domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

Rússia admite participação da Embraer no seu caça de 5ª geração

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

sukhoi_t50-1

A Rússia não exclui a possibilidade de participação do Brasil na fabricação de caças de quinta geração, declarou hoje o vice-diretor do Serviço Federal para a Cooperação Técnico-Militar russa, Alexander Fomin.
“Estamos estudando com a companhia brasileira Embraer questões de troca de tecnologias, da criação, na base dessa empresa, de áreas para a montagem e a produção, segundo licenças russas, de aviões no futuro”, afirmou à agência noticiosa russa Ria-Novosti.

“Trata-se de uma direção promissora como o caça russo de quinta geração. Por enquanto, isso está na fase inicial, ao nível da teoria. Mas admitimos isso”, acrescentou o dirigente do departamento que controla a exportação de armamentos russos.
Aviões de combate deste tipo serão fabricados pelas empresas russas Sukhoi e MIG e os primeiros testes reais deverão realizar-se no final deste ano.

Os novos caças russos visam concorrer com os aviões de combate norte-americanos F-22.

O caça dos BRICs?

A Rússia e a Índia desenvolverão conjuntamente duas versões do novo caça de quinta geração. O caça avançado multifunção russo-indiano será desenvolvido pela Sukhoi, que faz parte da United Aircraft Corporation (UAC) da Rússia, juntamente com a Hindustan Aeronautics Limited (HAL), da Índia, conforme um acordo intergovernamental assinado em outubro de 2007.
A Índia vai desenvolver uma versão de dois lugares, para satisfazer as exigências da doutrina de superioridade aérea indiana, enquanto a Rússia vai desenvolver a versão de um único assento.
A Sukhoi russa informou que que o caça de quinta geração terá características de alta manobrabilidade e stealth, para garantir a superioridade aérea e a precisão na destruição de alvos terrestres e marítimos.
A versão russa será construída na fábrica de Komsomolsk-on-Amur, no Extremo Oriente da Rússia.
Os vôos de testes do caça de quinta geração terão início em 2009, e a produção em massa da aeronave pode começar em 2015, segundo a Sukhoi.

pak-fa_render

FONTE: RIA Novosti

SEGUNDA ARTEJulhelm

NOTA do BLOG: Se existe a possibilidade do Brasil participar no projeto do caça de 5ª geração, juntamente com a Rússia e Índia, faz sentido continuar com o Programa FX-2? Os US$ 2 bilhões que serão gastos na compra de duas dúzias de caças de geração 4.5 não seriam melhor empregados se investidos num projeto de última geração? Enquanto isso a FAB poderia adquirir mais “caças-tampão” e operá-los até 2015.

- Advertisement -

432 Comments

Subscribe
Notify of
guest
432 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe TP

Que boa notícia, ao meu ver dá a entender que a participação não depende do FX-2. Isso é bom.

Os indianos quando entraram pediram um caça biposto, bem que se embraer entrar poderia pedir um caça navalizado também!

welington

Felipe TP o PAK FA também terá uma versão nasalizada para os novos 6 porta aviões a serem adquiridos pela Rússia.
A meu ver o FX2 é extremamente fundamental para firmarmos uma parceria de curto, médio e longo prazo no setor de aeronaves de combate multifuncionais de alto desempenho.
Um abraço a todos.

Paulo Renato

Uma ótima noticia se for concretizada, será uma grande evolução para a Embraer, um belo vetor que poderá concorrer diretamente com o F22.

Abs.

gaspar

jogaran mais agua no chopp…
espero que nao acabemos com os Tucanos a alcool…

Rodrigo Marques

Provável produção em massa em 2015… E o SU-35BM ?

SMarcos

Como que a Embraer participaria no desenvolvimento do caça se o mesmo já foi desenvolvido e será testado esse ano?
O ideal seria participar desde o início do projeto.
O importante agora é fechar parcerias, com o programa FX-2 e se puder com a Rússia tbm. Quanto mais parceiros tivermos, mais independente seremos e mais tecnologia iremos absorver.

Marcos T.

Continuo achando que isso é conversa pra boi dormir.
Os russos tão fora do Fx, e inventam essas noticias só pra manter a “porta aberta”.

Bomber

E foi mesmo kkkkk

SMarcos

Marcos.
O FX não pára mais.
O Brasil quer pq quer cadeira na ONU. E lá soh consegue qm tem força política e de defesa. O Brasil tbm qr desenvolvimento tecnologico, onde esse tipo de investimento que está sendo feito tem grande força.
O FX tem apoio político hoje.
Mas se Dilma ganhar, pessoal, esqueçam. Ela odeia o meio militar e vai fazer de tudo para boicotar.

evandro

CONCORDO PLENAMENTE COM VC MARCOS T.

Thiago Pimenta

Seria uma boa, PAK-FA+FX-2…

Tomara que vinge. Só assim para as FA ficar reaparelhadas… quem sabe não vem alguns S-300 no pacote?

evandro

SMarcos

QUANDO O LULA GANHOU A ELEIÇÃO FALAVAM COISAS PIORES DO QUE SEU COMENTÁRIO INFELIZ DE QUE A DILMA VAI BOICOTAR FX 2.

joao terba

Os americanos se meteram no quintal da Rússia,agora eles querem pagar com a mesma moeda,a China quer fazer o mesmo.só existe um lugar bem próximo dos EUA,esse lugar é America Latina.um abraço.

Sandro

Bom acho que no assunto da Dilma vetar ou nao as verbas se ganhar isso e maior besteira, tdo mundo falava que o Lula ia arrazar com o Pais e hj o Brasil ta emprestando pro FMI, vamos parar de besteira por favor. Quanto ao FX2, se realmente a proposta e seria acho que a FAB deveria adquirir as M2000-9 Arabes e partir para esse empreendimento com os Russos e Indianos, e se tiver que ter algum consumo pra satisfazer os Russos, que tal uns S-300 seria um ótimo negocio.

Além do horizonte visual

Se fosse para realizar uma associação brasileira com os russos nesse projeto, o lógico seria a eleição do SU-35 no projeto FX2, e nem ao menos tal caça chegou nas “semi-finais”…

A mim parece apenas um “balão de ensaio” russo na busca de mais um parceiro…

Luiz Maia

Eu já tinha levantado essa bola em conversas quando o ministro Jobim aceitou receber a nova proposta dos russos no meio do processo do FX-2. Me parece que os Gripen vão vir assumir, de imediato, a defesa do espaço aéreo e, aos poucos, substituirão os F-5 e A-1, assumindo suas funções. E o caça de superioridade aérea, com autonomia para defender as fronteiras brasileiras, deve vir da Rússia/Índia. Assim, Rússia, Índia e África do Sul serão os principais parceiros do Brasil em cooperação tecnológica. Quanto ao sistema antiaéreo russo S-300, segundo a revista Segurança&Defesa, eles já estão sendo considerados para… Read more »

henrique

Seria perfeito, os gripen agora e o novo caça russo para complementar. A versão brasileira poderia receber avionicos ocidentais, talvez uma evolução dos eqipamentos do gripen, uma vez que os equipamentos eletronicos ocidentais dao um banho nos russos.

henrique

Gosto da opção pelo gripen ´por ser um avião moderno, mais barato de adquirir e operar que o f18 e rafale, que mesmo assim substituiria com muitas vantagens os F5 e A1, além disso não nos deixaria amarrados a apenas um fornecedor de armamentos. Os gripen usam armamentos israelenses, europeus e americanos.

carlos

Todos agora querem fica do lado BRASIL, ele está com peso maior no cenário internacional tem três querendo o BRASIL como parceiro são eles FRANÇA, EUA E RUSSIA, uma nova ordem mundial esta sendo costurada, eles querem o BRASIL com parceiro, temos muitos recursos naturais que muitos não tem petróleo, urânio, ouro e o principal de todos a água ela está acabando mundo a fora só o BRASIL possui a maior reserva de água potável do mundo temos muito a ganha com isso eles vão quere nos oferece o melhor equipamentos isso vai ser uma briga de cachorro grande.

COMANDANTE MELK

Senhor SMarcos, discordo totalmente de sua teoria de que se a Dilma ganhar as eleições de 2010, boicotaria o meio militar, não é nada pessoal, mas esta sua visão equivocada, é a mesma de uma boa parcela de pessoas, que não é capaz de enxergar, que justamente no governo do PT que eram tidos como aqueles que iriam afundar a nação, o Brasil se tornou um país respeitado e próspero, com um presidente que segundo o lider da Nação mais poderosa da Terra, é o politico atualmente, mais popular da face da Terra. Somos um país grande em extensão, grande… Read more »

Wladimir

As datas ditas na entrevista, para mim, são apenas especulações. O Su-35BM q

PVSO

Claro que o F-X2 vale a pena. A idéia da Força Aerea é de subir um degrau por vez, sem dar sautos, assim teremos (eu espero) uma transição mais eficaz no que diz respeito a tecnologia, não dá para ir do F-5EM direto para o PAK-FA, sem antes ter uma boa idéia de como opera-lo, e o caça que for definido no F-X2, terá essa função, elevar o nível técnico e operacional da FAB, isso explica o número não tão expressivo.

Mirage

Concordo com a nota do Blog.

Claudio

Aqui está fonte original da notícia
fonte: http://www.air- attack.com/ news/article/ 3652/Brazil- could-make- Russian-new- generation- fighters- under-license. html

Thiago

Amigos eu li a matéria no defesabr e eles fizeram um comentário dando a entender sobre o que o Jobim disse de avaliar os caças eliminados para a segunda etapa o FX-2 será que termos surpressa Su-35 na FAB

Flamenguista

Discordo com a nota do blog! Vejam o exemplo da Índia que, além de participar do projeto do caça russo, ainda vão adiquirir mais 120 caças, podendo ser americanos, russos ou europeus.
Temos que ter em mente que o Brasil TEM sim, dinheiro suficiente para bancar o FX-2 e ainda, se quisesse, participar do programa PAK-FA. Além do mais, precisamos diminuir o gap tecnológico das FAs já!

Claudio

Podemos adotar uma estratégia igual a da India, que está escolhendo uma aeronave de 4º+ geração por um programa do tipo F-X, ao mesmo tempo desenvolve com a Russia o PAK-FA (5º geração) e já estuda o desenvolvimento do MCA
http://flareout.blogspot.com/2009/02/drdo-reveals-mca-concept-details-at.html

O problema não é dinheiro, o problema é prioridades.

Edilson

Salve Galante, cumprimentos da terra dos camelos, boa pergunta…Bem ao me ver há varios cenários nos quais acredito que is to valha a pena. primeiro não está explicito que a FAB eou a marinha irão adquirir estes aviões. a Embraer pode atuar como parceira em determinados ninchos e desenvolver certas tecnologias para apalicar num futuro projeto não necessariamente neste, tal como o fez a Kawasaki e ou enaer sendo parceiras da embraer. mas na eventualidade disso ocorrer (a aquisição) creio que um cenário ideal seria o de uma mudança de doutrina da FAB e a adoção de uma dupla de… Read more »

Wladimir

As datas divulgadas na entrevistas são apenas previsões, pois vejam o caso do Su-35BM: anos de aperfeiçoamento e apenas irá entrar em opração em 2011. Creio que, se o projeto seguir adiante (provavelmente) o PAK entrará em operação por volta de 2020 (vide F-22 – anos de desenvolvimento, pequisas, testes, produção). Se o Brasil realmente entrar para o projeto, seria mais viável adquirir o Gripen, menor custo de manutenção. Mas eu DUVIDO muito que isso venha a acontecer. Defesa no país não é política de Estado, mas sim de governo, infelizmente.

Abraço.

Walderson

Fala sério, ainda tem gente falando que a galera do Lula vai fazer isso e aquilo. Pessoal, tem gente precisando ler muito jornal e revista. Nem o Antônio Ermírio (acho que é assim), dono do Grupo Votorantim, que disse que iria embora se o Lula ganhasse, acredita mais nisso. Vamos concordar, galera, está faltando atualizar os conhecimentos políticos. Esse governo está muito melhor do que todos os anteriores. Não estou inventando, vejam as estatísticas. O FHC, o covardão, é que deu pra trás no FX, graças a Deus, pois seria a maior C… do século. Amarraram tanto que o tiro… Read more »

Brujhar

Amigos não seria muito arriscado parar o FX2 e entrar de cabeça em um projeto, no qual não sabemos se o produto final vai realizar aquilo que promete? Concordo que os Russos sabem desenvolver equipamentos militares, mais seria uma boa aposta colocar todas as fichas em algo não concretizado? Deixando o espaço aéreo com uma proteção pífia de M2000-9 de segunda mão? (já sei, atualmente estamos nesta situação, mais ficaríamos com um gap ainda maior.). Flamenguista e PVSO, eu concordo com os seus comentários sobre o assunto. Quanto à parte política, o problema não está no poder executivo, mas sim… Read more »

Paulo Renato

Nosso governo atual está afzendo muito pelo nosso País, muito mas do que o do Sr. FHC que nada fez para as forças Armadas.É clatro que temos muito que melhorar pois estamos em decadencia e para atualizar as forças não será de um dia para o outro, então vamos com calma e pensar antes de metar o cacete no gogverno atual. Em relação a nota do blog, acho que tem realmente sentido por um lado, mas vendo os nossos vizinhos os caças tampão poderia ser arriscado, pois teria que investir em mas Mirage 2000, sendo nossos vizinhohs possuem vetores de… Read more »

Hornet

Se acontecer mesmo essa entrada da Embraer no PAK-FA, não vejo como algo excludente do FX2. A Embraer participar no PAK-FA não quer dizer automaticamente que compraremos o PAK-FA para a FAB. Ao contrário até. Acho que estamos nos tornando, sabiamente, Borgs (lembram de Star Trek?). O que os Borgs queriam? Tecnologia, apenas a tecnologia. É o que estamos querendo neste momento também. A Embraer pode participar do PAK-FA, mesmo neste atual momento de desenvolvimento do projeto, de várias maneiras, inclusive melhorando as relações comerciais dos russos, que ainda são problemáticas. E em troca, teria uma colaboração de up-grade tecnológico.… Read more »

Tiago Jeronimo

Tem gente que acredita em Papai-Noel também. Acho muito improvavél que o PAK-FA esteja voando em 2015, porque? Porque com todas essas conversas de parcerias o desenho final do caça ainda não está pronto e não se desenvolve um caça de 5ª geração em 6 anos. Eu ei que vão vir as russetes falar que o caça já estava sendo desenvolvido faz tempo mas é mentira, o Mig 1.42 e o Su-47 Berkut foram apenas demonstradores de tecnologia portanto quem viver verá. Quanto a participação da Embraer não acho tão improvavel assim já que ninguém pode ignorar a 3ª maior… Read more »

Jacubão

Chance de ouro se concretizada. se esse caça for adquirido pela FAB, tornará todos os outros aviões da A.L. obsoletos, e se adquirido em grande quantidade, colocará o Brasil definitivamente no rool das superpotências mundiais, comforme previsões feita por especialistas internacionais de que BRASIL, CHINA, ÍNDIA e RÚSSIA serão as novas potências mundiais (notícia exibida no jornal da BAND).

Carlos Augusto

Nessa historia toda a onde fica os americanos? Vocês acham que eles vão deixar o Brasil fazer essa parceria com os Russos? Acorda sonhadores!
Olha ai o F-18 no lugar do Sukhoi. Essa é a nossa realidade, doa a quem doer, mas é a verdade mais pura e cristalina.

Aluisio

Eu compartilho a opiniao de muitos aqui de que dificilmente o FX2 será cancelado,por duas razões: 1- Credibilidade: Um país que abre 2 processos de seleção de caças envolvendo grandes empresas,chega na fase final e por 2 vezes o cancelada certamente nao seria bem visto pelos outros países. Seria visto como uma fanfarronice com as do Claudilho Louco. 2- O Brasil realmente precisa de caças modernos urgentemente,não tem como esperar até que o PAK-FA fique pronto. (vide o F-35,que já voa a anos e está a anos de começar a ser produzido em escala…). A urgencia disso só aumenta com… Read more »

Rodrigo Marques

Só para pontuar algumas coisas: 1 – O fx1 foi cancelado no governo Lula. ( não importa se certo ou errado, é só uma informação) 2 – A politica economica do governo Lula foi e é exatamamente a mesma dos governos Itamar e FHC, com a diferença de que os remédios ministrados a partir do governo ITAMAR, passaram a fazer efeito a partir de 2004/05. Um deles, amargo por sinal, é ministrado até hoje, a alta taxa de juros que faz com que paguemos a mais alta do mundo. Somente em spreads bancários pagamos ano passado 187 Bilhões de Reais,… Read more »

Henrique Sousa

Típico de gente mal agradecida que cospe no prato que comeu estes comentários à respeito do FHC.

Nem santo nem o capeta. Um político que teve erros e acertos, como todos que vão passar por lá.

Tudo que a administração Lula construiu para a nação foi em cima do que deixaram, particularmente a moeda Real. Quem ignora isto esta sendo no mínimo desonesto intelectualmente.

Felipe TP

Rodrigo Marques, concordo com você nos 3 quesitos, principalmente no segundo.

Hornet

Caro Rodrigo Marques, eu sei que aqui não é o lugar apropriado para isso, mas como o assunto veio a baila, então… deixa eu corrigir uma coisa no seu comentário… A política econômica do governo Lula não é a mesma do governo do FHC. O que são semelhantes entre os dois é a política financeira. Tanto FHC quanto o Lula estão com essa política monetária de juros altos, privilégio ao sitema bancário etc. A política econômica é totalmente diferente. No governo do FHC ela baseou-se na abertura de mercados sem critérios nenhum, o que criou uma balança comercial muito desfavorável… Read more »

Edilson

Hornet…
borg? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
pqp esta foi a melhor do ano….

mas o que você falou de fato está (ao meu ver) totalmente coerente e lógico tal como diria o Dr. Spok…
grande abraço

Bosco

Se sobreo F-18 tem uma turma que acha que vai ficar defasado, imaginem o Su-Chico-Ton-35.rsrs….
Mas eu achei a idéia bom ser for verdade.
Mais uns 24 Mirage estaria de bom tamanho. Mas pelo amor de Deus, se vier com o Super 530D é melhor mais F-5 com Derby/Python V.

Bosco

Correção: Mas eu achei a idéia boa se for verdade.

Em relação a minha gramática (ou seria aritmética ?)rsrs.., nasci burro, não aprendi nada, esqueci a metade. rsrs…..

Higgins

Boicote ao meio militar, quem sabe das coisas entende… É muito mais provável da parte do Serra que da Dilma.
O careca é rancoroso…

Bosco

Agora acreditar que os vôos de testes começaram ainda em 2009 sem que haja nenhumazinha fotinha do dito cujo acho meio forçação de barra. Mas tudo é possível. Vamos esperar pra ver.

Bosco

Correção: “começarão” e não “começaram”.
Fiz de novo! PQP!

Edilson

ps: pqp II a missão… depois do humorado borg este seu comentário a cerca das semlhanças e dos buraco negros dos dois governos merec destaque. muito boa a sua comparação. pena que o Braisil e o brasileiro apenas repitam o que lhes é dito, não fazem uma análise crítica a fundo. há uma entrevista á BBC do programa Hard Talking no qual o entrevistador, entrevista (claro, senão não se chamava assim) o nosso honores presidente, FHC, e em outra ocasião o memso apresentador (tipo abujanra (provocações)) entrevista o Lula (analfabeto) assistam os dois e depois comentem, não quei senão os… Read more »

JMRC

Hornet; Também concordo com você, pois afinal de contas cada um tem o que merece. Lembro-me, ao ler suas palavras, do saudoso Rui Barbosa, que em 1919 proferiu na Faculdade de Direito Largo do São Francisco (USP) as seguintes palavras: “Vai se até ao incrível de se inculcar o medo aos preparados, e havê-los como cidadãos perigosos, e ter-se por dogma que um homem, cujos estudos passarem da craveira vulgar, não poderia ocupar qualquer posto mais grado no governo, em um país de analfabetos. SE O POVO É ANALFABETO, SÓ IGUINORANTES ESTARÃO EM TERMOS DE GOVERNAR. NAÇÃO DE ANALFABETOS, GOVERNO… Read more »

Rodrigo Marques

Hornet

Só quis acentuar no que eles foram parecidos e eu escrevi politica monetária( está errado, é politica financeira).

Quanto a abertura de mercados, alguns setores no Brasil realmente penaram ( aqui em Petropolis-RJ, a industria Textil desapareceu por causa dos produtos chineses), outros crescerem absurdamente e a nossa balança comercial foi extremamente favorável a nós, vide o grande volume de reservas que conseguimos acumular, a maior parte vem dos superavits comerciais.

De qualquer modo eu continuo vendo mais semelhanças do que contradições, mas emfim…

Abraços!!!

Marlos Barcelos

Henrique Sousa

FHC foi só o homem que disse: esqueçam tudo o que eu disse, ou seja, tudo que ele escreveu como sociólogo, mandou todos rasgarem o que ele escreveu, este era FHC, dá pra ver que é um homem compromissado com a verdade.

Reportagens especiais

PAMA-SP 2014: Poder Aéreo no Domingo Aéreo – parte 2

Aviões de ontem e de hoje no pátio do Campo de Marte, em São Paulo - Na parte 1 desta matéria,...
- Advertisement -
- Advertisement -