Home Asas Rotativas Helicóptero EC725 da FAB completa mil horas de voo

Helicóptero EC725 da FAB completa mil horas de voo

264
9

100hs EC725 (3) _Crédito Esquadrão Falcão FAB

Aeronave realizou importantes missões na região Norte do país, como buscas, resgates e transporte médico de urgência

A unidade do helicóptero EC725 entregue pela Helibras à Força Aérea Brasileira, denominado H-36 FAB 8510, completou mil horas de voo com um expressivo balanço das atividades desempenhadas. Com foco em transporte aéreo logístico e resgate sobre o mar e a selva, o 1º Esquadrão do 8º Grupo de Aviação Falcão da FAB, sediado em Belém (PA), que opera o EC725, está sempre à disposição para atender aos chamados recebidos utilizando a aeronave.

“Desde que o helicóptero chegou já realizamos diversas atividades, como um combate a incêndio em Macapá (AP), alertas SAR (de Busca e Resgate), missões presidenciais, treinamento e duas missões muito importantes para nós: uma de transporte médico de urgência e outra de busca e resgate de uma aeronave desaparecida na região”, conta o Major Mário Jorge Siqueira Oliveira, chefe da seção de Operações do 1º do 8º GAV.

A missão de transporte médico de urgência aconteceu no dia 8 de novembro de 2013, ocasião em que o Esquadrão comemorou 41 anos. A equipe foi acionada para resgatar um indígena que havia sido picado por uma cobra venenosa. O EC725 voou até a aldeia Najaty, a mais de 240 quilômetros de Macapá. “Devido à sua velocidade e capacidade de carga, o helicóptero chegou ao destino em apenas uma hora e meia e realizou com sucesso o resgate do paciente, mesmo em condições difíceis”, ressalta o Major. Sem espaço para pouso na aldeia, a tripulação infiltrou um médico e um homem SAR pelo guincho da aeronave e, após 30 minutos de sobrevoo, içou os tripulantes e a vítima, um homem de 41 anos, que foi imediatamente encaminhado para a capital do Estado.

Já o alerta de busca e resgate foi acionado em setembro para localizar uma aeronave que decolara de Belém e havia perdido contato com a torre de comando após relatos de fumaça no motor. “Todos os indícios levavam a crer que havia ocorrido uma queda, e 10 minutos após o alerta o helicóptero já estava voando para o último local em que a aeronave foi identificada no radar”, diz o major Mário. A tripulação logo encontrou a aeronave, ao identificar o foco de fumaça na mata, mas a rotação do EC725 aumentava as chamas, e os homens de resgate tiveram que descer em uma clareira próxima, mas infelizmente não havia sobreviventes.

A agilidade da aeronave e capacitação dos soldados mostrou que tais fatores são decisivos para garantir segurança e auxílio, não somente em áreas extremas, mas onde for necessário atuar. Para o Capitão Eduardo de Araújo Silva, comandante do EC725 em uma das missões, o helicóptero trouxe maior eficiência ao grupo. “Utilizamos nossa nova aeronave da melhor forma para cumprir a missão com excelência. Há pouco tempo, atividades semelhantes seriam mais complexas e desgastantes, mas hoje conseguimos ser mais eficazes com os recursos do helicóptero”.

A FAB já conta com quatro helicópteros EC725 em serviço e receberá outros 14 nos próximos anos.

DIVULGAÇÃO: Convergência Comunicação Estratégica / FOTO: Esquadrão Falcão/ FAB

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Oganza
Oganza
6 anos atrás

Legal…, parabéns ao Falcão pelas Mil horas.

Infelizmente não da para dar tanto crédito assim as ditas CAPACIDADES, pois a empresa em questão, Convergência Comunicação Estratégica, é a RP da Helibras.

E como está descrito em seu Site: “Oferecer serviços e soluções de comunicação voltados para a FORMAÇÃO DA OPINIÃO PÚBLICA e o fortalecimento da imagem e da reputação dos clientes.” – Bom temos que admitir que a Aperta-parafusosBraz tá precisando.

Segue: http://www.segmentocomunicacao.com.br

Sds.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

Parabéns aos Homens da FAB nas missões, sabemos o quão são capazes, capacitação de primeira mesmo.

Quanto a Kombi, somente o tempo dirá.

Ainda me pergunto sobre a relação custo x benefício,

principalmente o custo.

eduardo pereira
eduardo pereira
6 anos atrás

Bom, ao menos a aeronave esta sendo util, que tenha custado o valor de trocentas outras de outro modelos e fabricantes melhores ou nao, mas é a que temos e que esta sendo utilizada em pró da populaçao emlocais carentes e de dificil acesso .

Parabens a Fab e seus capacitados colaboradores que sempre souberam e sabem extrair o melhor de tudo que lhes é dado como instrumento de trabalho, e, segundo alguns aqui , imposto guela abaixo as vezes !

Sds Eduardo o otimista.

juarezmartinez
juarezmartinez
6 anos atrás

Para reflexão de todos e conclusões posteriores:
O último BH dfa FAB entregue fez 300 horas em seis meses, então…..ahh pane ZERO, 100% de disponibilidade…….mas segundo o maior lobista pago da blogoslândia, ele é dow grade, tem relóginhos e é pelado…

Eu reponsdo para este ser senil: Voa, treina, opera e combate……..

Grande abraço

juarezmartinez
juarezmartinez
6 anos atrás

Ahh, tem um quesito que o Ec 725 é imbatível, no marketing, se a Lixocopter ivestisse em soluções técnicas metade do que gasta com marketing e publicidade, pagando donos de blogs para esconder a verdade a Kombi já estaria bem melhor.

Grande abraço

Vader
6 anos atrás

Kombi do inferno…

Nick
Nick
6 anos atrás

Eu quero saber é quando vão trocar essa MGB e na faixa. 🙂

[]’s

juarezmartinez
juarezmartinez
6 anos atrás

No dia que a galinha criar dente……..

grande abraço

Almeida
Almeida
6 anos atrás

Por que cumprir a missão com custo/benefício adequado se podemos fazer a mesma missão três vezes mais caro?

Porque brasileiro é otário.