Home Estratégia Primeiros três jatos Mirage 2000D franceses chegam à Jordânia para combater EI

Primeiros três jatos Mirage 2000D franceses chegam à Jordânia para combater EI

337
10

Operação Chammal - Primeiros três Mirage 2000D na Jordânia - foto Min Def França

Traslado de 4h30 a partir de Nancy, realizado em 28 de novembro, teve dois reabastecimentos em voo com C-135FR, que também transportou equipamentos à Jordânia. Outros suprimentos para operação dos jatos chegaram no mesmo dia ao país a bordo do navio de desembarque-doca Siroco

Nota divulgada pelo Ministério da Defesa da França informou que, em 28 de novembro, três jatos Mirage 2000D da Força Aérea Francesa, baseados em Nancy, se desdobraram para a Jordânia para integrar o dispositivo militar francês engajado na luta contra o Estado Islâmico (EI), também denominado Daech, na Operação Chammal.

O traslado durou 4 horas e 30 minutos, sem escalas, com dois reabastecimentos em voo realizados por um avião-tanque C-135FR da Base Aérea de Istres, que também transportou material militar. Com a chegada das três aeronaves ao teatro de operações, o dispositivo francês passa a ter nove caças Rafale, um reabastecedor C-135FR e um avião de patrulha marítima Atlantique 2 (da Marinha, os demais da Força Aérea), aeronaves que já operavam a partir de base na Base Aérea de Al Dhafra nos Emirados Árabes Unidos, além dos três jatos de ataque Mirage 2000D na Jordânia. No mar, a fragata antiaérea Jean Bart integra o grupo aeronaval da Marinha dos EUA (USN) nucleado pelo navio-aeródromo USS Carl Vinson.

Operação Chammal - Primeiros três Mirage 2000D na Jordânia - foto 2 Min Def França

A partir da próxima semana, outros três jatos Mirage 2000D completarão o reforço do dispositivo, somando seis aeronaves do tipo. O uso de base na Jordânia marca uma melhoria notável no tempo de voo até os objetivos no Iraque: as quatro horas gastas em rota tendo como base os Emirados diminuirão para uma hora e meia a partir da Jordânia. Os caças Rafale em Al Dhafra passarão, com o início das operações dos jatos Mirage 2000D, a realizar primordialmente missões de reconhecimento em profundidade. Contudo, poderão reforçar a capacidade de ataque a qualquer momento.

Operação Chammal - Primeiros três Mirage 2000D na Jordânia - foto 3 Min Def França

Material necessário para a operação dos jatos Mirage 2000D chegou à Jordânia naquele mesmo dia a bordo do navio de desembarque-doca Siroco (TCD –  transport de chaland et de débarquement) que atracou em Aqaba.

FONTE / FOTOS: Ministério da Defesa da França (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em francês)

VEJA TAMBÉM:

10
Deixe um comentário

avatar
9 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Clésio LuizBlackhawkLord TraderFernando "Nunão" De MartiniBaschera Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Baschera
Visitante
Member
Baschera

Quem manda não ter Super Tucano para esta missão… vai pagar bem caro para voar com estes tios….

Falando em ST, em breve haverá mais um operador…Gana.

SDs.

Blackhawk
Visitante
Blackhawk

Estes Mirage fazem o translado a 700km/h?? É a velocidade de cruzeiro deles?

Lord Trader
Visitante
Lord Trader

Por que os Mirage franceses continuam voando e os nossos que foram escolhidos e revisados pararam de voar ?

Lord Trader
Visitante
Lord Trader

Fernando “Nunão” muito obrigado pela informação abs.

Blackhawk
Visitante
Blackhawk

Obrigado pela resposta, Nunão.
De fato fiz o cálculo aproximado em linha reta. Até porque, a princípio, no trajeto os aviões passam por nações que creio serem amigas da França.
O desvio é comum ou só quando não há autorização prévia das nações por onde passa?

Clésio Luiz
Visitante
Active Member
Clésio Luiz

OFF TOPPIC:

Aparentemente F-4 iranianos estão operando no Iraque:
http://www.janes.com/article/46514/iranian-phantom-jet-strikes-the-islamic-state-in-iraq