Four Super Tucanos delivered to Afghan air force

Em imagens divulgadas pela USAF, os primeiros 4 aviões Embraer A-29 Super Tucano chegando ao Hamid Karzai International Airport, no Afeganistão, em 15 de janeiro de 2016. O Super Tucano venceu a concorrência para o Programa LAS da USAF para o fornecimento de 20 aeronaves (com opção para mais 20) de ataque leve à Força Aérea Afegã. O A-29 realizará missões de apoio aéreo aproximado, escolta, reconhecimento armado e interdição. Ele vai operar em ambientes de altas temperaturas em terreno extremamente acidentado, realizando bombardeiro de precisão com armas guiadas e não guiadas.

Four Super Tucanos delivered to Afghan air force

Four Super Tucanos delivered to Afghan air force

Four Super Tucanos delivered to Afghan air force

Four Super Tucanos delivered to Afghan air force

Four Super Tucanos delivered to Afghan air force

Four Super Tucanos delivered to Afghan air force

Four Super Tucanos delivered to Afghan air force

Four Super Tucanos delivered to Afghan air force

Previous articleRafale na Índia: uma controvérsia de US$ 12 bi às vésperas da visita de Hollande
Next articleCaça indiano Tejas faz história no Bahrain
Subscribe
Notify of
guest
47 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Victor Filipe

Eu acho lindo esse Tucaninho kkkkkkk

Alexandre Vieira

O A29 foi para o inferno. E está feliz da vida!

Vader

Belas imagens.

Será que aquela galera de costas na 4a foto é tudo da Força Aérea Afegã?

Se for, que farândula (understanders will understand ou, “só para os fortes”)… 😉

Mauro Oliveira

Cadê as metralhadoras? Foram retiradas para o traslado?

ederjoner

Esta faltando para o A29 uma chance conta o “Estado Islâmico”, talvez no Afeganistão esta aeronave vai deixar bem claro suas qualidades, demonstrando de uma vez por todas em um teatro “de verdade” do que é capaz, cumprindo missões que antes eram realizadas por F-16 e A-10 por uma fração do valor. Acredito que uma exceção seria o ataque a veículos blindados como os MTB’s, mesmo assim, os AGM-65 podem ser levados pelo A-29, e ai o bicho vai pegar!
Com os meios disponíveis pela USAF ao Afeganistão, o A-29 vai ficar ainda mais bonito na foto!

Fernando

caramba que lindo! que aquele céu fique pinhado de tucanos! queria ver fotos dele ao lado de um A-10 a turma do CAS vibra!

Negrão

Senhores,

Nas laterais das cabines, aquelas placas são adição de blindagem? Por que os nossos não têm?

André Bueno

Negrão 18 de janeiro de 2016 at 16:06

Os nosso não operam em ambiente tão hostil quanto aquele que é encontrado no Afeganistão. Até agora, nossos A-29 fazem mais policiamento aéreo e destruição de uma ou outra pista clandestina. Abr.

André Bueno

ederjoner 18 de janeiro de 2016 at 15:46

Mas e a qualidade dos pilotos afegãos? Se houverem problemas temo que a má fama caia sobre a qualidade da aeronave e não dos tripulantes, se esse for o caso.

Alexandre Henrique

As metralhadoras devem ter sido retiradas, para sobrevoar o espaço aéreo de vários países até o destino final. E que canseira para os pilotos, heim??? As blindagens faziam parte do edital, pois estes pássaros obviamente vão entrar em combate e os nossos não. Espero que a opção de compra de mais aeronaves seja logo colocada em prática, seria muito bom para a Embraer e para o Brasil como um todo. Agora só falta o KC-390 seguir o mesmo caminho internacional do Super Tucano A-29!

Robson

Lembrando que no afeganistão os terroristas fazem extenso uso de metralhadoras e canhões de 12.7mm, 14,5mm, 23mm, canos simples e duplos… possivelmente mandpas… caso a aeronave seja usada com manutenção adequada, dentro de uma doutrina moderna, por pilotos bem treinados fará com certeza um otimo serviço… é uma aeronave bem polivalente, barata para operar, moderna e como provado em combates reais consegue efetuar ataques com grande precisão… desejo sucesso aos operadores e a embraer…

mauriciosilva2014

Olá.
É, esses “falcões” vão ter trabalho pela frente…
SDS.

ederjoner

André Bueno 18 de janeiro de 2016 at 16:29

“Mas e a qualidade dos pilotos afegãos? Se houverem problemas temo que a má fama caia sobre a qualidade da aeronave e não dos tripulantes, se esse for o caso.”

Bom André, estão sendo treinados por nada mais nada menos que a USAF, quem teria mais filing ou know how para treina-los?
Acredito que estarão aptos sim para usar as capacidades do A-29.

Sds.

Vinícius Almeida (@Vinii_Jose)

Ederjoner, como o Estado Islâmico está em expansão no Afeganistão, tenho certeza que o Super Tucano irá combater eles também…

Trovão Azul

Belas imagens espero que o nosso guerreiro TS obtenha sucesso no seu propossito.

carlos henrique

A 29 versus P51 D Mustang. Quem venceria ??? Alguém tem alguma opinião ??

unhudo

Só tenho medo dos misseis pessoais (tipo Igla) contra os Tucanos.

fonseca

Essa pintura ficou muito bonita. Parece até que há um verniz a mais…
Até parece ser outro avião…
O lugar também, as montanhas… até parece haver neve… talvez não haja, mas que país bonito, apesar de tantas guerras…
Parece que esse equipamento de vídeo tem algum efeito especial também…
Achei interessante. O avião é baixo, os pilotos não precisam de escada…
E aquele cano de escape atrás do motor?
as hélices metem medo quando ligadas. as hélices traseiras de drones são menos assustadoras…

fonseca

e essa designação A 29 é oficial da embraer? Pensei que era da FAB…

Aéreo

Combatentes do ISIS já derrubaram aviões de alto desempenho, como o F-16. Lugar contra estas forças cujo potencial AA é apenas canhões e metralhadoras obsoletos ou velhos misseis NAMPAD contrabandeados, não é este passeio no shopping que alguns acreditam. Para os afegãos operarem o Super Tucano com eficiência vão precisar de algumas coisas além do avião em si. Armamento moderno em menor escala: Alguns alvos devem ser atacados com precisão e acima de 10.000 pés para não expor demais a aeronave. Este tipo de armamento é caro. Aparentemente os russos não os tem empregado como gostariam na Síria, quando o… Read more »

ROBSON

Qual a autonomia de vôo dos super tucanos com aqueles 3 tanques externos?
– Os Super Tucanos operados pela FAB têm a mesma disponibilidade de tanques externos?

Bosco

Eder,
O Hellfire deve poder ser adaptado ao A-29. Embora não seja compatível com aviões de alto rendimento (caças) sem dúvida pode armar o ST.
O avião também é compatível com a bomba GBU-12 que se mostrou bem eficaz contra blindados quando lançada de caças.
Claro que colocar um A-29 contra blindados numa guerra de alta intensidade seria meio que suicídio, mas tudo é possível.

Alexandre Henrique

Essa aí do Super Tucano vs Mustang eu também gostaria de ver. Claro que eu apostaria no A-29, pois é uma aeronave muito mais moderna!

Alexandre Galante

A assinatura infravermelha do Super Tucano é muito baixa, ele é quase imune a míssil antiaéreo ou ar-ar guiado por calor.

carlos alberto soares

Essa pergunta de P 51 x A 29 é totalmente descabida.
Pode-se comparar algumas coisas, mas para combate ou outras missões jamais.

carlos alberto soares

Começa por aqui:
1 × Packard V-1650-7 liquid-cooled V-12, with a 2 stage intercooled supercharger, 1,490 hp (1,111 kW) at 3,000 rpm; 1,720 hp (1,282 kW) at WEP

carlos alberto soares

Lindas Imagens,
tanto neste Link como no anterior sobre o mesmo tema observem os cargueiros USA nas imagens, lindos.
Algo me diz que a SN vai montar muitos A 29 ST.

Bosco

Galante,
Cada vez mais os mísseis guiados por calor ficam mais aptos a enfrentar esse tipo de ameaça (com assinatura térmica reduzida), mas num caso de conflito de alta intensidade além destas há uma grande variedade de armas guiadas por radar (canhões e mísseis), o que complica usar um avião como o ST.

groosp

Será que irão armá-los com Griffins ou foguetes guiados?

Fernando

Essas aeronaves tem blindagem extra nas laterais da cabine pois estão mais sujeitas a fogo de solo, principalmente de armas leves, já que farão missões em baixas altitudes e em ambientes de intenso combate, coisas que os nossos ttucanos não enfrentam.

mauriciosilva2014

Olá.
“mas num caso de conflito de alta intensidade além destas há uma grande variedade de armas guiadas por radar (canhões e mísseis), o que complica usar um avião como o ST.”
Com certeza. Mas um TO de alta intensidade não é adequado para utilização do ST. Agora, se não tiver jeito, até pedras e tacapes são úteis…
SDS.

Arthur Duval

Pois é a cavalaria já chegou faz tempo vamos ver agora do que nossos JEGUES são capazes, me parece que eles carecem muito deles. sem iguais no mercado, apesar de toda maracutaia fabricados a toque de caixa pela competentíssima EMBRAER. agora é a vez da verdade, vida longa aos A 29 AFEGANS.

Nonato

Qual o consumo de combustível do avião? Quanto custaria a hora voada em termos de consumo?

Nonato

Um 737 consome cerca de 2.800 kg/h. Um ATR cerca de 600 kg/h.
E o ST? Quanto custa um kg ou l de querosene?

Arthur Duval

EU GOSTEI DAQUELE ESTRIBO SUBSTITUINDO A ESCADA, QUANTO MAIS BAIXO MAIS PROTEGIDO EM SOLO, QUANTO MAIS RÁPIDO SE VESTE A AERONAVE MELHOR.

Zmun

Na França os Tucanos são conhecidos como caçadores de helicópteros, porque além de treinamento, podem realizar essa função num possível emprego real. Acredito que o Super Tucano, com seus aviônicos e plataforma com maior capacidade pode realizar esse tipo de função com mais sucesso. É importante lembrar que na doutrina soviética as forças terrestres são fortemente apoiadas por helicópteros, mesmo que não se tenha domínio do espaço aéreo. Não sei dizer como andam as doutrinas atualmente na Rússia, mas na Síria pudemos ver que eles mudaram muitas coisas.

Alexandre Henrique

O A-29 vs P-51 é mais um exercício de imaginação, pois como não pensar em um combate entre duas grandes aeronaves? O Tucano é um avião de ataque e tem suas características todas voltadas para isso, já o Mustang era um caça na sua essência, então já temos ai diferenças relevantes que tornariam o combate real inviável! Mas se houvesse o tal encontro, ainda colocava minhas fichas na alta tecnologia e rusticidade do Super Tucano contra o grande poder de fogo do Mustang. Agora sobre o teatro de operações do ST no Afeganistão, acredito que como alguns já disseram, se… Read more »

carlos alberto soares

Retiraram o campo de pesquisa no canto superior direito ?
Fui checar, retiraram não, que bom !
https://www.youtube.com/watch?v=riaZBIQ1LeM

Mauricio R.

Observem as fotos e vejam as montanhas ao redor, a geografia e o clima do país cobram um preço bem alto do desempenho das aeronaves que lá operam.

Rafael

Uma curiosidade: Os pilotos que fizeram esse translado são da USAF ou da Embraer? Ou nenhum dos dois?

Vader

Rafael 20 de janeiro de 2016 at 13:20

Com certeza não são da Embraer, porque os aviões não são dela.

Rinaldo Nery

O A-29 consome aproximadamente 400 kg/h. A blindagem é removível. Os da FAB utilizarão quando necessário. É de cerâmica, e foi desenvolvida pelo Diniz, 01 da minha turma, aviador/engenheiro (Iteano).

Raphael PH

Estamos na espera de como ele se sairá em sua primeira missão em um cenário novo para o A-29.

Francisco

Bem, foram entregues 4 aviões ST ao Afeganistão. Seus nºs: 13-2006, 13-2007, 13-2008 e 13-2009. Pergunto: Onde estão os aviões ST fabricados anteriormente de nºs 13-2001, 13-2002, 13-2003, 13-2004 e 13-2005. Já vi fotos de alguns desses em Sierra Nevada, USA. Sinceramente, estou acreditando que já estão no Afeganistão 9 aviões ST.

Artur

Eu tenho observado as fotos dos ST’s sem metralhadoras, inclusive nos treinos.

Fernando "Nunão" De Martini

Artur, bom dia.
.
As imagens deste post são da chegada das aeronaves ao Afeganistão, quando retiraram o armamento para o traslado. Ele foi reinstalado logo depois. Repare na foto do post abaixo do início deste mês de abril, sobre voo de treinamento com armamentos de exercício, que as metralhadoras estão nos seus lugares.
http://www.aereo.jor.br/2016/04/08/foto-a-29-super-tucano-em-missao-de-treinamento-no-afeganistao/

fabio pimentel

boa noite pelo que vi em uma revista especializada um caça de alto poder pode custar em media 30 mil dólares a hora de voo o ST 600 dólares.