segunda-feira, setembro 27, 2021

Gripen para o Brasil

Saab fará manutenção de trens de pouso de E-Jets da Embraer

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

E-Jets - foto Embraer

Empresa assinou contrato com a fabricante alemã do equipamento, a Liebherr-Aerospace

Na quarta-feira, 7 de maio, a Saab sueca informou em nota a assinatura de um acordo com a empresa alemã Liebherr-Aerospace Lindenberg GmbH para prover serviços de manutenção, reparo e revisão dos equipamentos de trem de pouso de toda a família E-Jet de jatos regionais da brasileira Embraer.

A Liebherr-Aerospace, baseada em Lindenberg, na Alemanha, é o fabricante original dos trens de pouso da família E-Jet da Embraer, e a Saab afirmou, na nota, que considera esse acordo assinado com a empresa alemã um passo importante e estratégico para futuros negócios.

Com o acordo assinado com a Liebherr-Aerospace permite que a Saab adquira, e mantenha atualizada, a documentação técnica dos equipamentos de trens de pouso da família E-Jet, de modo a realizar os serviços de manutenção. A empresa sueca já tem experiência, segundo a nota divulgada, em serviços do tipo em trens de pouso de diversas aeronaves.

FONTE: Saab (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

FOTO: Embraer

- Advertisement -

7 Comments

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

O exemplar de testes estáricos do MRJ:

(http://www.flightglobal.com/news/articles/PICTURES-MRJ-gears-up-for-static-strength-tests-398966/)

Mauricio R.

Oooopppsss, errei!!!

Aonde se lê:

“…estáricos…”

Leia-se:

“…estáticos…”

phacsantos

Colega,

Vens em notícias que envolvem a Embraer apresentar seus “concorrentes” no óbvio intuito de diminui-la.

Contudo esqueceu de dizer que o MRJ recebe pesados investimentos do governo japonês.

Algo que é muito criticado, por ti, quando ocorre com a fabricante brasileira!!

Será que esqueceu mesmo??

Mauricio R.

A OMC criou algum painel p/ discutir esses “pesados subsidios do governo japonês”???

Não que eu saiba, então se alguem tiver informação filedigna e verificável, por favor apresente-a.

Qnto ao restante do mi, mi, mi, estou sendo coerente, ou eu deveria colar o link referente ao MRJ, uma aeronave de transporte regionalem um post sobre o F-35???

phacsantos

Deveria, pois a Mitsubishi tb quer subsídios para o que pretende produzir para o F-35:

http://www.democraticunderground.com/11783428

phacsantos

Nunão,

Não levo a mal pois confesso que quis “provocar” devido ao histórico do cidadão!

Só para esclarecer, também não critico o MRJ ou o governo japonês quando o subsidia! Acho isso natural.

Desculpe

Últimas Notícias

Pentágono e Lockheed Martin acertam novo programa de produção do F-35

Cronograma atualizado garante previsibilidade e estabilidade da produção FORT WORTH, Texas, 27 de setembro de 2021/PRNewswire/ - O F-35 Joint...
- Advertisement -
- Advertisement -