Home Indústria Aeronáutica AHRLAC sul-africano mira nicho de grandes UAVs

AHRLAC sul-africano mira nicho de grandes UAVs

6242
24
ahrlac-2
AHRLAC em voo de testes

A Paramount da África do Sul apresentou a versão militar do seu AHRLAC (Advanced High Performance Light Aircraft) para reconhecimento e contra-insurgência na feira AAD 2016.

O AHRLAC voou pela primeira vez em 2014, e uma segunda aeronave deve voar no início de 2017. Propulsado por um turboélice P&W PT6, o AHRLAC é apresentado como um avião de preço acessível e alternativa mais versátil aos grandes UAVs, com um custo unitário de menos de US$ 10 milhões.

A Paramount, acionista majoritária da AHRLAC Holdings, está confiante de que o projeto vai atender com sucesso nos mercados globais de Defesa.

A Boeing está ajudando o fabricante a equipar a aeronave com um sistema de missão integrado.

Concepção do AHRLAC armado
Concepção do AHRLAC armado

 

Subscribe
Notify of
guest
24 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
3 anos atrás

Pessoal!? Vamos nos juntar a desenvolver uma coisa esquisita, feia e que voe?
Então surgiu o AHRLAC!

Paulo
Paulo
3 anos atrás

Minibronco…

Paulo
Paulo
3 anos atrás

E tão feio quanto…

Delmo Almeida
Delmo Almeida
3 anos atrás

Massa!! Mas concordo com o Marcos…

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
3 anos atrás

Com a explosão dos custos de aquisição, manutenção e operação, cada vez mais surgem aviões e helicópteros mais simples e baratos para atenderem países mais pobres que enfrentam ameaças assimétricas ou outros países igualmente pobres. Supertucano, Wolverine, L-15A (JL-10), Scorpion, AH-6i (Little Bird da Boeing) e Softex-aero VV2, por exemplo.
.
Esse é mais um a querer surfar na onda. A única diferença é a prepotência ao escolher o nome. Enquanto os outros homenageiam pequenos animais, esse aí, o Mwari, significa Deus.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
3 anos atrás

Eu gostaria de pilotar um desses,. Se parece ao Bronco, porém, menor e mais leve.

Gostei do design e da camuflagem digital.

Mauricio R.
3 anos atrás

É muito simples, quem não tem cacife (político, financeiro ou técnico) para operar “Predator” ou “Reaper”, opera essa solução ai.

Mauricio R.
3 anos atrás

Interessante a mudança na posição da torreta de optrônicos, entra a 1ª e a 2ª fotos.

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

Ótimo motor !

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

Ao lado dos lançadores são cabides ?

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

O Glass C é enorme, “baita” visão ….

Rodrigo s Barreto
Rodrigo s Barreto
3 anos atrás

Provavelmente a Argentina vai avaliar essa aeronave

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Rodrigo. Usou minha fala. Rs.
Governo argentino anuncia aquisição de dez “caças” para proteção do país.
Caças de superioridade aérea…

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

Só rindo mesmo …..

Madmax
Madmax
3 anos atrás

Esquisito.

Ricardo
Ricardo
3 anos atrás

Como já dito aqui, para quem não tem dinheiro até para Supertucano, Wolverine e outros, mais uma opção, se será boa opção ou se chegará ser uma opção é uma questão de mercado e interesses.
Será que o jogadores tradicionais deixarão que ele vá pra frente?
Imagino outros fabricantes e governos colocando aparelhos, financiamentos e outras vantagens para evitar que novos projetos.

Nonato
Nonato
3 anos atrás

“Inglaterra pressiona governo sul africano para não vender o caça à Argentina preocupada com o risco de um ataque às ilhas Falklands”.

Gabriel
Gabriel
3 anos atrás

Ideal para países como Paraguai

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

Nonato 18 de setembro de 2016 at 13:20
Fonte ?

Ricardo. Torres
Ricardo. Torres
3 anos atrás

Acho q Nonato está só zuando, este ai nem a Inglaterra iria interferir, mesmo pq qdo tem pouca grana se vc gasta com bobagens fica sem recurso para algo realmente bom.

atlante
3 anos atrás

Pouco tempo atrás teve um video de um indiano que fez um “sthealth” de pobre, to começando a achar que o cara tem chances de vender o caça dele depois de ver esse ai.

atlante
3 anos atrás

Stealth de pobre, olha o link ai embaixo.

http://www.aereo.jor.br/2016/03/16/caca-stealth-de-pobre/

Gustavo
Gustavo
3 anos atrás

Eles não sabem que existem drones que já fazem isso? Na minha opinião, ninguém ira comprar…

Mauricio R.
3 anos atrás

Certos modelos de drones não se vendem a qualquer país, por mais aliados que sejam.
Eis porque o ST foi selecionado e vendido ao Afeganistão. E ao Líbano e agora quem sabe, a Nigéria.