Home Aviação de Ataque Coreia do Sul planeja comprar mais 90 mísseis Taurus

Coreia do Sul planeja comprar mais 90 mísseis Taurus

3215
3
F-15K sul-coreano com dois mísseis Taurus

A Coreia do Sul planeja comprar outro lote de 90 mísseis de cruzeiro Taurus e, desta vez, as empresas eletrônicas locais poderão se juntar ao programa de compensação (offset) para esta compra

O governo sul-coreano permitiu que as empresas de eletrônicos aderissem a um projeto de aquisição de armas com um contratado estrangeiro pela primeira vez, permitindo vender produtos em troca de um contrato, disse uma fonte da indústria na segunda-feira.

No âmbito de um programa de aquisição de “offset”, um contratante estrangeiro é obrigado a realizar investimentos locais ou a comprar produtos locais quando assinam um acordo de armas com o governo sul-coreano.

Até agora, as empresas locais relacionadas à defesa se beneficiaram principalmente de tais acordos, mas o governo decidiu permitir que empresas eletrônicas, elétricas e aeroespaciais se juntem ao programa, de acordo com o insider.

A Coreia do Sul planeja comprar mais 90 mísseis ar-superfície Taurus da Taurus Systems GmbH da Alemanha, e as empresas de tecnologia locais foram convidadas a enviar uma lista de produtos que eles querem vender para a empresa alemã, disse a fonte.

A Korean Electronics Association, um grupo de lobby para empresas de eletrônicos e tecnologia, pediu aos membros que enviassem a lista na quinta-feira, informou a fonte.

“Nós podemos vender computadores pessoais e peças elétricas para a Taurus em troca da compra de mísseis Taurus por parte dos militares”, afirmou a fonte sob anonimato.

A Coreia do Sul recebeu o primeiro lote dos mísseis da Taurus Systems, em outubro do ano passado, com planos para receber sequencialmente um total de 170 mísseis Taurus até 2018.

O mísseis Taurus montados em aviões de combate F-15K pode atingir as principais instalações em Pyongyang a partir de Daejeon, a 164 quilômetros ao sul de Seul, disseram. O míssil tem uma autonomia de 500 quilômetros.

A aquisição de mísseis faz parte dos esforços da Coreia do Sul para construir seu sistema de detecção e ataque de mísseis, denominado “Kill Chain”, que pode destruir os mísseis e armamento nuclear da Coreia do Norte antes que eles possam ser empregados contra a Coreia do Sul.

FONTE: Yonhap

3 COMMENTS

  1. No meu “projeto” de caça moderno, as baias internas seriam do tamanho suficiente apenas para transportar mísseis e bombas leves. Alvos estratégicos E bem defendidos, que precisem de algo maior que uma Mk. 82, seriam atacados com armas da classe desse Taurus. O novo JASSM-ER americano, por exemplo, coloca uma ogiva equivalente a uma Mk. 84 num alvo a 1.000 km de distância.

  2. A Coreia estabelece uma parceria de fato estratégica com a Alemanha (vide a construção e venda do U-209/1400).
    Sobre o míssil, foi testado em variadas condições e mostrou ótimo desempenho nestes testes. Não sei se já foi usado em situações reais, porém, se consegue atingir alvos na neve e no deserto, deve ser capaz de atingir em situação real.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here