Home Noticiário Internacional FAB conhece operação do Gripen na África do Sul

FAB conhece operação do Gripen na África do Sul

225
29

Comitiva brasileira avaliou as versões C e D da aeronave, as mesmas que o Brasil poderá receber antes dos novos Gripen NG

 

Gripen da SAAF - foto Denel

“Eles estão bastante satisfeitos”. A frase é de um militar da Força Aérea Brasileira que entre os dias 17 e 21 de junho conheceu de perto a operação das aeronaves Gripen na Força Aérea da África do Sul. Ele fez parte de uma comitiva de nove integrantes que visitou a Base Aérea de Makhado, onde aquele país tem um esquadrão de aeronaves Gripen das versões C e D, as mesmas que o Brasil poderá receber antes dos novos Gripen NG.

Foram avaliados aspectos como a operação da unidade aérea, o trabalho de manutenção, o suporte dado pelas empresas suecas e a integração da indústria sul-africana ao projeto. Hoje, o país produz, por exemplo, a munição de 27 mm para os canhões. Também são fabricados localmente itens da estrutura dos aviões e equipamentos de rádio.

A visita brasileira incluiu a realização de dois voos de pilotos brasileiros acompanhados por aviadores sul-africanos. A comitiva foi recebida no país pelo Comandante da South African Air Force (SAAF), Lieutenent-General Fabian Msimang, e incluiu representantes do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), do Comando-Geral de Apoio (COMGAP), do Departamento de Ciência e Tencologia Aeroespacial (DCTA) e da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC).

Negociações em andamento
A Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), órgão da FAB responsável por projetos de aquisição e modernização de aeronaves, trabalha atualmente com dois projetos simultâneos: Gripen NG e Gripen C/D.

O primeiro trata da aquisição de 36 aeronaves novas, selecionadas no chamado Projeto F-X2. Já o segundo surgiu após a oferta do Governo da Suécia para que o Brasil recebesse as versões atuais do Gripen, C e D, semelhantes às utilizadas pela África do Sul, como solução temporária até a chegada dos caças novos.

Ambos os projetos estão em fase de negociação e a expectativa do Comando da Aeronáutica é de que os contratos sejam assinados em dezembro de 2014, quando serão acertados detalhes como número de aeronaves das versões C e D, armamentos, apoio logístico e pagamento. Já em 2015 deve começar o treinamento de militares da FAB na Suécia.

FONTE:
FAB

29
Deixe um comentário

avatar
28 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
18 Comment authors
ci_pin_haMauricio R.Carlos Alberto Soaresmarciomacedojuarezmartinez Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Eder Albino
Visitante
Member
Eder Albino

“Hoje, o país produz, por exemplo, a munição de 27 mm para os canhões. ”
Esse calibre de munição nunca foi usado pela FAB, será algo novo o emprego da mesma.
Compraremos ou produziremos localmente como a África do Sul?
Será que a CBC já esta “se mexendo”?

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Primeiro quero ver o contrato entre o Governo brasileiro assinado e a Saab.

thomas_dw
Visitante
thomas_dw

a FAB foi ver como fica um Gripen quando esta bem empoeirado, como um estoque de pecas de reposição vazio pode ser usado para quardar lixo e como se sentem pilotos que voam 15 horas por ano.

a SAAF é uma bagunça só.

Jean-Marc Jardino
Visitante
Jean-Marc Jardino

Esse contrato nao sai antes de 2015, somente depois que as eleiçoes decidirem quem sera o no Presidente do Brasil, e caso venha ser o Sr. Aécio, o mesmo ja deixou claro, que ira rever todos os contratos a serem assinados, entao amigos, podem deitar e esperar.

Observador
Visitante
Observador

Jean-Marc Jardino
29 de junho de 2014 at 15:47 #

Tomara que sim.

Tem muito contrato sobre porto em Cuba, helicópteros e submarinos que merecem ser olhados com uma lupa.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

A SAAF não cederá Gripen’s estocados e ponto.

Cheetah modernizados a “la Ecuador” a vista ?

Ou vamos de Kfir block 60 mesmo ?

Uma vez que “grana” do lado de cá, escafedeu-se !

Alguém tem dúvida ?

2015 e 2016 qualquer que seja o governo, serão anos pífios.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

E com cinco anos de garantia …..

https://www.youtube.com/watch?v=QMCDSinvPD0

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Rinaldo Nery
Visitante
Member
Rinaldo Nery

Quem vai ceder aviões é a Força Aérea Sueca, e não a SAAF.
A assinatura do contrato não tem nada a ver com as eleições. Se o Aécio ganhar (tomara que sim), só assume dia 01 de janeiro.

F15_lobo
Visitante

Se o FHC comprou o Opalão 60 imagina o que o Aécio irá fazer. Não imagino com nenhum dos 3. Mais vamos lá pelo menos a SAAF teve mais visão que os nossos, passei a gostar do NG e principalmente a maneira como a FAB pretende fazer a aquisição. Quanto aos políticos não podemos esperar nada de Brasília a não as notícias que ai estão e continuarão independente de quem esteja lá. Que a capital volte para o RJ/GB ai pega fogo.

CorsarioDF
Visitante
CorsarioDF

Carlos Alberto,

Apesar de serem um avião ainda suficiente para a AL, seria um retrocesso essa aquisição para a FAB.

Simplesmente sem sentido.

Seria muito melhor realizar um atualização no M-2000 ou simplesmente comprar mais bicudos.

ST

Colombelli
Visitante
Colombelli

Como o Aécio não é idiota, irá ver que por um acaso, neste caso, prevaleceu o bom senso e não a politicagem de sempre.

Não tenham dúvidas que o contrato seria mantido.

A produção de munição é algo fácil de conseguir e dependendo da quantidade, nem vale a pena ser feita aqui.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Deixem Aécio, Dilma e Eduardo para outro fórum mais adequado aos debates políticos. O que vale é apenas o registro de alguns amigos acima que a escolha do Gripen segue caminhos racionais e prudentes, dentro do que a FAB entende ser adequado para a demanda do F-X2.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Corsário, A FAB optou pelo Gripen E, uma aeronave mais moderna e capaz que o antecessor Gripen C/D. Entretanto, mesmo os C/D, o até mesmo os A/B, representam uma evolução sobre nossos ‘bicudos’ ou mesmo Mirages 2000 C operados até pouco tempo pelo 1ºGDA. Fly-by-wire (que os M2000 também tinham mas os ‘bicudos’ não), mísseis ar-ar BVR com radar ativo e datalink (que os F-5EM possuem mas os M2000C não). maior agilidade e capacidade de operar em pistas muito mais curtas. Esta características já existiam nos (armazenados) Gripen A/B. Se a decisão é pelo Gripen E, nada mais natural que… Read more »

ci_pin_ha
Visitante
ci_pin_ha

Caso seja eleito um novo presidente, também não duvido de uma possível revisão de alguns contratos. Mas como dito por colegas acima, o Gripen foi escolhido de forma racional e através de embasamentos técnicos e financeiros.
Meu sonho era uma revisão no contrato dos EC725, ao menos para evitar determinados monstrengos que eventualmente poderemos adquirir (versão ASuW). A função ASuW pode ser realizada pelos Seahawk , basta adquirir mais alguma unidades.

Oganza
Visitante
Oganza

Caros Colegas, só aki “viagens” desse tipo provocam essas especulações e até “alternativas” que beira o “sem sentido”. Os caras foram lá ver exatamente o que a matéria diz. Foram lá ver como é a operação de um equipamento nas mãos de terceiros, que forma melhor de colher alguma informação sobre tal equipamento? Militares simplesmente ADORAM experimentar algum equipamento “novo na faixa” e bater papo com seus pares que o operam. E quando essa conversa é sobre um equipamento em eminência de ser adquirido, mesmo que de forma temporária, o entusiasmo é muito maior. Uma historinha: No verão de 2012,… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Joga, morde !

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“Alguém tem dúvida ?

2015 e 2016 qualquer que seja o governo, serão anos pífios.”

Entenderam ?

marciomacedo
Visitante
marciomacedo

Engana-se quem pensa que o Aécio vai continuidade à modernização das nossas FA. Isso é coisa do atual governo. Em 2010, em ato pro-Serra em Foz do Iguaçu, FHC disse para esquecer os caças. Com o mineiro, se der alguma coisa, vai ser F-16 do deserto e OHP para a Marinha.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Caramba!

Basta um dia ou dois de editores mais ocupados que o normal pra começar a campanha eleitoral gratuita nos comentários?

Senhores, leiam as regras na coluna da direita do blog antes de postar.

Aqui é proibido fazer propaganda política, seja de quem for.

É tão difícil respeitar essa e algumas outras poucas regras básicas?

Este é o primeiro e último aviso. Daqui pra frente, é deletar sumariamente.

Vader
Visitante
Member

Excelentes notícias! O aluguel dos Gripen C/D e a compra dos NG vai de vento em popa, para ódio eterno dos franceses e seus áulicos.

O Gripen-BR é um projeto da FAB, e não de governante algum. E já passou do “ponto de retorno”: qualquer suposta alternativa sairá mais cara ao país do que seguir em frente.

De resto, o choro é livre…

juarezmartinez
Visitante
Member
juarezmartinez

Senhores, mas vocês fiquem atentos porque a situação de penúria é brazina e vai ficar bem pior……
A propóstio, se uma reestruturação do tamanho da FAB não for feita junto com uma racionalização de meios, só vamos ter o GTE voando em 2015\16. As contas de CLS, Inspeções em aeronaves como 295, EC 725, BHs, R99 e etc… e eles não Sapões, Bandecos e Bufalos que a gente soldava e amarrava com arame botava para voar, é beeeem diferente, anotem aí e me cobrem, vai se fod…..

Grande abraço

marciomacedo
Visitante
marciomacedo

Beleza, Nunão. Mas você só se lembra das regras quando eu faço o contraponto. Disse tudo!

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

“Beleza, Nunão. Mas você só se lembra das regras quando eu faço o contraponto. Disse tudo!” Marciomacedo, essa eu não entendi. Ta achando que estou de perseguição só porque seu comentário era o ultimo da lista quando eu vi e resolvi dar a bronca? Cara, não tem essa de lembrar só por causa do seu comentário, a bronca foi geral, a quem servir a carapuça. Não tenho a menor intenção de pegar no pé de ninguém especificamente. E as regras a gente se lembra todo o tempo, só não dá pra estar cobrando o cumprimento delas todo o tempo. Temos… Read more »

ci_pin_ha
Visitante
ci_pin_ha

Concordo com quem disse que tanto 2015-2016 serão anos mortos (situação econômica vai mal). Agora acho que a realidade pode se impor, haja visto a necessidade do prosuper. Já o FX-2 está adiantado de mais para retroagir.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“Realidade” ?

ci_pin_ha
30 de junho de 2014 at 20:22 #

Somente neste link:

http://conteudo.ebcservicos.com.br/streaming/nbr

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

“Meu sonho era uma revisão no contrato dos EC725, ao menos para evitar determinados monstrengos…”

A Helibrás fica em MG, torça p/ os “monstrengos” não “revisarem” as aquisições de BH/SH, feitas até o momento.

ci_pin_ha
Visitante
ci_pin_ha

Mauricio R.
Quando digo rever, não necessariamente significa cancelar os EC725, mas evitar a versão Frankenstein.