domingo, junho 26, 2022

Gripen para o Brasil

Cadetes recebem espadins no 40º aniversário da AFA

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

AFA 40 anosA Academia da Força Aérea (AFA) realizou, no dia 10 de julho, a cerimônia alusiva à entrega de espadins aos Cadetes da Turma ASGARD .O evento, presidido pelo Tenente-Brigadeiro-do- Ar Juniti Saito, Comandante da Aeronáutica, teve a presença de Carlos Alberto Marques Soares, Ministro do Superior Tribunal Militar e de outras autoridades civis e militares.

A Turma ASGARD é composta por 225 cadetes, dos quais 176 do Curso de Formação de Oficiais Aviadores (169 homens e 7 mulheres), 37 do Curso de Formação de Oficiais Intendentes (17 homens e 20 mulheres) e 12 do Curso de Formação de Oficiais Infantes. Cadetes Aviadores estrangeiros também compõem a turma, sendo 01 da Bolívia e 01 da República Dominicana.

A entrega do espadim é um marco para o Cadetes, pois até a chegada desse momento houve uma longa caminhada, iniciada em 19 de janeiro com o Estágio de Adaptação. Após um semestre de intensa preparação, o Cadete do primeiro ano da AFA concretiza o sonho de ser cadete e recebe o Espadim, seu símbolo maior, marcando o início de uma carreira repleta de desafios a serem vencidos rumo ao oficialato.

AFA

A Academia da Força Aérea é um estabelecimento de ensino de nível superior que integra o sistema de formação e aperfeiçoamento do pessoal do Comando da Aeronáutica. Subordinada diretamente ao Departamento de Ensino da Aeronáutica (DEPENS), sua finalidade é a formação, em nível superior, dos Oficiais da Ativa da Força Aérea Brasileira dos quadros de Aviadores, Intendentes e de Infantaria.

Os ensinamentos morais, científicos, militares e técnico-especializados são ministrados por oficiais dos diversos quadros da Força Aérea e por professores civis, de acordo com uma seqüência baseada em modernos moldes pedagógicos coordenados pela Divisão de Ensino da Academia. Da instrução participam, ainda, oficiais das demais Forças e professores convidados.

FONTE: FAB

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe Cps

Muito bacana essa formatura em asa/espada. Parabéns à AFA e aos novos cadetes. Em meus tempos pós-EB pensei em prestar concurso pra Infantaria da FAB. Acabei desistindo, mas acho que teria sido uma carreira legal. Dizem que o curso de Infantaria da AFA é tão bom quanto o da AMAN.

PS: não sabia que a AFA treinava oficiais estrangeiros. Surpreendente. Não sei até que ponto deveria a FAB ter a incumbência de treinar alienígenas, especialmente de países “bolivarianos” como a Bolívia, por exemplo…

Sds.

Noel

Isso é só política inter-forças, além da AFA, a EEAR forma Sargentos Especialistas estrangeiros a muitas décadas, na ECEMAR estrangeiros também fazem os cursos, até os yankees. O mesmo ocorre no EB e na MB.
Sds

Noel

Isso é só política inter-forças, além da AFA, a EEAR forma Sargentos Especialistas estrangeiros a muitas décadas, na ECEMAR estrangeiros também fazem os cursos, até os yankees. O mesmo ocorre no EB e na MB.
Sds

Felipe Cps

Muito bacana essa formatura em asa/espada. Parabéns à AFA e aos novos cadetes. Em meus tempos pós-EB pensei em prestar concurso pra Infantaria da FAB. Acabei desistindo, mas acho que teria sido uma carreira legal. Dizem que o curso de Infantaria da AFA é tão bom quanto o da AMAN.

PS: não sabia que a AFA treinava oficiais estrangeiros. Surpreendente. Não sei até que ponto deveria a FAB ter a incumbência de treinar alienígenas, especialmente de países “bolivarianos” como a Bolívia, por exemplo…

Sds.

Últimas Notícias

VÍDEO: Colaboração Real 4 – Episódio 15 – O Comando de Preparo

A implementação de um sistema como o Gripen Brasileiro, gera um grande desafio para os profissionais que conduzem esse...
- Advertisement -
- Advertisement -