Home Sistemas de Armas Eurofighters do 4º Stormo interceptam avião nigeriano

Eurofighters do 4º Stormo interceptam avião nigeriano

562
25

eurofighter-decolagem-foto-forca-aerea-italiana

Gulfstream IV da Força Aérea Nigeriana não tinha autorização para atravessar o espaço aéreo italiano. Recentemente, o 4º Stormo teve sua operacionalidade validada pela OTAN.

Nas primeiras horas da madrugada da quarta-feira passada, 24 de junho, dois caças Eurofighter da Força Aérea Italiana, operando no 4º Stormo, interceptaram uma aeronave Gulfstream IV da Força Aérea Nigeriana, que voava de Abuja (Nigeria) a Estocolmo (Suécia), mas não tinha a autorização adequada para sobrevoar o espaço aéreo italiano.

A decolagem de alerta (scramble) deu-se às 4h50 e a interceptação ocorreu pouco mais de 10 minutos depois, às 5h03 (hora local), cerca de vinte milhas ao sul de Spoleto. A aeronave nigeriana foi então escoltada até o pouso em Bolzano, e às 5h42 os dois interceptadores foram autorizados a retornar a Grosseto, onde está baseada a unidade.

Além do 4º Stormo, o serviço de alerta com decolagem imediata e interceptação da Força Aérea Italiana, no âmbito da OTAN, é realizado pelo 36° Stormo de Gioia del Colle (Bari), também equipado com caças Eurofighter (que recentemente completou 1000 horas de voo e que opera o primeiro simulador ASTA da aeronave), o 5° Stormo de Cervia e o 37° Stormo de Trapani, estes últimos dotados de aeronaves F-16. A Defesa Aérea da Itália é realizada 365 dias por ano, nas 24 horas do dia.

O 4° Stormo de Grosseto é a primeira unidade de Eurofighter da OTAN a receber a qualificação “Quick Response Force”, o que se deu a partir da bem-sucedida validação operativa realizada entre os dias 10 e 19 do último mês de junho, denominada  “Operation Discrete Jury”.

Foram validadas as múltiplas atividades do 4º Stormo, como operações de voo, manutenção, pronto socorro, suporte logístico, telecomunicações, sobrevivência da força etc. Além disso, parte do pessoal da unidade foi testado em exercícios de prática de tiro com armas portátes, testes teóricos e práticos para validar o real estado de preparação dos seus procedimentos, e as regras de engajamento para o caso de envolvimento do IX grupo de voo em cenários de crise reais.  A validação anterior do 4º Stormo, de 2008, era exclusivamente para o emprego na Itália.

eurofighter-preparacao-foto-forca-aerea-italiana

Fonte e fotos: Força Aérea Italiana

Nota do Blog: para outras matérias do Blog sobre os caças Eurofighter da Força Aérea Italiana, com fotos, clique nos diversos links ao longo do texto.

25 COMMENTS

  1. Colt, como a foto de baixo está no contexto da campanha de validação do 4º Stormo, de que trata o final do texto que preparamos a partir do original italiano, talvez parte do pessoal que aparece pertença à equipe de validação da OTAN, analisando procedimentos etc.

    Outra possibilidade é que estejam realizando algum procedimento específico, talvez de segurança, que necessite de todo esse pessoal de capacete.

    Notar também que há um sujeito de uniforme diferente, à esquerda, olhando tudo.

    Para ver mais fotos da campanha de validação, é só clicar no link relativo à fonte / fotos, que dá no site da Força Aérea Italiana. É uma das matérias em destaque no site da Aeronautica Militare.

  2. Colt, como a foto de baixo está no contexto da campanha de validação do 4º Stormo, de que trata o final do texto que preparamos a partir do original italiano, talvez parte do pessoal que aparece pertença à equipe de validação da OTAN, analisando procedimentos etc.

    Outra possibilidade é que estejam realizando algum procedimento específico, talvez de segurança, que necessite de todo esse pessoal de capacete.

    Notar também que há um sujeito de uniforme diferente, à esquerda, olhando tudo.

    Para ver mais fotos da campanha de validação, é só clicar no link relativo à fonte / fotos, que dá no site da Força Aérea Italiana. É uma das matérias em destaque no site da Aeronautica Militare.

  3. Tá louco, eu acho ele lindo, elegante. Adoro os canards mais estreitos e mais próximos ao leme. Quem dera o brasil tivesse grana pra ter adquirido esse avião…

  4. Tá louco, eu acho ele lindo, elegante. Adoro os canards mais estreitos e mais próximos ao leme. Quem dera o brasil tivesse grana pra ter adquirido esse avião…

  5. Que pecado Rsrsrs, o Eurofighter é o caça mais Lindo que já vi, fica atrás apenas do F-22, ele parece imponente e agressivo bem mais bonito que o F-18 e o Sukhoi.

    Ele era o meu favorito para o FX2 mas é sonhar muito alto, ele tem capacidade Supercruiser e supermanobravel como o F-22 só isso já basta.

  6. Que pecado Rsrsrs, o Eurofighter é o caça mais Lindo que já vi, fica atrás apenas do F-22, ele parece imponente e agressivo bem mais bonito que o F-18 e o Sukhoi.

    Ele era o meu favorito para o FX2 mas é sonhar muito alto, ele tem capacidade Supercruiser e supermanobravel como o F-22 só isso já basta.

  7. Essas validações e qualificações padrão OTAN, são interessante pois coloca as Forças Aéreas quase no mesmo nivel facilitando as operações conjuntas.

    A FAB deveria busca coisas assim para melhorar ainda mais sua capacidade de emprego, claro quando tivermos o FX.

    Alias exceto a França é dificil ver a FAB operando outras FAs Européias.

  8. Essas validações e qualificações padrão OTAN, são interessante pois coloca as Forças Aéreas quase no mesmo nivel facilitando as operações conjuntas.

    A FAB deveria busca coisas assim para melhorar ainda mais sua capacidade de emprego, claro quando tivermos o FX.

    Alias exceto a França é dificil ver a FAB operando outras FAs Européias.

  9. É feio sim galera, mas é bom. Melhor do que o Gripen e no mesmo nível do Rafale e em alguns aspectos, até do F-22. Tem excelentes motores, que dão vida a essa aeronave. Só é meio chato de manutenção, tanto por custo material como por questões políticas. Uma pena, pois seria uma boa alternativa pra FAB em vista dos finalistas do FX-2…

    Um abraço aos amigos.

  10. É feio sim galera, mas é bom. Melhor do que o Gripen e no mesmo nível do Rafale e em alguns aspectos, até do F-22. Tem excelentes motores, que dão vida a essa aeronave. Só é meio chato de manutenção, tanto por custo material como por questões políticas. Uma pena, pois seria uma boa alternativa pra FAB em vista dos finalistas do FX-2…

    Um abraço aos amigos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here