M-346FA estreia no Dubai Air Show

A variante de combate do avançado treinador italiano fez sua estreia no evento global de defesa e aeroespacial

O M-346FA da Leonardo (Fighter Attack) faz sua estreia no Dubai Airshow, um dos mais importantes eventos globais de defesa e aeroespacial, realizado de 12 a 16 de novembro.

O M-346FA, para o qual várias forças aéreas internacionais já demonstraram seu interesse, representa uma nova evolução – após o AJT (Advanced Jet Trainer) para o treinamento avançado de pilotos militares e o M-346FT multi-role (Fighter Trainer) de um conceito de família projetado para criar uma linha de base comum, capaz de responder rapidamente aos diferentes requisitos.

Graças à integração do radar de controle de tiro multimodo, projetado e fabricado pela Leonardo e já escolhido por vários clientes do mundo, o M-346FA oferece recursos operacionais avançados.

Os recursos do M-346FA o tornam não só um excelente treinador avançado, mas também um caça leve capaz de realizar missões a custos muito mais baixos que os dos caças da linha de frente.

Com sete pilones para cargas externas, o M-346FA é capaz de operar de forma muito eficaz como aeronave tática multifunção, capaz de realizar missões de reconhecimento ar-superfície, ar-ar e táticas.

A Leonardo, líder mundial no campo de treinamento, oferece um portfólio de produtos capaz de cobrir todo o programa de treinamento, desde o treinamento básico-avançado no novo M-345 até a fase avançada de treinamento de caça (LIFT) com o M-346.

M-346FA

Já encomendado pela Força Aérea Italiana, o jato de treinamento M-345 é comparável em custo a uma aeronave turboélice de alta potência, mas com níveis de desempenho maiores.

Um sistema completo de treinamento baseado no solo (GBTS), bem integrado às plataformas e capaz de garantir treinamento de alta qualidade e forte eficiência operacional, complementa as plataformas aéreas. Plataformas e sistemas oferecem aos clientes em todo o mundo uma solução de treinamento “pronta para usar” que pode garantir os mais altos padrões de qualidade em cada estágio de treinamento.

Entre os exemplos mais notáveis ​​que integraram os produtos e os selecionaram com base em excelentes características de desempenho, está a equipe nacional de acrobacias dos Emirados Árabes Unidos, a Al Fursan, que usa o Aermacchi MB-339. Os pilotos Emirati foram treinados na Itália e nos Emirados Árabes Unidos sob a orientação dos pilotos “Frecce Tricolori” usando aeronaves italianas e sistemas de treinamento.

FONTE: Leonardo

23 COMMENTS

  1. Tá aí !!
    Esses italianos sim! Tem experiência adquirida com esses treinadores muito bem sucedidos!
    Agora afirmar que a Coréia do sul serve como referência de t-x TA-50 que está lotando angares pelo mundo!!
    Forçou !!

  2. Sergio Luis, os dois são aviões ja testados e aprovados na instrução de formação de caçadores, mas na versão armada a KAI está na frente com exportações de versões armadas operacionais para o Iraque e as Filipinas, o M346 ainda só é usado para treinamento com armamento específico de instrução por Israel.
    Ninguem duvida que a Leonardo tem toda experiencia para fazer um bom M346 armado, mas por enquanto a KAI está na frente com o FA-50.

  3. Aviao com empuxo de 12.500 libras, excelente! Um F-5E full power da 10.000 libras.
    Seria o aviao certo para muitos paises latino-americanos.

  4. Já ouviu falar da aermacchi ??
    Lógico que a KAI esteve nadando no dólares hyundai e isso deu impulso mas achar que o TA-50 é melhor que o M-356 aí é opinião sua !
    Mas sem recebimento ok!?!

  5. Roberto Santana, ainda tem o FA-50 bem mais potente:
    Powerplant: 1 × General Electric F404 (built under license by Samsung Techwin) afterburning turbofan
    Dry thrust: 53.07 kN (11,925 lbf)
    Thrust with afterburner: 78.7 kN (17,700 lbf).
    Por isso muita gente diz que o nosso F-5EM é bom, o problema é que é um “Lo” e nós usamos como primeira linha.

  6. Outra coisa!
    Nós diga! qual força aérea tem os melhores critérios de avaliação de desempenho de aeronaves te treinamento?
    Filipinas e Iraque ou Israel??

  7. Para instrução creio que esse seja melhor e mais barato, agora se você quer um jato leve de ataque creio que o FA-50 é melhor, os Argentinos deram uma ignorada nos Italianos e devem ser os próximos operadores do jato coreano

  8. Strobel.
    O GE F404 sem pós-combustão, o F404-GE-100D, de 11.000 libras, acredito que seja mais que suficiente para um caça leve de baixo custo, fora que, em geral, o uso do afterburner aumenta em até 60/70% o consumo.
    Apesar de toda a qualidade do FA-50, penso que uma aeronave subsônica, porém, potente, daria um bom caça.

  9. Sérgio Luis, de novo eu vejo esta conversa de que se Israel comprou o M346 é melhor….
    Os dois aviões são excelentes e o Leonardo M346 é usado por Itália, Israel, Polônia e Singapura e o KAI T-50/FA-50 é usado pela Coreia do Sul, Indonésia, Filipinas e Tailândia.
    Cada Força Aérea tem suas necessidades e forma de avaliação, o fato de um país ter escolhido um determinado avião não o faz o melhor em relação aos outros, foi o melhor para aquela Força Aérea naquele periodo nas condições em que foi vendido.

  10. Walfrido Strobel 13 de novembro de 2017 at 19:41
    Tem que ser comparado ao Gripen E, no caso do Brasil.
    Faça uma comparação mais realista, compare com o Gripen E.
    Este é o caça da FAB, e se o Brasil compra esse avião, chegaria depois dos Gripen.
    Pode fazer essa comparação ponto a ponto, deste avião com o Gripen E e publicar para nós?
    ____
    Roberto F. Santana 13 de novembro de 2017 at 19:59
    Caça subsônico é?? poxa, porque nunca ninguém pensou em ter um caça subsônico antes.

  11. O grispen é excepcional e 4.5 o m-346 é o t-50 são no máximo caças leves,acho que o Brasil não precisa deles e na américa do sul talvez só a Bolívia ,Paraguai e Uruguai eles serviria,pelo baixo orçamento destes 3 países,o Brasil o f-5 e o amx junto com o a-29 super tucano dão conta do recado.Aliás eu acho que a Embraer junto com a Fab poderiam já pensar num super tucano B, mais avançado turbo hélice ou mesmo a jato pois está formando um brecha ai.Tenho certeza que os senhores concordam não vamos dá um serviço de caça para umtreinador mesmo se ele for avançado.

  12. Se ao menos chegasse em mach 1 sustentado… mas é uma boa opção desde que não custe muito para comprar e operar.

  13. Túlio 13 de novembro de 2017 at 20:24
    Acho que é por conta do pós combustor, o F5M atinge mach 1,9, e este avião é sub sônico, outra coisa é que, mesmo sendo um projeto de mais de 30 anos, o AMX ainda é superior a este avião em alguns aspectos.
    Não há comparação com o Gripen E, não é possível tal comparação, viu até que o rapaz ficou quieto e nem disse nada? são aeronaves distintas, e não haverá avião páreo para o Gripen E na vizinhança. Só mesmo o Su-30 de Maduro, mas sem treinamento e sem Awacs, pouco podem fazer.

  14. Tulio.
    Sim, já pensou e foi Pierre M. Sprey, que presumo, você não deve fazer a mínima ideia de quem seja.
    Portanto, não vamos perder tempo.
    Caso, você saiba, e eu julgue que você mereça uma resposta, posso lhe indicar precisamente onde esse senhor considera a questão.
    Na próxima vez, comece o debate com a boa etiqueta, você vai sair da conversa com mais conhecimento, não perca essa oportunidade.

  15. Túlio, o caça da FAB é o F-5M e porque eu perderia meu tempo fazendo comparativo com o Gripen?
    O Gripen E/F pode ser comparado ao F-16E/F, mas como ja está decidido que o Gripen vai ser um dia o caça da FAB quem quiser que faça a comparação.

  16. Esses pernas curtas são mais indicados para ficar em bases próximo a fronteira, mas para nosso cenário não são necessários. Já tem os A-29 nos terceiros bem localizados e mais tarde um esquadrão de gripens. manaus. Quem passar pelos tucanos vai enfrentar os grifos depois não é?

  17. Seria um bom complemento ao Gripen, primeiro como treinador avançado e em caso de necessidade como caça-bombardeiro.
    E de brinde nos pouparia da reforma dos A-1, pois é uma aeronave no estado da arte.
    Segundo os israelenses é mais manobrável que os antigos F-16, então deve dar um bom caldo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here