Home Aviação de Caça FAB subsônica

FAB subsônica

287
10

dia da aviacao de caca 2013 - desarmando os A-1 e os F-5 - foto 8 poggio

Eliane Cantanhêde

ClippingNEWS-PAEnquanto Dilma Rousseff subia em mais um palanque ontem, justamente nas Minas Gerais de Aécio Neves, a Aeronáutica comemorava o Dia do Aviador, na Base Aérea de Brasília, num ambiente de cochichos e interrogações. E o programa FX-2, de renovação da frota de caças?

Os caças que fizeram o tradicional voo rasante foram dois Mirage da década de 1970* que vão virar sucata em dezembro. Uma homenagem aos velhos guerreiros, é verdade, mas também uma lembrança contundente de que os substitutos nunca chegaram.

À porta do coquetel, o vice Michel Temer, o ministro Celso Amorim e os padrinhos e os agraciados com a medalha da Ordem do Mérito Aeronáutico tinham à disposição exemplares da revista “Aero”, editada pela FAB e cheia de recados.

A reportagem “Adeus, Mirage” registra um lamento –ou advertência?– no subtítulo: “Em 31/12, a FAB aposenta seus Mirage 2000. Caças F-5, mais lentos e com alcance menor, vão se revezar na defesa do espaço aéreo da capital federal”.

O texto vai além: “No critério velocidade, o Brasil perderá uma capacidade (…) presente nas Forças Aéreas de Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela”. Num país continental como o nosso, velocidade é fundamental.

dia da aviacao de caca 2013 Mirage 2000 - foto 5 poggio

Mas a indefinição dos novos caças traz muitos outros prejuízos além da perda em velocidade para praticamente toda a América do Sul, onde o Brasil é líder natural. Uma delas é a derrota para o tempo numa área essencial: tecnologia. Quanto mais atraso, maior o prejuízo.

Quem acompanha o leilão do FX-2, que se arrasta há 18 anos e tem cópia única e trancada a sete chaves no gabinete de Dilma, informa que o Rafale, francês, pelo qual Lula tanto se bateu, está fora de cogitação. Restam o Gripen NG, sueco, e o F-18, dos EUA. Um foi o vencedor do relatório da FAB, o outro foi o que mais melhorou sua oferta a partir de 2010.

Que Dilma bata logo o martelo.

FONTE: Folha de São Paulo, via Notimp

*NOTA DO EDITOR: a colunista faz uma pequena confusão (bastante comum na imprensa) em relação ao modelo de Mirage atualmente em uso na FAB, e não é pedantismo de nossa parte apontar o engano: os caças adquiridos na década de 1970 foram os Mirage IIIE/D (um lote de 16 recebidos novos de fábrica em 1972 e recompletado por outros tantos, fornecidos usados pela França nas duas décadas seguintes) e que foram desativados no final de 2005. Já os que vão “virar sucata em dezembro” são modelos Mirage 2000 C/B, recebidos usados entre 2006 e 2008 dos estoques franceses e fabricados em meados da década de 1980.

Os caças Mirage III e Mirage 2000, apesar do nome comum (na verdade, uma estratégia de marketing) são de gerações bastante diferentes tecnologicamente, embora isso não tire o mérito do artigo em chamá-los de “velhos guerreiros” pois os Mirage 2000 em uso na FAB, apesar de terem desempenho até hoje competitivo em velocidade, raio de combate e manobrabilidade, de novos não têm nada, e seus sistemas eletrônicos estão mais do que ultrapassados.

Porém, apesar de um ou outro escorregão técnico mais do que desculpável, o Poder Aéreo concorda plenamente com a posição da articulista: “Que Dilma bata logo o martelo”. E aproveitamos para parabenizar Cantanhêde pelo recebimento da Medalha do Mérito Aeronáutico (abaixo, vídeo da FAB sobre a cerimônia realizada ontem). Na lista de links mais abaixo, colocamos alguns dos artigos da articulista que foram replicados aqui como “clipping”. Os textos servem como uma boa retrospectiva sobre esta interminável novela de compra de caças.

VEJA TAMBÉM:

10
Deixe um comentário

avatar
9 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
MayuanRicardo SantosSantana DenisBascheraBogaz Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
eder albino
Visitante
Member
eder albino

Olha a FAB mandando o recado para o GF.
Em outras palavras, ela disse:
“Depois de dezembro, não pensem vocês (GF) que os f-5 são adequados para as nossas defesas!”
E ainda menciona paises na AL com vetores de maiores capacidades.

Edgar
Admin
Member

Realmente, se a FAB reproduziu esta notícia no Notimp, tanto a possibilidade da exclusão do Rafale, no último parágrafo grifado pelo Nunão, quanto o desespero da Força Aérea pela situação ao qual o País se verá em alguns meses são fatos e não mais suposições.

Resta saber se o Governo da Madam tem um mínimo de preocupação com o futuro do Brasil como Nação Soberana.

A História não esquece. E não perdoa!

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Madame não tem tempo isso aí, está mais preocupada c/ sua reeleição e a manutenção do PT, mamando das tetas do Estado, por mais um tempo.
Somente.
O resto somos, novamente, somente nós entusiastas pelos assuntos de Defesa, alguns poucos jornalistas reais e de verdade e não a claque militante que reclama da truculência da PM em manter as lei e a ordem; mas se nega a condenar o terrorismo dos “black blocs” cooptados pela petralhada.
E alguns tantos militares que ainda acreditam, que ainda não se renderam ao espirito de repartição pública, que contaminou aos demais.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Talvez o Rafale não seja o preferido do governo que aí está, mas eu acho difícil, muito difícil que o Rafale esteja fora.

Bogaz
Visitante
Member
Bogaz

Se eu fosse a FAB deslocaria os super tucanos para Anápolis…não é o caça que o Governo quer a FAB tenha? Então ta ótimo.

Baschera
Visitante
Member
Baschera

O problema é que a Dilma “Z” perdeu a cópia da chave do armário…..

Que república esta heim !!

A gente fica sabendo cada coisa de bastidor…. que dá enjoo e perde até a vontade continuar debatendo o assunto….

De concreto mesmo, é que estão se aproximando os dias em que a conta destes desmandos, desta esbórnia, destas últimas administrações terão que ser pagos.

Como está escrito naquele famoso livro milenar…. “haverá choro e ranger de dentes”…. do povo, claro, pois os que estão lá… estes já guardaram o seu.

Sds.

Santana Denis
Visitante
Member
Santana Denis

No inicio do VÍDEO a “Jornalista diz: “É uma medalha de uma instituição que tem uma história no Brasil” Não minha senhora eles não tem “uma história”, eles são a própria história. SENHOR MICHEL TEMER, VICE PRESIDENTE DA REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, “A força aérea tem prestado relevantes serviços as instituições brasileiras” Vossa Senhoria Vice Presidente do BANANAL resumiu tudo em uma frase, procura ver se a missão da FAB é TAXIAR para as empresas patrocinadora das VOSSAS campanhas políticas, se o objetivo 1 da FAB é TAXIAR para “Autoridades” e seus afiliados. Se nosso patrono maior, o iluminado SANTOS… Read more »

Ricardo Santos
Visitante
Ricardo Santos

Cada país tem o quê merece!

Mayuan
Visitante
Mayuan

Nunão: Acho que já passou da hora da FAB adotar um tom mais incisivo ou de passar recados mais claros. Dizem que pra bom entendedor pingo é letra mas não é o caso da classe política brasileira. Pra quem acha que investimento na área de defesa é gasto e não dá voto porque a população não apóia, ouvido de mercador é até eufemismo para o que estão fazendo. O caso é que Comandante que aceita ser papagaio de pirata e fala que tudo está bem quando recebe sucata reformada, presta um desserviço à nação ao induzir o povo ignorante do… Read more »