Home Clipping FAB quer ceder terreno em São Paulo para receber acervo do Museu...

FAB quer ceder terreno em São Paulo para receber acervo do Museu da TAM

9620
51
fab_tam
Aeronáutica quer doar terreno em São Paulo para a transferência do Museu da TAM (Foto: Reprodução EPTV)

Aeronáutica quer doar área próxima ao pavilhão de exposições do Anhembi. Objetivo é abrir fundação que receba também antiguidades da Força Aérea

A Aeronáutica pretende doar um terreno perto do pavilhão de exposições do Anhembi, em São Paulo (SP), para receber o acervo de aviões antigos do Museu da TAM. O museu atual suspendeu as atividades em São Carlos (SP) por causa da crise econômica e busca um público maior e novos patrocinadores para ser reaberto.

A área fica ao sul do aeroporto Campo de Marte, ao lado do hospital da Aeronáutica e perto da Avenida Olavo Fontoura. São 40 mil metros quadrados, o dobro do tamanho do museu atual. A previsão é que o espaço tenha um estacionamento para 600 veículos, além de acesso à pista de pouso de um pátio próprio para receber aviões.

O objetivo é abrir uma fundação para que a Força Aérea Brasileira (FAB) possa ceder um terreno no Campo de Marte. Segundo o brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno, comandante do 4º Comando Aéreo Regional (Comar), o estatuto da fundação deve estar pronto até o final de fevereiro.

A FAB quer levar para o novo museu parte de suas antiguidades, que estão no Rio de Janeiro, e quem tiver itens em casa também vai poder colaborar. “Existem outras pessoas que têm às vezes em suas residências itens bem pequenos, que foram de Santos Dumont, ou de outro herói da nossa aviação, que poderiam também ceder”, afirmou o brigadeiro Damasceno.

A expectativa é que, além das aeronaves, o local também tenha restaurantes, cafés, lojas e área para crianças. Tudo isso para ajudar a pagar as despesas e para atrair mais visitantes.
“Hoje o entendimento político, da indústria, dos amantes da aviação e das empresas aéreas como um todo, é que haja realmente um reduto da história da aviação na maior cidade da América Latina”, disse o brigadeiro Damasceno.

Museu da TAM 017a

História
O Museu TAM era a maior instituição de companhia aérea voltada para aviação em todo o mundo. O local foi aberto em novembro de 2006 com pouco mais de 30 aeronaves expostas e, no fim de 2008, foi fechado para ampliação.

No dia 12 de junho de 2010, o museu foi inaugurado de forma oficial com 72 aeronaves no acervo e mais de 22 mil metros quadrados. O acervo atual tem quase 90 modelos em exposição e mais 30 aguardando o trabalho de restauração.

Museu da TAM 183a

No final de janeiro, o museu deixou de receber visitantes, mas o comunicado oficial do fechamento só foi divulgado na terça-feira (2). Uma carta assinada pelo presidente João Francisco Amaro explicou que “o museu renascerá com uma nova localização e modernizado” e que “reabrirá na grande São Paulo”.

A assessoria de imprensa da instituição afirmou que todos os funcionários que trabalhavam em São Carlos foram demitidos.

FONTE: G1

51
Deixe um comentário

avatar
49 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
32 Comment authors
WalmirSergio CintraNickNonatoJucá Freire Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Respeitando as críticas de alguns em outra matéria, o local me parece ideal. Excelente iniciativa do MB Damasceno, que conheço pessoalmente. O acervo do museu da TAM é fantástico (não estive lá, mas me parece pelo que vejo na Web), e não pode ser perdido. Me parece, também, uma boa estratégia para impedir, ou, pelo menos, dificultar a Prefeitura de São Paulo nas suas pretensões de tomar a área e transformar em condomínios. Não acreditem que vai virar outra coisa. O MUSAL, no Rio, está pessimamente localizado. O TB Baptista, quando Ministro da Aeronáutica, propôs à Infraero ceder toda a… Read more »

Major Fraguas
Visitante
Major Fraguas

Rezo para que se concretize. O publico vai mais que triplicar e São Paulo merece um Museu deste, quase da mesma importancia como o Musal do Rio.
Sds Coloradas!

Major Fraguas

Mauricio R.
Visitante

A ideia parece boa mas deve-se atentar que há uma área de preservação ambiental, bastante degradada por sinal, na região.

yluss
Visitante
yluss

Seria uma salto para a conscientização sobre o poder aéreo na história, e especialmente, seria um aglutinador de entusiastas, turistas, cidadãos que passarão a conhecer e a admirar a aviação. Será estratégico para nossa FA no que tange ao grande apoio que receberá da população que mais próxima estará dessa fantástica maravilha que é a aviação.

São Paulo tem um público de turismo gigantesco, business e lazer, e precisamos alavancar essa condição para projetar a importância do poder aéreo para os brasileiros!

Sds o/

jandson
Visitante
jandson

Poderia se chamar museu [ da aeronáutica, da aviação, aeroespacial…etc] capitão João Negrão. Pela relação com SP, e com o jahú.

Delfim
Visitante
Delfim

A idéia é ótimo, mas vai passar pela prefeitura petista ?

Apollo
Visitante
Apollo

Se fosse possível reunir os acervos do Museu TAM com o Musal, teríamos um respeitável acervo da aviação mundial. Obviamente haverá uma pressão enorme para que o Musal não saia do Rio, mais acho que todos ganhariam com um museu deste porte. Tomara que se concretize.

Luiz
Visitante
Luiz

Não se esqueçam da proteção contra incêndio. Seria uma lástima perder mais um acervo importante. Já visitei o Museu da TAM e achei excelente.

Celso
Visitante
Celso

Mauricio R….a area de preservacao ambiental nao esta neste local a a aeronautica quer permutar. Delsfim……mais uma vez, a area em questao nao eh da prefeitura e portanto nao cabe a mesma colocar qualquer obstaculo…….este assunto do Campo de Marte eh uma baita confusao a mais de 80 anos. Nao acredito q o Estado, a prefeitura ou quem quer q seja consiga fatiar esta area nos termos q de vez em qdo sao sugeridos. Existem dezenas de processos relativos a posse desta area q por incrivel q pareca nao tem solucao definitiva nem nos tribunais…..vao empurrando c a barriga e… Read more »

Mauricio R.
Visitante
Alexandre
Visitante
Alexandre

Quem nao e de SP não entende a grandiosidade dessa cidade, o poder aquisitivo da população que aqui circula, o museu no campo de marte não sera uma fonte de despesa e sim de lucros para seus administradores, a ideia e ótima.

Alex
Visitante
Alex

O Brasil não é só o eixo Rio-São Paulo. A propósito sou carioca e moro em São Paulo.

AJ Caldas
Visitante
AJ Caldas

Alexandre, conhecer São Paulo prescinde de nela viver.
A preservação do Museu Asas de Um Sonhos é importante demais para a memória recente deste País.
Se as parte envolvidas se entenderem, será um sonho renovado.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

MUITO IMPORTANTE: 1º tem que ser coberto, não pode haver exposição ao ar livre; 2º Trazer as células que estão em SJC também 3º Tem um DC 3 (ou tinha) no parque, beirando a OF, incorpora; 4º Tem muitos aviões esparramados por ai, incorpora (Ex Museu Matarazzo em Bebedouro), neste comentário, a maioria está abandonado ou quase; 5º Coloquem as escolas técnicas ETEC’s, Instituto Federal, SENAI, Santa Catarina para realizarem os restauros (de grande monta ou pequenos) e a conservação das peças do Museu. Os alunos em penúltimo e/ou último módulo entram “de boa” nisso, já presenciei, vejam o trabalho… Read more »

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Off topic:
O gordinho tá querendo briga.
Satélites confirmaram objeto(foguete?) na órbita da terra, deu na CÑÑ:
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/02/coreia-do-norte-lanca-missil-diz-agencia.html

fonseca
Visitante
fonseca

Hum. Então a TAM já dá a coisa como certa? De que será levado para São Paulo?
Não sei como seria melhor fazer isso.
Passar os aviões para o poder público é um risco.
Vai que falta dinheiro e se acaba tudo…
Pertencer à TAM é uma boa. Mas vai que algum executivo chileno resolve vender…
Talvez uma fundação.
Se eu fosse a FAB não doaria o terreno apenas cederia para esse uso.
A FAB cede o terreno temporariamente, enquanto houver essa utilização, a TAM entra com os aviões e formam uma fundação para administrar e até ceder espaço para esse shopping aeronáutico, lanchonetes, etc.

galeao123
Visitante

Seria otimo, mais um ponto turistico em SP.
GC

Tiago Silva
Visitante
Tiago Silva

Sou a favor sim da construção de um museu nesta área do campo de marte mas que o mesmo seja muito bem planejado e com uma gestão focada na popularização do acesso a cultura. Era uma questão de tempo para que o museu da TAM entrasse numa crise por falta de movimento e consequentemente um caixa reduzido ao ponto de terem que suspender as operações. Mau localizado, nada contra a cidade de São Carlos mas ela esta longe de um grande centro e a muitos pedágios de distância rs. A vinda das instalações para SP vai trazer um grande público… Read more »

cvn76
Visitante
Member
cvn76

A idéia é muito boa…..e poderiam levar para esse futuro museu, o acervo da antiga Varig que está apodrecendo em Porto Alegre.

Antonio Oliveira
Visitante
Antonio Oliveira

Quanto tempo para a implantação total? Uns 5 anos?
Excelente iniciativa. Se eu pudesse sugerir alguma coisa, eu optaria por fazer uma fachada grandiosa e chamativa porque conteúdo vai ter.
A localização é extremamente privilegiada. Imagina o primeiro portões abertos com o museu inaugurado, KC-390 em Exposição, Gripens fazendo passagens baixas sobre a pista.
Tem tudo para ser um sucesso!!

Danilo Marques
Visitante
Danilo Marques

Todos falam de juntar o acervo do Musal mas e o acervo da Fundaçao Santos Dumont que invlusive possui um Muniz M-7 apodrecendo no tempo no PAMA-SP. A ideia da Fab seria colocar tambem colocar no local o acervo da Fundaçao Santos Dumont no local tambem?

Danilo Marques
Visitante
Danilo Marques

Putz…Primeira vez que eu gaguejo escrevendo! Rs…

Hamadjr
Visitante

Alguém saberia informar se todas as aeronaves do museu da TAM estão operacionais? porque aquele Constelation é maravilhoso, imagina aquilo voando como outros que foram recuperados, simplesmente fantástico.

zorannn
Visitante

A idéia é muito boa! . Conheço muito bem a região. Quanto ao estacionamento, poderia ser usado o do Anhembi ou mesmo o próprio sambódromo. . O interessante é que a proposta cita a criação de uma fundação, ou seja, ao que tudo parece, o custo da empreitada não vai cair no colo da FAB (oque já é uma vitória enorme). . Quanto ao Campo de Marte: a região é super valorizada. O metro quadrado na Av Brás leme é um dos mais caros da Zona Norte de São Paulo. Acho que passou da hora de se pensar em algum… Read more »

Mauricio R.
Visitante

Barbaridade, se é que esse museu vai sair do papel veremos, mas desde já as perspectivas são bem interessantes. De cara 2 possíveis coleções, uma guerra e uma operação de resgate bastante complicada: . O acervo corrente do museu TAM e sua reserva técnica. . O que sobrou do acervo da Fundação Santos Dumont, se é que sobrou algo além do que já deva estar no Museu TAM. . O acervo do museu da Varig, se bem que neste caso a possibilidade de correr sangue é grande, a gauchada não vai aceitar de bom grado essa transferência p/ fora do… Read more »

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

Desde que a implantação não seja feita com recursos de orçamentos públicos e a gestão não seja estatal, acho muito válido.

Thiago Soares
Visitante
Thiago Soares

Acho que a mudança do local uma ótima ideia, mas para mim o problema de fundo é outra. Não vejo interesse da população neste acervo, infelizmente não cultivamos a história, tudo nesta terra é raso, vulgar.
Se fosse um museu sobre o funk encheria sempre, só agendar visita e show dos músicos deste estilo.
Aviões são fascinantes, mas será que se conseguiria manter o interesse ao longo do tempo?
Outra questão é a origem dos recursos, será investimento público, ou através de renuncia fiscal da Lei Rouanet? Cada vez mais tenho asco deste contínuo uso de dinheiro público pra fazer uso privado…

mauriciosilva2014
Visitante
mauriciosilva2014

Olá. “Alguém saberia informar se todas as aeronaves do museu da TAM estão operacionais? porque aquele Constelation é maravilhoso, imagina aquilo voando como outros que foram recuperados, simplesmente fantástico.” Vários aparelhos tem condições de voo, mas não devem voar mais devido a idade e a raridade. Exemplo: o F-4 Corsair; é o exemplar mais antigo do modelo em condições de voo. Mas deve fazer taxiamento, sem decolagem. Já o Constelation, esse pode esquecer: jamais vai voar de novo. O exemplar exposto no Museu Asas de Um Sonho era usado como lanchonete no Paraguai. A fuselagem ainda apresenta os buracos do… Read more »

mauriciosilva2014
Visitante
mauriciosilva2014

Olá.
” Não vejo interesse da população neste acervo, infelizmente não cultivamos a história, tudo nesta terra é raso, vulgar.”
E eu vejo que alguns comentários… ah, nada não, deixe para lá. Eu pensei numa resposta, até comecei a escrever, mas desanimei…
Acho que é isso: alguns comentários desanimam a gente…
SDS.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

cvn76 7 de fevereiro de 2016 at 7:01 Tem que vir, pelo menos uma célula de cada modelo e demais itens. >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> Antonio Oliveira 7 de fevereiro de 2016 at 9:52 Para inauguração e eventos sim, eles e muito mais. >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> Hamadjr 7 de fevereiro de 2016 at 12:24 O mauriciosilva2014 já respondeu, uma parte pode voar, uma outra pode taxiar e outras somente estáticas. >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> zorannn 7 de fevereiro de 2016 at 12:35 Ótima ideia a do estacionamento, com vans particulares fazendo o transbordo para quem queira e necessite. E ainda libera espaço para o Museu, porque sei não,… Read more »

André Bueno
Visitante

Acredito que o “Asas de um sonho” sairá de Sanca City. Eu sou contra mas pelo jeito não há uma quantidade de visitantes suficiente. Pelo jeito Sampa City, pelo escrito no post, será o destino. Mas penso que não deveriam concentrar todos os acervos em um único espaço. O Musal deve sair de onde está mas permanecer no Rio. Imaginem a operação de guerra no transporte do acervo de São Carlos para São Paulo. Muitas peça ainda voam mas alguém voaria o Spitfire, teria coragem para tanto? O Carlos Alberto citou algumas instituições que poderiam apoiar a manutenção e restauro.… Read more »

hamadjrH
Visitante

Lanchonete no PY, pqp, tamu fu mesmo em termos de preservação pelo jeito continuaremos dormindo em berço explêndido no presente e a nação do futuro só em sonho.
Valeu pelo esclarecimento M. Silva.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

HamadjrH, não entendi a correlação que você fez entre uma coisa e outra, a não ser que você esteja se referindo ao Paraguai. . Na minha visão, a atitude de se buscar um avião que ficou abandonado por mais de 30 anos no Paraguai (e que, pelo que se sabe, foi da KLM antes de pertencer ao acervo de sucatas de uma extinta companhia do Paraguai, que passou às mãos da TAM) e então avaliar, restaurar, e daí pintar com as cores de uma antiga companhia brasileira que operou esse tipo de aeronave no Brasil diz exatamente o contrário: que… Read more »

Jucá Freire
Visitante
Jucá Freire

Não deu pra ler todos os coments, mas a área a ser doada é aquela verde-escuro? Não são árvores? Querem derrubar tudo para fazer um museu????? Meu Deus, depois reclamam das temperaturas altas e falta d’água, arvore é vida, minha gente, onde tem árvores a temperatura é mais amena, eu não gostaria de morar num lugar cheio de concreto e cimento, se for este o terreno sou contra. Viva a natureza!

Nonato
Visitante
Nonato

Querem que de lucro?.que tal colocarem para servir para desfile de escola de samba?
Ou nos finais de semana alugaram para rachas ou bailes funk?
Talvez assim de dinheiro…

Nonato
Visitante
Nonato

Ou usarem os aviões como lanchonetes… food truck.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Food plane. Ou food craft.

Mauricio R.
Visitante

“Meu Deus, depois reclamam das temperaturas altas e falta d’água, arvore é vida, minha gente, onde tem árvores a temperatura é mais amena, eu não gostaria de morar num lugar cheio de concreto e cimento, se…”
.
Tem horas em que o politicamente correto, necessita de correção de curso.
.
Deveriam construir esse museu naquela área degradada e invadida, a esquerda do Hospital da Aeronáutica, aonde estão aqueles campos de futebol e mais adiante há ainda uma favela.
A área a direita do hospital, deixem quieta.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Maurício R, boa noite. . Ali não tem favela não. . Talvez, pela foto pouco ampliada do início da matéria, você esteja confundindo favela com a sucata de carros e alegorias nos fundos dos barracões da Vai Vai e Império da Casa Verde, no terreno vizinho mais à esquerda. E aquele “cimentão” entre o Hospital da Aeronáutica e os barracões das duas escolas é onde estacionam os carros alegóricos de todas as escolas no fim dos desfiles. Os campos de futebol são usados por clubes de várzea (e não sei exatamente a quem pertencem as áreas de estacionamento dos carros… Read more »

hamadjr
Visitante

Nunão

Não tinha idéia de que esta aeronave fosse da KLM, imaginava que fosse da Panair, também não vejo nada de absurdo em recuperar uma aeronave, a relação que faço, caso fosse da Panair, era de que seu fim foi servir de lanchonete no Paraguay, ou mesmo em outro local, não que a realidade seja diferente sobre como nossa história é preservada, mas até que evoluirmos para um estágio mas avançados continuaremos assistindo a perda da nossa história, nesse caso da aviação Brasileira.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Hamadjr, bom dia. . De fato, ainda há muito o que avançar em cultura de aviação, em preservação de aeronaves, em quantidade de museus dedicados ao tema, que é muito pequena no Brasil. Mas há exemplos bons, como o caso do Musal no RJ, onde praticamente todas as aeronaves que serviram à FAB em sua história, além de diversas das aviações da Marinha e Exército (e algumas de outros países) estão preservadas. Devia haver muito mais, evidentemente, mas boa parte dessa história não é perdida, seja material ou escrita. O problema é que é pouco divulgada, nacionalmente. . Ainda sobre… Read more »

Nick
Visitante
Member
Nick

Poderia ficar em Campo de Marte mesmo. Próximo ao metrô, mais um ponto turístico, Para os entusiastas um prato cheio. 🙂

[]’s

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Sergio Cintra
Visitante

Snrs. Há um erro na foto, pois o Hospital nem aparece nela. “Fabiano e paulistano” sabe muito bem que essa é a cabeceira da Casa verde e Freguesia do O´, o Hospital é na outra e do outro lado. A sequencia após o Hospital é o local onde ficavam , na minha época, ou ficam , os depósitos (onde tinha um Gloster inteiro, mas desmontado como fosse peças de reposição).
Nessa foto, ficavam o DEPED – não lembro direito a sigla – mas o Departamento de desenvolvimento, que era em frente ao “esqueleto do Hotel”, próximo ao palácio das convenções.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Caro Sergio, a foto não é nossa, mas acho que você está se confundindo. . A cabeceira que aparece, de fato, é a que está voltada à av. Braz Leme (antes dela fazer a curva e ficar praticamente paralela à pista), mas há sim a entrada para o Hospital da Aeronáutica na Olavo Fontoura n.1400, bem na região onde a foto mostra. Um pouco mais à direita da foto, seguindo pela Olavo Fontoura, fica a entrada para a Subdiretoria de Abastecimento, seguida do CELOG, e depois a parte civil do Aeródromo. E o PAMA-SP, com entrada pela Braz Leme, aparece… Read more »

Sergio Cintra
Visitante

Perfeito Nunão, V. coberto de razão. Mudaram e faz bom tempo.

Sergio Cintra
Visitante

Nunão
Graças ao meu comentário indevido, estou recebendo dos “antigos” comentários do tipo:
” – V. sabe que o Santos Dumont já morreu?” e cobrado por uma visita aos mesmos, pois faz longa, longa data que não retorno ai.
O hospital de minha época era lá dentro, entre as oficinas e os depósitos.
Abraços

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Rsrsrsrs, acontece, Sergio!
.
Eu mesmo não posso falar muito pois não conheci o hospital em outro lugar, e na verdade nunca entrei nele, só o vejo por fora. Daquele lado do Campo de Marte o que eu conheço por dentro é o CELOG e diversos hangares da parte civil, as instalações da Helibras etc. E o que conheço melhor é o PAMA-SP, do outro lado da pista.
.
Quem sabe esse projeto de levar o museu pra lá vire mais uma mudança que você precise conhecer, e mais uma boa desculpa pra visitar seus colegas espirituosos.

Walmir
Visitante
Walmir

A área em questão sofre constantes alagamentos, por conta do córrego Baruel, que vai para o rio Tietê…!!! os volumes de enchente chegam a atingir mais de 1 metro de altura, quando a água do Rio Tietê muitas vezes retorna por este canal. Com a instalação de um museu da aeronáutica no local, todo acervo sofreria grandes riscos de destruição com as enchente que ocorrem por ali.
Sugestão: Museu pode ser construído em Guarulhos, ao lado do aeroporto. Aliás, existe um projeto pronto para isso e foi engavetado por falta de verbas.

Walmir
Visitante
Walmir

NESTA ÚLTIMA 5ª FEIRA, AS CONSTANTES CHUVAS QUE OCORRERAM AQUI NA ZONA NORTE, CAUSARAM UMA ENORME ENCHENTE NO COMPLEXO ESPORTIVO DOS CLUBES DE VÁRZEA, ALAGANDO TODOS OS CAMPOS. OS VOLUMES DE ÁGUA DO RIO TIETÊ RETORNARAM PELO CANAL DO CÓRREGO BARUEL ATINGINDO ALTURA DE QUASE 2 METROS; COMO QUEREM FAZER UM MUSEU NUMA ÁREA VARZEANA TOTALMENTE ALAGADIÇA…!!! É NORMAL ESSAS ENCHENTES OCORREREM NESTA ÁREA, APESAR DA EXISTÊNCIA DE DOIS PISCINÕES AO LADO DA PONTE DA CASA VERDE. UM MUSÉU NESTA ÁREA SERÁ A COMPLETA DESTRUIÇÃO DO´NOSSO GRANDE ACERVO AERONÁUTICO. _ NOTA DOS EDITORES: NÃO ESCREVA USANDO SOMENTE MAIÚSCULAS. ESCREVA NORMALMENTE… Read more »