Home Noticiário Internacional Força Aérea da Rússia receberá 100 novos MiG-35

Força Aérea da Rússia receberá 100 novos MiG-35

1778
65

mig35

O Ministério da Defesa da Rússia planeja assinar junto à Corporação Russa de Construção Aeronáutica MiG um contrato para o fornecimento de, aproximadamente, 100 caças MiG-35 a partir de 2016. A pasta acredita que a compra das novas aeronaves possibilitará criar uma relação ideal dos parques de caças leves e pesados na Força Aérea do país.

Na terça-feira, 15, o Ministério da Defesa russo anunciou igualmente a compra de 16 caças MiG-29SMT, num valor total de US$ 485 milhões.

mig-35-4

FONTE: Diário da Rússia

65
Deixe um comentário

avatar
65 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
bittjoseboscojrG-LOCWagnerIväny Junior Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Reinaldo Deprera
Visitante
Member
Reinaldo Deprera

Se houvesse um confronto nos anos 80 entre OTAN e o Pacto de Varsóvia, esse (MIG-29) seria – na minha opinião – o caça a ser batido, não o Su-27 (enorme).
Quando da Rússia resolveu estatizar novamente os negócios de defesa, apostaram errado no Su-27. O MIG-35 se tivesse operacional em meados dos anos 90, venderia muito mais e seriam mais bem aproveitados do que o Su-27/30/33/35.
Em tempo de tecnologia Stealth, o Sukoi é cone.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Eu acho interessante esta forma como Rússia está tratando a questão da sua aviação de caça. Não tendo os mesmos recursos financeiros dos EUA, que investem pesadamente apenas em aeronaves furtivas, a Rússia mantém a indústria funcionando com encomendas de caças convencionais (não furtivos) atualizados enquanto segue com o desenvolvimento do PAK-FA. Dando apoio a esta indústria, o governo russo também cria condições para que elas possam vender seus caças para nações que não exigem aviões furtivos. A última vez que a USAF comprou um caça convencional foi em 2001 (um F-15E). De lá para cá a indústria se manteve… Read more »

Vader
Visitante
Member

Reinaldo Deprera
18 de abril de 2014 at 2:16 #

Disse tudo.

Mas infelizmente o fato é que hoje não tem espaço pra esse caça praticamente obsoleto e já não tão barato quanto era na era soviética.

Sds.

Marcos
Visitante
Member
Marcos

A Rússia está é tentando salvar a MIG, só isso.

Рустамом Bogaudinov
Visitante
Рустамом Bogaudinov

Marcos 18 de abril de 2014 at 19:02 # A Rússia está é tentando salvar a MIG, só isso __________ Yes, a lot of factors first production-saving light fighters -replacement of obsolete MiG-29 on the modern versions Few countries in the world are now able to purchase new fighters from the MiG-29-35 have their buyers, and about the date-hmm outdated compared to what model? Sim, uma série de fatores Os primeiros caças leves de economia de produção -Substituição de obsoleto MiG-29 nas versões modernas Poucos países no mundo são capazes de comprar novos caças do MiG-29-35 têm seus compradores, e… Read more »

cvn76
Visitante
Member
cvn76

Rustamom Bogaudinov , zdravstvujte!

Ne mogli bi Vi utochnit’: Rustamom ili vse zhe Rustam?

Poka!

Рустамом Bogaudinov
Visitante
Рустамом Bogaudinov

vn76
19 de abril de 2014 at 12:15 #
Rustamom Bogaudinov , zdravstvujte!

Ne mogli bi Vi utochnit’: Rustamom ili vse zhe Rustam?

Poka!
___________

Boa tarde – Rustam 🙂

Clésio Luiz
Visitante
Active Member
Clésio Luiz

Reinaldo, de fato se ouvesse um confronto nos anos 80, o MiG-29 seria o principal caça soviético, já que o Flanker só ficou totalmente operacional lá pra 88/89. Mas acho que os russos dizeram o certo em apostar mais no Flanker nos anos 90. Ele é um caça melhor em quase todo os sentidos. Possui melhor manobrabilidade, melhor visibilidade no canopi, maior alcance, maior capacidade de armas. Ele pode fazer o trabalho do MiG-29, mas o contrário não acontece. A MiG levou a sério demais a função de caça de curto alcante, ficando o Fulcrum com uma carga de armas… Read more »

Рустамом Bogaudinov
Visitante
Рустамом Bogaudinov

Clésio Luiz 19 de abril de 2014 at 12:33 # E isso se refletiu nas vendas, já que o Flanker vendeu bem enquanto o MiG estagnou. _________ MIG -29 and its modifications prodayutsya not as flankers (which number 1 in sales in the world) but agree the same for all time Rafale has not received any customer with a giant advertising and lobbying Dasso the same MIG- selling version of the ship to India , also have orders from the Russian Air Force and Navy , have a contract with Syria ( frozen ) , the contract with Burma and… Read more »

Marcos
Visitante
Member
Marcos

A verdade é que a MIG afundou por conta da baixa qualidade de seus produtos, ferrugem generalizada, entre outras dificuldades no fornecimento de peças.

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Ainda prefiro um F-16! É o caça BBB: bom, bonito e barato!!!

Рустамом Bogaudinov
Visitante
Рустамом Bogaudinov

Marcos 19 de abril de 2014 at 13:13 # A verdade é que a MIG afundou por conta da baixa qualidade de seus produtos, ferrugem generalizada, entre outras dificuldades no fornecimento de peças. ____ -hmm afundado? por causa da má qualidade – um argumento interessante, há algo a dizer especificamente Konchno afundou – MIG Corporação tem encomendas para exportação, bem como de doméstica comprador e bastante afundado _____________________________________________ Marcos 19 de abril de 2014 at 13:14 # Ainda prefiro um F-16! É o caça BBB: bom, bonito e barato!!! _ _ you read the text of leaching, or simply analyzing… Read more »

Ozawa
Visitante
Member
Ozawa

Guilherme Poggio
18 de abril de 2014 at 18:48 #

Então, se o ‘Tomcat’ fosse russo ainda voaria no ar de sua graça…

Vespão
Visitante
Member
Vespão

Ao amigo Rustam :

Acompanho seu trabalho e entusiasmo e nacionalismo pela grande mãe Russia ,,

Fico feliz hem saber que do outro lado do mundo tambem existe pessoas com a mesma paixão por aeronaves de guerra ,,

Um abraço ,,,, Vespão ….

ps no nosso antigo e ja decidido FX ( depois do Rafale minha segunda opçaõ era por o Su-35)

Рустамом Bogaudinov
Visitante
Рустамом Bogaudinov

espão 19 de abril de 2014 at 23:02 # Ao amigo Rustam : Acompanho seu trabalho e entusiasmo e nacionalismo pela grande mãe Russia ,, Fico feliz hem saber que do outro lado do mundo tambem existe pessoas com a mesma paixão por aeronaves de guerra ,, _____________ Thanks to a colleague. My task here on this resource to dispel the myths and fairy tales that many people live on Russian equipment I will not comment on a lot-my task to tell a little about the real situation with Russian equipment But I’m always for an honest dialogue, and it’s… Read more »

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Se há alguma força aérea que pode falar alguma coisa sobre caças russos e americanos, sem dúvida, essa força aérea é a da Polônia.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Marcos, É vero! Salvo engano são 32 MiG-29 e 54 (ou 52) F-16 C/D. Roberto, Vídeo muito interessante. A visibilidade do F-16 é superior, mas aparentemente o MiG-29 é curva um pouco mais fechado. Mas com mira no capacete e mísseis IR apontados por estas, o diferencial de agilidade se perde. Importante lembrar que foi o MiG que começou a usar HMS para combate ar-ar, com os israelenses seguindo com os Python antes dos yankees. Mas o que chamou a atenção foi a trilha de fumo deixada pelo Fulcrum comparada ao Fighter Falcon. Parecia até um venerável Phantom. Fica então… Read more »

Almeida
Visitante
Member
Almeida

Apesar de eu adorar o visual do Mig-29, sim, ele foi um caça problemático. No combate WVR era um oponente respeitável, graças aos novos mísseis, o HMD e o IRST, além de sua manobrabilidade de quarta geração. Mas ele tinha um alcance muito curto (melhorado na versão SMT e no Mig-35) e deixava um rastro de fumaça característico (resolvido no Mig-35). Além disso, as instalações da Mig sofreram muito com o fim da URSS e sim muitos clientes reclamaram do controle de qualidade. Inclusive, os únicos Mig-29SMT “novos” em operação foi justamente um lote de 16 unidades RECUSADO pela Argélia… Read more »

Almeida
Visitante
Member
Almeida

PS: hoje, com os AIM-9X e HMCS, um Mig-29SMT não é páreo para um F-16 C/D block 52+. Como já não era para os F-16 israelenses.

Iväny Junior
Visitante
Member

Bem, sempre tem uma polêmica envolvendo todos os aviões. O Mig-29 é o melhor de dois mundos: Com certeza o único caça com comandos hidráulicos a manobrar tão bem quanto os FBW (melhor em relação a sua geração específica). Isso denota um quadro de manutenção mais barato e possibilidade de modernização melhor (haja vista os modernizados pela antiga DASA e hoje em poder da Polônia). Tem o melhor motor peso-potência do seu tempo. Isso teve um custo operacional: parecem dois vulcões em erupção quando vistos por detrás, bem como, enxugam os tanques não conformais (Mig-29A) com rapidez monstruosa. Engajamento WVR?… Read more »

Wagner
Visitante
Wagner

Acredito que o Mig 35 tenha resolvido os eventuais problemas apontados aqui. Teve um cara da VVS que disse que eles sempre tiveram um caça mais poderoso e outro leve. O Mig 35 tem seu papel ao substituir os Mig 29. Lembrando que ele é mais barato e mais rápido para produzir do que os sukhois. Na Rússia, é mais importante agora substituir células obsoletas e muito usadas do que ficar viajando na maionese com teorias stealth ” mega fodásticas” … De qualquer forma o Pak FA vai ser o futuro mega fodástico deles. Talvez saia um stealth menor, em… Read more »

Рустамом Bogaudinov
Visitante
Рустамом Bogaudinov

marca MIG resultado a Rússia continua a viver e produzir aeronaves modernas que vomtrebovany tanto no mercado interno e no mercado externo é muito bom

Claro 100 aviões da força aérea russa requisitará navrâtli, tudo depende do trabalho da empresa Fazatron para desenvolver um novo radar AFAR besouro
Mas as esquadrão-48 2 unidades são enunciadas no programa de compras

MIG leva e atrai compradores com o seu preço e excelente desempenho e versão e configuração de sistemas diferentes dependem do cliente,É muito importante que a planta foi capaz de sobreviver e aumentar a produção, mantendo-se centenas de especialistas

http://www.youtube.com/watch?v=yxhe2T7BpRg

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Almeida, Excelente notícia, se confirmada, do futuro MiG-35 resolver o problema da trilha de fumaça Fulcrum. Melhor ainda é o aumento confirmado de combustível interno, colocando-os no mesmo nível dos F16, F18A/C, Mirage 2000 e quem sabe até dos Rafales e Typhoons. Informações claras sobre capacidade interna de combustível são difíceis, particularmente dos russos. Mas os novos Fulcruns ganharam novos tanques no dorso e nos LERXs, com a retirada daquelas entradas de ar superiores. Com novos materiais o 35 terá um peso vazio da ordem de 11 (onze) toneladas e um peso carregado (loaded weight) de 17,5 toneladas podemos supor… Read more »

G-LOC
Visitante
G-LOC

Reinaldo, o Mig29 era o low russo e o Su27 era o hi, como na dupla F-16 e F-15 da USAF. O Flanker cobria as missões de longo alcance e o Fulcrum as de curto alcance. O Mig29 não tem o alcance do Su27 e não poderia substituir

Quanto a RCS, nenhum dos dois é furtivo. Para fazer diferença tem que ser furtivo ou não. Em um combate aéreo não faz diferença ser detectado a 200 ou 300 km de distancia. Não muda o resultado final a não ser disparar antes de ser detectado.

Iväny Junior
Visitante
Member

Ivan

Entendo que Typhoons, Rafales e o Gripen NG estão além da capacidade de combate do Mig-29/35. Claro que existe o fator piloto, mas os eurocanards são aviões especificamente feitos para detonar Flankers e Fulcruns.

Ele pode combater em pé de igualdade com os f-16, f-15, f-18 e super lobby, a meu ver. Claro que nesse caso é tudo uma questão de ponto de vista.

Saudações.

Рустамом Bogaudinov
Visitante
Рустамом Bogaudinov

even Poland who constantly says militant about Russia not he is going to write off their MiG-29A and currently carries out their plans to modernize and operate them until 2030

mesmo Polônia que constantemente diz militante sobre a Rússia não está indo para amortizar o seu MiG-29A e atualmente realiza seus planos de modernização e operá-los até 2030

http://www.youtube.com/watch?v=WXxJTKOhSW4

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Ivany,
Noto que você já está acreditando no que escreve. Procure ajuda logo ou vai ficar incurável.
Rsrsss

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Ivany

Pé de igualdade com os Ten Fighters?
Nem a pau…

O único momento (tempo e espaço) em que os Fulcruns poderiam ter superado os Ten foi no combate a curtíssima distância quando apenas eles possuíam HMS.

Mas para isso teriam que se aproximar sem ser abatidos…

Abç.,
Ivan.

Iväny Junior
Visitante
Member

É questão de ponto de vista. O F-15 por exemplo é monstruosamente grande no campo de RCS. O Mig-29(35) com um radar devidamente equiparável é mais ágil. Eu preferia se fosse o caso.

Endeusar a série ten do nada é que não parece razoável, em que pese não haver derrota do f-15, ele não enfrentou nenhuma força em estado da arte (por exemplo, equipamentos russos da mesma época, capacidade e número). Mais de 100 f-15 contra 20 ou 30 Mig-29 é uma superlativação muito difícil de medir.

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Ivan, Sei que você sabe mas muito podem não saber. Os americanos foram pioneiros no conceito de usar um capacete com mira (HMS) para direcionar o seeker de um míssil IR ar-ar de curto alcance. O usaram na década de 70, salvo engano, no F-4 operando o Sidewinder, mas como o sistema que escraviza o seeker do míssil ao radar do caça era satisfatório, os EUA abandonaram o conceito com a retirada do Phanton. Depois sim, na década de 80, os soviéticos desenvolveram e com o mérito de terem feito no momento certo, junto a um míssil de quarta geração,… Read more »

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Ivany, O F-15 enfrentou quem colocaram pra ele enfrentar e se saiu bem. Os russos nunca quiseram dar as caras quando seus aliados estavam em apuros, diferente dos americanos que foram morrer por vietnamitas, kuwaitianos etc. Se os “tens” nunca enfrentaram inimigos de igual pra igual, igualmente não se pode afirmar que os MiGs da vida são superiores, mas podemos sim afirmar com todas as letras que os “tens” são superiores aos MiGs que enfrentaram e que os pilotos ocidentais são melhor treinados que os pilotos que enfrentaram. Mas não se preocupe não, da próxima vez que os EUA for… Read more »

Iväny Junior
Visitante
Member

Pronto, a conversa voltou pro lado ideológico de novo…

Aquele papo que eu sou antiamericano tá cansando.

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Escrevi primeiro e conferi depois.
O HOBS do AIM-9M é de 30º e não de 60º.
Ou seja, o AIM-9M pode ser disparado se o alvo estiver dentro de um cone com 60º a partir da cabeça de busca do míssil.
A versão inicial do R-73 tinha um HOBS de 45º. Ou seja, o “cone” é de 90º.
Na verdade é mais uma informação confusa na web, com fontes extremamente conflitantes.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Mestre Bosco,

Eu não sabia do Phantom com HMS.
Obrigado pela aula…
…sempre aprendendo com o mestre. 🙂

Mas mérito de colocar no ar a dupla HMS e míssil IR OBS em um caça operacional é de Moscou.

Abç.,
Ivan

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Há basicamente 4 maneiras de “apontar” o seeker de um míssil ar-ar de curto alcance no modo LOBL: escravizando o seeker do míssil ao radar do caça; ao IRST; ao HMS; e de forma autônoma, onde o seeker trava quando um “alvo” entra no seu campo de visão (FOV). Somente o modo “escravizado ao HMS” permite o míssil ser lançado em altos ângulos, superiores a 45º pra cada lado, chegando a 90º no caso dos mísseis de 5ª G, o que cobre todo o hemisfério dianteiro do caça. Alguns ainda, de 5ª G, podem ser lançados no modo LOAL, contra… Read more »

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Ivan,
Você não lembrava, mas com certeza já leu a respeito, porque sei que é leitor do “sistemasdearmas” e do “ausairpower” e lá consta esses dados.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Iväny,

“Lado ideológico de novo”???

Desta vez até o `kamarada` Wagner e inocente.
E `mister` Bosco fez apenas uma constatação histórica, com uma provocação mordaz, ignorando a lenda (?) dos ` voluntários` europeus (PV) que voaram com os árabes.

Sds.,
Ivan.

bitt
Visitante
Member

Neste interessante debate, tendo a concordar com quem afirma a primazia norte americana em termos de tecnologia militar, visto que é sabido que a comunalidade entre a pesquisa pura e aplicada acaba fazendo com q os custos da indústria militar sejam mais baixos. A história dos mísseis apontados a partir do ângulo de visada do piloto é um bom exemplo disso: nos anos 1960, foi feita muita pesquisa visando plugar máquinas ferramentas a seus operadores a partir de emissões de frequência ultra alta. Tenho a impressão (smj, por favor) que essas pesquisas chegaram a um limite em função do padrão… Read more »

Рустамом Bogaudinov
Visitante
Рустамом Bogaudinov

bitt 21 de abril de 2014 at 17:18 Os soviéticos sempre estiveram atrás no que tange à pesquisa aplicada, q é aquela diretamente aproveitada pela indústria. ______ I would like to know how the USSR was behind on all fronts , I need examples, not a fairy tale western spetsiaolistov where it was the first American design where that Russian over Egypt and six – day war in Russia we have a saying : bad dancer eggs interfere ! let’s look at war in Korea, where the U.S. Air Force suffered a serious defeat , well, of course , the… Read more »

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Meu comentário é fácil de entender! Toda vez que americanos enfrentam armamentos russos é dito que, ou são equipamentos ultrapassados, ou que não são operados por russos, ou na maioria das vezes, os dois motivos juntos. Bem, como é difícil os americanos deixarem de cuidar dos seus combatentes, não iremos vê-los com tranqueiras ou mal treinados em em inferioridade numérica indo pro combate. Os imperialistas podem ser tudo, mas idiotas eles não são. Como os russos não se dispuseram ainda a enfrentar os insaciáveis imperialistas malvados (na verdade nem precisam mesmo haja vista o tanto que há de inimigos do… Read more »

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Quando os EUA foi roubar o petróleo do pacífico Iraque, tomando as dores do Kuwait, em 1991, ele enviou 500.000 de seus cidadãos para o combate, em menos de 5 meses. Se a Rússia tivesse feito o mesmo em favor do pacífico e oprimido aliado, o Iraque, e posicionado 500.000 de seus cidadãos contra a coalizão imperialista que se formou, e peitado os americanos sedentos de petróleo, eles, os americanos, não teria ido lá chutar cachorro morto. Tempo tinha de sobra. Não foram porque não quiseram. Tivessem ido, não teria havido guerra e hoje o Saddam ia ser o líder… Read more »

bitt
Visitante
Member

I would like to know how the USSR was behind on all fronts , I need examples, not a fairy tale western spetsiaolistov…” Caro, obrigado pela resposta. Não falei “em todos os fronts”, ao contrário. O que eu disse foi que qdo a pesquisa implicava em uma ligação direta entre os espetaculares institutos de pesquisa soviéticos e a indústria militar, vimos produtos espetaculares surgirem, como os lançadores de satélites e os satélites de reconhecimento que eram lançados a taxas nunca igualadas pelo Ocidente. Não se trata de “conto de fadas”, mas diria que “conto de fatos”. Exemplos? A indústria automobilística… Read more »

bitt
Visitante
Member

Grande Bosco, sds. Não precisa enfiar o pé na jaca, meu caro. Seus argumentos técnicos geralmente são mais do que suficientes. Qto à URSS não defender seus aliados, bem… Não é propriamente exato. Os soviéticos estiveram na Coreia, no Egito, no Vietnam do Norte, e por aí vai. Não posso concordar com o russo que surgiu por aqui qto à uma “séria derrota” da Força Aérea dos EUA na Coreia, mas é fato que os pilotos n.americanos se surpreenderam com a qualidade do material e das táticas que encontraram pela frente. Acabaram se retirando pois Stalin sempre jogou com pau… Read more »

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Bitt, Como estamos falando do Plano Terrestre e não do Plano Celestial, rsrsrss, sem dúvida os americanos enviaram 700.000 de seus cidadãos (olhei agora e não foram 500.000 e sim perto de 700.000) por conta de terem interesse na região. Se bem que duvido muito que o Saddam fosse se negar a vender petróleo para quem quer que fosse e duvido muito que havia necessidade dos americanos intervirem em favor de A, B, ou C, tendo em vista que o homem é um ser “comprável”. Sem falar que o Bush poderia ter ficado do lado do Saddam já que não… Read more »

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Ah! Bitt!
Em 2003 a Rússia estava melhor das pernas e também não fez nada pra impedir a invasão do Iraque, baseado em mentiras deslavadas dos imperialistas.
Até eu que sou tido com fanboy americano tive vontade de matar o Bush.
Os russos novamente perderam a chance de enfrentar os “marvados” e novamente os americanos são culpados por chutar cachorro morto.
Mas novamente eu acho injusto já que não é culpa dos americanos que o Pit Bull não se manifeste.

Vader
Visitante
Member

O Exército Vermelho Soviético jamais foi mandado pra guerra em lugar nenhum (e quando foi pro Afeganistão se lascou todinho) porque depois que a URSS ajudou a vencer a Alemanha Nazista (com IMENSO apoio ocidental, diga-se de passagem) ele se tornou uma gigantesca força de OCUPAÇÃO, necessário para conter na linha os “aliados” da Cortina de Ferro, como Hungria, Alemanha Oriental, Tchecoslováquia, e outros, sem o que o Império do Mal se esfacelaria em vinte minutos, como afinal aconteceu em 1988. As forças armadas soviéticas NUNCA foram uma força expedicionária. Os comunistas precisavam dela pra duas coisas só: defender o… Read more »

Vader
Visitante
Member

Aliás, se se olha do ponto de vista de apoio REAL aos aliados até aquele VERME do Maozedong tinha mais culhões que os soviéticos: a Coréia do Norte só existe hoje porque o Exército de Libertação Popular meteu as caras por lá quando a coisa apertou e salvou os comunas coreanos. Soviético só era bom em uma coisa: exportar suas armas bicheiras pros “aliados” tontos que achavam que com elas iriam “derrotar” os imperialistas ocidentais. Essa histórinha de “nunca enfrentaram russos com armas russas” é mais um daqueles “fairy tales” que russófilo bobalhão usa pra tentar justificar a suposta qualidade… Read more »

Almeida
Visitante
Member
Almeida

Falar que os “Mig-35 navais” são os melhores caças navais do Mundo mostra o quão perdido em sua fantasia se encontra o colega Iväny Junior.

Sim, porque nem existem Mig-35 navais e nem devem existir (não existem planos). E mesmo que existissem, não seriam nada melhores que os Rhinos e Rafales.

Quanto aos atuais Mig-29 navais indianos, os mais modernos em operação, estes não chegam aos pés do F/A-18 E/F e Rafale M sob qualquer análise possível.

bitt
Visitante
Member

“Como estamos falando do Plano Terrestre e não do Plano Celestial, rsrsrss, sem dúvida os americanos enviaram 700.000 de seus cidadãos (olhei agora e não foram 500.000 e sim perto de 700.000) por conta de terem interesse na região.” Bosco, obrigado pelo comentário. Somente admitir isto dá um outro foco à discussão sobre o tema, q deixa de parecer o cansativo revival da GF. Mas não creio ser este o espaço. Realmente prefiro o tema introduzido por vc sobre a primazia dos EUA em termos de orientação baseada no foco de visada, que coincide com as informações que eu tinha… Read more »

Рустамом Bogaudinov
Visitante
Рустамом Bogaudinov

Discussão interessante ido ))) nós começamos a discutir o papel eo lugar da Rússia no IPNI e US- Eu não gosto sim meu amigo se Bosco Saddam culpado , porque ele apoiou e ouviu os EUA e pagou por ele em 91 , e em 2003 nós ainda éramos fracos, e não vai protegê-lo Aqui está um exemplo da Síria -Assad entregue na Rússia há 3 anos e neproigral – nosso apoio o ajudou a sobreviver e ganhar uma posição na luta contra o terrorismo, para que as pessoas são atraídas para a Rússia e conversa Putin – vspomniti com… Read more »