abraços.

João
João
11 anos atrás

Sem dúvidaSem dúvida, o Harrier é um caça sem precedentes na história. Considerando ainda, que tem a estirpe da Hawker-Siddeley, coisa que não é pra qualquer avião. Essa empresa simplesmente precedeu a lendária Sopwith, outro celeiro de mitos. Na minha opinião, ele é totalmente contemporâneo, apesar da idade do seu projeto. Ainda lhe cabem muitas versões a serem feitas, com aviônica e motorização atualizadas. O grande calcanhar de Aquiles dessa aeronave é apenas seu custo operacional que nunca foi dos mais baixos… Porém, sua versatilidade cobre as despesas pra quem realmente quer ter um elemento de defesa eficaz. Muita coisa… Read more »

trackback
11 anos atrás

[…] bombas guiadas Paveway IV estão homologadas para uso nos Tornado GR4 da RAF, que vão ocupar o lugar dos Harrier GR9 nas operações de apoio aéreo aproximado no Afeganistão. Estas armas foram lançadas contra todo […]

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Caros Amigos.:

Pelo jeito a coisa está esquentando no Afeganistão outra vez.

E trocando um pouco de assunto.., Alguém sabe alguma coisa da “modernização” dos “AMX A-1” da FAB e dos “AF1 A-4” da Marinha?

Alguém do Blog pode responder?

Abraços.

Angelo Nicolaci
Angelo Nicolaci
11 anos atrás

Só a titulo de curiosidade,

O pessoal na foto não é tudo tripulante, são pessoal da equipe de apoio em solo, manutenção e etc além dos pilotos em cerimônia de despedida

Alecsander
Alecsander
11 anos atrás

Este sempre foi um dos meus caça favoritos, e um dos mais bonitos também, perdendo apenas para o F-14.

Um grande abraço.

Giovani
Giovani
11 anos atrás

o Reino Unido dá um bom exemplo de como criar e operar unidades conjuntas entre as três armas, Exercito, Marinha e Força Aérea, como essa força conjunta de Harriers, e o Comando Conjunto de Helicópteros JHC e a Escola de formação de pilotos de helicópteros DHFS.Exemplos estes que deveriam ser seguidos aqui no Brasil.

Sobre os Harriers, eles já deram varias mostras de que são mortais, perguntem para os Argentinos, Iraquianos e Afegãos.

Harry
Harry
11 anos atrás

Valeu,Aangelo

Angelo Nicolaci
Angelo Nicolaci
11 anos atrás

O harrier é um excelente vetor se atualizado e armado é mortal, basta lembrar o estrago que fez na guerra das malvinas. Agora seria uma opção de compra para nossa MB dependendo do estado das células quando da baixa, que deve demorar mais alguns anos para ocorrer, pois eles deixaram o Afeganistão e não o inventário da RAF como alguns aqui se equivocaram. Os Tornado vão fazer um bom trabalho por lá com um custo menor, afinal não há mais tanta necessidade de se manter os Harrier por lá. Harry o governo Inglês vai comprar o F-35 isso é certo… Read more »

Harry
Harry
11 anos atrás

É o caça dos meus sonhos,é um beija-flor, só que seu beijo é mortal, é o caça mais lindo do mundo. Sem achei que seria o caça do futuro, dito e feito, tá ai o f-35, filho bastardo, não tem a elegancia do pai. Quem não quer num combate ter por perto, camuflado, escondido, pronto para da um bote um caça com capacidade de voo vertical. O que não faz a falta de dinheiro ou de visão. Os ingleses daqui a cinco anos se quiserem terão de gastar muito dinheiro para ter o f-35 isso se os americanos quiserem vender… Read more »

welington
welington
11 anos atrás

Rifle de assalto bullpup Enfield L85 5.56x45mm NATO…
Um grande abraço a todos.

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
11 anos atrás

Quem poderia identificar o fuzil usado pela guarda de honra da RAF?

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Bosco,

são dois Harrier…olha a pontinha da asa do segundo, mais a esquerda na foto.

Vc acha que caberia todo esse povo em um só?!!!….hehehehe

abração

Paulo Silva
Paulo Silva
11 anos atrás

Bom, se todos esses forem pilotos de Harrier, então tinham muitos caças no Afeganistão.

Abraços

Paulo

Nunão
Nunão
11 anos atrás

Fábio, os Harrier não deixaram o serviço, apenas deixaram o Afeganistão.

Para deixar mais claro e ampliar o contexto, acabamos de colocar dois links para matérias anteriores.

Otavio
Otavio
11 anos atrás

Ja e seu substitu e o F-35!
Mas vai demorar um pouco ainda……..

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Puxa! Como coube gente nesse Harrier.
Essa versão de transporte de tropas eu não conhecia não.

Fábio Max
11 anos atrás

Trocaram um avião ainda muito importante para sua FA, o Harrier, por outro menos importante, o Tornado, que está em fase de substituição pelo Eurofighter… economia de material é issoaí!

Paulo Silva
Paulo Silva
11 anos atrás

Será que a RAF já está pensando na aposentadoria destes caças? Acredito que não!Tem gente que o considera um avião feio, que não é o meu caso.Ainda é um caça muito letal!

Abraços

Paulo

João
João
11 anos atrás

Sem dúvidaSem dúvida, o Harrier é um caça sem precedentes na história. Considerando ainda, que tem a estirpe da Hawker-Siddeley, coisa que não é pra qualquer avião. Essa empresa simplesmente precedeu a lendária Sopwith, outro celeiro de mitos. Na minha opinião, ele é totalmente contemporâneo, apesar da idade do seu projeto. Ainda lhe cabem muitas versões a serem feitas, com aviônica e motorização atualizadas. O grande calcanhar de Aquiles dessa aeronave é apenas seu custo operacional que nunca foi dos mais baixos… Porém, sua versatilidade cobre as despesas pra quem realmente quer ter um elemento de defesa eficaz. Muita coisa… Read more »

trackback
11 anos atrás

[…] bombas guiadas Paveway IV estão homologadas para uso nos Tornado GR4 da RAF, que vão ocupar o lugar dos Harrier GR9 nas operações de apoio aéreo aproximado no Afeganistão. Estas armas foram lançadas contra todo […]