Home Indústria Aeronáutica Jato L-39 de nova geração desperta interesse

Jato L-39 de nova geração desperta interesse

6573
39

l-39ng-erstflug-jpg-6968242

De acordo com o site Defense Talk, o jato demonstrador tcheco L-39NG remotorizado está agora em testes de desenvolvimento e tem sido testado em ampla gama de operações.

O demonstrador L-39NG será exibido durante vários eventos internacionais. O L-39NG é propulsado por um motor Williams/Rolls-Royce FJ44-4M, apresenta novos aviônicos e 5 pontos fixos para armas.

l39ng-01

O protótipo voou pela primeira vez a partir do aeroporto de Vodochody em setembro de 2015. As primeiras entregas estão previstas para 2018, com vários clientes potenciais expressando interesse. Os clientes podem também optar por atualizar seus jatos L-39 antigos com o motor FJ44-4M.

Cockpit do L-39NG
Cockpit do L-39NG

39
Deixe um comentário

avatar
39 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
20 Comment authors
FabianoGustavoÁdson Caetano Araújosergio ribamar ferreiraWalfrido Strobel Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Motor excelente, mono, programa de manutenção Show, baixo custo, etc etc. Sou fã.

ivammc
Visitante
ivammc

O L-39NG é uma bela aeronave.

carvalho2008
Visitante

RZRZRZRZ…sabia que o CAS iria ser o primeiro a postar…..eta torcida…..
.
Mas o bicho é um otimo produto mesmo.

Reinaldo Deprera
Visitante
Member
Reinaldo Deprera

Eu consigo entender o desejo de algumas forças aŕeas em ter voo supersônico no treinamento avançado. Mas será que esse requerimento faz tanta diferença no qualidade da formação?
Para a maioria das forças aéreas o L-39NG é o LIFT ideal.

O L-39 é uma das aeronaves mais belas já criadas. Todo mundo gosta. Cada um tem sem ângulo preferido. Muitos falando do nariz, mas ele visto de cima é show também.
O NG vai dar vida longa a esse belo pássaro.

Save Ferris!

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Lift’s não são supersônicos, quando muito subsônicos !
__________________________________________________

Com zoom máximo na 1a foto a muitas bandeiras de outras nações, participaram do projeto ? Ou são países fornecedores de componentes ?
__________________________________________________

https://www.youtube.com/watch?v=FUfFwd8rlys

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

Quanto custa comprar e operar?
E quais suas especificações de velocidade, autonomia e carga?
Não podemos esquecer que a concorrência é forte neste mercado específico.
De toda sorte, é um belo avião.

camargoer"
Visitante

Olá Reinaldo, a FAB optou por usar apenas o turboélice A29. Pelo que li, são necessárias mais horas em um A29 do que eram usadas no AT26, mas como o custo do A29 é menor tanto para adquirir quanto operar, este aumento de horas (além do uso do simulador) acaba sendo mais barato do que manter uma frota de jatos leves de treinamento. Geralmente nestes posts, alguém comenta algo do tipo “seria excelente para a FAB” ou coisa parecida, mas parece que a maioria já aceitou a ideia da FAB apenas com caças avançados (hoje A1M e F5M e no… Read more »

Bardini
Visitante

Carlos Alberto Soares-Israel 23 de setembro de 2016 at 20:37
.
https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Aero_L-39_Albatros_operators

Marcelo Bardo
Visitante
Marcelo Bardo

Muito bacana mesmo.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Neste vídeo podemos ver alguns dos armamentos:
____________________________________________

https://www.youtube.com/watch?v=oSwhE_suZtE

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Sidewinder e maverick fazem parte.

Nonato
Visitante
Nonato

Esse avião seria uma espécie de St a jato?

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Bardini 23 de setembro de 2016 at 20:43 Obrigado ! ____________________________________________________________ Maria do Carmo Lacoste 23 de setembro de 2016 at 20:42 Maria Pela Lista fornecida pelo Bardini, vê-se o que tenho afirmado: Para operadores com recursos limitados, é verdadeiramente um T com capacidade bélica proporcional a seu tamanho. Lembro o que tenho dito, não é um concorrente direto do M 346, YAK, T 50 etc … que são vetores para quem tem muito dinheiro. Hora de voo menos de USD 2.500,00, um mono turbina com a Williams/Rolls-Royce FJ44-4M de larga utilização e muito fácil manutenção. A Fabricante tem um… Read more »

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Defendo a EMB pensar em algo com eles sobre o L 39NG que fica acima do A 29 e abaixo dos vetores que já mencionei, portanto um nicho “vazio” em minha opinião. Certamente estudos a serem feitos. Não penso no Brazil, mas em termos mundiais. Talvez vendas conjuntas, etc etc ….
______________________________________

3m27s ++ weapons ….. 6m48s ++ weapons ….
______________________________________

https://www.youtube.com/watch?v=k44Kzc24hgc

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Coloco um link por vês para não ficar “preso” no spam.
Maria aqui mais informações, sugiro acessarem :
THE L-39NG PHILOSOPHY – COST – OPERATION – MAINTENANCE – SUPPORT
http://www.l-39ng.cz/why-l-39ng/maintenance/

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

A história do Albatroz, do nascimento até o L 39NG, resumido mas com boas informações:
http://www.militaryfactory.com/aircraft/detail.asp?aircraft_id=436

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

concordo com o Senhor Carlos Alberto Soares-Israel. Parcerias? Pelos custos benefícios poderíamos ter alguns em contrapartida com o nosso KC 390? por favor me auxilie? Obrigado.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Sergio Ribamar Ferreira A FAB não pretende ter um Lift, o avião de T avançado é o A-29. Ainda temos o A 1, poucas células no padrão M, as demais devem estar mofando e foi decidido não moderniza-las. Quanto aos A 1 (AMX) defendo a modernização de todas as células admissíveis, as demais viram fonte. Portanto não há espaço no curto/médio prazo para o L 39NG, no longo prazo defendo sim, com aviônicos da ELBIT e armas Israeli-Rafael etc …. colocar o Tio Jacob literalmente no vetor. Lembro que já conta com FADEC na propulsão, HUD e outras atualizações. Ele… Read more »

Ádson Caetano
Visitante
Ádson Caetano

Porque nunca não temotoriar o ” tornadinho” e rebrir sua linha. Depois do padrão Mike ele se tornou outro, e melhor, podendo suprir a baixo custo a função de bombardeiro e apoio ao solo livrando os gripen disto.

Japaman
Visitante

Ta aí uma opção que seria a ideal para a Argentina, se não fosse o motor inglês. Rs Bem que por aqui poderíamos optar pelo L-39 para treinador e até quem sabe para interceptação.

Gabriel
Visitante
Gabriel

Ai está o avião de treinamento supersônico adequado para a FAB ….bom e barato !

Mauricio R.
Visitante

Deve prosperar como retrofit das células ainda existentes, a ideia é bem interessante, mas no longo prazo é um design destinado a sumir.
Assim como o Alpha Jet, MB-339, Aviojet, e demais modelos cuja produção já foi descontinuada.
Quem sabe se oferecido a Índia nas funções pretendidas para o enrolado HAL HJT-36 Sitara, tenha ao menos uma chance de prosperar.

Ulisses Paulino
Visitante

É uma compra-certa, uma excelente e provada plataforma, de robustez quase inigualável. Como foi citado, não é concorrente do Master / Midget / T-50, muito menos o futuro LIFT da USAF, porém para orçamentos menores ou necessidades também menores, é excelente opção perante o M-345 / Hawk / K-8.

camargoer"
Visitante

Olá Gabriel. Vários oficiais da FAB já comentaram nesse blog que não há interesse em jatos intermediários entre o A29 e a aviação de caça. É mais barato os pilotos voarem mais horas no A29 e então passar direto para os caças do que incluir uma etapa intermediária. Os custos de aquisição e manutenção são superiores ao que se gasta aumentando as horas no A29. Bola pra frente.

Airacobra
Visitante
Airacobra

Gabriel, o L-39 nem de longe é supersonico, nem precisa ir muito longr e ler a ficha tecnica, basta somente olhar as asas retas.

Airacobra
Visitante
Airacobra

Esse “skyhawk” de asas retas é muito bom, além do custo muito baixo.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Se fosse pra comprar um LIFT pra FAB, que fosse o FA-50, que tem uma performance de voo igual ou superior ao F5. Ainda poderia fazer low com o F-39 a um custo menor, seria a espinha dorsal da caça e fora o LIFT.
Foi combinado que só haverá A-29 e F-39, se for isso mesmo e houver 108 F-39 operando sem restrições ótimo.

camargoer"
Visitante

Olá Delfim. Também torço por novos lotes de F39 e considerando o esforço que está sendo realizado para sua produção local e para o desenvolvimento do F39F, acho que há grandes chances da FAB tem um grande número deles. Talvez, quando ele entrar em operação, seja possível dimensionar o tamanho da frota com maior certeza, inclusive pode ser que nem sejam necessários tantos. Lembro que inicialmente seriam coisa de 120 A29, depois ficou em 99 deles e por fim, até o EDA ficou com alguns excedentes. Talvez 70 ou 80 gripens sejam suficientes.

Walfrido Strobel
Visitante

Pelo vídeo postado alguns estão confundindo o Alca 159 com o L-39NG, o L-39NG é um avião de instrução biplace que pode ser armado nível AT-27 com motor Williams fraco de 3.600 lbf, na Russia o L-39 é usado na instrução primária, básica e avançada.
O Alca 159 apesar de ter origem no L-39 é um avião de combate monoplace com motor Honeywell de 6500 lbf, alguns monoplace antigos foram convertidos em biplace, mas a ideia original era que a instrução fosse ministrada no L-39 e depois o piloto passaria ao Alca 159, por isso foram construidos todos monoplace.

Airacobra
Visitante
Airacobra

Boa tarde Walfrido, a vantagem dos L-159 é que a exemplo dos A-29 monoplaces, ele mantem a cabine traseira que pode ser reversível para mono, somente retirar o tanque e instalar o resto, e como a galera goste, plug and play, kkk

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

Sr. Carlos Alberto Soares-Israel adorei o vídeo. Creio que vale esse vetor com Elbit (Israeli-Raphael )na parceria. nada impede ter esperanças…Deus o abençoe e obrigado pela explicação e vídeo.

Ádson Caetano Araújo
Visitante

Sonho,sonho, sonho: ver a produção de nosso pequeno tornado reaberta, porém com remotorização e modernização. Operação de uma centena destes em um TO sul americano em conjunto com uma centena de Gripen nos daria total superioridade sobre qualquer força aérea sul-americana.

Mauricio R.
Visitante

Uma mudança de foco na modernização das células das aeronaves AMX/A-1 dos monoplaces para os biplaces poderia criar uma solução intermediária, para o total desinteresse da FAB por um treinador avançado e/ou LIFT. Seria aplicar as aeronaves AMX/A-1 biplaces, as mesmas capacidade de treinamento/combate possuídas pelos ST usados nos “terceiros”. Inicialmente seriam reformadas e modernizadas as atuais células biplaces do inventário da FAB, sendo estas complementadas em seguida, por células monoplaces aptas a converção em biplaces modernizados. O que agregaria valor a modernização do vetor pela permanência de sua capacidade de interdição, acrescida de uma capacidade de treinamento avançado. E… Read more »

Mauricio R.
Visitante

Srs. administradores, comentário retido.

Gustavo
Visitante
Gustavo

12 ou 16 desses para o Brasil estavam ótimos… até a sigla combina -39. haha

Fabiano
Visitante
Fabiano

Chamar A-29 de caça é engraçado… se estivéssemos em 1942 tudo bem…

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

Não adianta, podem criticar mas o avião ,no meu parecer é bom e pode servir e muito para melhorar nossa capacidade de defesa. Temos de ter parcerias. Negociar, barganhar, buscar propostas de tecnologia( sem essa de Transferência irrestrita… isso já declarei é piada, balela).como o Sr. Carlos Alberto comentou: ” tio Jacob pode auxiliar.” Os Tchecos possuem interesse no KC 390, Vamos pelo menos tentar alguma coisa. FAB e MB precisam de um vetor na dentro da realidade orçamentária e logística de cada Força. Deus abençoe a todos. espero comentários. Obrigado.