Home Aviação de Caça Argentina se recusa a comprar caças espanhóis

Argentina se recusa a comprar caças espanhóis

614
20

Segundo site russo, há interesse pelos Mirage 2000 do Brasil, além de caças Kfir modernizados

 

Mirage F1 - foto 2 Força Aérea Espanhola - Ejercito del Aire

ClippingNEWS-PAO Ministério da Defesa argentino não irá comprar os 16 caças espanhóis usados Mirage F1M como fora anunciado antes, relata a revista Jane’s com referência a fontes militares argentinas.

As negociações sobre a compra dos aviões militares ficaram num beco sem saída, e os militares argentinos começaram a analisar a possibilidade de comprar outros aviões.

Entre as possíveis opções de compra estão os caças usados Mirage 2000 da Força Aérea da França ou do Brasil, e os israelenses Kfir Block 60. A última opção é a mais provável.

FONTE: Voz da Rússia

VEJA TAMBÉM:

 

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nautilus
Nautilus
6 anos atrás

Não vão comprar p. nenhuma… Não há dinheiro. Se sair algo, provavelmente serão os Kfir mesmo…

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

“Baschera 9 de janeiro de 2014 at 9:05 # Segundo os russos (Voz da Rússia) os M-2000 ex-FAB são uma opção para a FAA (Força Aérea Argentina), depois de desistirem dos M F-1 da Espanha. A outra opção são, como já se sabe, os IAI Kfir “Block 60″.” Os “hermanos” já deixaram claro: Ou vão no 0800 ou a um “precinho” simbólico. Alegam os gastos para colocar o “bichinho” pra voar, revisões, armamentos, custos h/v e por ai vai …. Caso o GF/MAG não atenda, vão de K FIR Block 60, tão chantageando, não a FAA, mas o GF/La pinguina… Read more »

Antonio M
Antonio M
6 anos atrás

Se o GF entrar nessa dança, ao invés de tango vai ser a tunga ! E em nossos bolsos….

Iväny Junior
6 anos atrás

A situação dos caras tá periclitante. Sob todos os prismas, acredito que pra eles a melhor opção seja o vetor israelense. Ainda mais se eles fizerem a oferta nos moldes que foi feita ao brasil, na década passada: Aceitar as antigas células de mirage III para conversão e parte de pagamento. O Kfir block 60 virá com radar aesa e mísseis BVR e WVR disponíveis e relativamente no estado da arte. Ante a insolvência premonitória do fx-2 eu até viajei em Kfir’s equipados com uma versão forte do spey, que geraria escala de manutenção junto aos a-1. Ainda bem que… Read more »

Marcos
Marcos
6 anos atrás

Vão modernizar os M.2000 para depois entregar aos argentinos como doação?

Mauricio Silva
Mauricio Silva
6 anos atrás

Mas os Mirage 2000 não vão virar “picadinho”? Nossos vizinhos vão ter de negociar muito. Não há “almoço grátis” em lugar nenhum…(mesmo as células brasileiras iriam precisar de manutenção…).
SDS.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

“Os “hermanos” já deixaram claro:

Vão no 0800 ou a um “precinho” simbólico. Alegam os gastos para colocar o “bichinho” pra voar, revisões, armamentos, custos h/v e por ai vai ….”

“Marcos
9 de janeiro de 2014 at 14:24 #

Vão modernizar os M.2000 para depois entregar aos argentinos como doação?”

Não duvide. BNDES neles e a conta em “nós” …. kkkk

Mayuan
Mayuan
6 anos atrás

“Vão modernizar os M.2000 para depois entregar aos argentinos como doação?”

Em ano eleitoral? Vocês acham mesmo? Eu acho que o GF faz muita m#$%a mas ainda não começou a comer.

Mayuan
Mayuan
6 anos atrás

Ah, esqueci, de mais a mais não é a voz da Russia a maior representação da falta de credibilidade jornalística? Muitos aqui dizem isso então eu pelo menos não vou me alarmar. Acho muito mais fácil que comprem Kfir ou esperem por tempos melhores. Mrs Kirchner não tem nenhum amor pelos militares hermanos, porque compraria bombas pra jogarem na cabeça dela mesma depois?

Leonardo Crestani
Leonardo Crestani
6 anos atrás

Acho que a FAB não ira em hipótese alguma permitir que o governo brasileiro doe os caças pros argentinos, ou venda mesmo que não financiados pelo BNDES, pois apesar de serem caças com custo operacional altíssimos, na mão de bons pilotos e com misseis certos, daria uma grande dor de cabeça pra FAB.
E tudo que a FAB não quer é ver um vizinho populista e desesperado perturbando as portas dos céus brasileiros!

Iväny Junior
6 anos atrás

Oi Poggio

Eu imaginei Kfir com Spey (aquela versão que equipou o Phantom FGR.4 inglês) para o brasil, não para argentina. Lá eles terão de ir com o velho J79 mesmo, que de todo modo já apresentará um problema a curto/médio prazo justamente pela frota de f-4 estar dando baixa no mundo e não existirem versões ‘civis’ do motor para compartilhar peças.

nunes neto
nunes neto
6 anos atrás

Leonardo Crestani, o Brasil não tem que se preocupar com a Argentina, quem tem que se preocupar é o Uruguai,a Argentina é praticamente um Cachorro sem dentes,pode latir,mas não tem como morder!Abçs

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

“Iväny Junior
9 de janeiro de 2014 at 23:00 #

Lá eles terão de ir com o velho J79 mesmo, que de todo modo já apresentará um problema a curto/médio prazo…”

Caro Colega, o Tio David está dando garantia total de 4.000 hs, entendida em mais 4.000 hs em contrato adicional com preço pré estabelecido. A extensão só se dará no pacote completo “Turn key” (não conheço a expressão em Inglês para aviação militar) 4.000 + 4.000 hs, lí num site internacional, estou procurando para fazer o post.

Almeida
Almeida
6 anos atrás

Vão gastar mais pra manter esses supostos Mirage 2000 B/C doados do que para comprar F-16 C/D novos.

Iväny Junior
6 anos atrás

Carlos Alberto Soares As 8000 horas disponibilizadas pela IAI são realmente boas e isso já denota a quantidade de peças de reposição que eles produziram (ou produzem, uma vez que têm a licença de produção do J79). Mas para a argentina esse caça, se vier, será um alento por muitos anos (tipo os nossos f-5), e não haver mais nenhum avião utilizando o motor, coloca, no mínimo, o usuário à mercê de um único fornecedor (experimento igual ao usuário de dassault refém da snecma). Nesse ponto em específico o f-5 leva vantagem por seu motor j85 ainda ter bastante uso… Read more »

Nautilus
Nautilus
6 anos atrás

Por favor, senhores… Vocês ainda acreditam no que é publicado no “Voz da Rússia”?
Essa história de “se recusar” a comprar caças espanhóis, se for verdade, por outro lado, é típico…
Os argentinos não têm dinheiro para os caças e nem há vontade política do governo deles para resolver a questão. Caças, se vierem, serão de segunda mão. Enquanto isso, somente 6 dos 19 Pampa II foram remotorizados, o programa de modenrização de parte dos Pucará no anda é o Santissima Trinidad continua afundado no cais…

Nautilus
Nautilus
6 anos atrás

“o programa de modernização de parte dos Pucará não anda”… Digitei rápido demais… 🙁

André Sávio Craveiro Bueno
André Sávio Craveiro Bueno
6 anos atrás

Bela foto, bela aeronave.

Não sei ao certo se são novidades, mas aí vai:

LONDRES EXIGE QUE TEL-AVIV DIGA COMO SERÃO OS KFIRS ARGENTINOS

Ultimato reflete a indignação dos britânicos com a notícia de que Israel transferirá 18 caças para a Força Aérea Argentina; Itamaraty e Ministério da Defesa acompanham a crise por meio de seus representantes em Buenos Aires, Londres e Tel-Aviv.

http://www.defesanet.com.br/al/noticia/13849/Roberto-Lopes-%E2%80%93-EXCLUSIVO–Londres-exige-que-Tel-Aviv-diga-como-serao-os-Kfirs-argentinos/