falcao-hangar-1920x1080

São José dos Campos – SP, 7 de janeiro de 2016 – A Embraer Defesa & Segurança Participações S.A. comunica, em conjunto com a AEL Sistemas S.A. e a Avibras Divisão Aérea e Naval S.A., sua decisão de encerrar as atividades da Harpia Sistemas S.A., joint venture formada em setembro de 2011 com o objetivo de explorar o mercado de veículos aéreos não-tripulados. A definição de dissolução da parceria se deu de forma amigável tendo em vista o atual cenário de restrição orçamentária.

Devido ao fator estratégico do projeto para concepção de um Sistema de Aeronave Remotamente Pilotada (SARP) nacional, as empresas continuarão a desenvolver as tecnologias para atendimento futuro das demandas das Forças Armadas brasileiras e do mercado civil em um novo formato, podendo inclusive atuar em conjunto no futuro.

As empresas reconhecem que a preservação do conhecimento é fundamental para manter a capacidade tecnológica adquirida e, por isso, realocaram os profissionais da Harpia Sistemas em outros programas.

falcao-1280x800

DIVULGAÇÃO: Embraer

71 COMMENTS

  1. Olá Antonio
    O partidarismo tem sido muito prejudicial ao blog. Muita gente boa deixou de comentar aqui devido à contaminação político partidária. Esse tipo de comentário seria mais apropriado em blogs politicos, não na trilogia.

  2. Realmente, uma lastima mais. Dia a dia, estamos regredindo. Não sei, não mas tenho uma pulga aqui atras da orelha que fica me perguntando: Será que essa macumba vai derrubar o tão esperado FX-2 tambem??? O Brasil sempre demonstra que realmente, não existe nada tão ruim, que não possa piorar…

  3. De acordo, camargoer. A dura realidade é que tanto os da direita como os da esquerda, quando chegam ao poder, se revelam como farinha do mesmo saco.

  4. Olá Dieter.
    O financiamento externo para o FX2 já foi aprovado pelo senado e assinado pelo executivo, além do fato de prever uma carência para o pagamento. Claro que nada está escrito em rocha, mas é improvável que a crise fiscal de 2015/2016 afete o andamento desse programa. O problema ocorreu com os programas que já estão recebendo recursos do tesouro, como o KC390, Prosub e a modernização dos AMX. Aliás, a redução da arrecadação pegou todos os governos, inclusive os estaduais e municipais. Todos receberam cortes. Alguns estados paralisaram obras, municipios negociaram pagamentos e o gov. federal reduziu o orçamento de todos os ministerios, preservando apenas os gastos obrigatórios. Como não háverá desembolso nos proximos anos para o FX2 ele não tem razão de ser afetado

  5. Pois é, mais um projeto a fazer água. Do jeito que as coisas andam, se o FX-2 sobreviver, será um milagre, porque o restante……..

  6. Essa tal de harpia sempre foi uma empresa fantasia desde o começo, ou alguém aqui conhece algum produto dela?Quais os projetos que ela estava tocando?Na boa, melhor assim, se essa empresa vingasse dificilmente outras empresas brasileiras entrariam nesse mercado devido a força(lobby) da Embraer com as forças armadas. Deixem outras empresas como a FT sistemas,( essa sim com projetos já certificados pelas nossas forças armadas e até exportados), trabalhar nesse ramo que é melhor, pelo menos as forças armadas tem mais alguém a recorrer além da Embraer e não colocam todos os ovo na mesma cesta. Aliás deem uma olhada no site da FT sistema e comparem com o site da Harpia Sistemas chega a ser vergonhoso a diferença entre uma empresa que tem projetos e esta trabalhando neles e uma empresa que tem um monte de projetos de papel e só deus sabe quando ela iria começar a trabalhar neles

  7. Quem deve ter gostado dessa notícia foram os israelenses. Já venderam drones para a gente e com isso morre no nascedouro um concorrente potencial.

  8. Jr, achei muito legal a indicação da FT Sistemas. Espero que eles sobrevivam a crise atual. Pessoalmente sou fã dos projetos humildes que funcionam aos megalomaníacos que batem com os cornos n’agua.

    Que o fim da Harpia fique apenas como uma empresa fechando e não o fim da pesquisa e desenvolvimento dessa tecnologia no Brasil.

  9. Sempre acompanho o blog,leio atentamente tambem os comentarios e pela primeira vez posto um comentario.So informando a arrecadacao em 2015 foi record cerca de 2.7 trilhoes.

  10. Pois e mais uma vez, o tempo sendo senhor absoluto de todas as verdades, me lembro la pelos idos de 2009 quando eu e outros avisamos por aca que deveríamos comecar pelo arroz com feijao, mas imediatamente a tropa de militontos abastecidos com mortadela e ki suco entrou em acao, desclassificando os debatedores, adjetivando de lambe botas ‘duzamericanu’ e homens de pouca fe.
    Buenas, tomara que as FAs tem apreendido que em vagabundos ptralicos não se confia.

    G abraco

  11. Oba!!! Desta nos livramos, faltam agora a Visiona e aquela umazinha do Sisfron.
    Infelizmente o ARP “Gavião”, único esforço deste porte nesta área fora do âmbito AEL/Elbit, foi junto no embrulho.

  12. Mauricio, o falcão volta para a Avibras , aliás depois que ele entrou nessa tal de harpia nunca mais ouvimos falar dele, cada vez mais tenho pra mim que essa tal de harpia era uma tentativa dos israelenses tirar a concorrência do caminho. A harpia ia funcionar da seguinte forma, a Elbit mandava seus drones para cá, a harpia colocava o seu selo nele e vendia como se fosse sua, ou seja, todo mundo saia ganhando a Elbit(ganhava mercado) a Embraer e Avibras (ganhavam dinheiro sem ter muito trabalho) e de quebrar tirava a FT sistemas e a Santos LAB (empresas 100% brasileiras) do caminho. Como eu disse a harpia já vai tarde, empresas brasileira sérias agradecem. A Embraer que use o dinheiro que ia colocar na harpia na BRADAR, essa sim uma subsidiaria sua que tem futuro

  13. Fernando collor de mello, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso, não uns comunas como vociferam alguns por aqui, e deram o mesmo desprezo as nossas armas,como dona Dilma vêm fazendo, o que resultou, resulta e resultará, em abortos de desenvolvimento tecnológico, sejam eles civis ou militares. Eu Quando digo que resultará, é pelo simples fato que saindo dona Dilma, nada irá mudar para as forças; pois a dita oposição, não apresentam planos para a sociedade civil, que sa, para a defesa nacional. Infelizmente o caminho de tudo em nosso pais está tenebroso.

  14. O Brasil nunca teve governo de direita como dizem. Somos mais comunistas do que a própria China, lá não existe ensino superior nem saúde universal gratuita e se tivessem a burocracia que temos para exportar eles não venderiam para o mundo inteiro. Temos o décimo maior orçamento militar e 420mil homens mas nosso principal vetor é F5, nosso porta aviões não pode navegar e se pudesse não possui escolta e etc. etc. “Os povos sem ciência não passam de cortadores de lenha e carregadores de água para os povos mais esclarecidos” – Rutherford

  15. Infelizmente tanto a FT Sistemas, qnto a Santos Lab operam na faixa mais infestada de ofertas do mercado de drones, não creio que o fim da Hárpia llhes torne a vida mais fácil.
    Até pq se não estiver enganado, a Embraer tem alguma participação acionária na FT.

  16. Essa tal Harpia nunca fez muito sentido e nos últimos anos menos ainda.
    A AEL sempre tocou sozinha a montagem dos seus Hermes (by Elbit).
    A Embraer já havia comprado a Santos Lab (que produz os VANT do CFN) e mais recentemente 25% da AEL.
    A Avibras sempre ficou encostada esperando o desenrolar das tecnologias do Acauã (demonstrador de tecnologias desenvolvido pelo CTA).
    Afora outras empresas do ramo que têm se mostrado mais eficientes, como a Flight Technologies. Ou então a parceria que a AVIONICS fez com a IAI (produtora do Heron).
    Em suma, essa Harpia, que até aqui não apresentou nada, já vai tarde. É o que penso.

    Até mais!!! 😉

  17. Da mesma forma que a Coreia do Norte, isso se deve para abrir espaço na fábrica para a fabricação do caça de sexta geração brasileiro
    Feliz 2016 para todos

  18. Quando os governos petistas estavam em um contexto econômico bom, em que as Forças Armadas começaram a ser atendidas com as ações derivadas da Estratégia Nacional de Defesa, não se lia elogios nestes blogs. A economia é cíclica. Se o governo fosse de outro partido teríamos agora uma situação similar ou até pior. Os governos neoliberais tem vocação para corte de gastos públicos pois acreditam que o mercado resolve tudo. Defesa Nacional é gasto publico. Os governos petistas investiram nas Forças Armadas porque investem no setor publico. O contexto mudou. Estamos numa fase de ajuste. Os objetivos estratégicos não se perdem. Os projetos serão retomados. Vamos adiante!

  19. Cidadão, aqui ao contrário do que se faz nos “Broguis chapa branca” com patrocinio do GF, se fala de realidade operacional, e não de sonhos, e este governo tão somenete apenas tocou compras pontuais de valor que poderiam retornar sob forma de pixuleco ao partidos e a seus asseclas.
    O governo ptista investe mesmo é em corrupção, e para o teu saber não existe dinheíro público, existe sim o din din dos contribuintes.

    Passe bem

  20. Fazer o quê? Eu disse, eu a mais meia dúzia de gatos pingados.
    ————————————————————————-
    Camargo,

    tchau… boa viagem para vc’s, vc e seu tecnicismo retórico, ou seja: nada.
    ————————————————————————-

    Juarez meu Caro,
    e o feijão com arroz é aquele basicão do tipo: “Que tal irmos pra escola primeiro?”
    – O Brasil simplesmente não tem massa humana com critical knowledge mínimo para 90% de certas empreitadas.
    ————————————————————————-

    Maurício R.,
    essa ai foi mais umas das “se colar colou” da EMB e o controlador de uma certa Golden Share. Em fato, o “sonho” da Embraer é ser um tipo de BAe abaixo do equador, o que ela não sabe é que será no máximo um remendo mau engembrado de alguma coisa. Ao menos enquanto ela não assumir seu potencial multiplicador ao invés de seu desejo controlador.
    ————————————————————————-

    Meus caros, já disse: SE começar hj e com um pouco de sorte, levaremos 30 anos para “dominar” alguma coisa (alguma technologia).
    – Mas isso NUNCA vai acontecer se NÃO houver alguma mudança significativa nas estruturas Fiscais, Tributárias, Trabalhistas e Educacionais.
    Mas para isso, temos que chegar ao fundo do poço. E nós não chegamos ainda, na verdade nem começamos a cair, ainda só estamos escorregando.

    Ps.: Qualquer Golden Share é do Estado e não de um Governo. Então quando o ParTido começou a fazer certos movimentos com as Golden Share sobre o “seu” controle, as luzes de alerta acenderam na cachola e a minha pulga começou a coçar: – Vai dar M…da. E deu.

    Pps.: Se vc’s não tiverem uma pulga, arranjem uma. É muito salutar.

    Grande Abraço.

  21. Essa empresa só nasceu por conta de quem alguém no GF teve a “brilhante” ideia de copiar as exigências americanas: 51% da empresa controladora em mãos de empresa nacional.
    Repete-se aqui o erro antigo de fechamento do mercado com a justificativa de defender empresas nacionais.
    A segunda não deu certo, nem a primeira dará, porque aqui é Brasil.

  22. Vamos lá:
    Juárez Martinez, Mauricio R. e Oganza, por favor onde assino ?
    Maurício R. endosso os comentário do Oganza sobre a Embraer, mas deixo claro que não tenho como tirar das minhas veias o carinho que tenho por ela.
    Acrescento: Semana passada vi o quadro atualizado de acionistas, me decepcionei.
    Mas continuo Fã ! (rs).
    G abraço a todos.

  23. camargoer 7 de janeiro de 2016 at 19:05
    “Cai cai balão cai cai balão
    Na rua do sabão
    Não cai não cai não cai não
    Cai aqui na minha mão”
    Au revoir, définitif
    Bonne année

  24. “Claudio Moreno 7 de janeiro de 2016 at 15:14
    Muito conveniente para os israelenses….”
    Verdade, passar a expertise de “mão beijada” nem pensar ….. (rs).
    Shalom

  25. Perguntem ao governo inglês, como é “divertido” lidar c/ a BAe, o ápice da praga das “single source provider”.
    Para esse tipo de empresa, as ffaa do país são seu quintal e o país em si, uma especie de garota de programa.

  26. “Ao menos enquanto ela não assumir seu potencial multiplicador ao invés de seu desejo controlador.”
    .
    Oganza,
    .
    Quem nasceu p/ ser Embraer, nunca chegará a ser Lockheed.

  27. “Em fevereiro de 2013, a Avibras entrou no capital social da Harpia Sistemas e passou a deter uma participação de 9% na companhia, já formada, até então, pela AEL Sistemas, com fatia de 40% das ações, e pela Embraer, com fatia majoritária de 51%.”

  28. E boa viagem, Camargo, seja lá pra onde for…Já sobre ser ‘mais feliz longe’, entenda, não é questão de distância, mas sim de inteligência aliada a informação. Explico, quanto menos inteligente e informado você e, mais chances tem de ser feliz. Por isso o PT gosta tanto de gente estúpida e desinformada. Entendeu, ou quer que eu desenhe?

  29. Mauricio R. 7 de janeiro de 2016 at 23:58
    “Quem nasceu p/ ser Embraer, nunca chegará a ser Lockheed.”
    Calma.
    São realidades muito distintas:
    Tempo de Empresa, País USA …. baita diferencial, Família de Produtos, sistemas de financiamento, etc etc etc ….
    Pega leve.

  30. Antonio 8 de janeiro de 2016 at 0:49
    Kkkk rsrsrsrs …. Show ….. Adorei …… endosso, assino “donde” …. rsrs

  31. Maurício,
    quanto a ser uma BAe “abaixo do equador”, é isso mesmo vc disse: é no bom e no mau sentido… 🙂 ao menos a BAe possui algum critical knowledge… já a nossa…. 🙁
    Grande Abraço.

  32. A Embraer só tenta fazer aquilo que todas as empresas de defesa/aeronáutica do mundo fazem ou tentam fazer com seus respectivos governos.Um excelente exemplo que esta acontecendo nesse exato momento e que podemos citar é a Bombardier a principal concorrente da Embraer, o governo de Quebec acabou de colocar mais de 1 bilhão de dólares naquele novo jato cheio de problemas deles com a desculpa esfarrapada de que estava entrando no projeto para ser sócio, alguém aqui acredita que o governo vai recuperar esse dinheiro? Não satisfeita a Bombardier pediu mais 1 bilhão de dólares para o governo central do Canadá que ainda esta estudando o caso e dará a resposta nas próximas semanas, alguém aqui acredita que o governo central terá coragem de dizer não? Quanto que a Airbus recebe de subsídios dos governos da UE?Aposto que não é pouco. Quanto que a Boeing recebeu de subsídios do governo americano através de vários projetos militares que não deram certo e aqueles contratos nebulosos com a NASA que até hoje a UE reclama dizendo que aqueles contratos não passam de subsídios velados.Nem vou falar dos casos da Lockheed Martin essa ai consegui a proeza de colocar o pentágono de joelhos com o F-35, enfim você pode gostar ou não, mas é assim que a banda toca em todos os lugares

  33. Após noticiar a paralização das atividades da Empresa Harpia Sistemas S/A, o Sr Sami Hassuani, presidente da AVIBRAS Aeroespacial enviou a seguinte mensagem:

    “O Falcão continuará sendo da AVIBRAS. Trata-se de tecnologia existente antes da criação da HARPIA e portanto continua com a AVIBRAS. Aquilo que foi desenvolvido pela HARPIA fica para os três (AEL/EMBRAER/AVIBRAS).

    Ele disse que a Empresa continuará a fabricar ARP’s. Quem sabe mais à frente façamos algo em conjunto novamente com EMBRAER e AEL!”

    Segundo informe da própria AVIBRAS divulgado em 2012 a Empresa já tinha investido R$ 60 Milhões no Projeto Falcão. A plataforma do Falcão é feita em fibra de carbono, que garante maior leveza ao veículo e aumenta o espaço para que ele possa carregar mais combustível e sensores.

    O projeto prevê mais de 15 horas de autonomia, para o Falcão, que está configurado para carregar um equipamento eletro-óptico [tira fotos e faz filmagem de alta qualidade, tanto durante o dia quanto à noite], um radar de detecção de alvos móveis no solo e um link de satélites, com alcance de até 1.500 km.

    A empresa não comenta, mas o retorno do projeto do VANT Falcão para a AVIBRAS chega em um momento que há maior domínio tecnológico sobre tecnologias de guiagem, planejamento de missão e voo autonomo.

  34. toda indústria tecnológica neste pais nasce e morre, seremos eternos agricultores do mundo.
    Seremos eternos montadores, nunca criando nada.

  35. “Quanto que a Airbus recebe de subsídios dos governos da UE?Aposto que não é pouco.”
    .
    Existem regras da OCDE p/ a concessão destes subsídios. É regulado, não é ao Deus dará.
    .
    “Quanto que a Boeing recebeu de subsídios do governo americano através de vários projetos militares que não deram certo…”
    .
    Essas verbas são outorgadas através da concessão de contratos mediante licitação, através da DARPA ou de projetos do Pentágono, supervisionados por comissão do Senado americano.
    .
    “…e aqueles contratos nebulosos com a NASA que até hoje a UE reclama dizendo que aqueles contratos não passam de subsídios velados.”
    .
    Se a UE tem provas, pode-se abrir um painel através da WTO, que podem se provado redundar em sanções.
    .
    “Nem vou falar dos casos da Lockheed Martin essa ai consegui a proeza de colocar o pentágono de joelhos com o F-35…”
    .
    Tem ninguém de joelhos, é a estrutura do contrato concedido a LM que era “cost plus fee”, a estrutura do contrato da Boeing p/ o desenvolvimento do KC-46 já é diferente é um contrato a preço fixo em que a variação de custos é bem menor, e nem todo custo é ressarcido pelo governo.

  36. Não sei porque tamanha lamuria. Acabou, acabou, já deu. A Harpia nunca foi grandes coisas, cada empresa vai tocar sozinha seus projetos de VANT. Eu ficaria preocupado, por exemplo, se empresas como Mectron, Avibras, Embraer, Akaer, FT Systems (antiga Flight Technologies), etc..falissem e fechassem as portas (sei que tem gente aqui que torce por isto, mas eu não), por menor que sejam os seus conhecimentos críticos, são as poucas com tais conhecimentos e devem ter sim um olhar diferenciado pelo GF/MD, mas a Harpia…….
    É o que penso.
    Até mais!!! 😉

  37. É caro Wellington, eu também não quero que a Embraer morra. O que viria no lugar dela? Nada de bom, eu asseguro. Então as críticas devem ser construtivas e não movidas por um ódio irracional.

  38. A EMBRAER não fecha, porque a maior parte do faturamento não vem do GF e mesmo assim se ferra muito por causa dele. Segunda-feira vi o KC390 voando…

    Com os pagamentos minguando a EMBRAER no fim vai botar do bolso dela para terminar os ensaios e não ficar com a r…. no toba.

    Gostemos da EMBRAER ou não, infelizmente a realidade é esta. Vale a pena terminar logos os ensaios e tentar começar a vender o avião para clientes externos.

    Sempre que alguma empresa ou desgraça acontece pelos desmandos políticos e econômicos depois da invenção do Brasil de 2002, aparece algum comentarista patrocinado a mortadela para querer desviar e dizer que aqui não é Blog político ou enaltecer as conquistas para a Defesa do Lulopetismo..

    Podemos dizer que as regiões de São José dos Campos e São Carlos, que são dois verdadeiros pólos de desenvolvimento tecnológico do país estão em sérias dificuldades financeiras para manter as suas linhas de negócio, porque infelizmente muitas destas empresas tem acordos com as FFAA que estão cortando tudo.

    Quem não fechou ainda e depende das FFAA vai ter que passar por profundas reformulações para não fechar as portas.

    Infelizmente no Brasil o mercado de defesa é muito ligado ao humor do GF. As empresas aqui não tem mercado nos órgãos para-públicos por restrições orçamentárias e de legislação.

    Quanto as “conquistas” do Lulopetismo, infelizmente elas serão sentidas com o passar dos anos.

  39. E serão longos, cinzas e tenebrosos anos, mas pode ser que o Brasileiro tenha que tomar bem tomado no fio o fó, para não acreditar em promessas de sindicalistas vagabundos que nunca trabalharam na vida e só se especializaram em levar um por fora, junto com “azelite”, não aquelas que carregam o pinao, mas aquelas representadas por ícones culturais acostumados a fazer pronunciamentos sobre o Brasil, tomando um belo café com brioches na Chaps Elizee.
    Tomara que a MB, talvez a mais atingida por este furacão aprenda alguma coisa, deixe de ser a marinha carioca, a marinha doxxxxxxxxxx meuuuuuu irrrrrrrrrrrrrrrrrrmão, da maladragem, dus pujeto, em fim de toda a merd……………a plantada pelo CM anterior, vamos ver …….

    G abraço

  40. Pois é Trollbuster, as únicas que vão conseguir passar relativamente bem por essa crise que provavelmente vai durar mais dois anos de forma dura são a Embraer justamente pelo faturamento dela não depender tanto do GF e o dollar alto também vai colaborar tornando seus produtos mais baratos para os clientes estrangeiros e a avibras, essa por pura sorte de ter fechado dois grandes contratos de exportação nos últimos anos e exatamente agora onde ela esta executando esses contratos o dollar disparou para 4 reais, ou seja, ela vai faturar mais do que estava pensando ( mão de obra em real/ faturamento em dollar)

  41. Jr 9 de janeiro de 2016 at 13:36
    “….provavelmente vai durar mais dois anos de forma dura….”
    Colega, está se referindo a quê nesse timing ?

  42. Há interesse por parte das forças armadas na elaboração de um protótipo com a capacidade de levar armamentos…pelo texto o falcão é voltado para monitoramento e vigilância do espaço aereo

  43. Josemar.
    Para começar, monitoramento já estaria bom.
    Mas transportar armamentos seria muito melhor.
    E não me parece algo tão difícil…
    Poderiam fazer logo os dois.
    Um para patrulhamento marítimo levando dois misseis antinavio já estaria de bom tamanho…
    O problema para patrulhar e levar mísseis é que o peso talvez aumente o consumo de combustível.
    Alguém sabe o consumo por hora de jatos, turbohélices e drones para patrulhamentos?
    Dá-se a entender que drones podem passar horas e horas, portanto, seriam muito econômicos…

  44. Realmente, não vejo muito sentido nessa Harpia.
    Exceto quanto a unir forças, compartilhar gastos, etc.
    A Elbit entraria com o conhecimento de aviônicos, o que é uma necessidade…
    A Embraer tem conhecimentos em aeronaves, o que seria útil no desenvolvimento do falcão. Mas ele já não estava “pronto”?
    falo no sentido de sua forma já estar definida? iriam apenas testá-lo, etc? Ou fazer novo modelo?

  45. OFF TOPIC…
    .
    …mas nem tanto!!!
    .
    Alguém “roeu a corda” dos acordos franco-britânicos de Lancaster House…
    .
    “As part of the program for the tactical drone system which aims to deliver the Army a new tactical drone system, the Patroller from Sagem will win the competition over the Patroller from Thales,…”
    .
    “The Watchkeeper is in service with the British forces and there are close bilateral ties between Paris and London through the Lancaster House treaty on defense cooperation. There has been discussion of a French selection of Watchkeeper paving the way for a British pick of the Nexter VBCI infantry fighting vehicle.”
    .
    “Patroller has more than 80 percent French content, while Watchkeeper has around 10 percent, which Thales had pledged to boost to 30 percent, daily Le Monde reported.”
    .
    (http://www.defensenews.com/story/defense/2016/01/22/sagem-patroller-beats-out-thales-watchkeeper-french-army-drone-pick/79160314/)
    .
    Detalhe interessante:
    .
    “Watchkeeper is based on the Elbit Hermes 450 and is built by a joint venture that is held 49 percent by Thales and 51 percent by Elbit.”
    .
    Se fosse no Brasil, adivinhem de quem seriam os 51%????

  46. Embraer esta se mudando para os EUA, quando isso acontecer não esperam mais futuro depois de destruírem a Petrobras deixando uma dividade de 500 bilhões, nenhuma empresa de renome vai querer ficar num país inseguro cheio de crises espero está errado, valeu populismo ideológico desse governo, da pátria grande socialista, os senhores esquecem que aqui nesse pais tem muitas empresas amerinas é estrangeiras, se o capitalismo é ruim fiquem tranquilos, quando elas voltarem para um pais melhor é capitalistas, fiquem aqui com suas reformas agrárias é agro negócios pois é isso que vai acontecer vamos ser uma país de grãos é carnes para exportação o povo que se vire sem emprego o capital vai embora.

  47. O momento está ruim mesmo e uma crise mesmo e[é local e mundial) mas sei que a embraer guardou tudo alias salvou tudo e tem potencial para voltar tudo em poucos dias se a situação melhorar. No momento nem o que foi nem o que entrou tem que priorizar projetos,não tem dindim para tudo devemos pois apenas lamentar e esperar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here