Northrop A-9A

A-9A b

vinheta-perfil-aereoO Northrop YA-9 foi um protótipo de avião de ataque desenvolvido para a USAF,  preterido em favor do Fairchild YA-10, que se tornou o A-10 Thunderbolt II. Ambas as aeronaves foram projetadas em resposta ao requerimento A-X da USAF para apoio aéreo aproximado (Close Air Support – CAS), em posições avançadas no campo de batalha.

A-9A a

A aeronave escolhida deveria ser capaz de operar de pistas não preparadas, levar blindagem adicional e ser capaz de manter-se bastante tempo sobre a área alvo.

O A-X seria o substituto moderno do A-1 Skyraider que realizou missões de ataque no Vietnã com mais eficácia que os jatos supersônicos. No início, considerou-se equipar a aeronave com turboélices, mas no final turbofans foram selecionados.

A-9A c

O A-9 usava turbinas Lycoming F-102, enquanto o A-10 usava a GE TF34, a mesma do S-3 Viking. O YA-9 voou pela primeira vez em 20 de maio de 1972.

O Programa A-X também desenvolveu um canhão poderoso do tipo “Gatling” para a aeronave vencedora, o GAU-8 Avenger de 30mm, mas para os testes de voo o YA-9 e o YA-10 foram equipados com o M61 Vulcan de 20mm.

General Electric GAU-8/A

NorthropA-9A-1

A10cutaway

Comparando-se as aeronaves, nota-se que os motores do A-10 ficam numa posição mais protegida contra mísseis lançados de ombro. A cauda dupla do A-10 também mascara a assinatura infravermelha e o ruído, oferecendo redundância caso uma cauda seja destruída por fogo antiaéreo.

A competição entre os protótipos do A-9 e do A-10 ocorreu entre 10 de outubro e 9 de dezembro de 1972, com o YA-10 declarado vencedor em 18 de janeiro de 1973. Os dois protótipos do YA-9 foram repassados para a NASA e depois desativados.

YA-9A_71-1368_20031112_014

YA-9A_71-1368_20031112_009

FICHA TÉCNICA DO A-9

  • Tripulação: 1
  • Comprimento: 16,3m
  • Envergadura: 17,4m
  • Altura: 5,4m
  • Área alar: 53,88 m²
  • Peso vazio: 10.467kg
  • Peso carregado: 12.961kg
  • Peso máximo de decolagem: 18.958kg
  • Propulsão: 2 x Lycoming YF102-LD-100 turbofans de 3.400kg de empuxo cada
  • Velocidade máxima: 837 km/h
  • Relação peso/potência: 0,33
  • Armamento: 1 x 20mm M61 Vulcan
  • Até 8.350kg de armamentos

F-16 portugueses interceptam aeronaves russas (e não foi no Báltico)

Defesa de Espaço aéreo de responsabilidade nacional: duas aeronaves da Força Aérea Portuguesa (FA) realizaram uma missão de defesa aérea […]

Gripen para a FAB: Câmara questiona preço dos caças

Deputados convocam ministro da Defesa para explicar aumento de US$ 900 milhões no valor do contrato para compra de 36 […]

Índia quer novas negociações para quebrar impasse do Rafale, enquanto Eurofighter espreita

Impasse é devido a garantias sobre as 108 aeronaves que serão fabricadas na Índia, no programa MMRCA de 126 caças Rafale. […]

Para jornal indiano, contrato do Gripen no Brasil abre portas para versão naval na Índia

Segundo reportagem publicada pelo jornal indiano Business Standard na quinta-feira, 30 de outubro, a decisão brasileira de comprar o caça […]

Embraer certifica empresa colombiana para modernizar Tucanos

A Embraer certificou a Corporação da Indústria Aeronáutica Colombiana (CIAC) como centro de serviço mundial para modernizar os aviões Tucano T-27, informou […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]