quinta-feira, abril 15, 2021

Gripen para o Brasil

Pilotos do 2º/8º GAV seguirão para a Rússia neste final de semana

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Oficiais realizarão o curso de piloto de MI-35M

MI-35M

O Esquadrão Poti enviará o primeiro grupo de pilotos e mecânicos à Rússia para treinamento na aeronave MI-35M (projeto vencedor da licitação do Programa AH-X). Os cursos a serem realizados visam capacitar os futuros operadores da aeronave a empregá-la a partir da Base Aérea de Porto Velho, com o objetivo de aumentar a presença estratégica da FAB na Amazônia, em sintonia com o novo Plano de Defesa Nacional.

As novas aeronaves, por sua vez, serão entregues na capital de Rondônia em quatro lotes de três unidades, totalizando 12 aeronaves. O primeiro lote está previsto para ser entregue em novembro de 2009, o segundo em julho de 2010, o terceiro em abril de 2011 e o último em fevereiro de 2012.

No dia 24 de maio, cinco pilotos do Esquadrão Poti embarcarão com destino à fria Torshok, cidade russa localizada a 175 km a noroeste de Moscou. Nesta pequena cidade interiorana, está situado o Ground Troops Aviation Training Center, centro que promoverá curso aos tripulantes brasileiros.

No dia 26 de junho, três especialistas se deslocam para a cidade russa de Rostov-On-Don, onde realizarão o Curso de Reparos de Danos em Combate na sede da Rostvertol, empresa fabricante da aeronave. Já no dia 17 de julho, mais 10 especialistas rumam a Torzhok para o curso de mecânico na nova máquina.

Para que isso fosse possível, o preparo destes militares pioneiros foi uma preocupação constante dentro do planejamento preliminar à viagem. Aulas itinerantes de inglês foram ministradas pelo CIEAR no 2°/8° GAV com o objetivo de deixar pilotos e mecânicos “afiados” no idioma a ser utilizado durante o treinamento.

Posteriormente, um curso básico da língua russa foi realizado, visando à familiarização dos tripulantes com o alfabeto cirílico, conjunto de caracteres que farão parte das suas vidas durante os próximos cinco meses.

Munidos de todas estas ferramentas e do profissionalismo peculiar ao militar brasileiro, os Guerreiros Potis encontram-se aptos a cumprir mais esta missão.

FONTE: 2º/8º GAV

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
RL

Bacana.
Qual a previsão de entrega das primeiras unidades e o escalonamento para as demais?

Alguem ai sabaria dizer?

Poggio

RL

O cronograma de entregas está no link do texto.

RL

Valeu Poggio.

Felipe Cps

Q phoda ter q aprender alfabeto cirílico pra pilotar helicóptero, rsrs…

Caipira

Bem que poderiam ser uns cinquenta desses….parabéns á FAB (e ao MD também?) pela aquisição…

gaspar

os avionicos nao serao brasileiros ???
por que entao de apreender o alfabeto russo ?? desculpe a ignorancia…

Vinicius Modolo

os heli em que vao treinar naum estao em portuges…estao em russo…

Clausewitz

Os avionicos serão da Eletronica?
Pela velocidade de entrega, acho que não!
Alguém sabe algo?

Vinicius

os Mi-35 e Mi-26 venezuelanos não demoraram tanto tempo assim pra virem….

entre os que concorriam ao AH-X eu preferia o A-129 “Mangusta” por ser um heli “puro” de ataque, pois a fab já possui muitos de transporte…

Marcelo Tadeu

Gente, a linguagem cirílica é para se entenderem um pouco durante a estadia na Rússia. O curso será ministrado em inglês e os futuros aviônicos serão da Aeroeletrônica/Elbit.

Marcelo Tadeu

Gente, a linguagem cirílica é para se entenderem um pouco durante a estadia na Rússia. O curso será ministrado em inglês e os futuros aviônicos serão da Aeroeletrônica/Elbit.

Mas que este bichão faz um estrago, ainda mais com um grupo de combate a bordo. Acho que se a experiência for bem sucedida a FAB vai comprar mais células e o EB tb.

McNamara

Ele é muito resistente em combate também. Para derrubar um desses a bala, não é fácil não.

Rodrigo Cesarini

Vinicius, os venezuelanos não “customizaram” com aviônica própria seus aparelhos.

Brujhar

A foto deste MI-35 preto está linda.
Alguem sabe me dizer quais são as cores que o exercito ira adotar?

Abraços.

Rodrigo Cesarini

Não serão do Exército, serão da FAB.

Goiano

Tanque de guerra voador. Tremenda maquina. o q me preocupa e a quantidade reduzida de aparelhos nesse primeiro contrato. Daqui um tempo escolhem outro helicoptero de ataque para compor os esquadroes e ficamos com uma colcha de retalhos que causara um pesadelo logistico para manter tudo no ar.

abs

Goiano

Sera que nao da para fechar um acordo e montarmos o tiger aqui no brasil tambem?

Mauricio R.

“Para derrubar um desses a bala, não é fácil não.”

No Afeganistão, um Oerlikon 20mm ou as própria metralhadoras russas de 12,7mm e 14,5mm eram mais do que sufucientes p/ isso.

Aqui na América do Sul, o Sendero Luminoso do Perú, contribuiu decisivamente p/ enterrar os “Hinds” da FAP.

“Sera que nao da para fechar um acordo e montarmos o tiger aqui no brasil tambem?”

Mas nem que a Eurocopter largue o osso!!!

McNamara

Será que é tão fácil assim, Maurício. Será que você conhece tão bem assim a blindagem desse helicóptero????

Noel

Goiano, vc falou em colcha de retalhos num post e logo depois sugeriu o outro “paninho” prá prá colcha, o Tiger, rsrsrs viu acontradição rsrsrs
Abraços

Giovani

Perguntas sobre o Mil MI-35.

-A Aviônica será Russa ou Israelense?

-Os MI-35 brasileiros terão capacidade Ar-Ar de curto alcance com Míssil R-73 Archer?

-Que tipo de Contra Medidas Eletrônicas ele terá?

Higgins

1) Aviônicos Russos. 2) Instrução em inglês. 3) Cirílico introdutório para que não se percam nas placas e indicativos das localidades russas. 4) O Sendero Luminoso não abateu nenhuma aeronava da FAP. Fica a pergunta: a desinformação é proposital? 5) Virão “pelados” sem armas. No entanto, cobertos por contratos logísticos. 6) Não contarão com contra-medidas eletrônicas. Quanto a blindagem: Ainda está para nascer um helicóptero imune à balas. Blindagem, só contra calibre de fuzil e um pouco mais. Lembrem-se que o famoso apache foi abatido a tiros de fuzil no iraque. Aliás, mais de um… A robustez desta aeronave, bem… Read more »

Angelo Nicolaci

Caros amigos, Vejo que muitos aqui andam meio desinformados, antes de sair escrevendo “achismos”, procurem se embassar em fatos e informações tecnicas, se houver duvidas pergunte a quem entende. Com relação ao Mi-35 é uma excelente compra, seja pelo potencial da aeronave, ou meso pelo preço do mesmo. Mas concordo com o fato de que a dotação de 12 aeronaves é insuficiente para suprir as necessidades de nossa força e mesmo para se manter uma relação custo-beneficio equilibrado, pois um numero tão pequeno dificulta a logistica e mesmo o desenvolvimento das doutrinas de operação dos mesmos. Eu como consultor de… Read more »

Senta a pua!

Angelo Nicolaci em 22 mai, 2009 às 20:33 “Caros amigos, Vejo que muitos aqui andam meio desinformados, antes de sair escrevendo “achismos”, procurem se embassar em fatos e informações tecnicas, se houver duvidas pergunte a quem entende.” Caro Angelo: Em assuntos sobre aquisições militares, tudo é achismo, tudo é hipótese, mesmo para militares que não sejam do alto escalão, esses duvido que fiquem discutindo aqui essas questões. “Eu como consultor de defesa sei que o orçamento nacional é meio curto assim digamos, mas poderiamos comprar um lote mais significativo desta categoria de aeronave, pois vem sanar a necessidade de um… Read more »

Senta a pua!

Ops, “experiência”

Baschera

As entregas dos MI-35 deverão ocorrer em quatro lotes de três aparelhos cada, devido as limitações do cargueiro Antonov que deverá traze-los. Há a possíbilidade de compra de um segundo lote destes aparelhos, no entanto, condicionada à performance deste lote inicial e de negociações futuras. Também há, no contrato assinado, um adendo para o fornecimento de quatro MI-35M2 ao EB, que possívelmente, em se concretizando o negócio, virão na configuração antitanque. No entanto, e aí já é opinião minha, não acho o valor de Us$ 350,000,000.00 para doze aparelhos, mais um simulador, partes, peças, etc, um valor tão baixo assim,… Read more »

Bosco

Senhores, aeronaves, sejam de asas fixas ou de asas rotatórias, não possuem algo minimamente parecido com uma blindagem. Tirando alguns pontos críticos, onde pode haver uma proteção de kevlar, cerâmica ou titânio, que serve apenas contra fragmentos e estilhaços e armas de pequeno calibre, e os parabrisas à prova de balas, o que determina a sobrevivência de um avião contra projéteis é a “redundância” e alguns itens como tanques auto-vedantes, sistemas contra-incêndios, etc. Nem veículos blindados fornecem proteção efetiva contra ponto 50 e 20 mm, principalmente em “curto” alcance, salvo raras exceções. Se helicóptero tivesse blindagem, projéteis antiáereos não teriam… Read more »

Higgins

Senhores,
o que o Bosco quer dizer é que se tivesse um aeronave o tipo de blindagem que gostariam, ela não sairia do chão, e sim seguiria em frente… Com lagartas!

Hehe.

Simples assim.

😉

Claudio

A compra desses helis para mim dava um livro, ela começou como uma tentativa de agradar os russos, fazendo essa compra em troca de acesso do nosso frango e porco ao mercado deles, envolveu brigadeiros com comerciantes de armas russos e paquistaneses, enfim um grande rolo. Alguém sabe de onde vamos importar a munição do canhão duplo de 23mm, já que a mesma não é fabricada por aqui? E nem vai ser porque imagine criar uma linha de produtos para 12 helis, quem sabe não importamos a munição do Peru. Até onde se sabe, os foguetes serão russos. No futuro… Read more »

Claudio

Detalhe, segundo alguns comentários em outros foruns a versão brasileira não vai ter o supressor de infra-vermelho nas turbinas, se for verdade vai dar um ótimo alvo para mísseis tipo Igla.

Leo Paiva

Meus parabéns ao Bosco e ao Baschera, isso sim é que se chama “acrescentar algo ao debate”.

Abração.

Higgins

Que eu saiba, o Mi-35 é vendido com supressor como “item de série” e não “acessório”. Vem junto, portanto.

Baschera

Um pequeno Off-Topic….

Isto É – (também conhecida como “Quanto É”)
CARTADA FINAL-
Está nas mãos do comandante da FAB, Juniti Saito, a análise sobre as propostas entregues pelos três finalistas do programa F-X2. Os fabricantes Boeing, Dassault e Saab têm prazo até quarta-feira 28 para apresentar a best and final off er (melhor e último preço).

Sds.

Claudio

Espero que sim, porque a ausência do supressor por uma questão de economia seria um grande erro.

Baschera

Configuração do Mi-35 para a FAB. By Marcus Piffer. Mi-35M – O sistema de navegação será russo o KNEI-24 para posicionamento global usando o GLONASS. Os MFD provavelmente serão da AEL (não confirmado ainda) e o NVG será o ANVIS 9 (ITT PADRÃO usado pela FAB. A blindagem será suficiente para resistir até a munição de 20mm e não apenas .50. Os flares e demais sistemas defensivos serão russos, lançadores de flares ASO 2V, RWR L 006LM contra radares de solo/aéreos e CME e MPE. O sistema de comunicação seguirá PADRÃO FAB contando com rádios Digitais R&D M3 AR (usados… Read more »

Vassili Zaitsev

Basquera,

Tb vi essa informações sobre as “garras e dentes” do Mi-35 da FAB.

Higgins

Grande Basquera!

Como podemos ver, não vem “pelado” o Mi-35…

Juarezj

Caro Baschera! W
Esta info da configyuraçãodo Mi 35 não é do Cap Piffer, nosso colega de forum ofical do Bavex e sim ua especulação do Walter ciclone do DB, mas posso lhe afirmar que parte destas configurações nao passam de “sonhos eróticos de uma noite de verão”, portanto cuidado com cers infos antes de divulgar.

Grande abraço

Claudio

O canhão será o de 23mm, os foguetes serão russos mesmo, já com relação ao míssil não há ainda definição.
O pessoal da aeronáutica não pode inventar muito, pois NÂO HÁ DINHEIRO, a verba foi bastante contigênciada.
O pessoal tem que ter uma visão mais realista das nossa situação, para vocês terem idéia, até agora eles não sabem de onde eles vão tirar dinheiro para pagar os contratos de manutenção dos EC-725.

Baschera

Caro Juarez,

Amigo e colega do BM, e agora daqui também…..

As informações que postei, dando o devido crédito a quem de direito, também foram divulgadas em outros fóruns e Blogs.
Minha intenção foi apenas de informar os colegas deste Blog.
O certo mesmo, ainda não foi divulgado OFICIALMENTE, então até lá, são elocubrações….no entanto, seja de quem for as informações, o Piffer naturalmente tem boas fontes.

Sds. dos gringos da serra…

[…] Pilotos do 2º/8º GAV seguirão para a Rússia neste final de semana […]

Jader

Ae E Bom morar na Fronteira
Quando eles Chegarem Vo la ver eles
Viva Rondonia !

Senta a pua!

Angelo Nicolaci em 22 mai, 2009 às 20:33 “Caros amigos, Vejo que muitos aqui andam meio desinformados, antes de sair escrevendo “achismos”, procurem se embassar em fatos e informações tecnicas, se houver duvidas pergunte a quem entende.” Caro Angelo: Em assuntos sobre aquisições militares, tudo é achismo, tudo é hipótese, mesmo para militares que não sejam do alto escalão, esses duvido que fiquem discutindo aqui essas questões. “Eu como consultor de defesa sei que o orçamento nacional é meio curto assim digamos, mas poderiamos comprar um lote mais significativo desta categoria de aeronave, pois vem sanar a necessidade de um… Read more »

Senta a pua!

Ops, “experiência”

Baschera

As entregas dos MI-35 deverão ocorrer em quatro lotes de três aparelhos cada, devido as limitações do cargueiro Antonov que deverá traze-los. Há a possíbilidade de compra de um segundo lote destes aparelhos, no entanto, condicionada à performance deste lote inicial e de negociações futuras. Também há, no contrato assinado, um adendo para o fornecimento de quatro MI-35M2 ao EB, que possívelmente, em se concretizando o negócio, virão na configuração antitanque. No entanto, e aí já é opinião minha, não acho o valor de Us$ 350,000,000.00 para doze aparelhos, mais um simulador, partes, peças, etc, um valor tão baixo assim,… Read more »

RL

Bacana.
Qual a previsão de entrega das primeiras unidades e o escalonamento para as demais?

Alguem ai sabaria dizer?

Poggio

RL

O cronograma de entregas está no link do texto.

RL

Valeu Poggio.

Felipe Cps

Q phoda ter q aprender alfabeto cirílico pra pilotar helicóptero, rsrs…

Caipira

Bem que poderiam ser uns cinquenta desses….parabéns á FAB (e ao MD também?) pela aquisição…

Combates Aéreos

Promessa e realidade: o combate ar-ar BVR

Lt Col Patrick Higby, USAF - Virginia Military Institute (2005) Introdução A promessa do combate aéreo além do alcance visual (BVR)...
- Advertisement -
- Advertisement -