terça-feira, abril 13, 2021

Gripen para o Brasil

Voa o primeiro FSTA

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

airtanker003

Voou ontem o primeiro Future Strategic Tanker Aircraft (FSTA), aeronave que vai substituir a frota de aviões-tanque VC-10 e TriStar da RAF. Serão ao todo 14 Airbus A330-200 (coincidentemente o mesmo tipo de aeronave do voo AF 447 da Air France) modificados, operados por tripulações mistas, civis da companhia AirTanker e militares da RAF.
A primeira aeronave ainda está na configuração civil e no próximo estágio ocorrerá sua militarização e conversão para avião-tanque.
Clicando nas ilustrações abaixo, vê-se a configuração final do FSTA e sua comparação com o avião que vai substituir.

fsta2m

comparison_m2

- Advertisement -

34 Comments

Subscribe
Notify of
guest
34 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

O futuro tanqueiro de grande porte da FAB.

Sopa

Eu prefiro um versão da Boeing ou um modelo da Embraer um EMB195 ou o novo KC-390, pelo menos nenhum caiu sem que tenha se conhecido a causa !

Sds.

Igo

torço por essa aeronave como substituta do kc-137.

Sopa

Alguem sabe me dizer como ficou o O programa CT-X, que visava substituir os Bandeirantes ?

Sds.

Noel

Sopa, o CT-X esta suspenso. A licitação que indicava o “Casinha” como vencedor, foi paralisada pela justiça, em ação impetrada pela(s) empresa(s) perdedora(s), por suspeita de estar direcionada; e não houve mais interesse da FAB de continuar com a aquisição. O EMAER concluiu que seria mais viável a modernização dos Bandeirantes, e que já esta em andamento.
Sds

Nascimento

Engraçado q nessa foto ele ainda está sem a mangueira de reabastecimento como nas outras versões do tanker da eads:
http://www.flightglobal.com/assets/getAsset.aspx?ItemID=10947

Caipira

Se nenhum se desintegrar sobre o atlantico norte…

Ara

Percebo pelo conceito artístico que terá três sondas-e-cestos. Mas na versão americana serão duas sondas-e-cestos e uma lança-e-receptor.
Alguém pode me confirmar se alguma outra força aérea — além da americana — vai usar o sistema lança-e-receptor em seus A-330MRTT?

Ara

Acabei de confirmar na Wikipédia que a Força Aérea Australiana vai usar o sitema lança-e-receptor. Aqui está:

# Airbus A330 MRTT

* desenvolvimento do Airbus A330-200
* a aeronave da Força Aérea Australiana sera equipada com ambos sistemas lança voadora e sonda-e-cesto para acomodar tanto os F-111s como os F/A-18s. Será conhecido como KC-30B.
* as aeronaves britânicas serão sonda-e-cesto somente.

Sopa

Noel em

No embalo, o Bandeirante depois da modernização será que segura quantos tempo ? e pro Brasil foi melhor então ?

Sds.

Baschera

Airbus A-330 ??? Tô fora……

Sds.

Rageofangels

O mais interessante aqui e que passou desapercebido pela maioria é que a Airtanker é uma empresa privada. Caramba, então estão terceirizando até isso agora! Daqui a pouco o Mc Donalds vai fazer as refeiçoes dos soldados no front. Alguem duvida? rsrswrs

Noel

Sopa, o Bandera segura tranquilamente mais 15 anos, no mínimo, e economicamente foi um bom negócio prá FAB. Como opinião pessoal, creio que foi um equívoco, o fato da EMBRAER não desenvolver uma versão cargueira do Brasília, mesmo com a deficiência de não possuir uma rampa de carga, pois seria o substituto natural do Bandeirante; e o que isso acarretou? A FAB adquiriu Brasílias de segunda mão, repassados pelo BNDES, e creio que ainda esteja procurando prá compra de oportunidade, e suprir as necessidades dos ETA’s, que nos últimos anos estavam com suas dotações de aeronaves, muito abaixo do necessário,… Read more »

Sérgio

Já pensaram uma queda brusca de altitude em pleno reabastecimento. Quem está optando por essa máquina deve andar c/ a pulga atraz da orelha!

Sopa em 05 jun, 2009 às 12:38
Sopa de preferência um Legacy da Embraer.

Edmar

Caros Amigos.:

Esse avião pode sero novo reabastecedor da FAB?
Quantos aviões + ou – a FAB iria precisar?

Abraços.

Edmar

Caros Amigos.:

Não seria melhor um reabastecedor fabricado pela Embraer.

Abraços.

konner

A FAB está à procura de um reabastecedor maior na categoria do Boeing 767 (KC-767) ou do A-330 (KC-30), sendo o primeiro o favorito, dadas as disponibilidades de células civis e a capacidade da reconversão para tanque ser feita no Brasil. São então dois programas de reabastecedores em movimento: __ O KC-390, com o mínimo de 22 e o máximo de 30 unidades com pretensão não confirmada de até 60 unidades. [ Todos os EMB KC-390 adiquiridos pela FAB sairão de fábrica preparados para efetuar o reabastecimento em vôo, inclusive os cargueiros. ] __ Já o KC-X do porte do… Read more »

Clésio Luiz

O futuro tanqueiro de grande porte da FAB.

Sopa

Eu prefiro um versão da Boeing ou um modelo da Embraer um EMB195 ou o novo KC-390, pelo menos nenhum caiu sem que tenha se conhecido a causa !

Sds.

Igo

torço por essa aeronave como substituta do kc-137.

Sopa

Alguem sabe me dizer como ficou o O programa CT-X, que visava substituir os Bandeirantes ?

Sds.

Noel

Sopa, o CT-X esta suspenso. A licitação que indicava o “Casinha” como vencedor, foi paralisada pela justiça, em ação impetrada pela(s) empresa(s) perdedora(s), por suspeita de estar direcionada; e não houve mais interesse da FAB de continuar com a aquisição. O EMAER concluiu que seria mais viável a modernização dos Bandeirantes, e que já esta em andamento.
Sds

Nascimento

Engraçado q nessa foto ele ainda está sem a mangueira de reabastecimento como nas outras versões do tanker da eads:
http://www.flightglobal.com/assets/getAsset.aspx?ItemID=10947

Caipira

Se nenhum se desintegrar sobre o atlantico norte…

Ara

Percebo pelo conceito artístico que terá três sondas-e-cestos. Mas na versão americana serão duas sondas-e-cestos e uma lança-e-receptor.
Alguém pode me confirmar se alguma outra força aérea — além da americana — vai usar o sistema lança-e-receptor em seus A-330MRTT?

Ara

Acabei de confirmar na Wikipédia que a Força Aérea Australiana vai usar o sitema lança-e-receptor. Aqui está:

# Airbus A330 MRTT

* desenvolvimento do Airbus A330-200
* a aeronave da Força Aérea Australiana sera equipada com ambos sistemas lança voadora e sonda-e-cesto para acomodar tanto os F-111s como os F/A-18s. Será conhecido como KC-30B.
* as aeronaves britânicas serão sonda-e-cesto somente.

Sopa

Noel em

No embalo, o Bandeirante depois da modernização será que segura quantos tempo ? e pro Brasil foi melhor então ?

Sds.

Baschera

Airbus A-330 ??? Tô fora……

Sds.

Rageofangels

O mais interessante aqui e que passou desapercebido pela maioria é que a Airtanker é uma empresa privada. Caramba, então estão terceirizando até isso agora! Daqui a pouco o Mc Donalds vai fazer as refeiçoes dos soldados no front. Alguem duvida? rsrswrs

Noel

Sopa, o Bandera segura tranquilamente mais 15 anos, no mínimo, e economicamente foi um bom negócio prá FAB. Como opinião pessoal, creio que foi um equívoco, o fato da EMBRAER não desenvolver uma versão cargueira do Brasília, mesmo com a deficiência de não possuir uma rampa de carga, pois seria o substituto natural do Bandeirante; e o que isso acarretou? A FAB adquiriu Brasílias de segunda mão, repassados pelo BNDES, e creio que ainda esteja procurando prá compra de oportunidade, e suprir as necessidades dos ETA’s, que nos últimos anos estavam com suas dotações de aeronaves, muito abaixo do necessário,… Read more »

Sérgio

Já pensaram uma queda brusca de altitude em pleno reabastecimento. Quem está optando por essa máquina deve andar c/ a pulga atraz da orelha!

Sopa em 05 jun, 2009 às 12:38
Sopa de preferência um Legacy da Embraer.

Edmar

Caros Amigos.:

Esse avião pode sero novo reabastecedor da FAB?
Quantos aviões + ou – a FAB iria precisar?

Abraços.

Edmar

Caros Amigos.:

Não seria melhor um reabastecedor fabricado pela Embraer.

Abraços.

konner

A FAB está à procura de um reabastecedor maior na categoria do Boeing 767 (KC-767) ou do A-330 (KC-30), sendo o primeiro o favorito, dadas as disponibilidades de células civis e a capacidade da reconversão para tanque ser feita no Brasil. São então dois programas de reabastecedores em movimento: __ O KC-390, com o mínimo de 22 e o máximo de 30 unidades com pretensão não confirmada de até 60 unidades. [ Todos os EMB KC-390 adiquiridos pela FAB sairão de fábrica preparados para efetuar o reabastecimento em vôo, inclusive os cargueiros. ] __ Já o KC-X do porte do… Read more »

Combates Aéreos

Paquistaneses comemoram o abate de dois caças indianos, um MiG-21 e um Su-30

Na guerra pelo domínio da narrativa, paquistaneses e indianos transformaram as redes sociais em um campo de batalha sobre...
- Advertisement -
- Advertisement -