domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

4ª Cruzex ocorrerá na primeira quinzena de novembro

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Fonte: Agência Brasil

Brasília – Problemas fronteiriços e interesses econômicos ligados a uma região rica em recursos naturais como o petróleo motivarão militares brasileiros, argentinos, chilenos, franceses, uruguaios e venezuelanos a fazer uma simulação de conflito e se enfrentar entre os dias 1º e 14 de novembro, período em que a Força Aérea Brasileira (FAB) realizará a 4ª Operação Cruzeiro do Sul (Cruzex-4).

A simulação ocorrerá durante exercícios militares conjuntos em que 1.500 homens instalados na Base Aérea de Natal (RN) irão combater as “tropas inimigas”, sediadas na Base Aérea de Fortaleza (CE). Mais de 100 aviões nacionais e estrangeiros vão participar da operação, sendo que as unidades de transporte ficarão estacionadas na Base Aérea de Recife (PE).

Segundo a assessoria da FAB, além de servir para aprimorar as habilidades de planejamento de operações conjuntas, a 4ª Cruzex permite que as forças aéreas dos países participantes testem seus equipamentos de combate e troquem informações.

A primeira edição da Cruzex aconteceu em Canoas (RS) em 2002 e envolveu cerca de 50 aviões da Argentina, Brasil, Chile e França. Em 2004, a segunda operação simulada foi realizada em Natal (RN). O número de aviões dobrou e, em vez de chilenos, contou com a participação de militares venezuelanos. Peru, Uruguai e África do Sul participaram como observadores.

A última edição foi realizada em Anápolis (GO) e em Campo Grande (MS) em 2006 e ficou marcada por um trágico episódio: um avião da Força Aérea Peruana sofreu um acidente logo após decolar do Aeroporto Internacional Jorge Teixeira, em Porto Velho (RO), com destino a Anápolis, onde se juntaria aos demais participantes. Os dois pilotos do avião A-37 morreram.

De acordo com a FAB, os enfrentamentos simulados baseiam-se em conflitos de baixa intensidade, com base no modelo de operação empregado pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Para garantir a segurança do espaço aéreo e evitar qualquer problema com o tráfego comercial, o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) vai disponibilizar toda a estrutura de radares, equipamentos de comunicação e profissionais.

Além disso, um hospital de campanha capaz de realizar atendimentos críticos e cirurgias complexas será montado na Base Aérea de Natal, onde profissionais da área de saúde atenderão eventuais emergências. A FAB também planeja destinar um dia à visitação pública e outro para a visita de autoridades militares e civis.

Além de realizar a operação conjunta entre os seis países, a FAB também participará com a Marinha e o Exército brasileiros da Operação Combinada Atlântico, que será realizada de hoje (12) a 26 de setembro no litoral dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e do Espírito Santo.

Coordenada pelo Ministério da Defesa e pelo comandante de Operações Navais, a atividade tem o objetivo de possibilitar o “treinamento das Forças Armadas para um eventual emprego em defesa da soberania do país”.

- Advertisement -

48 Comments

Subscribe
Notify of
guest
48 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Robson Bandeira

Pessoal do site, tenho problemas visulização das materias do site em meu monitor de 17 polegadas, a publicidade sempre corta um pouco do texto das matérias e comentários, o que fazer?, peço uma dica, fico agradecido desde já.
SDS
Robson Bandeira

Diego

Robson, tente alterar a resolução da terra, para 1024×768 pixels ou uma superior.

Para isso vá até painel de controle > vídeo > configurações > resolução da tela.

Abs

Diego

Aproveitando o embalo de exercícios militares.

Link para fotos do Tu-160 na Venezuela: http://www.militaryphotos.net/forums/showthread.php?t=99988&page=719

Abs

RL

Com quais meios aéreos os países vão participar?

Será que teremos A4-AR Argentinos, RAFALES Franceses, F-16 Chilenos, Sukhoys Venezuelanos, e F-5 Brasileiros?

Acho muito dificil esta total exposição das forças aéreas, más. Não custa nada sonhar.

Abraços.

Marine

Seria interessante observar como saira a Forca Aerea Venezuelana se vierem com os Sukhoys e confesso que daria muita risada se os F-5BR conseguirem abate-los, seria de tirar o chapeu aos pilotos brasileiros!

Sds.

Wilson Johann

Ola pessoal!!

Nossos pilotos deram um “show” a parte em Nellis. Vão mostrar tudo o que sabem nesta próxima Cruzex. Aposto em muitas vitórias pela frente.

Abraços!

Baschera

Até agora, estão confirmadas as respectivas aeronaves para a 4ª Cruzex :
Argentina: 4 aviões A-4R
Chile: 6 aviões F-5 Tiger II
Peru: Quant. Não Especificada A-37 DragonFly
Uruguai: Quant. Não Especificada A-37 DragonFly
Franca: Mirage 2000-5, Mirage N e talvez dois F1 rec
Venezuela: 4 aviões F-16A/B
Equador, Colombia, Paraguai enviarão apenas observadores.

Sds.

Alfredo_Araujo

Ahhhh… mto baixo nivel!!! Só a Argentina mandou aeronaves de “primeira linha”…

Axei q a França fosse mandar alguns Rafale para fazer propaganda para o F-X2 !!! Mais nem isso !!!

Nossos F-5 vao arrebentar!!! =]

Baschera

Caro Alfredo_Araujo,
Os Rafale franceses não estão disponíveis, por incrível que pareça.
Sds.

Robson Bandeira

Valeu a dica Diego, muito obrigado SDS
Robson Bandeira

Robson Bandeira

Diego só prá registrar, minha tela já estava com a resolução recomendada por voçê de 1024×768, aumentei e na minha opinião ficou pior e não mudou o fato dos textos ficarem cortados na parte extrema da página, junto a publicidade, mesmo assim obrigado pela dica.
Robson Bandeira

Robson Bandeira

Caros amigos do site peço ajuda a todos que possam dar uma contribuição de como posso me informar sobre a forma de ejeção do F-104 starfither(durante sua fase de projeto e depois em seus respectivos esquadrões nos paises que o usaram), se possível com o maior detalhamento, é muito importante para mim, repito, é muito importante para mim.Fico muito agradecido desde já a quem se dispor a me ajudar.
SDS muito obrigado a todos
Robson Bandeira

Robson Bandeira

Olha pessoal, também gostaria ver no site mais dicas sobre dados técnicos dos aviões de combate.
Valeu, um abraço a todos
Robson Bandeira

Paulo Costa

http://www.ejectionsite.com/f104seat.htm,parece que tem
bastante assunto ai,Robson….

Poggio

Caro Robson,

Existem dezenas de livros bons sobre o Lockheed F-104 Starfighter. Um deles, escrito por Martin Bowman, é muito bom e eu acredito que você vá encontrar lá o que precisa.

Paulo Costa

http://www.ejectionsite.com/f104seat.htm.
Robson,veja este site………

FERNANDO

Pô Baschera vc em certeza que apenas estes aviões é que vão participar 4ª Cruzex, cara porque será que a Venezuela não manda os SUKOI, eu gostaria de ver eles participando de um exercicio militar,
olha vou dizer a vcs, ai tem, o cara manda F16 e não manda os aviões russos, começo a achar que estes SU comprados pela venezuela não são tudo aquilo não.
Temos que processar a imprensa por propaganda enganosa!
Porque tanto medo assim, todo mundo sabe que estes aviões são bons, põe eles ai para a gente ver……….

andre

Vejamos os venezuelanos de Sukhoi os chilenos com os F16 “novos”, otimas aeronaves, em qualitativos tecnicos muito melhores que os nossos F5m, MAS rsrs… Eles iram enfrentar a FAB, oq dizer no Chile e na Venezuela, caso ocorra um vexame, serem abatidos pelos F5 com 30 anos de uso. Os Nossos pilotos abateram os agressores, na mesma proporção que os pilotos americanos, mas com 3x menos misseis BVR, pois o F5M leva somente dois misseis. Comentam aqui sobre uma possivel superioridade tanto do Chile como da Venezuela, não concordo e acredito que a FAB, esta ainda muito adiantada em relação… Read more »

Baschera

Caro Alfredo Araujo,
Por este seu raciocínio, então deveriamos levar para a Cruzex o que ? Os T-25 Neiva ??
Os MK2 da Venezuela não virão por que não estão, ainda, com sua doutrina operacional plenamente desenvolvida, seus pilotos ainda não dominam a máquina para participar de um evento destes, o que é até natural. Praticamente o mesmo caso dos chilenos. O que decepciona são os franceses, que poderiam trazer pelo menos um par de Rafales. Os restantes estão trazendo o que tem.
Sds.

Robson Bandeira

Caros, Paulo Costa e Poggio muito obrigado por terem respondido ao meu pedido, uma vez eu vi apenas uma parte de um documentário sobre o F-104 no Discovery Channel, alguem sabe como conseguir esse matérial?, se houver alguma informação eu agradeço.
SDS

Nelson Lima

É. A Argentina vai mandar seu esquadrão Top Gun de novo. Debochar de argentino é bom, né? E o Chavez não manda seus Su30 nem a pau!

Walderson

Caro Baschera,

penso que o fato de a França não mandar os Rafales é uma questão puramente comercial. Se o Rafale não se sair bem, é carta fora do baralho na hora em relação à FX2.
Um abraço, amigo.

Thiago Sala

Baschera só acrescentar um detalhe aos aviões participantes.
O chile vai enviar o F-5 tiger III e não o II como está escrito, alêm do Chile não ter em operação o F-5 tiger II será uma boa oportunidade para combate entre aviões iguais com modernizações diferentes.
E quanto aos Sukhoi, realmente eles ainda não estão completamente operacionais, acho q na próxima Cruzex eles estarão por aqui.
Abraços

Baschera

Caro Thiago,
Obrigado, na hora de postar escrevi II e não Tiger-III como é correto.
Sds.

Robson Bandeira

Pessoal do site, tenho problemas visulização das materias do site em meu monitor de 17 polegadas, a publicidade sempre corta um pouco do texto das matérias e comentários, o que fazer?, peço uma dica, fico agradecido desde já.
SDS
Robson Bandeira

Diego

Robson, tente alterar a resolução da terra, para 1024×768 pixels ou uma superior.

Para isso vá até painel de controle > vídeo > configurações > resolução da tela.

Abs

Diego

Aproveitando o embalo de exercícios militares.

Link para fotos do Tu-160 na Venezuela: http://www.militaryphotos.net/forums/showthread.php?t=99988&page=719

Abs

RL

Com quais meios aéreos os países vão participar?

Será que teremos A4-AR Argentinos, RAFALES Franceses, F-16 Chilenos, Sukhoys Venezuelanos, e F-5 Brasileiros?

Acho muito dificil esta total exposição das forças aéreas, más. Não custa nada sonhar.

Abraços.

Marine

Seria interessante observar como saira a Forca Aerea Venezuelana se vierem com os Sukhoys e confesso que daria muita risada se os F-5BR conseguirem abate-los, seria de tirar o chapeu aos pilotos brasileiros!

Sds.

Wilson Johann

Ola pessoal!!

Nossos pilotos deram um “show” a parte em Nellis. Vão mostrar tudo o que sabem nesta próxima Cruzex. Aposto em muitas vitórias pela frente.

Abraços!

Baschera

Até agora, estão confirmadas as respectivas aeronaves para a 4ª Cruzex :
Argentina: 4 aviões A-4R
Chile: 6 aviões F-5 Tiger II
Peru: Quant. Não Especificada A-37 DragonFly
Uruguai: Quant. Não Especificada A-37 DragonFly
Franca: Mirage 2000-5, Mirage N e talvez dois F1 rec
Venezuela: 4 aviões F-16A/B
Equador, Colombia, Paraguai enviarão apenas observadores.

Sds.

Alfredo_Araujo

Ahhhh… mto baixo nivel!!! Só a Argentina mandou aeronaves de “primeira linha”…

Axei q a França fosse mandar alguns Rafale para fazer propaganda para o F-X2 !!! Mais nem isso !!!

Nossos F-5 vao arrebentar!!! =]

Baschera

Caro Alfredo_Araujo,
Os Rafale franceses não estão disponíveis, por incrível que pareça.
Sds.

Robson Bandeira

Valeu a dica Diego, muito obrigado SDS
Robson Bandeira

Robson Bandeira

Diego só prá registrar, minha tela já estava com a resolução recomendada por voçê de 1024×768, aumentei e na minha opinião ficou pior e não mudou o fato dos textos ficarem cortados na parte extrema da página, junto a publicidade, mesmo assim obrigado pela dica.
Robson Bandeira

Robson Bandeira

Caros amigos do site peço ajuda a todos que possam dar uma contribuição de como posso me informar sobre a forma de ejeção do F-104 starfither(durante sua fase de projeto e depois em seus respectivos esquadrões nos paises que o usaram), se possível com o maior detalhamento, é muito importante para mim, repito, é muito importante para mim.Fico muito agradecido desde já a quem se dispor a me ajudar.
SDS muito obrigado a todos
Robson Bandeira

Robson Bandeira

Olha pessoal, também gostaria ver no site mais dicas sobre dados técnicos dos aviões de combate.
Valeu, um abraço a todos
Robson Bandeira

Paulo Costa

http://www.ejectionsite.com/f104seat.htm,parece que tem
bastante assunto ai,Robson….

Poggio

Caro Robson,

Existem dezenas de livros bons sobre o Lockheed F-104 Starfighter. Um deles, escrito por Martin Bowman, é muito bom e eu acredito que você vá encontrar lá o que precisa.

Paulo Costa

http://www.ejectionsite.com/f104seat.htm.
Robson,veja este site………

FERNANDO

Pô Baschera vc em certeza que apenas estes aviões é que vão participar 4ª Cruzex, cara porque será que a Venezuela não manda os SUKOI, eu gostaria de ver eles participando de um exercicio militar,
olha vou dizer a vcs, ai tem, o cara manda F16 e não manda os aviões russos, começo a achar que estes SU comprados pela venezuela não são tudo aquilo não.
Temos que processar a imprensa por propaganda enganosa!
Porque tanto medo assim, todo mundo sabe que estes aviões são bons, põe eles ai para a gente ver……….

andre

Vejamos os venezuelanos de Sukhoi os chilenos com os F16 “novos”, otimas aeronaves, em qualitativos tecnicos muito melhores que os nossos F5m, MAS rsrs… Eles iram enfrentar a FAB, oq dizer no Chile e na Venezuela, caso ocorra um vexame, serem abatidos pelos F5 com 30 anos de uso. Os Nossos pilotos abateram os agressores, na mesma proporção que os pilotos americanos, mas com 3x menos misseis BVR, pois o F5M leva somente dois misseis. Comentam aqui sobre uma possivel superioridade tanto do Chile como da Venezuela, não concordo e acredito que a FAB, esta ainda muito adiantada em relação… Read more »

Baschera

Caro Alfredo Araujo,
Por este seu raciocínio, então deveriamos levar para a Cruzex o que ? Os T-25 Neiva ??
Os MK2 da Venezuela não virão por que não estão, ainda, com sua doutrina operacional plenamente desenvolvida, seus pilotos ainda não dominam a máquina para participar de um evento destes, o que é até natural. Praticamente o mesmo caso dos chilenos. O que decepciona são os franceses, que poderiam trazer pelo menos um par de Rafales. Os restantes estão trazendo o que tem.
Sds.

Robson Bandeira

Caros, Paulo Costa e Poggio muito obrigado por terem respondido ao meu pedido, uma vez eu vi apenas uma parte de um documentário sobre o F-104 no Discovery Channel, alguem sabe como conseguir esse matérial?, se houver alguma informação eu agradeço.
SDS

Nelson Lima

É. A Argentina vai mandar seu esquadrão Top Gun de novo. Debochar de argentino é bom, né? E o Chavez não manda seus Su30 nem a pau!

Walderson

Caro Baschera,

penso que o fato de a França não mandar os Rafales é uma questão puramente comercial. Se o Rafale não se sair bem, é carta fora do baralho na hora em relação à FX2.
Um abraço, amigo.

Thiago Sala

Baschera só acrescentar um detalhe aos aviões participantes.
O chile vai enviar o F-5 tiger III e não o II como está escrito, alêm do Chile não ter em operação o F-5 tiger II será uma boa oportunidade para combate entre aviões iguais com modernizações diferentes.
E quanto aos Sukhoi, realmente eles ainda não estão completamente operacionais, acho q na próxima Cruzex eles estarão por aqui.
Abraços

Baschera

Caro Thiago,
Obrigado, na hora de postar escrevi II e não Tiger-III como é correto.
Sds.

Reportagens especiais

Poder Aéreo no Fort Worth Alliance Air Show 2015

Em setembro participamos do Fort Worth Alliance Air Show 2015, realizado no aeroporto Worth Alliance em Fort Worth, no Texas. Este show aéreo...
- Advertisement -
- Advertisement -