sexta-feira, abril 16, 2021

Gripen para o Brasil

Os 40 anos da Embraer

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

embraer-40-anos

Logomarca comemorativa simboliza presença global

embraer40anosNeste mês de abril, a Embraer dá início às atividades alusivas aos 40 anos da Empresa, criada em 19 de agosto de 1969 pelo Decreto-Lei nº 770 do Governo Brasileiro. Uma logomarca comemorativa simbolizando a presença global ao longo de quatro décadas de existência foi lançada e está sendo utilizada nas atividades de divulgação promovidas pela Empresa, hoje presente com seus produtos em 88 países, nos mercados de Aviação Comercial, Aviação Executiva e de Defesa e Governo.
“Os 40 anos da Embraer constituem motivo de justo orgulho e comemoração especial para todos aqueles que fizeram e fazem parte da construção desta grande Empresa”, afirmou Frederico Fleury Curado, Diretor-Presidente da Embraer. “Trata-se de história ímpar na indústria aeronáutica mundial que temos o dever de preservar, uma história de sucesso que pertence a toda a sociedade.”
Com o intuito de homenagear as pessoas que contribuíram e contribuem com a construção dessa bem-sucedida história, e também reconhecer perante a sociedade o apoio propiciado ao longo de quatro décadas, a Embraer programou uma seqüência de eventos direcionados a seus empregados e familiares, às comunidades onde atua e ao público em geral. Dentre as atividades previstas para ocorrerem ao longo de 2009, figuram concursos envolvendo a história e imagens da Empresa e seus produtos, eventos comemorativos, a criação de acervos históricos em suas unidades no Brasil e no exterior e a organização de uma mostra itinerante a ser exibida em cidades brasileiras.
As origens da Embraer datam da década de 1940, quando o Governo Brasileiro começou a estruturar as bases da moderna indústria aeronáutica brasileira. Os trabalhos foram iniciados com a organização do Centro Técnico de Aeronáutica – atual Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial (CTA), em 1946, seguido pela criação do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em 1950, ambos localizados na cidade de São José dos Campos, interior do Estado de São Paulo.

Em 1968 voou o Bandeirante, aeronave bimotor turboélice originalmente com capacidade para nove passageiros desenvolvida pelo CTA segundo requisitos do Programa IPD-6504 do Ministério da Aeronáutica. Sob a liderança do então Diretor do CTA, Coronel Paulo Victor da Silva, e do Major Ozires Silva, primeiro Diretor-Superintendente da Embraer, uniram-se forças que levaram à criação da Empresa, um ano mais tarde.
No contexto das comemorações de seus 40 anos, Embraer também apresentará algumas de suas aeronaves já fora de produção, devidamente restauradas, a exemplo do que fez em 2008 com o segundo protótipo do Bandeirante. A intenção é resgatar a história da indústria aeronáutica brasileira e divulgá-la à população por meio de exposições em museus aeroespaciais no Brasil.
Essas iniciativas são um reconhecimento da Embraer pelo esforço de todos os seus empregados e ex-empregados que ajudaram a construir nos últimos 40 anos uma das maiores fabricantes de aeronaves do mundo, líder do mercado de jatos comerciais de até 120 assentos, reconhecida mundialmente pela alta tecnologia dos seus produtos e serviços.
A todos eles, o merecido agradecimento da Embraer.

FONTE: Embraer

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Roger.

Para quem quiser ler mais sobre a evoluçao do poder astro e aeronaltico brasileiro, leiam a dissertação de mestrado em geografia politica de André Luiz de Almeida intitulada de “A evolução do poder aeroespacial brasileiro”..

http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-19062007-153215/

Tomcat

A matéria é correta ao ralatar que a Embraer foi originada a partir do CTA, mas faltou lembrar que este resultou dos esforços de um homem visionário: Casimiro Montenegro, que desejava a implantação de um centro de tecnologia aeronáutica de ponta, que pudesse formar engenheiros aeronáuticos civis e militares. Ozires Silva foi formando de uma das primeiras turmas (ou da primeira, não me lembro bem). Recomendo a leitura da biografia de Casimiro Montegro, onde vários capítulos relatam a criação do CTA: “Montenegro: as Aventuras do Marechal que Fez uma Revolução nos Céus”

[…] parte das atividades de comemoração dos 40 anos da Embraer, encontra-se em fase final uma cuidadosa operação de restauro de dois protótipos do avião CBA […]

Roger.

Para quem quiser ler mais sobre a evoluçao do poder astro e aeronaltico brasileiro, leiam a dissertação de mestrado em geografia politica de André Luiz de Almeida intitulada de “A evolução do poder aeroespacial brasileiro”..

http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-19062007-153215/

Tomcat

A matéria é correta ao ralatar que a Embraer foi originada a partir do CTA, mas faltou lembrar que este resultou dos esforços de um homem visionário: Casimiro Montenegro, que desejava a implantação de um centro de tecnologia aeronáutica de ponta, que pudesse formar engenheiros aeronáuticos civis e militares. Ozires Silva foi formando de uma das primeiras turmas (ou da primeira, não me lembro bem). Recomendo a leitura da biografia de Casimiro Montegro, onde vários capítulos relatam a criação do CTA: “Montenegro: as Aventuras do Marechal que Fez uma Revolução nos Céus”

[…] parte das atividades de comemoração dos 40 anos da Embraer, encontra-se em fase final uma cuidadosa operação de restauro de dois protótipos do avião CBA […]

Combates Aéreos

VÍDEO: Caças J-10 chineses em combate aéreo simulado

Novas imagens de treinamento de combate aéreo da Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLAAF) fornecem...
- Advertisement -
- Advertisement -