Home Aviação de Caça Nota da FAB sobre o planejamento para 108 caças e o contrato...

Nota da FAB sobre o planejamento para 108 caças e o contrato atual, de 36 jatos Gripen NG

416
6

Apresentação de caças Gripen na Suécia - foto A Galante - Poder Aéreo

Abaixo, nota enviada na tarde de 19 de novembro pela Força Aérea Brasileira (FAB) ao Poder Aéreo, a respeito de matéria do site Flightglobal (entre outros meios) que repercutimos aqui e que fez referência à intenção da FAB incorporar uma frota de 108 aeronaves Gripen NG:

Prezado jornalista,

O contrato assinado com a Saab em outubro deste ano prevê o desenvolvimento e aquisição de 36 caças Gripen NG.

O número divulgado refere-se a estudos realizados pela Força Aérea Brasileira (FAB) para a renovação gradual e uniformização de toda a frota de aeronaves de caça, à medida que chegar ao fim o ciclo de vida das atuais aeronaves, F-5EM e A-1M. Este estudo, baseado na Estratégia Nacional de Defesa, visa preparar a Força Aérea para os desafios do futuro.

Em decorrência desse planejamento, chegou-se ao número estimado de 108 aeronaves. Mas, reforça-se, este número é apenas um planejamento, sem qualquer relação com o contrato atual.

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA AERONÁUTICA

Assessoria de Imprensa

6
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
Fernando "Nunão" De MartiniRogérioFranco FerreiraClésio LuizGrievous Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Nautilus
Visitante
Nautilus

Ou seja: se o número é um planejamento, existe de fato uma intenção da FAB de se mobiliar com 108 Gripen NG “at least”, para substituir todos os atuais caças de seu inventário, “de forma a se preparar para o futuro”.

Grievous
Visitante
Grievous
Clésio Luiz
Visitante
Active Member
Clésio Luiz

Como toda reportagem envolvendo algo que não seja fofocas e política, tem um festival de erros no texto, mas pelo menos esse trecho é interessante: “O contrato logístico assinado com a Saab terá duração de 5 anos, a partir do início da entrega da primeira aeronave operacional, e prevê suporte em todos os sistemas. O Brasil, de acordo com a FAB, também comprou “todas as peças necessárias para operação por 5 anos”, além de dois simuladores completos, que serão instalados na base de Anápolis (Goiás), que formará um esquadrão para receber o avião.” Para quem gosta de fazer conta de… Read more »

Franco Ferreira
Visitante
Member
Franco Ferreira

Que bom. A FAB parece que está cuidando de suas coisas BVR! O CECOMSAER existe há mais de trinta anos, beirando os quarenta. Esta é a PRIMEIRA VEZ que eu vejo o Centro reagir a um estímulo SEM sair pela tangente e SEM apelar para subterfúgios nem sempre louváveis. O CECOMSAER está diretamente ligado ao Comandante da Força Aérea, e, obviamente, poucas atitudes adota sem consultar (ou, pelo menos, informar) a autoridade aeronáutica militar. Portanto, ao mesmo tempo em que cumprimento ao nosso amigo Nunão pela exatidão dos informes que analisou e processou, cumprimento à FAB e ao CECOMSAER por… Read more »

Rogério
Visitante
Member
Rogério

Grievous
20 de novembro de 2014 at 7:35

Telinha cara essa hein!!! 😀 😀