Home Indústria Aeroespacial Saab e Embraer vão vender juntas o caça Gripen NG

Saab e Embraer vão vender juntas o caça Gripen NG

330
9

Gripen NG para o Brasil - concepção artística Saab

Por Virgínia Silveira | Valor

ClippingNEWS-PALINDKÖPING (SUÉCIA) – A Embraer e a empresa sueca Saab vão explorar conjuntamente as oportunidades de vendas globais do caça Gripen NG, que será produzido no Brasil para a Força Aérea Brasileira (FAB). O vice-presidente de parcerias industriais da divisão aeronáutica da Saab, Jan Germudsson, disse que a empresa vislumbra um mercado potencial para a venda de três mil caças nos próximos 20 anos.

“Nosso objetivo é capturar entre 10% e 15% desse volume, algo em torno de 300 a 400 aeronaves”, disse o executivo durante entrevista na fábrica onde é produzido o Gripen, em Lindköping. A ideia da Saab, segundo ele, é que a Embraer participe junto com a companhia dessas vendas, estimadas em mais de US$ 30 bilhões.

A Embraer e a Saab já assinaram um memorando de entendimento que atesta a posição de liderança da fabricante brasileira no programa de desenvolvimento do caça. A participação da Embraer envolve a coordenação das atividades de produção e entrega das versões monoposto e biposto (dois lugares) do caça, assim como desenvolvimento de sistemas, integração, testes em voo, montagem final e entregas.

As duas empresas também negociam a formação de uma parceria estratégica para a promoção das vendas do Gripen NG no mercado global.

FONTE: Valor Econômico

9
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Rinaldo NeryMauricio R.OganzaNickFernando "Nunão" De Martini Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcos
Visitante
Member
Marcos

300 a 400!!!

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Sim, e não sei por que a surpresa. O número já estava em matéria de dois dias atrás.

http://www.aereo.jor.br/2014/11/03/suecia-ve-nova-chance-de-vender-gripen-para-a-finlandia/

Agora, se o mercado total realmente será de 3.000 caças ao longo de 20 anos, e se o Gripen terá capacidade de conquistar 10 a 15% desse total, só o tempo dirá.

Vassili
Visitante
Vassili

Nunão,

Imagino que realmente o número de novos caças nos próximos 20 anos chegue aos 3000, e isso só nos mercados onde a SAAB “poderia” tentar vender o seu peixe (digo isso sabendo que ele usa bastante tecnologia norteamericana passível de veto à diversos países), embora o F-35 esteja destinado à abocanhar boa parte dessa cota………….

Ou seja, mesmo uma cota de 10, ou pior ainda, 15% seja uma expectativa otimista por demais……

A cada dia que passa, a quantidade de nações que conseguem adquirir aeronaves de combate top de linha se reduz mais e mais……….

abraços.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Vassili,

Não entendi muito bem. Por um lado, você diz que a quantidade de nações capazes de adquirir aeronaves mais caras se reduz, por outro, diz que 10 a 15% seria otimista demais. Acabei ficando confuso em relação à sua opinião sobre o tema!

Nick
Visitante
Member
Nick

O Gripen pode se encaixar no mercado que era servido pelos Mirage 2000. Mas a concorrência vai ser feia com os caça chineses e os sulcoreanos promovendo seu FA50.

[]’s

Oganza
Visitante
Oganza

Esse Valor Econômico não tem valor nenhum. “A Embraer e a Saab já assinaram um memorando de entendimento que atesta a posição de liderança da fabricante brasileira no programa de desenvolvimento do caça.” – Pq não não é dito que a tal liderança é para os caças produzidos para a FAB? Só desinformação… Por que? Porque nos dois primeiros parágrafos se fala de mercado mundial e das possibilidades de se abocanhar tal mercado em uma parceria conjunta, sendo que a matéria termina iniciando com a citação acima dando a entender que é a EMB que vai construir, integrar, testar e… Read more »

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Acho ridícula essa ansia da Embraer em querer a tdo custo aparecer como “lider”, disso e daquilo.
A empresa não manja bulhufas de satélite, mas é a “lider” da Visonia.
Idem ibidem não manja bulhufas de ac de caça, mas é a “lider” do F X-2.
Vai longe o tempo em que para aparecer, bastava uma melancia pendurada no pescoço.

Rinaldo Nery
Visitante
Member
Rinaldo Nery

É Mister M…. A EMBRAER vai reabrir a linha do Aero Boero e vende-lo sob licença.
kkkkkkkkkkkkkkk
Eles não sabem nada mesmo….

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Melhor reabrir a linha dos Piper, vai que alguém na Embraer ainda se lembre como eram fabricados.
É mais seguro do que ressucitar avião argentino.