Home Noticiário Internacional Saab formaliza contrato de fornecimento de 36 caças Gripen NG à FAB

Saab formaliza contrato de fornecimento de 36 caças Gripen NG à FAB

887
8

Mockup Gripen NG na Festa da Caça na Base Aérea de Santa Cruz

ClippingNEWS-PAVALOR – A empresa Sueca Saab anunciou, na noite de ontem, quarta-feira, a formalização do contrato de fornecimento de 36 caças Gripen NG à Força Aérea Brasileira (FAB).

Também entrou em vigor o contrato de cooperação industrial que prevê transferência de tecnologia para as indústrias brasileiras. Em nota, a Saab informa que os dois contratos só foram efetivados após todas as condições exigidas terem sido cumpridas.

No dia 25 de agosto, a Saab e a FAB já haviam assinado o contrato de financiamento de compra dos caças, a partir da autorização do Ministério da Fazenda para uma operação de crédito externo no valor de até US$ 245,3 milhões, voltada à aquisição dos armamentos do caça, e de 39,3 bilhões de coroas suecas (SEK) para as aeronaves e suporte logístico.

A entrega das aeronaves, de acordo com a Saab, terá início em 2019 e se estenderá até 2024. O presidente do conselho de administração da Saab, Marcus Wallenberg, disse que o programa de desenvolvimento dos caças será uma plataforma para novos negócios e contribuirá para o crescimento das indústrias brasileira e sueca.

Para o presidente e CEO da Saab, Hakan Buskhe, a parceria com a indústria brasileira fortalece a posição da Saab na América Latina e apoia a estratégia de crescimento da empresa por meio da cooperação industrial.

O comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato, ressaltou que o Gripen, além de equipar a FAB com uma das mais modernas aeronaves de caça do mundo, irá permitir um salto tecnológico sem precedentes para a indústria brasileira.

Conforme antecipou o Valor na semana passada, a partir de outubro, 48 técnicos brasileiros de seis empresas embarcam para a Suécia para iniciar os trabalhos de transferência de tecnologia e desenvolvimento conjunto da aeronave. No total, 350 técnicos e engenheiros da Embraer, Akaer, Inbra, Atech, Ael, Samal e Mectron, assim como do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), farão o intercâmbio para a absorção de tecnologia.

A Embraer, responsável pela gestão conjunta do projeto F-X2, vai enviar 200 profissionais para a Suécia. A empresa também fará a montagem final dos caças em sua fábrica de Gavião Peixoto, dedicada aos produtos de defesa.

FONTE: Valor Econômico

8
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
Franco FerreiraandreasGuilherme PoggioFabio Macedojoao.filho Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Antunes
Visitante
Antunes

Notícia Boa!

Espero que não haja ilegalidades que possam minar o contrato.

joao.filho
Visitante
Member
joao.filho

Boa noticia!!!
Quando chega o primeiro? Em 2028???

andreas
Visitante
andreas

Eu sei que a aeronave da foto é maquete. Os mísseis das pontas das asas e do ventre eu reconheci, mas Mestre Bosco, quais seriam essas armas nos pilones da asa?

Fabio Macedo
Visitante
Fabio Macedo

Uma pergunta meio boba, mas essa maquete da foto, é um Gripen sem motores, avionicos e etc, ou seja só uma carcaça, igual aos Xavantes espalhados pelas praças Brasil afora, ou é uma especie de escultura feita de plastico e metal?

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

andreas

Trata-se do míssil anti-radiação MAR-1 (cabide externo) e bomba guiada Spice 1000 (cabide interno).

Para mais detalhes veja o link abaixo

https://www.aereo.jor.br/2015/08/09/as-armas-que-vao-equipar-os-cacas-gripen-ng-da-forca-aerea-brasileira/

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Fabio Macedo

O mockup do Grioen é de madeira. O Xavantes espalhados pelas praças Brasil afora são aviões reais que voaram com a FAB.

Ainda não foi concluída a construção do primeiro Gripen E (embora a fabricação já tenha começado)

andreas
Visitante
andreas

Obrigado Poggio. Aproveitando sua informação: a Spice sabemos que está sendo adquirida, mas e o MAR-1? Até hoje só soube de venda para o Paquistão, mas para a FAB mesmo não vi ainda notícias a respeito. A FAB tem ele? Ou são só maquetes?

Franco Ferreira
Visitante
Member
Franco Ferreira

Ué?! O contrato não era “formal”?

Se formal não é, é “de mentirinha!”

Só acredito quando os verbos vierem nos tempos presente ou passado. Verbo conjugado no tempo futuro, atualmente, é conversa de carochinha!