quarta-feira, agosto 17, 2022

Gripen para o Brasil

A-29 Super Tucano e suas ‘ponto 50’

Destaques

Alexandre Galante
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

a-29-alta

Reza a lenda  que a FAB solicitou à Embraer, quando o Super Tucano estava sendo desenvolvido, que o avião levasse um par de metralhadoras internamente nas asas e não em casulos, como se fazia até então com o AT-27 e o AT-26 Xavante.
Como a FAB tinha um estoque considerável de metralhadoras Browning ‘ponto 50’ (12,7mm), decidiu-se aproveitá-las. O problema é que os engenheiros da Embraer nunca tinham feito uma instalação dessas.
A solução então veio de visitas dos engenheiros ao MUSAL (Museu Aeroespacial) no Rio de Janeiro, para que pudessem avaliar de perto as instalações de metralhadoras nas asas dos P-40 e P-47…

- Advertisement -

114 Comments

Subscribe
Notify of
guest

114 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
TENENTE

Os “mais velhos” sempre tem um pouco a mais para ensinar.Me parece que no programa nuclear brasileiro, tambem houve muitas “visitas” a museus estrangeiros. SDS.

J Mitchel

A FAB tem um estoque muito elevado de metralhadoras .50 e também um belo estoque, coisa de 250, de canhões de 20mm.
Todas as armas são revisadas e guardadas nos arsenais, só não sei por quanto tempo.
Bombas: há bombas ainda da 2GG num paiol no rio de janeiro. sem contar que alguns Matra 530 estão ainda inventariados tb.
A MB tem granadas de 305mm até hoje.
At
JM

Felipe

Bela curiosidade. Afinal de contas, .50 na asa é a mesma coisa desde a WW2. hehehehe

Sérgio

Essa chegou em boa hora! A criação dos “Terceiros”, deslocando para a fronteira com os “vizinhos narcotraficantes”, deveu-se ao patrulhamento que em conjunto com os R-99 e datalink fazem uma dupla agrerrida. Mas “Quanto?”. Tenho a “curiosodade” de saber de vez em quando, como andam a vigilância – ou melhor como andam gastando o meu imposto pago. Existem casos “leves” que poderiam ser transcritos a opinião “curiosa” publica e fazer mostrar-se que somos capazes, inclusive de copiar com qualidade e competência. Esses armamentos e os dos colombianos, mostram ser o ALX um equipamento eficaz realmente para COIN’s? E para apoio… Read more »

Pedro Rocha

Olá senhores! O P-40 levava seis .50 e o P-47 oito em suas asas! O Primeiro Grupo de Caça teve um dos mais altos escores de alvos em terra da Segunda Guerra, lendo algumas bibliografias a grande maioria desses alvos foram destruídos com as .50 (o Grupo empregou também bombas e foguetes não guiados). Imaginem como se sentiam os alemães quando eram alvejados com oitos “bocas” de .50! Portanto foi uma escolha correta desses armamentos nas asas do Super Tucano! Na época do desenvolvimento do Super Tucano a impressa internacional dizia que estávamos refazendo o Mustang (P-51 eu acho!). O… Read more »

Felipe Cps

Sérgio, a própria .50 é uma arma bastante eficiente contra blindados. Foi muito usada na WWII pelo Senta Púa (armadas nos Thundebolt) contra os panzer tedescos.

Amdré C

Alguem ja ouviu a historia de um piloto da FAB na ww2 foi atacar um trem que supostamente estaria trasportando equipamentos nazistas,mas por sorte na hora que o piloto foi atacar as 8 metralhadoras do P-47 falharam ,depois descobriram que o trem estava trasportando prisioneros de guerra.
Uma duvida ,em uma exposição vi um cessna caravan utilizado pela FAB,ele tinha um tubo em cada asa ,seria uma .50 ??

Roberto

Pedro Rocha É que os Estadunidenses não querem se curvar ao Brasil.O EUA comprarem armas Made in Brazil,seriam muito para eles!. Israel comprou as “JDAM-ER” para atingir alvos nos países vizinhos sem que suas aeronaves deixem o espaço aéreo israelense. O alcance da JDAM com os novos kits de asas planadoras aumenta de 25 para 80 km.Essas bombas no A-29 dariam ao super-Tucano um poder de fogo inagualável,como foi feito pela Colômbia para atingir alvos em território Equatoriano,só que no Equador foram só 5Km da fronteira.Imaginem até 80Km além da fronteira,e o A-29 ficariam longe do alcance dos mísseis termo-guiados.… Read more »

Fábio Max

Essas 0,50 em verdade, economizam mísseis, no caso de interceptação de pequenos aviões do tráfico de drogas, são adequadas à Lei do Abate!

Fábio Max

Li um comentário na ASAS deste bimestre, que a Bolívia está estudando a aquisição de Super Tucanos, em complemento aos AL 159.

Penso que seria mais uma boa exportação do produto.

Na ASAS também se comenta o BOATO de que os F5E-III da FaCh virão mesmo para o Brasil.

Notícias para os comentaristas se manifestarem!

Jacubão

Rapáz, imaginem o que aconteceria com o A-29 equipado com um AVENGER na hora do tiro, isso se ele conseguisse decolar.

Dalton

Conheci um veterano do Vietnã que voou no ” Bronco ” e falou muito bem dele.
Nada mais justo os EUA produzirem uma versao modernizada de um aviao que eles mesmos projetaram, ainda mais agora em uma epoca de crise.
Se eles tem o aviao, se podem melhora-lo, porque comprariam de nós ?

sds

Mirage

No mundo globalizado, nada se cria, tudo se copia.

As .50 no P-47 eram muito eficientes sim contra blindados, porem levavam 8 (4 em cada asa).

Abraço

Felipe Cps

Amigo Mirage: oito ou uma, um balaço de .50 vaza qualquer blindagem…

Pedro Rocha

Olá senhores! Fiz uma pesquisa rápida! O casulo que me referi é o GAU-13/A com quatro canos e não cinco como eu pensava! Foi desenvolvido como um irmão caçula do GAU-8 (esse é armamento orgânico do O/A-10) com o intuito de proporcionar o poder de destruição do GAU-8 com uma arma mais leve, porém com a perda da cadencia máxima de tiros (3.100 tpm contra 2.400 tpm). Infelizmente o GAU-13/A mostrou-se pouco preciso, tendo sido tirado da linha de frente! Nada impediria seu uso no Super Tucano, inclusive seu peso completo (151 kg) bem menos que os 500 kg por… Read more »

Zero Uno

A-29 Super Tucano. O melhor e mais moderno avião de ataque leve/COIN. Raytheon T-6 Texan II, versão fabricada sob licença do Pilatus PC-9? Nem pensar… É somente um avião de treinamento com casulos de metralhadoras como o era o A-27 Tucano e não possui os aviônicos que o A-29 tem. Além disso, o Super Tucano pode disparar os mísseis MAA-1 Piranha, MAA-2 Piranha II e outros tipos de mísseis, bombas guiadas ou não e tem as duas .50 instaladas internamente. Por isso, leva vantagens sobre todos os outros aviões de sua categoria. Ele além de tudo é um excelente substituro… Read more »

Rodrigo Cesarini

O Super Tucano perdeu a concorrência da Turquia para o “genérico” Coreano.

Billy

Tem um vídeo na internet mostrando a ação das . 50 dos A-29 contra um avião de traficantes sobre a selva. O final é lindo!! Poderia ter uma versão monoposto com um desenho diferente da carlinga (este termo da II WW ainda é usado?). Acho que o desempenho da A-29 fica um pouco abaixo do Mustang, não seria mais próximo do GUSTAV?

Zero Uno

O “genérico” coreano é um mono-reator e não um turbo-hélice como o Super Tucano. É outra classe de avião…

Carlos

Essa lenda não é verdadeira, o que ocorreu foi exatamente o contrario. A FAB só queria ALX com casulos, sem nenhuma arma fixa, A Embraer na época do desenvolvimento do primeiro prótotipo, teve acesso a uma configuração na qual o ALX teria 4 metralhadora .50, duas em cada asa e até 1000 cartuchos por arma. Teria também um casulo na estação central com um canhão de 30mm e 150 cartuchos, cincronizados com as hélices e poderia levar cachos de misséis ar-ar sting/mistral ou até o missil russo. Além disso, o ALX poderia ter um probe de abatecimento aéreo na asa… Read more »

Francisco AMX

Felipe CPS a .50 não penetra qualquer blindagem não! tem até humer que pode aguentar estas projéteis hoje, mesmo os perfurantes.
As .50 não eram eficazes, na WWII contra os tanques, apenas contra transportes levemente blindados!

Abraço
Francisco

RJ

Pessoal, se vocês babam vendo os Super Tucanos da FAB, procurem notícias sobre os vendidos para a Colômbia, com Chaff&Flare, FLIR, muita eletrônica especializada para as missões, capaz de lançar bombas inteligentes e foguetes SBAT/70mm (esses sim arrasam qualquer blindado). E um cockpit de fazer inveja a muitos caças a jato modernos.

Ricardo

Apenas uma Correção quanto o A-10 ThunderBolth II

A Avenger foi inventada e o A-10 construido entorno dele, não ha como outros aviões atuais levar esta criança… Não caberia em nenhum outro avião… E outra coisa, nada supera o poder de saturação do M-61 Vulcan, para que usar uma 30mm anti-tanque no lugar de uma 20mm de emprego multiplo ? Não teria sentido algum…

[ ]´s

Felipe Cps

Francisco AMX:

Na antiga fazenda da Engesa em Caçapava eu atirei de .50 em carcaças de M41, M60 e M113, a 300/400m de distância, e posso te garantir que perfura todos de todos os ângulos. Na verdade não apenas perfura a face exposta da blindagem como, por exemplo no M113, vara, sai do outro lado e ainda cava uma pequena toca no chão pro infante…

Sobre Humvee aguentar um tiro de .50, amigo, me parece lenda, SE a blindagem aguentar a viatura tomba…

Vai por mim, pouca coisa no mundo aguenta um tranco de Mister Browning…

Felipe Cps

Ah, a munição que atirei era regular ok (e antiga ainda, rs)? Nada de perfurante, que .50 Perf é coisa rara de achar no EB…

pacau

sou fã dos A-29. E ESSA PINTURA QUE RECEBE NO BRASIL É LINDA.

Rodrigo Marques

RJ

O pessoal das FARC que estava “malocado” no Equador teve uma experiência trágica com os super-tucano colombianos…hehehe
Abraços

Rodrigo Cesarini

Zero Uno, você não conhece o KT-1, é um concorrente sério do A/T 29, assim como o Texan II.

Pelo andar da carruagem só o mercado latino americano está adotando o Super Tucano. É bom que o governo deixe de blablablá e resolva apoiar de verdade a Embraer, pois a venda de material de defesa depende muito das relações entre governos.

Felipe

Meu deus do ceu, essa de Tiger-III chilenos na fab me doeu no estômago!

Que pesadelo… hahahaha

O proprio Saito falou que ja temos F-5 demais.

Olienick

Quero qualquer .50 varar um Leopard II ou o Abrans. Coisa que aparentemente o GAU-8 faz, não estou certo disso. Essas viaturas blindadas que Felipe Cps tem blindagens leves e não tem na de excepcional, menos o M-60. Agora um M-60 que e um carro de combate com aproximadamente 50t ser perfurado por tiros de .50 isso e meio irreal, afinal esses eles foram projetados para enfrentar outros carros de combates, soviéticos, que usavam canhões de 100mm, 110mm e 125mm e se eles fosse tão mole furar os soviéticos não teriam investido nesses canhões para combater eles.

Olienick

Ops corrigindo “Quero ver qualquer .50.
Sono e fogo

Carlos

Só para colocar mais lenha na fogueira, na época do desenvolvimento do ALX, a Embraer tomou conhecimento da nova munição explosiva calibre .50, seus efeitos nas brindagens era muita vezes superior ao cartucho 20mm explosivo perfurante utilizado no canhão dos F-5E.
Tem muitas lendas…

Felipe Cps

Carlos, essa munição .50 explosiva consta que existe sim, não sei se é explosiva mesmo ou apenas “efeito Monroe” (ponta oca), mas honestamente nunca vi…

Caro Olienick, falei o que fiz e vi, se vc quer acreditar ou não é outra história. Se quiser pode ir lá na Engesa, tenho quase certeza que as carcaças devem estar lá ainda, só não me peça para trazer uma de M60 aqui pra te provar (rs)…

Vassili Zaitsev

Felipe Cps,

Putz, .50 perfurar a couraça do M-60. Vc disparou contra a lateral ou a traseira do veículo??????? Ou a torre???????? Pois sabemos que esses locais tem a blindagem mais “mole”, se comparada ao lado frontal.

abraços.

Quanto ao M-113 e M-41, até aí tudo bem; ambos tem blindagem leve, destinada à segurar impactos de .30 e fragmentos de granadas.

Felipe Cps

Vassili: claro que dependendo do ângulo qualquer projetil pode resvalar e ricochetear (até mesmo RPG, Canhão SR ou “Karl Gustaff”), mas se bem me recordo minha missão de tiro foi pela lateral da carcaça do M60. Mas quando fui checar os alvos vi vários buracos na mesma carcaça, inclusive na dianteira, que era sempre usada para alvo de treino de .50. O poder de impacto de algumas armas usadas nas nossas FFAA são subestimadas pelo leigo, que acha que por um armamento ser mais antigo não presta (não tô falando q é seu caso). Pois posso garantir (experiência própria) que… Read more »

Marine

Colegas, Classificar e compreender o poderio de municoes e tanto ciencia quanto arte, existem miriades de coisas que podem acontecer para influenciar a performance balistica como o colega Felipe Cps ja citou desde angulo, vento, temperatura, elevacao, o homen e dezenas de outros. Nao duvido da palavra do colega Felipe, mas nao tenho como verificar o estado da blindagem do tal M-60 que era uma carcaca, penso eu que talvez tenha tido sua blindagem ja nao mais no melhor dos estados… Pra voces terem uma ideia ja tivemos caso de um soldado ser atingido com municao de 23mm na placa… Read more »

Francisco AMX

Desculpe Felipe, mas acho que vc “acha” que atirou com .50 🙂 num M-60… teus superiores te deram outra coisa! ou uma coisinha das boas para tomar!
Se o amigo afirma que uma .50 com munição “comum” pode perfurar a blindagem de um MBT, concebido para aguentar o impacto de um canhão com munição tipo flexa, de 75mm e em alguns casos de 90mm, caso do angulo ideal, torre lateral e traseira não serem os pontos de impacto!
Pela sua afirmação os canhões de 20/30/40mm não teriam razão de existir nos carros de combate!

Abraço
Francisco

Francisco AMX

Ah e me desculpe, tenho dúvidas até sobre a perfuração dos M-113… haja visto um calibre .50 “comum” ser muito comum no campo de batalha! sendo assim estes veículos já nasceram obsoletos, desculpe mas nesta eu sou São Tomé!
Sobre um Hummer tombar com um tiro de .50, forçou amigo! um jeep de 4 toneladas tem que receber impacto bem mais pesado! a física joga contra esta sua suposição!

Abraço
Francisco

Jacubão

Meu caro Felipe, vç bebeu alguma coisinha um pouco mais forte hoje????
Cuidado com o teste do bafômetro, heim?

Jacubão

Só falta aparecer mais um embriagado no blog dizendo que pode destruir um ABRANS, com um 5,56.

Olienick

Explicando-me porque tava com muito sono, eu não estou duvidando da sua palavra Felipe Cps, mas entendi no seu comentário que a .50 perfure o M-60 como regra e isso eu duvido mesmo. Mas entendo que uma carcaça pode estar bem deteriorada e a sua blindagem não ter a mesma eficiência na sua função de proteção. A .50 e uma ótima munição para varias funções mas não deve ser uma munição recomendada para se destruir MBT, para isso que existem outras munições de outros calibres que normalmente são de maiores que a .50.

fabio

amigos qual a possibilidade de um super tucano abater um helicoptero mi35m que o Brasil comprou da russia em um duelo qual ganharia?quanto vale cada um deles?

Marine

Olienick,

Exatamente, um MBT enferrujado pode ate ser, dai a ser regra em uma MBT operacional ja e outra coisa….Mesmo assim o que ocorreu com o amigo FelipeCps deve ter sido com municao AP ou API e as vezes por falta de um termo melhor seria “pura sorte”.

Sds!

Vassili Zaitsev

Felipe,

Valeu pelos esclarecimentos.

Marine,

Esta semana, assistindo a rede bobo, estava passando o filme Guerra dos Mundos. Bem no final o Tom Cruiz Credo finalmente consegue chegar ao objetivo: Boston. E ela estava em ruínas. Por acaso, vc foi um daqueles soldiers que usavam o Carl Gustav contra os Trípodes de 30 mt de altura?????????????

abraços.

Pedro Rocha

Olá senhores! A FAB terá uma oportunidade de fazer esse tipo de “duelo” A/T-29 versus Mi 35 (eu acho que vai ser AH-35 na FAB) hoje eu acredito que o Esquadrão Poti treine muito com os T-27, a meu ver o vencedor entre aviões e helicópteros sempre dependerá do piloto maximizar as virtudes e minimizar as deficiências de sua aeronave (como exemplo disso pode-se citar aproveitar a velocidade e aceleração no caso do avião ou aproveitar manobrabilidade e topologia do terreno no caso do helicóptero). Acho que a doutrina da FAB será de armas combinadas, uma dupla de grande respeito… Read more »

Pedro Rocha

Ainda em tempo! O casco do M113 bem como o casco do M2/M3 são de uma liga de aluminio (Duralumino). No caso do M2/M3 a torre é de aço. O M60 é todo de aço porem com espessuras diferentes. Uma .50 fura sim a blindagem frontal se essa for perfurante ou explosiva.

Marine

Pedro Rocha, Aqui nao se comenta muito fora de circulos especializados ou entusiastas sobre os sistemas russos de 14mm entao infelizmente nao posso te ajudar nessa questao… Com relacao a ver Bradleys danificados vi alguns com danos caracteristicos de RPG mas nada com penetracao pelo que seria municao de fuzil, ja com relacao a Abrams o unico que vi foi danificado por IEDs com varias municoes de 155mm. Nao quer dizer que nao tenha acontecido, apenas foi isso que vi. Nao se preocupe eu nao incomodo em revelar nada aqui a nao ser que seja informacao sensivel ou que eu… Read more »

Olienick

Nossa essa discussão de blindagem x munição vai bem no blog das forças terrestres né? Mas algo aqui que todos concordam, na minha opinião, e que as .50 dos Super Tucanos não são para a função de destruir MBT. Agora sobre o tema eu acho que as .50 instaladas nas assas uma vantagem pois elas não são em casulos que ocupam um ponto que podem ser usados para outros armamentos, eu acredito que e se a lenda escrita lá em cima for verdade foi uma boa pedida da FAB. Ps: Seria interessante um artigo sobre munições “anti-tanque” e como elas… Read more »

Felipe Cps

Jacubão e Francisco AMX: rárárá, to bêbado naum (agora naum) a blindagem do M113 é uma folha de papel, um 7,62mm vara ele inteiro e sai do outro lado, rsrsrs… Isso porque ele não foi feito para resistir a tiro direto e sim apenas para proteger o infante embarcado de estilhaçoes de granada, etc. E mais, aquela porcaria de duralumínio pega fogo com qualquer coisa é é preciso um caminhão de bombeiro pra apagar o fogo depois que ele começa, rsrsrs… Só paisano que não sabe dessas coisas, rsrsrs… Meus caros, é como o Pedro Rocha disse: blindagem alguma resiste… Read more »

Francisco AMX

É Felipe, muito “verdadeiro”, é um ponto forte do seu post! .50 perfura M-60! acredito que o Marine, como sempre, tentou ser politizado, para que o assunto se sucumba, mas se vc for sincero, com sigo mesmo, perceberá que as suas afirmações começam a perder força, com uma tentativa de desqualificar, só pq vc puchou um gatilho, a opinião de outros colegas, saiba meu amigo, que meu irmão, hoje sgt da polícia militar, operou .50 no EB nos anos 80! atirou de FAB e MAG tb! e converso bastante com ele desde meus tempos de muleque, e ele me relatou… Read more »

Últimas Notícias

Força Aérea dos EUA realiza teste de míssil nuclear que tinha sido adiado em meio à tensão na China

WASHINGTON - A Força Aérea dos Estados Unidos realizou na terça-feira (16) um teste de um míssil balístico intercontinental...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -