Home Aviação de Caça Primeira mulher piloto de caça na Força Aérea Afegã está buscando asilo

Primeira mulher piloto de caça na Força Aérea Afegã está buscando asilo

9706
63
Niloofar Rahmani, primeira piloto de caça afegã

Em 2013, Niloofar Rahmani tornou-se o primeiro piloto feminino da Força Aérea Afegã, um passo em direção à igualdade e enviando uma mensagem de esperança às mulheres de todo o mundo.

No entanto, a conquista de Rahmani resultou em uma reação considerável contra ela e sua família, já que de repente ela se tornou uma figura reconhecível em um país onde o Talibã ainda reina. Agora, Rahmani está buscando asilo nos Estados Unidos.

Nos três anos desde que ela se tornou piloto de caça, Rahmani, que agora tem 25 anos, recebeu ameaças de morte de insurgentes e até de funcionários do governo, de acordo com seu advogado. Falando para a CNN, a advogada de Rahmani, Kimberly Motley, disse: “Se ela voltasse para o Afeganistão, ela teria medo por sua segurança”.

Rahmani treinou em bases aéreas em todo o sul dos Estados Unidos durante o ano passado. Durante sua entrevista com Jake Tapper da CNN, Rahmani elaborou seu pedido de asilo: “Há guerra, há violência e há discriminação contra a mulher no Afeganistão”.

Enquanto militares afegãos acusaram Rahmani de fabricar ameaças de morte para fortalecer seu caso de asilo, suas críticas parecem apoiar seu caso.

Rahmani, cujo caso está pendente, apelou diretamente ao presidente eleito com a determinação de continuar a luta contra o ISIS nos Estados Unidos. “Infelizmente, como uma mulher afegã muçulmana, sempre tento lutar contra o ISIS”, disse ela.

FONTE: www.popsugar.com

63 COMMENTS

  1. Foi para os EUA mandada pelo seu governo e agora quer ganhar dinheiro com esta conversinha mole de ser contra o ISIS e estar sendo perseguida.
    Vai ficar bonito para ela se os EUA para não provocarem o governo pró-americano negarem seu asilo.

  2. Não conheço as reais condições das mulheres num pais como o Afghanistan… nunca pise la, e pra ser sincero espero nunca ter … tudo que sei é o que leio e vejo sobre o país e o Taleban… não me parece um lugar muito agradável especialmente se você for mulher…. Essa moça, Niloofar Rahmani, só em ter conseguido ser tornar uma piloto de caças já é algo notável em qualquer lugar do mundo! algo difícil mesmo para homens… agora conseguir isso num lugar como o Afeganistão é mesmo impressionante… a reação já era esperada… ela tem a opção de retorna para seu país, e mais provavelmente do que possivelmente ser assassinada ou pedir asilo numa nação democrática … acho a segunda opção o melhor caminho para a mesma…

  3. Deveria servir as forças americanas no Afeganistão, em bases dos Âmis.
    Família recebida nos USA etc ….

  4. Acredito que seja verdade, pois ela provavelmente serve de “símbolo” para outras mulheres, para muitas culturas é inaceitável a quebra de certos paradigmas.

  5. “Walfrido Strobel 4 de dezembro de 2017 at 13:26
    Foi para os EUA mandada pelo seu governo e agora quer ganhar dinheiro com esta conversinha mole de ser contra o ISIS e estar sendo perseguida….”
    .
    Conversinha ou não, exagerando ou não…que seja…….deveriamos conceder não somente o Asilo mas incorporar nas forças Americanas que lá atuam….não existiria simbolo maior de contra opressão do Ocidente para estes arcaismos….sem ajuda e hombridade da defesa de valores, o outro lado somente tem a ganhar e se arraigar ….os americanos estão perdendo o terreno e controle lá….ela como simbolo que é vai ficar esperando a derrocada? dias contados? se não forem atras dela agora irão amanhã…ela só não será pregada na cruz, porque lá não acreditam em cruz…com certeza irão persegui-la e isto tudo de suas declarações apenas são o termometro de como as coisas estão se complicando lá.
    .

  6. O que vcs propuseram seria muito simples e fácil se o governo atual não fosse pró-americano.
    Conceder este asilo agora seria um tapa na cara do governo aliado, só serviria de munição para os mais radicais contra os EUA.
    O mais indicado é que segurem esta mulher nos EUA até esfriarem suas declarações na mídia e depois mandar de volta com um acordo de não punição pelo governo atual.
    Vários países muçulmanos como Irã e Paquistão estão com suas pilotas na aviação militar e civil, que estão batalhando pelo fim do preconceito sem pedir asilo na primeira oportunidade.

  7. Um grande mérito, para ela ter se formado como piloto.
    Ainda vai levar muito tempo para as mulheres conseguirem os direitos básicos. Infelizmente, muitos árabes veem a igualdade de direitos, a liberdade de imprensa e liberdade religiosa, como algo que coloca em risco sua sociedade.
    Um exemplo disto, são os países que não permitem, a abertura de igrejas/templos em seu território, contudo eles abrem mesquitas nos países ocidentais.
    No meu entender, esta é uma das fraquezas do Ocidente, pois deve-se usar o princípio da reciprocidade. Ou seja, somente permitiremos o funcionamento de sua religião, se você permitir o mesmo no seu país de origem. Ainda, não é tarde para isto ser implantado, cada mesquita a ser construída no Ocidente, tem de equivaler a uma Igreja construída no Oriente.
    Vejam o depoimento de um brasileiro https://www.youtube.com/watch?v=X31Iin8KnQI

  8. Walfrido, não dá para dizer que é conversinha mole. O Irã e o Paquistão (pelo menos em suas regiões mais desenvolvidas) são bem mais civilizados que o Afeganistão, onde o Talibã ainda tem muita força e luta fortemente contra os direitos das mulheres e coloca a cabeça a prêmio daquelas que tem algum destaque.
    Em 2008 uma policial afegã ficou famosa, saiu na National Geographic e etc. Veja o que fizeram com ela.
    http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL776719-5602,00-ASSASSINADA+A+AGENTE+POLICIAL+MAIS+CONHECIDA+DO+AFEGANISTAO+MALALAI+KAKAR.html

  9. Walfrido, conheço um casal de missionários que voltou fugido de lá. A coisa é bem feia mesmo para a mulherada. E governo pró-amerika é só papo para pegar grana e manter os interesses dos americanos lá (aliás, alguém já parou para se perguntar o que realmente alguns setores do governo americano querem por lá? Uma dica: começa com hero e termina com ína).

  10. O que eu acho feio na história é que essa mulher foi logo arrumando advogados da linha exibicionista que devem a ter orientado a procurar a mídia e expor sua história para tornar sua volta impossivel, eu pessoalmente gostaria que quebrasse a cara.
    Com certeza tem muitas mulheres no Afeganistão lutando e conseguindo seu espaço sem este tipo de humilhação que é pedir asilo se fazendo de coitadinha em uma situação que ela mesmo criou.
    Todos os paísrs muçulmanos estão dando mais liberdade e chances profissionais as mulhetes, e isso vai chegar tambem ao Afeganistão, pena que foram dar espaço justamente a uma interesseira cujo único objetivo era fugir do país e na primeira oportunidade não quer voltar.

  11. “No entanto, a conquista de Rahmani resultou em uma reação considerável contra ela e sua família, já que de repente ela se tornou uma figura reconhecível em um país onde o Talibã ainda reina. ”

    Onde o Talibã ainda reina? como assim? que eu saiba, o Afeganistão foi invadido pela maior força militar do planeta. Os americanos são invencíveis, indestrutíveis, inabaláveis. Está aí o Rambo, para comprovar. Então, como pode o talibã ainda reinar no Afeganistão?

  12. E…Taliban no Afeganistão achei que os 16 anos de ocupação americana tinha purificado aquele pais deste mal….
    E pelo visto a vergonha da união soviética lá durou bem menos , foram espertos e saíram foram …

  13. Professor e Bruno, eu por anos li que a Rússia tinha quebrado a cara e agora os Americanos mostraram como se faz, mas na prática não é o que tenho visto, esta semana mostraram que ainda controlam o plantio do opio e a venda de heroína, então alguma coisa está errada.

  14. Walfrido Strobel 4 de dezembro de 2017 at 18:14
    “Professor e Bruno, eu por anos li que a Rússia tinha quebrado a cara e agora os Americanos mostraram como se faz, mas na prática não é o que tenho visto, ”

    Walfrido, se eu fosse acreditar em tudo que escrevem por ai:

    – “O tanque M1-Abrahams é o tanque dos tanques, jamais vencido em batalha”

    – “Os americanos deram um tipo ao pato nos avisões russos na guerra da Coréia de 10 x 1 e no Vietnã idem. Vantagem estratosférica.”

    – “A Hillary Clinton está em enorme vantagem nas pesquisas eleitorais e ganha com boa margem”

    – “A Rússia está falida”

    – “A Rússia vai quebrar a cara na Síria”

    – “Assad vai cair”

    – ” Tecnologia militar russa é uma porcaria”

    – Todo dia, durante a guerra na Síria eu escutava: “Aviação russa bombardeia mais um hospital na Síria”. Até que alguém finalmente perguntou: Mas afinal, quantos hospitais existem na Síria? deve ter mais hospital lá que em toda a Europa Ocidental.

    E por aí vai…. a lista de “verdades” que espalham por aí, inclusive nos livros de História, é absurda.

  15. Olha “Teacher” eu não sei se o M-1 Abrams é o melhor MBT do mundo mas eu sei que ele é superior ao T-90 da sua amada “mãe” Rússia! E também o Merkava é superior ao carro russo…😉

  16. Pra quem não sabe, o Talibã atua no Afeganistão desde o interior de algumas regiões, mas principalmente de países vizinhos. Esse foi o pior efeito da guerra do Iraque, sobre as operações no Afeganistão. Meios q eram imprescindíveis naquele local foram enviados pro Iraque.
    Na verdade, eles mais atrapalham, pois o povo lá detesta eles e é difícil sua retomada do poder. O livro Boots on The Ground fala disso.
    Não se compara a guerra soviética, onde houve união popular contra eles e,com muito menos q o Vietnã, impuseram derrota aos soviéticos.
    Já a questão da mulher, é bem difícil quebrar uma tradição forte de centenas de anos.
    Sds

  17. HMS TIRELESS 4 de dezembro de 2017 at 19:18
    Aí os anti-americanos vão dizer que o que causou a ascensão do radicalismo islâmico foi a CIA ter financiado e armado os fundamentalistas para que expulsassem os russos. Eu que não tenho nada a ver com isso, quero que os dois lados se explodam

  18. HMS TIRELESS 4 de dezembro de 2017 at 19:18

    Lembrando que foi em plena intervenção soviética mal-sucedida que surgiu Bin Laden e sua Al Qaeda.

  19. Este pedido de asilo deveria ser tratado da forma mais sigilosa possível.
    .
    E sim, deve ser aceito e esta moça incorporada à USAF.
    .
    O Taleban deve existir em todo o país de forma dissimulada, apenas esperando o momento oportuno para agir.

  20. Para quem esqueceu: os americanos deram sim dinheiro (e muito) para os islâmicos que combatiam os soviéticos no Afeganistão. Colheram o que plantaram.
    P.S. também quero que os dois se explodam.

  21. Essa mulher que fique no seu devido país e lute por aquilo que ela ache justo ou certo. Se vir para o ocidente, as Feminazis vão usá-la como bandeira para suas pautas políticas misândricas, anti-democráticas e anti-ocidente.

    Quanto mais eu conheço o feminismo ou Feminazismo, como prefiro chamar esse movimento supremacista, mas e mais eu começo a gostar e a admirar os muçulmanos. Antes viver sob o domínio do Islã, do que sob o domínio do feminismo! Hoje eu reconheço que os muçulmanos sabem com ninguém, protegerem sua cultura e civilização. Burros ou ingênuos eles não. Segue:

  22. Pedro Santos Jr., se os soviéticos não tivessem invadido covardemente o Afeganistão nada disso tinha acontecido

  23. Gostei do vídeo. Argumentou com inteligência e racionalidade. Confesso que pensei que era um extremismo. Me enganei.

  24. O Paquistão e o Irã dão suporte ao talibã… quanto ao surgimento do extremismo acho que essa matéria abaixo foi a menos tendenciosa que já vi dessa mídia mas mesmo assim tem umas besteiras como falar que sob a união soviética tinham proteção social, sendo que os cidadãos podiam ser mortos ou presos a qualquer momento por discordar do governo, e emprego sendo que foi justamente o comunismo que deixou as republicas soviéticas na miséria enquanto outros países da europa e oriente médio enriqueciam e se desenvolviam.

    https://g1.globo.com/mundo/noticia/como-a-uniao-sovietica-influenciou-o-surgimento-e-a-expansao-do-radicalismo-islamico.ghtml

  25. Eu confesso que fico estupefato quando pessoas que só vivenciaram a guerra através de livros ou filmes conseguem tecer comentários sobre o que outros seres humanos deveriam fazer nessa situação. É muito fácil fazer esse tipo de comentário do sofá.
    Afinal, não é a sua vida (ou a de sua família).
    Não julguem.
    Sejam humildes.
    Vocês não tem ideia do que se trata (na real).

  26. O Talibã não foi extinto, e vem existindo apenas pelo uso da força e não da razão, até os muçulmanos normais o repelem. Infelizmente essa praga se enraizou no Afeganistão.
    Quanto a piloto, certamente vai ser assassinada se voltar para aquela terrinha amaldiçoada. Concordo com um exílio no Ocidente, se acontecer nos EUA, que seja apenas trabalhando na vida civil, pois ter uma funcionária muçulmana dentro de um órgão do governo (USAF que trata da Defesa), não acho de forma alguma aconselhável.
    Falou que é contra o ISIS, mas….

  27. Venha para o Brasil e pilote nossas latas velhas incrementadas e pegue um brinze em nossas praias… Vc não vai querer voltar para a sua terra natal!!!!!!!

  28. HMS TIRELESS 4 de dezembro de 2017 at 19:18
    “… Nesse sentido basta ver as fotos de como era o Afeganistão antes da referida invasão”

    Que tal mostrar as fotos da Líbia durante a época do Kadaffi. Nessa época, a Líbia era país mais desenvolvido da África, de melhor IDH. E hoje, depois que a Líbia foi “democratizada” pela OTAN, tornou-se o que? um país devastado pela guerra e onde reinam inúmeros grupos radicais. O caos impera na Líbia. Mas é democrática agora, a “Primavera Árabe” levou a liberadade aos confins da Líbia. Você tem mais direitos lá que aqui, pode até comprar escravo. Aqui no Brasil, infelizmente, não temos esse direito, essa liberdade de desfrutar disso.

  29. Professor, cuidado com o que você escreve, pois pode ser mal interpretado. Entendo que escreveu com ironia, mas mesmo sendo de modo figurado, tecer elogios à escravidão e lastimar por não poder ter escravos aqui, pode ser mal interpretado. E a escravidão no Brasil…..e suas ideias…..foram abolidas há mais de cem anos. E escravidão, no Brasil, é crime!!!

  30. Como de costume o sedizente “teacher” tenta inutilmente tergiversar! Ao contrário do Afeganistão Kadafi era um ditador sanguinário cujas mãos estavam sujas de sangue! Foi pela mala diplomática da embaixada Líbia em Bonn que entraram as armas usadas no massacre de Munique, foi Kadafi o responsável pelas bombas colocadas no 747 da Pan Am que caiu em Lockerbie e no DC-10 da UTA que caiu no Saara. E não custa lembrar da intervenção Líbia no Chade, de onde foram enxotados pelos franceses.

  31. Flanker 4 de dezembro de 2017 at 23:39

    É óbvio que fui irônico, qualquer pessoa com o mínimo de inteligência interpreta isso. Mas os pró-americanos vão querer encontrar um crime em tudo que escrevo, é verdade. Estou dizendo que os Estados Unidos levaram a liberdade para a Líbia, ou seja, permitiram que as pessoas tenham até escravidão lá. E isso é real, a escravidão na Líbia é real e agradeça à OTAN.

  32. E o Obama, a Hillary e o Sarcozy jamais irão a um tribunal de Haia pagar por esses crimes que cometaram contra a humanidade.

  33. E deveriam ser levados ao Tribunal de Haia por que motivo sedizente “teacher”? Se Kadafi não fosse um ditador e a Líbia fosse uma democracia nada disso tinha ocorrido….

  34. Assassinam, escravizam, vendem mulheres, jogam viadinhos do alto dos prédios, espancam deficientes e a culpa é do…Trump ou do Bolsonaro!!

  35. “Walfrido Strobel 4 de dezembro de 2017 at 13:26”

    “Foi para os EUA mandada pelo seu governo e agora quer ganhar dinheiro com esta conversinha mole de ser contra o ISIS e estar sendo perseguida. Vai ficar bonito para ela se os EUA para não provocarem o governo pró-americano negarem seu asilo”.
    Discordo completamente (em gênero, número e grau) Walfrido, as mulheres no mundo islâmico são discriminadas, perseguidas e completamente submetida primeiro a dominação masculina e depois a religião. Não sei por que milagre essa mulher conseguiu ser piloto militar numa sociedade ultra radical como a afegã. Ninguém sabe de verdade o que passou e esta passando para ser o que é….

  36. Vocês criticam esta mulher porque não estão no lugar dela.

    Simples assim..

    É fácil criticar com a buzanfa sentadinha na cadeirinha aqui no Ocidente.

    Quero ver quando o islã começar a empatar a vossa cervejinha de final de tarde, se vocês vão gostar tanto assim da sharia.

  37. Rodrigo, embora eu não generalize minhas críticas ao islã eu concordo com você! A galerinha que critica a piloto não sabe como é ser mulher nesses países e fica a destilar críticas vazias motivada apenas por antiamericanismo rastaquera

  38. Silva, não seja por isso, ouvi falar de uma organização que anda recrutando um pessoal para trabalhar para eles. Daesh o nome.

  39. Todos sabemos que eles são extremamente radicais e machistas,mas como que ela chegou a ser mandada treinar em outro país ,como chegou a ser graduada piloto de caça em seu país?

  40. HMS TIRELESS 5 de dezembro de 2017 at 8:04
    Rodrigo, embora eu não generalize minhas críticas ao islã eu concordo com você!
    HMS Tireless, vc destila seu ódio contra tudo relacionado aos muçulmanos e comunistas e agora vem com esta colocação politicamente correta. Só o que vem dos EUA e Israel é bom para vc, isso ja ficou bem claro.

  41. Pouco resolveria manter a identidade dela em segredo. É de conhecimento mundial que nas forças armadas afegãs há seguidores e simpatizantes do Talibã assim como do EI. Só lembrar que o esconderijo de Bin Laden estava a 1,3 km da academia militar do país localizado no subúrbio de Abbottabad.

  42. Esta conversa de que Bin Laden estava a 1,3 km quer dizer o que exatamente, eu vejo muita gente citando isso como se tivesse alguma importância.
    Toda área militar grande tem inúmeros vizinhos, e as Forças Armadas não fazem nenhuma vigilancia nisto, não tem importancia.
    Uma Academia Militar não é um alvo militar ultra bem defendido, sua segurança está limitada aos sentinelas e patrulhas internas e não vasculhar a casa da vizinhança.

  43. Gonçalo Jr. 5 de dezembro de 2017 at 11:06
    ——————————————————
    Abbottabad fica no Paquistão, e não no Afeganistão.

    Professor 4 de dezembro de 2017 at 22:54
    —————————————————-
    Essa conversa sobre o IDH da Líbia durante o governo (?) do Kaddafi não se sustenta. Houve até um livro humorístico, chamado “O árabe do futuro”, em que o autor relatava as desventuras de sua família na Líbia, nos anos 80, mostrando que o país não passava de uma sociedade tribal.

  44. pangloss 5 de dezembro de 2017 at 13:38
    Exatamente! A única diferença é que a Líbia era nessa época uma sociedade tribal que permanecia junta na marra….

  45. Conta a lenda que kadaf adorava seduzir as mulheres dos adversários, inclusive estrangeiras, com toda sorte de esquemas, para depois publicamente se exibir que tinha humilhado fulano.
    Não é por nada que fizeram questão de estuprá-lo brutalmente quando foi derrotado.
    Tribunal? Cadeia? Forca? Que nada, foi seu próprio povo que o sentenciou na rua.
    Na internet tinha imagens deploráveis dele, que seus executores postaram.

  46. Imaginei por tempos que a ignorância da turba se limitava ao tema aeronáutico. Engano puro. A antipatia por mulheres denuncia coisa outra e mais profunda. Perigo, perigo.

    Que delícia de hospício, não?

  47. Engraçado que quase sempre quando a vítima é uma mulher imediatamente aparecem argumentos que invertem a questão posta e logo direta ou indiretamente a vítima mulher é objetivamente ou subjetivamente posta como culpada ou responsável pelo crime ou ataque sofrido! Engraçado que quando tudo se evidencia contra os fracasso e crimes cometidos por democracias ocidentais tudo se justifica pelas boas intenções contra os malvados que não passam de imagens refletidas no espelho quebrado do ocidente! Vivemos o império dos sofistas! Pobre Sócrates!

  48. Quanta bobagem heim Alexandre! Primeiro porque salvo pouquíssimas exceções a maioria dos comentaristas se pôs ao lado da aviadora afegã. E depois você ainda mostra desconhecer a história visto que, como foi demonstrado aqui, os problemas do país asiático se iniciaram em 1979 com a invasão do país pela finada URSS

  49. Tem cada figura.
    Esse Profe parece um primo meu comunista que tem 50 primaveras, solteiro, mora com a mãe (minha tia) e nunca pregou um prego num sabão. Ele tem suas “verdades” e não tem ninguém que consegue demovê-lo. Hoje mesmo me mandou uns 5 watsapp metendo o pau no Temer e no Trump.
    O Profe acredita nas “verdades” que colocaram na cabeça dele (sabe-se lá como) e não tem medo de replicá-las, como por exemplo que a Líbia do Kadaf era o paraíso na Terra com IDH de fazer inveja aos suíços. Aquilo lá era uma ditadura da pior espécie, que fazia o regime militar no Brasil pós 64 (tão odiado pela “esquerda”) parecer um convento.
    E quem fez essa tal de primavera árabe, por mais que os comunas queiram dizer que foram os “americano mauvadus”, foram os próprios cidadãos dos diversos países. Esses caras querem nos fazer crer que em todo o mundo todo tá dominado pela CIA com a colaboração de Satã em pessoa e utilizando o HAARP pra dominar a mente de tanta gente assim. Só pode! O pior é que eles não explicam porque esse tal de HAARP não domina a mente dos russos ou de um bilhão e meio de chineses pra fazerem uma revolução? Como explicar que os EUA com todo esse poder que os esquerdinhas lhe confere assiste à ascensão do “Dragão” e do “Urso” (rsrsss) sem fazer nada? Sem usar de suas artimanhas com o Satanás?
    É cada uma que esses comunas inventam…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here