Home Indústria Aeronáutica LAS: fábrica da Embraer nos EUA possui seis ‘Super Tucano’ em montagem

LAS: fábrica da Embraer nos EUA possui seis ‘Super Tucano’ em montagem

1136
16

Essa e outras informações foram divulgadas hoje (31/7) no relatório de resultados da empresa para o 2º trimestre de 2014. Leia a baixo a transcrição da parte do relatório que trata a área de Defesa e Segurança

 

Super Tucano - diagrama comparativo com AT-6 - imagem Embraer e Sierra Nevada - builtforthemission

A Empresa está desenvolvendo ativamente várias campanhas de vendas para diversas aplicações de sua linha de produto e serviços, dentre as quais aeronaves de transporte de autoridades, de treinamento e ataque leve, sistemas de inteligência, vigilância e reconhecimento, sensoriamento remoto e monitoramento e transporte militar.

A Embraer Defesa & Segurança, diretamente ou através de empresas controladas, lidera projetos importantes no Brasil, tais como o desenvolvimento do jato de transporte militar tático KC-390 e o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON). Também a montagem das aeronaves Super Tucano para o programa LAS (Light Air Support, ou Apoio AéreoLeve), da Força Aérea dos Estados Unidos tem progredido conforme o planejado. A fábrica, localizada na cidade de Jacksonville, Florida, possui hoje seis aeronaves em diferentes etapas do processo de fabricação.

Super Tucano - foto site Built for the Mission

Os programas de modernização de aeronaves continuam com sua execução conforme o plano. Em maio, a Embraer inaugurou o hangar no qual será instalada a linha de montagem final do jato de transporte militar KC-390 em sua fábrica em Gavião Peixoto. Na ocasião, a Embraer e o Comando da Aeronáutica assinaram o contrato para a produção seriada do KC-390, que prevê a aquisição de 28 aeronaves ao longo de um período de dez anos, com a primeira entrega programada para o final de 2016. Além das aeronaves, o contrato prevê o fornecimento de um pacote de suporte logístico, fornecimento de peças e manutenção. Com valor total de R$ 7,2 bilhões, o contrato ainda depende de documentação complementar para se tornar efetivo, quando será incluído formalmente na carteira de pedidos da Empresa.

A Empresa divulgou também a assinatura de Memorando de Entendimento com a Saab,
com eficácia subordinada à assinatura de contrato entre a Saab e a FAB, para produção, gestão da cadeia de suprimentos, desenvolvimento e engenharia de sistemas do caça Gripen no Brasil. As empresas também anunciaram a intenção de explorarem conjuntamente o mercado mundial deste avião.

A tecnologia de vigilância e sensoriamento da Bradar esteve presente em todas as cidades – sede da Copa do Mundo FIFA 2014, como parte do esquema de segurança montado para o evento. O radar SABER M60 propiciou, com confiabilidade, a adequada vigilância do espaço aéreo brasileiro nas áreas identificadas como
de risco.

Já a Atech venceu duas importantes concorrências neste trimestre. A primeira, para o fornecimento de sistemas C4I para a Polícia Federal, em conjunto com a empresa israelense Plasan, num valor aproximado de R$ 5 milhões. A segunda, para o fornecimento do sistema de gerenciamento de tráfego na Índia (batizado de Skyflow), num valor aproximado de US$ 19 milhões.

A Visiona concluiu com sucesso uma importante fase do projeto do sistema SGDC, chamada de PDR (Preliminary Design Review). Após detalhada análise do projeto preliminar e da sua aderência aos requisitos contratuais, o início da próxima fase do projeto foi aprovado pela TELEBRAS e pelo Ministério da Defesa.

FONTE: Embraer

IMAGENS / VÍDEO: builtforthemission (em caráter meramente ilustrativo)

NOTA DO EDITOR: não foram mencionados de forma direta os programas de modernização do AMX e do F-5 “ex-Jordânia” no relatório. Há apenas uma frase genérica informando que os “programas de modernização de aeronaves continuam com sua execução conforme o plano.”

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Iväny Junior
6 anos atrás

Gostaria de saber sobre aqueles possíveis F-5 e T-27 guatemaltecos possivelmente modernizáveis pela embraer. Mas dada a “produção elevada e recorde” de excremento, pela boca e pelas ações, do ministerio de relações exteriores com o parceiro estratégico Israel, a IAI e a Elbit podem simplesmente pegar o contrato sozinhas.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
6 anos atrás

Esqueceram da modernização dos E-99, em andamento.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

Acima, duas verdades.

Gilberto Rezende
Gilberto Rezende
6 anos atrás

Uma inverdade os T-27 e os F-5 são hondurenhos e não guatemaltecos.

Uma meia verdade, jáco fala e xinga pra cacete na política internacional mas na hora de fazer negócia, Jacó nem lembra do que falar noutra hora…
E fazz negócia até cun anão…

wwolf22
wwolf22
6 anos atrás

e como ficou aquela parceria da Embraer com a Boeing ?!?!
Continua ?!?!?! nao ouvi mais falar dela…

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

Hondurenhos,

as 3:37 # a bateria estava “1/4”

“O que sabemos é uma gota; o que ignoramos é um oceano.”

Isaac Newton

Shalom aleikhem

Victor Matheus
Victor Matheus
6 anos atrás

Caro wwolf22
No vídeo mostra a Boeing como integrante das bombas JDAM no A-29.
Já sobre a parceria dela no programa do KC-390 eu não sei.
Att.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
6 anos atrás

Victor Matheus,

Há várias matérias aqui no site sobre a parceria da Embraer e Boeing tanto em relação à integração de armas ao A-29, quanto aos esforços de comercialização do KC-390.

Sugestão: digitar Embraer, Boeing, Super Tucano e KC-390 no campo busca. A matéria recente sobre a participação da Embraer no programa do Gripen também traz links para algumas matérias a esse respeito na seção “Veja também”.

Iväny Junior
6 anos atrás

Realmente, eram hondurenhas as aeronaves. Mas garanto que foi um lapso de memória.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
6 anos atrás

Ivany,

Não é incomum trocar as bolas. Talvez seja o parentesco sonoro entre palavras como guatemalteco e Tegucigalpa.

Acontece!

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

Homófonas !

Exemplo :

Rafale = Nem a pau Juvenal !

kkrsrs

Iväny Junior, suave colega …..

O Vichy Dassault adora __________ AUTO EDITADO.

Iväny Junior
6 anos atrás

Acontecem lapsos… rsrsrsrsrs

Iväny Junior
6 anos atrás

Sobre os aviões AT-6 (Pilatus) x A-29, parece que o Suíço é melhor para treinamento e o ST é melhor para operações de treinamento e missões de ataque e caça leve. Em termos de defesa, ainda é o carro chefe da Embraer, mas, está parada ainda no tempo…

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
6 anos atrás

Cabe relembrar que a frota de A-29 ainda está com restrição de aeronavegabilidade por conta dos compensadores.
Na frota chilena descobriu-se uma cablagem do sistema danificada pelo assento ejetável. Vão modificar o caminho da cablagem.