Home Aviação de Ataque Gripens da República Tcheca completam upgrade MS20

Gripens da República Tcheca completam upgrade MS20

3596
20
AEL Sistemas

A Saab concluiu a atualização da frota de caças Gripen da República Tcheca para o padrão MS20. A atualização “aumenta muito as capacidades de combate e comunicação do Gripen”, de acordo com um comunicado à imprensa da Saab.

O MS20 permite que o Gripen atinja alvos terrestres usando bombas não guiadas e guiadas a laser. Enquanto isso, a capacidade ar-ar é melhorada através da introdução de novos modos de radar.

Como parte do novo padrão de software, os Gripens tchecos também passarão pela integração do pod de indicação de alvos eletro-óptico Rafael Litening III. O casulo israelense será usado para guiar mísseis e bombas, bem como para reconhecimento aéreo e em missões de defesa aérea.

A atualização do MS20 também implementa o link de dados Link 16, bem como os criptomodulos para comunicação secreta.

“Graças à modernização dos aviões tchecos Gripen, as capacidades operacionais da Força Aérea Tcheca serão significativamente aumentadas”, disse o coronel Petr Tománek, comandante da base aérea Čáslav da Força Aérea Tcheca. “Nossa equipe apreciou uma estreita e frutífera cooperação com a parte sueca nesse projeto específico de modernização, bem como a cooperação durante os 13 anos em que operamos aeronaves Gripen.”

A atualização de capacidade envolve atualizações de hardware e software. Em 12 de março – aniversário da entrada da República Tcheca na OTAN – o novo pacote de software foi integrado às versões de um e dois assentos do Gripen tcheco. Após testes de voo bem sucedidos, o software MS20 foi integrado nos caças restantes.

Pod Rafael Litening III

“Estamos muito satisfeitos com o sucesso desta atualização de capacidade”, disse Jonas Hjelm, diretor da área de negócios da Saab Aeronautics. “Estamos honrados em ter um parceiro de longa data na Força Aérea Tcheca. É em grande parte devido a esta cooperação mútua a longo prazo entre a FMV sueca, a Força Aérea Tcheca e a Saab que a atualização decorreu sem problemas e de acordo com o previsto. Desejamos que os pilotos e toda a força aérea continuem tendo sucesso no cumprimento de seus objetivos, tanto em suas operações de proteção do espaço aéreo como em suas operações conjuntas da OTAN”.

A Força Aérea Tcheca – formalmente a Vzdušné síly Armády České republiky (Componente Aéreo do Exército da República Tcheca) – recebeu 12 JAS 39C Gripen monopostos e um par de JAS 39D bipostos, com entregas iniciadas em abril de 2005.

Em março de 2014, o governo tcheco concedeu a aprovação de uma prorrogação de 12 anos do contrato de arrendamento com a Saab, segundo o qual todos os JAS 39C/D Gripens são operados, com a opção de prolongar por mais dois anos. Essa extensão, supostamente avaliada em 16,5 bilhões de coroas (US$ 841,4 milhões), levará o arrendamento até 2027, ou 2029, se a opção adicional for exercida. A Saab anunciou em dezembro de 2014 que havia recebido o contrato para a extensão do arrendamento.

A frota checa do Gripen é operada pelo 211. Taktická Letka (211. TL, 211º Esquadrão Tático) em Čáslav, no leste da Boêmia.

FONTE: Air Forces Monthly

Defesa Store

20 COMMENTS

  1. Uma interessante explanação sobre a reestruturação da FAB.
    Alguns pontos que chamam a atenção (ano 21016):
    Das 600 aeronaves da Força Aérea Brasileira, só 250 são (ou estão) operacionais.
    A força aérea anunciou ao final 2016, a intenção de 55 aeronaves de caças adicionais, muito provavelmente essas aeronaves seriam Saab Gripen.
    A força aérea também anunciou a sua intenção de adquirir uma aeronave de treinamento avançado. O vídeo nota ainda, a redução de aeronaves biplaces modernizadas (feita pelo governo) e que, as aeronaves biplaces Gripem serão em um número reduzido.

    • Carregar o celular do mecânico.
      Brincadeira… acho que conecta o caça a uma APU ou auxiliary power unit, que fornece energia externa para os sistemas do avião… acho…

      • Exatamente, conecta um laptop ali e puxa todos os dados da aeronave. Relatório de integridade de todos os sistemas operantes.

  2. Atingiu o padrão MLU.
    Os Gripens Tchecos eram bem limitados, mas agora estão preparados para mais 10 anos até o próximo ciclo.

    Sds.

    • Eles não eram limitados. Eles receberam em 2015 o MS19 block3. Agora com o MS20, estão aptos a usar o Meteor, coisa q se não me engano os poderosíssimos Rafales ainda não são capazes de fazer (se nao me engano a integração ainda não está completa – se eu estiver errado, me corrijam).
      A SAAB pretende continuar atualizando os Gripens C/D.

  3. Poucas coisas me irritam tanto quanto instalar mísseis Sidewinder nos cabides internos, ao invés de colocar nos trilhos da ponta das asas………vai entender, deve ser “toque”

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here