Home Força Aérea Brasileira PAMA-SP 2014: Poder Aéreo no Domingo Aéreo – parte 2

PAMA-SP 2014: Poder Aéreo no Domingo Aéreo – parte 2

754
3

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - A menina e o Buffalo - foto Nunão - Poder Aéreo

Aviões de ontem e de hoje no pátio do Campo de Marte, em São Paulo

Na parte 1 desta matéria, mostramos as principais apresentações em voo do Domingo Aéreo no Campo de Marte 2014, no qual a FAB abriu as portas (como faz todos os anos) do Parque de Material Aeronáutico de São Paulo (PAMA-SP).  Hoje trazemos imagens das aeronaves que ficaram, na maior parte daquele dia 28 de setembro, em exposição estática, atraindo bastante o público. O tempo todo, pessoas faziam poses para fotos em frente aos aviões e helicópteros, e o fato do evento estar menos cheio à tarde ajudou na atividade ininterrupta de produzir retratos e “selfies”, como presenciamos.

Um dos preferidos das crianças era o simpático C-115 Buffalo preservado no PAMA-SP. Talvez pelo seu ar simpático e “narigudo”, por conta do radome que parece um focinho de cachorro. Talvez pelo porte da aeronave. Talvez pelo  fato de ser o avião exposto mais próximo à entrada do evento. Mas, muito provavelmente, pelo fato de não estar totalmente cercado como os demais aviões, podendo ser tocado, visitado por dentro (para isso, era preciso pegar uma fila que, durante boa parte do evento, não demorava muito para andar) e fotografado bem de perto.

Todos os anos, o imponente Buffalo faz sucesso, especialmente para a criançada, como foi o caso da menina da imagem acima que aproveitou o ambiente mais tranquilo da tarde para posar junto ao trem de pouso dianteiro.

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - Buffalo - foto Nunão - Poder Aéreo

Bem perto do Buffalo, mas na área cercada, estava o sucessor do Buffalo na FAB, o Amazonas. No evento, o modelo foi representado por um exemplar SC-105 de Busca e Salvamento, do Esquadrão Pelicano (2º/10º GAV), baseado em Campo Grande – MS. Ainda que menos “focinhudo” e menos imponente que seu carismático antecessor, o Amazonas  chamou bastante a atenção do público pelo seu aspecto moderno e, em especial, pelas suas hélices de seis pás.

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - SC-105 Amazonas - foto Nunão - Poder Aéreo

Também representando a aviação de transporte, porém mais distantes da entrada do evento, havia dois aviões de porte menor da atual frota da FAB, um C-98 Caravan e um C-95 Bandeirante, este último em uso pelo próprio PAMA-SP. Ali perto, estavam expostos um P-95 Bandeirulha de patrulha marítima e um treinador T-27 Tucano da Academia da Força Aérea (que se apresentou em voo, como vimos na primeira parte).

Domingo Aéreo no Campo de Marte - C-98 Caravan - foto Poder Aéreo

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - C-95B do PAMA-SP - foto Nunão - Poder Aéreo

Domingo Aéreo no Campo de Marte -  T-27 Tucano - foto Poder Aéreo

Falando em Tucano, os seus sucessores na Esquadrilha da Fumaça (EDA –  Esquadrão de Demonstração Aérea) estavam representados por dois exemplares, um A-29A Super Tucano monoposto (tipo que compõe a maior parte dos aviões do esquadrão) e um A-29B biposto. Como explicado diversas vezes pelo apresentador do evento, eles estavam apenas em exposição estática e não fariam demonstrações aéreas naquele dia, pois o EDA ainda está na fase de treinamento de manobras com a aeronave, para a volta às apresentações.

O novo padrão de pintura dos aviões do esquadrão, com a bandeira brasileira estampada na cauda, chamava bastante a atenção dos presentes. Não foram poucos os que, espontaneamente, percebiam a diferença do monoposto para o biposto, que é a presença de um tanque de combustível adicional no lugar do assento traseiro, durante o tempo em que ficamos próximos às aeronaves, atentos às impressões do público.

Domingo Aéreo no Campo de Marte - A-29B - foto Poder Aéreo

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - canopi A-29A Super Tucano do EDA - foto Nunão - Poder Aéreo

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - canopi A-29A Super Tucano do EDA - foto 2 Nunão - Poder Aéreo

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - A-29B e A-29A Super Tucano do EDA - foto Nunão - Poder Aéreo

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - A-29A Super Tucano do EDA - foto Nunão - Poder Aéreo

Também ali perto, estavam expostos aviões Corisco e Christen Eagle II do Aeroclube de São Paulo, este último utilizado para treinamento de acrobacia aérea, além de uma belíssima réplica do Demoiselle, de Santos Dumont. Falando no aeroclube, logo na entrada do hangar de revisão dos caças F-5 da FAB estava um pequeno Diamond Eclipse de instrução, da sua frota.

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - Corisco do Aeroclube de SP - foto Nunão - Poder Aéreo

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - Christen Eagle II do Aeroclube de SP - foto Nunão - Poder Aéreo

Domingo Aéreo no Campo de Marte 043a

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - Diamond Eclipse do Aeroclube de SP - foto Nunão - Poder Aéreo

Nas asas rotativas os principais atrativos, além dos Esquilos de emprego parapúblico que a população costuma ver com mais frequência, eram o H-34 Super Puma da FAB (que já mostramos na primeira parte, em voo) e, especialmente, um HM-1 Pantera da Aviação do Exército Brasileiro, que muitos dos presentes elogiavam pela beleza, não só das linhas como também da pintura.

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - Pantera do EB - foto Nunão - Poder Aéreo

Por fim, devemos mencionar um dos aviões que mais geravam interesse das pessoas em serem fotografadas na sua frente, embora o tipo seja um frequentador mais do que assíduo do PAMA-SP: trata-se do F-5EM, no caso o exemplar 4839 com os símbolos do Esquadrão Pampa (1º/14º GAV), baseado em Canoas – RS. Mas este já é um assunto para a terceira parte desta matéria, sobre os caças F-5 em revisão e revitalização no interior do grande Hangar 3 “Major Santos”, onde o 4839 deverá passar os próximos meses.

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - F-5EM 4839 do Esquadrão Pampa - foto Nunão - Poder Aéreo

VEJA TAMBÉM:

3 COMMENTS

  1. Parabéns pelas fotos Nunão!

    Só faltou a foto do Bandeirulha citado na matéria, e sobre o mesmo, a despeito de suas limitações, protagonizou uma missão vitoriosa recentemente, ao localizar um veleiro desaparecido no atlântico, em meados de agosto.

    • Poggio e Lyw,

      Algumas fotos desta parte e da anterior são do Galante e da Dinair, que foram ao evento já pela manhã. As minhas, especificamente, estão diferenciadas no nome do arquivo e na logomarca do Poder Aéreo sem sombra.

      De fato, faltou fotografar o Bandeirulha… Mas dá pra desculpar, creio eu, pois em matérias de edições anteriores a aeronave apareceu bastante.

      Roberto,

      Até tenho várias fotos sem pessoas em volta, mas para essa matéria, em especial, a ideia foi justamente mostrar o entusiasmo do público em ser retratado na frente delas. As fotos do Galante e da Dinair são do lado de dentro das cercas, sem gente em volta.

      Amanhã deverei publicar a última parte.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here