segunda-feira, novembro 29, 2021

Gripen para o Brasil

KC-390: DCTA e COPAC assinam acordo de compensação com a Rockwell Collins

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

kc390_cabine kc-390

Abaixo, extrato de instrumento contratual publicado na edição de ontem, 21 de novembro, do DOU (Diário Oficial da União), referindo-se a acordo assinado em 14 de novembro de 2013 para concretização dos projetos de compensação (comercial, industrial e tecnológica) com a empresa Rockwell Collins e o Comando da Aeronáutica, no programa do KC-390.

A Rockwell Collins foi selecionada para o fornecimento de sistemas aviônicos do KC-390, notadamente o sistema aviônico Pro Line Fusion, em sua versão militar – vale lembrar que a versão civil equipa outras aeronaves da Embraer, que é responsável pelo projeto, desenvolvimento e produção do KC-390, cujo primeiro protótipo deverá ser apresentado no ano que vem. O acordo de compensação, conforme o extrato abaixo, tem valor de quase 140 milhões de dólares.

desenvolvimento KC-390 - foto 3 FAB - sgt Johnson

Vale lembrar que a designação KC-X, usada no extrato abaixo, é o nome da FAB para o programa que envolve o desenvolvimento do jato de transporte e reabastecimento em voo KC-390. Para ver notícias anteriores sobre a participação da Rockwell Collins no programa do KC-390, além de outros assuntos relacionados, clique nos links ao final. Para ver o texto da nota original, clique aqui.

EXTRATO DE INSTRUMENTO CONTRATUAL

Nº Processo: PAG 67701.025672/2012-43. Espécie: Acordo de Compensação Comercial, Industrial e Tecnológica. Contratante: A União, Ministério da Defesa, por intermédio do Comando da Aeronáutica- COMAER, representado pelo Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial – DCTA e pela Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate- COPAC. Contratada: ROCKWELL COLLINS INC. Nº do Contrato Associado: Contrato nº 0 0 1 / D C TA – C O PA C / 11 .

Finalidade: Estabelecer as responsabilidades das partes envolvidas no Acordo, para a concretização dos diversos Projetos de Compensação, os quais integrarão o Plano de Aplicação de Compensação vinculado ao Contrato Associado, firmado para o fornecimento dos Sistemas Categoria Estratégica, necessários ao desenvolvimento da Aeronave KC-X*. Amparo Legal: Lei nº 8.666/93 e suas alterações, Lei 12.598/12, e demais normas que regulam a matéria. Valor do Acordo: US$ 138,224,000.00. Data de assinatura: 14 de novembro de 2013. Vigência: 31 de dezembro de 2036.

KC-390 reabastecendo jatos A-1 - imagem Embraer

FONTE: Diário Oficial da União / IMAGENS: FAB e Embraer

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

5 Comments

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DrCockroach

Belo material publicado aqui no Blog. Segui o link no qual estah escrito: “Estabelecer as responsabilidades das partes envolvidas no Acordo” Quais seriam exatamente estas responsabilidades? Alguem sabe dizer qual eh a metodologia usada no programa de offsets brasileiro? por exemplo: – Quais sao as areas consideradas prioritarias? – Qual eh o percentual de garantia bancaria p/ os offsets? Por quanto tempo? – Quais sao os multiplicadores utilizados? – Quais sao on indicadores p/ avaliar o sucesso (ou nao) da implantacao do programa de offsets? Nao diretamente relacionado com a noticia, mas alguem jah viu algum relatorio avaliando o ciclo… Read more »

Rinaldo Nery

Os contratos da COPAC possuem todas essas informações no anexo referente às compensações comerciais. No caso do CL-X, no qual fui o fiscal do contrato por um ano, tem. A Lei de Acesso à Informação lhe permite conhecer.
Esse tema não é de domínio de muitos no Brasil. A Seção de Contratos da COPAC possuía um Major Intendente (foi para um GAC no exterior, mas já retornou) que conhecia muito do assunto.

Baschera

DrCockroach
23 de novembro de 2013 at 3:05

Caro Dr. Barata,

Exiiste sim um documento com a análise de todos os off-sets realizados em contratos de responsabilidade da FAB…eu já li um anos atrás em outro fórum, e se não me engano compreendia até a data de 2009

Também já achei na internet…um outro, mais resumido, que pertencia, ou era parte, de um trabalho de monografia de pós graduação, provavelmente de algum formando ou aluno de instituição da FAB.

Sds.

Rinaldo Nery

Esse trabalho de pós graduação lido pelo amigo deve ser, provavelmente, a dissertação de Mestrado em Ciências Aeroespaciais do Brig Veríssimo, à época Coronel, e hoje servindo no MinDef. O seu tema foi offset, e pude assistir a sua apresentação na UNIFA, em 2006.
Dr Barata, por gentileza, procure por essa dissertação na página da CAPES, ou da UNIFA. O autor chama-se Rogério Luiz Veríssimo, Foi meu comandante no Grifo, em 97/98. Fui seu Operações.

DrCockroach

Prezados Rinaldo Nery e Baschera,

Muito obrigado pelas respostas.

De momento o portal da Capes estah fora do ar p/ fazer qualquer pesquisa, mas se encontrar compartilho aqui no Blog.

[]s!

Últimas Notícias

O Gripen E vai igualar e, em muitos casos, ser melhor do que os atuais caças de quinta geração, afirma o Chefe da Força...

A Saab apresentou os seis primeiros Gripen E produzidos em série e que em breve ficarão prontos para a...
- Advertisement -
- Advertisement -