Home Aviação de Caça Saab Gripen e a reviravolta no mercado de caças, na visão do...

Saab Gripen e a reviravolta no mercado de caças, na visão do Financial Times

304
20

Vídeo em inglês publicado em 5 de maio pelo jornal econômico britânico Financial Times mostra investigação, realizada pela repórter Carola Hoyos, sobre o caça sueco Gripen. Antes considerado pelo mercado como um modelo inferior, o caça fabricado pela Saab passou a chamar a atenção após vencer duas seleções, no Brasil e na Suíça.

Hoyos busca entender o porquê desta mudança na reportagem “Saab upturns fighter jet market” – numa tradução livre, “Saab promove reviravolta no mercado de caças”. De quebra, boas cenas aéreas, imagens de instalações da Saab e entrevistas com o executivo Lennart Sindahl e o chefe de pilotos de teste Hans Einerth, da empresa, e com o analista do mercado aeroespacial e de defesa Sash Tusa.

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nautilus
Nautilus
6 anos atrás

Se há algum ponto em que todos os que assistiram a este vídeo irão concordar é o fato de que o piloto de testes chefe da Saab, Hans Einerth, é um cara muito feio. Kkk

Edgar
Admin
6 anos atrás

Belas imagens na reportagem!

Só falta agora a SAAB convidar os editores da Forças de Defesa para um passeio à Mach 2.0 no Gripen 😀

mario.lira
mario.lira
6 anos atrás

Só fui eu, ou usaram um vídeo do F15 quando estavam falando do Eurofighter?

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Se foi F15 no lugar do Typhoon não sei, mas sei que foi Gripen no lugar do Gripen NG (E).
O que acho estranho é que o F-18 pra gerar o Super Hornet levou anos depois dos protótipos serem construídos e testados e aí é que começaram a fabricar os de série e fornecê-los para a USN.
O Gripen E parece que não vai ter protótipo e já vão começar fazendo os de série e em 2018 já começam a chegar no Brasil.
Esses suecos são mesmo bons. Curuis!

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
6 anos atrás

Nunão, desculpa fazer propaganda da concorrente (rsrsrs), mas a Revista Força Aérea deste mes publicou uma boa reportagem sobre este tema, o sucesso do GRIPEN.

Marcos
Marcos
6 anos atrás

DESAFIO PODER AÉREO

O meu desafio ao Poder Aéreo é de ser a primeira equipe de imprensa especializada a voar e testar o KC-390, evidentemente depois que a Embraer efetuar os primeiros voos.

Abraços

a.cancado
a.cancado
6 anos atrás

Participei pela primeira vez da LAAD (então LAD Defentech) na sua segunda edição, em 1999, e justamente com a equipe da Saab que promovia o Gripen no (na época) Programa F-X, da FAB. Desde então tive a certeza de que o Gripen era simplesmente o ‘Porsche’ dos aviões de combate, e um brigadeiro que ‘voou’ nos simuladores do Gripen e do F/A-18, disponíveis nos respectivos stands de seus fabricantes, me confirmou isso. Ele ficou impressionadíssimo com as capacidades do Gripen, e nem mesmo o fato de ele ser monomotor diminuiu seu entusiasmo. Quando o Gripen foi anunciado e apresentado, nos… Read more »

Baschera
Baschera
6 anos atrás

Anunciado negociações entre a DIEHL e a FAB acerca do míssil Iris T para os Gripen .

Sds.

leejunior22
leejunior22
6 anos atrás

Baschera,

E o A-Darter? Parece mais uma notícia de publicidade.

Forte Abraço.

Almeida
Almeida
6 anos atrás

Simples, a Saab com o Gripen atualizado tomou o lugar deixado de lado pela Dassault, com o Mirage 2000, e a Lockheed Martin, com o F-16. Ambas apostaram tudo ou quase tudo em seus novos caças, Rafale e Lightining respectivamente, ambos uma categoria de custos acima de seus predecessores tão bem sucedidos.

Quem não pode, ou ficou ou está ficando sem opções e vai de Gripen, o último caça ocidental de verdade de baixo custo e capaz.

Iväny Junior
6 anos atrás

Quem foi Gripen desde o começo levanta a mão 😀 / Desde antes do anuncio do fx-2, ele também está sendo cogitado para o Canadá. Baixo custo, alta performance, opções de motorização ótimas, radar descendente dos melhores, melhor armamento MBDA compatível, e, o mais baixo RCS dos delta-canards, além do projeto inicial ainda prever uma versão naval, opa, e ainda tem o supercruise Mach 1.2, e ainda vai ficar com tanques conformais discretos uma vez que será necessário apenas relocar o trem de pouso. Um caça excelente, capaz de fazer frente até pra Typhoons italianos e austríacos (em exercício pelas… Read more »

a.cancado
a.cancado
6 anos atrás

Além disso tudo, o Gripen pode levar praticamente qualquer tipo de armamento que puder ser pendurado em um caça, de qualquer fabricante, de qualquer país…

eduardo pereira
eduardo pereira
6 anos atrás

O Gripen já é o bicho da goiaba entre os caças, de big boss e com previsoes de ser atualizado ainda mais como o foi com seus antecessores ,vai virar o OBI WAN KENOBI ou o mestre YODA .

Sds.

Marcelo
Marcelo
6 anos atrás

Baschera 11 de maio de 2014 at 17:14 #

os IRIS-T devem ser para os Gripen C/D tampões. A África do Sul, que desenvolve o A-Darter conosco, também opera o IRIS-T, enquanto o 1o não fica pronto.

Marcelo
Marcelo
6 anos atrás

nada impede, é claro que depois também sejam utilizados pelos Gripen E/Fs

Iväny Junior
6 anos atrás

IRIS-T é o melhor míssil IR do mundo. Mas imagino que deva ser muito caro. O Python acredito que já seja integrado.

Acredito que o combo ideal dos tampões seja o que já operamos por aqui. Dos novos, o GDA pode ter uma reserva de IRIS-T e Meteor, mas nos outros esquadrões acredito que Python 4 e Derby serão suficientes, desde que o datalink esteja operacional até lá.