Home Aviação de Transporte Embraer e SkyTech assinam carta de intenção para até seis aeronaves multimissão...

Embraer e SkyTech assinam carta de intenção para até seis aeronaves multimissão KC-390

7169
113
Embraer KC-390

Singapura, 06 de fevereiro, 2018 – A Embraer Defesa & Segurança anunciou hoje, durante o Singapore Airshow, a assinatura de uma Carta de Intenção com a empresa de serviços de aviação SkyTech para aquisição de até seis aeronaves de transporte multimissão KC-390.

As aeronaves estão destinadas a diversos projetos de defesa e ambas as empresas também concordaram em avaliar uma potencial colaboração estratégica com o objetivo de explorar conjuntamente novas oportunidades de negócios nas áreas de treinamento e serviços.

A SkyTech é o resultado de uma parceria entre duas empresas com larga experiência no campo dos serviços de defesa: a HiFly, de Portugal, que provê aeronaves, tripulações completas, manutenção e seguros (ACMI), e a australiana Adagold Aviation, especializada em serviços de aviação e voos charter.

“Acompanhamos o programa KC-390 desde a sua criação e acreditamos que ele estabelecerá novos padrões na categoria dos aviões de transporte de médio porte, assim como será uma plataforma multimissão”, disse Paulo Mirpuri, presidente da SkyTech. A empresa também afirmou que esta é a primeira de uma grande variedade de plataformas que terão vários empregos específicos e de outros projetos que a SkyTech está realizando no mundo todo.

“A Embraer está entusiasmada em ter a SkyTech como parceira estratégica para alguns dos nossos projetos, pois estamos certos de que eles adicionam valor e ganhos, fornecendo diversas soluções contínuas para nossa própria base de clientes de defesa”, disse Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança.

O KC-390 é um avião de transporte tático desenvolvido para estabelecer novos padrões em sua categoria, apresentando o menor custo do ciclo de vida do mercado. É capaz de executar diversas missões, como transporte de carga, lançamento de tropas ou de paraquedistas, reabastecimento aéreo, busca e salvamento, evacuação aeromédica e combate a incêndios, além de apoio a missões humanitárias. A aeronave pode transportar até 26 toneladas de carga a uma velocidade máxima de 470 nós (870 km/h), além de operar em ambientes hostis, inclusive a partir de pistas não preparadas ou danificadas.

Embraer KC-390

Sobre a Embraer

Empresa global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A empresa projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer suporte e serviços de pós-venda.

Desde que foi fundada, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

Subscribe
Notify of
guest
113 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
BMIKE
BMIKE
2 anos atrás

Ótima noticia!

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Mimimi

Só acredito com contrato assinado.

Claudio Luiz
Claudio Luiz
2 anos atrás

A maioria das vendas no setor aéreo começa co a assinatura de cartas de intenção.

Claudio Luiz
Claudio Luiz
2 anos atrás

… com a assinatura de cartas de intenção.

Walfrido Strobel
2 anos atrás

Como é uma empresa especializada em REVO pode ser que saia o negócio, na europa aviões que usam o probe and drogue.
. http://www.skytech.com.pt/about-us.html

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Teve uma cargueira americana de renome que assinou uma “intenção secreta” há 3 anos…e nada. Até express pallet foi desenvolvido para essa futura aeronave EMB-390C. A Alemanha também, aproximou, com a pressão das fornecedoras alemãs do KC, e arremeteu na final. Portugal também só fala, e nada. Realmente nesta altura do campeonato já está preocupante. Amo este avião, mas já estou ficando frustrada. Arábia Saudita esquece, se o UAE fez aquilo com a novaer, vender KC para os Sauditas vai ser problema. A esperança é a “Azul cargo”, porém enquanto a privatização dos correios não andar, essa companhia não decola.

Bispo
Bispo
2 anos atrás

Boeing…….exercitando sua musculatura empresarial?

Marcos10
Marcos10
2 anos atrás

Realmente!
Bom mesmo é contrato assinado. Mas que esse ai foi uma surpresa, isso foi.

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

A única empresa privada que comprou um produto militar da Embraer foi a BlackWater, que prestava serviços de mercenários para o US Army. Comprou um Super-Tucano, em 2006, que era mais avançado que o da própria FAB ( era basicamente o LAS sem blindagem) até hoje essa venda não foi muito bem explicada, inclusive foi alvo de investigações, já que o cliente era um empresa civil. O governo brasileiro e americano autorizaram a venda misteriosamente. O avião foi construído e traslado da na surdina, sem escalas de São José até a Virgínia. (sim é fato). Foi descoberto 3 meses depois… Read more »

Yuri
Yuri
2 anos atrás

”Portugal também só fala, e nada.”

Portugal já até assinou a ordem firme de compra de 5 + 1 opcional.

Yuri
Yuri
2 anos atrás

Compra Firme
Brazil: 30
Portugal: 5 (+1 opcional)

Carta de Intenção
Colombia: 12
Chile: 6
Argentina: 6
Czech Republic: 6
SkyTech: 6
Sweden: Não revelado

É isso até o momento?

Embraer e principalmente o Governo tem q pressionar os paises que estão no projeto como Argentina e a R. Tcheca e confirmar seus pedidos pra impulsionar o programa, Portugal já confirmou, faltam esses 2.

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Não, aquele é o demonstrador, foi construído em 2015. Este que relatei é o N314G, último voo registrado em maio/17.

Yuri, nota de imprensa é fácil, nos bastidores é diferente. No grau 33, tudo é revelado.

Luiz Fernando
Luiz Fernando
2 anos atrás

O ST fez REVO então!!!!

Yuri
Yuri
2 anos atrás

Engenheira Gata 5 de Fevereiro de 2018 at 20:44

Então Portugal não assinou a compra?

Outra pergunta, tem a confirmação se o prototipo envolvido naquele acidente voou novamente esses dias como vc tinha comentado aqui?

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Entre anunciar e receber uma aeronave tem um longo processo. Vejam o “calote” que a Embraer vai levar da JetBlue bos próximos meses. A parceria termina, quando o Benefícios acabam.

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Não voou ainda, por contratempos de FTI, e PEV por parte de anac/ifi. Mas já correu na pista, girou motores, etc…protocolo de primeiro voo. Estou fora de GPX hoje não tenho mais notícias.

MATHEUS
MATHEUS
2 anos atrás

PT-ZNF não decolou ainda. Tô de olho no FR24.

LucianoSR71
LucianoSR71
2 anos atrás

Taí um mercado que eu nem tinha pensado: cliente civil p/ aeronaves militares NOVAS ( usadas é bem comum de se ver ) de médio/grande porte.

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Iniciou as negociações mas não assinou e efetivou ainda.

Basicamente igual o lula fez em 2008 ao Sarkozy. Companheiro eu vou comprar 36 Rafales e nada.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
2 anos atrás

Bispo
Não né
A Embraer não precisa
Agora tudo o que acontece envolvendo o nome Embraer la vem comentários metendo a Boeing no meio

LucianoSR71
LucianoSR71
2 anos atrás

Engenheira Gata 5 de Fevereiro de 2018 at 20:25
“Teve uma cargueira americana de renome que assinou uma “intenção secreta” há 3 anos…e nada. Até express pallet foi desenvolvido para essa futura aeronave EMB-390C.”
Então essa ‘intenção secreta’ já deve ter morrido, já estar a fedex, digo feder?

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

E o homem não revela as mulheres ? Aliás quem eles chamam para os rituais ?

Estranho esta empresa ser “Portuguesa” e estar com intenção de estar comprando 6. Seria uma manobra do governo portuga ?

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
2 anos atrás

Comentário retido na matéria do C-105.
A Azul Cargo depende das eleições. 737-400.

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Luciano.

Bem provável que natimorto.

Mateus
Mateus
2 anos atrás

Desculpas, mas preocupação com o que?
O programa não está garantido com 28 unidades para o Brasil e 5 para Portugal ?
Creio que outras compras firmes só com alguns desses já operando…
Abraços .

Marcos
Marcos
2 anos atrás

Roberto F. Santana 5 de Fevereiro de 2018 at 20:54
Mas na Grande Oriente só entra homem?
Errado!

Yuri
Yuri
2 anos atrás

Os paises que estão no projeto como Argentina e Republica Tcheca tem que ser pressionadas a confirmarem suas intenções, assim como a Suecia que parece q as opções de compra deles tem a ver com o FX2. Se tu olhar os projetos compartilhados Europeus, as ordens firmes dos paises nos projetos já acontecem em estagios bem mais preliminares que o KC390 se encontra. É importante pro programa isso, passa a mensagem de confiabilidade. Se nem os paises envolvidos confirmam suas ordens, quem de fora vai comprar? Bate na porta dos Argentinos e dos Tchecos e pergunta: Como é que é… Read more »

MATHEUS
MATHEUS
2 anos atrás

“O avião foi construído e traslado da na surdina, sem escalas de São José até a Virgínia. (sim é fato). Foi descoberto 3 meses depois da entrega, quando isso veio a público. Até hoje ninguém sabe que missões exatamente esse avião faz.”
.
O dia que um ST voar do Brasil até a Virgínia sem escalas vai ser o dia que as vacas vão falar.

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Disse tudo Yuri.

O programa já completa 10 anos esse ano, e só tem 1 cliente e meio (Brasil ok, e Portugal que ainda nao efetivou, só abriu negociação) .

Garantido já está. O problema que um programa com quase 10 anos já era pra estar com mais pedidos efetivados. Como Yuri disse, de pelo menos toda países parceiros.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
2 anos atrás

Engenheira Gata 5 de Fevereiro de 2018 at 20:25
A Dassault também teve problemas iniciais com a venda do Rafale, mas depois desencantou, a mesma coisa pode acontecer com o KC-390, tenhamos fé.

Fabio Colombo
Fabio Colombo
2 anos atrás

Mudando o foco, como o ST voou sem escalas ? Revo?, parabéns aos comentaristas sou leitor e meu conhecimento é mínimo.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
2 anos atrás

Não foi sem escalas, óbvio…

Marcos
Marcos
2 anos atrás

Saiu alguma versão com aquele tanque interno, atrás do piloto?

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
2 anos atrás

Versão? O A-29 monoplace tem o tanque.

Marcos
Marcos
2 anos atrás

Pois é!

Luiz Fernando
Luiz Fernando
2 anos atrás

Era biplace, fez voo com escalas, e foi descoberto mesmo antes de partir, fotografado ainda em SJK…
Esta aeronave foi testada pela USNavy e Marines… Nada indica que um dia tenha saído dos EUA. Ficou um tempo parada e hoje é da Sierra Nevada.

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Coronel,

Existe um documento confidencial que fala sobre esse traslado porém nunca divulgaram e realmente afirmam que voou direto. Agora como ? Vamos analisar juntos.

De São José a Virgínia são 7500 km, logo seriam necessários 13,5 horas de voo. Cada super-tucano pode levar 5 tanques extras, que dão uma autônoma de 1h40min cada um. Da onde veio o resto do combustível ?

Revo, utilizando o tanque de asa com probe ?

JT8D
JT8D
2 anos atrás

ST sem escalas de SJC até Virgínia só se for de navio

Yuri
Yuri
2 anos atrás

Pousou dentro de um Globemaster em pleno voo. rs

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

O Guilherme Cará comentou comigo que no 312 Tucano ele já passou no máximo 11 horas no ar. E ele já fez 28 travessias de Tucano pelo Atlântico e mundo a fora. Mesmo assim não seria suficiente.

MARCOV
MARCOV
2 anos atrás

Engenheira Gata 5 de Fevereiro de 2018 at 21:36

Se o assunto foi tratado tão confidencialmente, pode ter pousado em alguma base aérea, reabastecido e jamais confirmado o pouso. Para todos o voo foi direto.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
2 anos atrás

Engenheira, 21:36h.
Querida, óbvio que não foi um vôo direto. Simplesmente porque não é possível. E ninguém aguenta tanto tempo num assento ejetável.
Editores, tem comentário retido na matéria do C-105.

Marcos
Marcos
2 anos atrás

Se fosse algum teste de autonomia, faria sentido.
Mas um translado, sem testes, sem nada, não faz sentido.

Marcos
Marcos
2 anos atrás

EG
Saberia informar qual foram os danos mais significativos sofridos pelo KC390?

Jorge Nakata
Jorge Nakata
2 anos atrás

Gente, uma bela notícia, e eu desconhecia essa empresa de Portugal, associada aos australianos, então melhor ainda.

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Mesmo se o tanque de ponta de asa tivesse probe, o piloto teria que ser muito habilidoso para as pás não atingirem a mangueira. Aliás alguém já viu um tucano/at6 em revo ?

Luiz Fernando
Luiz Fernando
2 anos atrás

O ST não leva 5 tanques externos!

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Outra dúvida,

Como é feito o traslado do A29 da florida para o Afeganistão ?

Engenheira Gata
Engenheira Gata
2 anos atrás

Comi, bola. Pensei que a estação 1 e 5 suportassem tanque externo.