Home Aviação de Caça PAMA-SP 2014: Poder Aéreo no Domingo Aéreo – parte 4

PAMA-SP 2014: Poder Aéreo no Domingo Aéreo – parte 4

552
5

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - caças F-5E 4883 e 4884 ex-Jordânia no Hangar 3 - foto 2 Nunão - Poder Aéreo

Continuam no PAMA-SP quatro células de F-5E das oito aeronaves do tipo adquiridas da Jordânia e ainda não enviadas à Embraer

Chegamos à quarta e última parte desta matéria especial do Poder Aéreo sobre o Domingo Aéreo 2014 no Campo de Marte, no qual a FAB abriu os portões do PAMA-SP (Parque de Material Aeronáutico de São Paulo) ao público no último domingo de setembro, dia 28. Na parte anterior, mostramos cinco caças monopostos F-5EM do atual inventário da FAB de 43 exemplares (aos quais se somam três F-5FM, bipostos) que passam por diversos estágios de revisão nas instalações do PAMA-SP.

Porém, como já mostramos em diversas matérias de anos anteriores, o Parque também vem realizando trabalhos de revitalização e revisão de onze células de F-5 adquiridas usadas na Jordânia numa compra anunciada em setembro de 2007 no valor de 21 milhões de dólares (e acompanhamos as atividades – e por vezes a inatividade – praticamente desde 2008, quando nasceu este blog), sendo três do modelo biposto F-5F e oito do monoposto F-5E. Esses trabalhos nos bipostos, que precedem o envio das células à Embraer para modernização ao padrão F-5M, foram concluídos primeiro, e se seguiram quatro dos monopostos. Desde o final do ano passado (confira matérias de anos anteriores no final) restavam apenas quatro monopostos no PAMA-SP, dois dos quais realizando a revisão / reparo / revitalização e outros dois aguardando o início desses trabalhos.

Nesta edição do evento de 2014, pudemos conferir que estão estocadas duas células aparentemente com os trabalhos concluídos, pois receberam a pintura “primer” verde-amarelada que é aplicada após os devidos reparos e substituições nas estruturas e chapas e estão ensacadas para proteção, como se vê na foto acima). São as aeronaves que receberam matrículas FAB 4883 e 4884, o que é evidenciado pelos números 83 e 84 aplicados nas superfícies verticais das caudas, como se pode conferir na imagem abaixo.

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - caças F-5E 4883 e 4884 ex-Jordânia no Hangar 3 - foto Nunão - Poder Aéreo

F-5E 4884 ex-Jordânia no PAMA-SP em out 2013 - Foto 6 Nunão - Poder Aéreo - Forças de DefesaDestas duas, uma foi fotografada em mais de um ângulo pelo Poder Aéreo na edição de 2013 do Domingo Aéreo, a de matrícula 4884. As imagens que divulgamos na ocasião, como a do detalhe ao lado, mostravam diversas indicações marcadas na célula para realização de reparos, substituições e tratamentos.  Ao seu lado, hoje, está a de matrícula 4883, também com aparência de trabalhos terminados, faltando apenas a montagem de componentes para envio às instalações da Embraer, em Gavião Peixoto.

Mas vale relembrar que, em visita que fizemos apenas dois meses depois ao PAMA-SP, tanto a célula 4884 quanto a 4883 já se apresentavam com a aparência atual de trabalhos finalizados, e ocupavam (apesar de ainda cobertas por plástico) espaços na linha de montagem de componentes, dando a entender que teriam motores e outros sistemas instalados para envio à Embraer neste ano (planos que apuramos à época em conversas com o pessoal do Parque). Hoje, pode-se dizer que deixaram a linha de montagem e voltaram à de estocagem. Abaixo, as duas células fotografadas em novembro de 2013:

F-5E 4884 e 4883 ex-Jordânia no PAMA-SP no final de novembro de 2013 - foto Nunão - Forças de DefesaOu seja, passou-se praticamente um ano e o envio de pelo menos duas das aeronaves mais adiantadas à Embraer não ocorreu, denotando um atraso nos planos de modernização de todos os 11 exemplares comprados da Jordânia, divulgados diversas vezes pela FAB, mas que sempre são passíveis de adiamentos ou mudanças conforme contingenciamentos financeiros.

Nas últimas fotos, podemos ver as duas outras células que também estão hoje no PAMA-SP, cujas aparências deixam claro que ainda precisam iniciar a revisão, pois só parecem trazer a pintura original jordaniana removida (e uma delas nem isso, na área superior do nariz, como já estava no final do ano passado). O forte brilho dos plásticos que as protegiam não permitiu ver se ainda há marcações de locais para reparo, substituição e tratamento nas estruturas e chapas, como vimos no final do ano passado nas mesmas. A cobertura plástica também não permite ver suas matrículas marcadas na chapa, mas no final do ano passado, quando não estavam cobertas por plástico, era possível ver rabiscadas as matrículas 4885 e 4879.

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - quatro caças F-5E ex-Jordânia no Hangar 3 com F-5EM ao fundo - foto Nunão - Poder Aéreo

Na área lateral do Hangar 3 “Major Santos”, normalmente reservada a células estocadas ou em desmontagem, estas duas últimas células ladeavam no evento deste ano as de matrícula 4883 e 4884, uma delas vista em primeiro plano na imagem acima outra na foto abaixo. Ao fundo, pode-se ver uma célula de F-5EM desmontada que já mostramos na parte anterior (3) desta matéria. Mais atrás, estavam estocadas asas e outras partes da célula (como as seções removíveis da fuselagem traseira, que recobrem as tubeiras dos motores). Quem conferir as matérias de anos anteriores na lista abaixo poderá concluir que, após um período de maior atividade nas células compradas da Jordânia, especialmente em 2012, do final do ano passado para cá houve pouco avanço nesses trabalhos.

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - caça F-5E ex-Jordânia no Hangar 3 com F-5EM ao fundo - foto Nunão - Poder Aéreo

VEJA TAMBÉM:

5
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Fernando "Nunão" De MartiniCarlosernaniborgesEder AlbinoGuilherme Poggio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

O tempo trabalha contra estas células. Se demorar muito mais para iniciar o processo de modernização, pode ser que ao término elas sejam encaminhadas diretamente para o MUSAL.

Eder Albino
Visitante
Member
Eder Albino

Moderniza e vende! Quem sabe o Uruguai não se interessa?
http://www.aereo.jor.br/2014/08/20/uruguai-propoe-oficialmente-compra-de-dez-f-5-suicos/

ernaniborges
Visitante
ernaniborges

A Argentina vai querer. Só não sei se vai pagar.

Carlos
Visitante

Poggio

normal ir para o Musal.

Estão mandando C 130 operacional.

Poderiam mandar 2/3 dos Brigadeiros (84) para o Musal também.