Home Noticiário Internacional Ana Maria, os Ovnis e a Força Aérea Brasileira

Ana Maria, os Ovnis e a Força Aérea Brasileira

577
21

fab_segue_ovni

Jorge Luiz Calife

ClippingNEWS-PAAna Maria Braga anda doida para ser abduzida. Terça-feira passada ela esqueceu momentaneamente as receitas de bolinhos de carne e a vida das celebridades, e dedicou o programa “Mais Você” aos objetos voadores não identificados. Toda empolgada, a loira recebeu um ufólogo e comentou os documentos do Ministério da Aeronáutica, recentemente liberados para consulta. A apresentadora contou que seu sonho é ser capturada por alienígenas e levada para outra galáxia. Mas não conseguiu o apoio do Louro José, que se recusou a entrar em uma fria dessas.

Essa conversa de discos voadores e alienígenas nunca sai de moda. Quando eu era criança eles estavam em toda a parte. Nos filmes, nas histórias em quadrinhos e nos álbuns de figurinhas, como o “Conquistas Modernas” aí da foto, que é de 1960. O artista que fez a colorida capa imaginou uma batalha entre humanos e alienígenas. Com um jato Douglas X-3 Stilleto explodindo um colorido Ovni. Na vida real esse tipo de encontro foi bem mais pacífico do que imaginava a ficção. E aconteceu no Brasil, e não no espaço sideral.

Em 1986 eu era um jornalista recém-formado, trabalhando no diário de maior prestígio do Rio de Janeiro. Ele mesmo, o falecido Jornal do Brasil (JB). Na noite de 19 de maio daquele ano, 21 objetos estranhos foram detectados sobre o Brasil, no céu em torno de São José dos Campos. O então coronel Ozires Silva viajava para o Rio de Janeiro em um avião bimotor e teve contato visual com as luzes. Que eram amarelas e se deslocavam com velocidade supersônica. Caças F-5 do Campo dos Afonsos, no Rio, e os Mirage de Anapolis, no Planalto Central, foram acionados. E não conseguiram alcançar os objetos.

Na época, o Ministro da Aeronáutica, brigadeiro Octávio Moreira Lima, prometeu um relatório oficial sobre o incidente, no máximo em 30 dias. Na verdade o documento, que só foi liberado no ano passado e estava nas mãos da Ana Maria Braga, mostra uma reprodução das telas de radar do Cindacta, com os contatos de radar marcados. E conclui que o movimento dos objetos, voando em formação com os caças da FAB, indica que eram controlados por algum tipo de inteligência.

Na época escrevi uma matéria para o JB comparando o caso brasileiro com outro idêntico, que aconteceu em Washington, em 1952. Nos dois casos a presença de objetos luminosos foi detectada no radar, e visualmente, por pilotos de aeronaves civis que se aproximavam da capital americana. O governo enviou caças subsônicos, os F-94 Starfire, para perseguir os Ovnis, que estavam muito perto do corredor restrito da Casa Branca. Como no caso brasileiro, a perseguição foi infrutífera. Os pilotos relataram luzes azuis voando em velocidade hipersônica. E a coisa toda foi atribuída a uma suposta inversão térmica. Que poderia explicar os contatos de radar, mas não as luzes brincando de pique com os aviões de caça.

Sem importância. O fato é que depois de meio século de “avistamentos” ninguém dá muita importância aos misteriosos Ovnis. Nem a Rede Globo, com 25 quilos de documentos secretos da FAB, relatando a presença de objetos estranhos nos céus do Brasil, de 1952 a 2010. A equipe de jornalismo podia ter feito uma bela matéria para o Fantástico ou o Jornal Nacional. Mas preferiram entregar tudo para a Ana Maria Braga.

Afinal, os arruaceiros destruindo ônibus e agências bancárias fazem muito mais barulho do que os discretos discos voadores. Que continuam andando por aí, junto com os aviões de carreira.

Pessoas como a Ana Maria Braga sonham com um contato imediato de terceiro grau. Com os alienígenas pousando e convidando os humanos para embarcarem em suas luminosas espaçonaves. Mas o fato de eles manterem distância de nós é uma prova de que existe inteligência lá em cima.

Algo que ainda não foi comprovado aqui em baixo.

FONTE: Diário do Vale (RJ)

21 COMMENTS

  1. Seres inteligentes de outros planetas e galáxias, ouçam a minha súplica:

    Abduzam a Ana Maria Praga, quero dizer, Braga!!!

    Mostrem que vocês são seres inteligentes e levem esta criatura daqui!!! kkkkk

  2. Infelizmente pra um incrédulo como eu não basta toneladas de artigos, fotos e filmes para que eu acredite na existência do fenômeno OVNI.
    Fosse assim também acreditaria no fenômeno Jesus Cristo, ou no fenômeno Arca de Noé, ou no fenômeno Big Foot, ou no fenômeno “cura milagrosa do Bispo Macedo”, ou no fenômeno “mediúnico”, etc.
    Há toneladas de documentos comprovando de forma inexorável as mais absurdas possibilidades e ou o mundo é uma colcha de retalhas mal ajambrada ou algumas dessas toneladas de documentos versam literalmente sobre absolutamente nada.

  3. Acreditar no fenômeno OVNI “lato sensu” subentende-se que é acreditar que civilizações mais avançadas que a nossa, vindas sabe-se lá de onde (outros planetas? outra dimensões? outro tempo? de dentro da Terra?), nos visite regularmente usando veículos aéreos com algum tipo de propulsão desconhecida por nós, com objetivos que apenas suspeitamos.
    É nisto que eu não acredito, embora não descarto ser possível (mas pouco provável).
    Acreditar no fenômeno OVNI “stricto sensu”, aí é claro que eu acredito, já que qualquer “objeto” que voe ou aparenta estar voando e que não tenha sido identificado entra na categoria OVNI.

  4. A vovo veia aqui ja foi abiduzida e nunca viu a Ana Maria Brega la no disco voador nao!!!!!

    A veia foi pro espaco quando os russo quiseram bater o recorde de pessoa mais veia no espaco que era daquele senador vovozinho o Joao Glenn !!!! Entao mandaram a veia Vovodka no foguete mais a noticia nao foi divugada porqe deu tudo errado e a capisula nao entro em orbita e foi direto pra lua e a veia aqui fico la sozinha e foi a primera mulhier la na lua!!!!!!!

    A veia ainda conseguiu mandar mensage aqui pros blog usando as antena veia dos modulo lunar dos americano e aquele monte de tralha abandonada e conseguiu transformar as vodka que levei na capisula em oxigenio e assim a veia sobreviveu uns meis la na lua ate que passo o disco voador e abiduziu a veia!!!!!

    E la no disco voador eu nao encontrei a Ana Maria Brega nao mais eu jogava xadreis e bebia vodka todo dia com o Iuri Gagarin que tambeim foi abiduzido e tambeim encontrei com o meu Pavelzinho querido que nao morreu nao e vive la no disco voador que agora tem tecnologia Sukhoi e entao a veia nao e mais a viuva de Sukhoi porque o Pavelzinho Sukhoi nao morreu e ta vivo la no disco voador abiduzido!!!!

    Sukhoooooooooooiiiiiii !!!!!!

    E o PAKFA e mistura de tecnologia de disco voador com Sukhoi e nao vai te pra ninguem e nem pros americano veio do Joao Gleinn!!!!

    FOOOOOORA FX2!!!! Viva o disco voador com transferencia de tecnologia Sukhooooooi!!!!!!!

  5. 28, de agosto de 2010,21:35 , noite calma, na ilha de Marajó, dois F-5 derrubaram um pequeno objeto do tamanho simplesmente de um ônibus, isolaram quase 2 mil metros quadrados , ninguem entrou nem saiu da ilha,vi com meus olhinhos no minimo 6 helicopteros de grande porte pousando na ilha e mais tarde três navios armados e com pessoal tudo de armas em punho chegando ao local, quem mora lá sabe do que estou falando,e por varias vezes também vi os mesmos objetos voado a baixa altitude, se eram OVINI’S não sei mas vou falar pra todos aqui do post, não fazia barulho algum , era muito rápido e nesta noite aqui citada, estava voando muito abaixo do normal.

  6. Jura-gol, Caraca de onde vieram esses F-5?Rio de janeiro ou Rio grande do Sul?Acho que em 2010 anda não estavam em Manaus, e para chegarem no Marajó só com muita ajuda de avião tanque, no mais essa de ninguém sai ou entra na Ilha não rola a Ilha do marajó é imensa equivale a metade do estado do RJ não tem como controlar, quem não conhece e lê o que vc escreveu pensa que é uma ilhazinha, na verdade é um arquipélago imenso!F-5 levaria algumas horas para chegar!Abçs

  7. Vamos lá, ou ainda tinha F-5 em Anápolis, ou estava tendo torneio da aviação de caça em Belém,mas creio q o último foi antes de 2010!Helicópteros de grande porte, queres dizer médio?Em Belém , só tinha sapão na base aérea e esquilo em val-de-cães, e esses são pequenos, de onde vieram esses de grande porte,alguém me ajuda? Estou tentando recriar o cenário, ou o fenômeno já vinha ocorrendo ao longo da semana e a FAB deslocou esses meios até Belém,esperando ocorrer de novo! Amigo onde vc estava?Breves, Salvaterra,Santa cruz do Arari,MUANÁ ou em uma das 2500 ilhas do arquipélogo?

  8. Nunes Neto,

    Independentemente dos detalhes do relato do Jura-Gol, apesar de só recentemente os caças F-5 terem sido alocados a um esquadrão de caça baseado em Manaus, ao longo de décadas tem sido frequente o desdobramento eventual de unidades para a região amazônica. Pode ter sido numa ocasião dessas, que não eram poucas.

  9. Meu querido amigo Nunes neto,eu morei durante 6 longos anos na ilha de Marajó portanto não me venha falar em dimensões, as entradas para aquele pedaço de paraiso, são poucas, e só quem conhece sabe do que estou falando.se você não prestou atenção ou não deu a devida atenção as minhas palavras vc deveria ter notado que falo em varias vezes foram vistos objetos não indentificados voando a baixa altitude, quando falo diversas estou falando de muitas, não foi algo por acaso,em muitos finais de tarde vimos os super tucanos voando a baixa altitude como se estivesse procurando algo, e sempre que as luzes apareciam tinham barulho de aeronaves nos céus,pra vc que não sabe a ilha de Marajó esconde uma das maiores reservas de ouro, escondidos nas camadas sedimentares ao redor da mesma, não são raras as vezes que percebemos a presença de gente de fora, com equipamentos que eu mesmo em minha humilde ignorância percebo não serem cameras fotograficas, já ví barqueiros serem ameaçados para não indentificarem os locais onde os nossos amigos cientistas foram. falo para todos do blog, o cancelamento da visita presidêncial da Dilma ao EUA tem muito ver com o que foi derrubado naquele dia,A proposito eram super cougar os heli, que estavam no local , e vou parar por aqui senão quem vai prestar esclarecimento serei eu, pois tem muito mais coisa

  10. Jura_gol ,quem te disse que não sei 😉 ? Só não te digo que nasci lá por que é mentira,mas nasci pertinho e sempre q posso estou lá, não sou gringo não,kkkkk,falo com base tb! e te afirmo claro que tem como sair,não existe isso de de poucas entradas, qualquer barco atraca em qualquer canto d ilha, só entre cidades, vilarejos, casas de ribeirinhos são milhares de pontos…..não entendo esse papo de não poder sair da ilha , a não ser que esteja falando de saída pelo ferry boat pelo porto do Camará,mas impedir que “as pessoas saiam da Ilha” isso não existe, deveriam estar barrados de saírem de Salvaterra e Soure!abçs

  11. Nunão concordo, só acho estranho a quantidade de meios, que chegaram naquele momento como que em um alerta, 6 super cougar desdobrados ao mesmo tempo em Belém?

  12. Na cidade onde moro um vez ou outra aparece supertucanos sobrevoando a fabrica de cimento. Acredito que venham de cachimbo. E, certamente, utilizam o imenso parque industrial como simulação para ataque. Proximo a fabrica existe uma exelence pista de pouso.

    Nunca vi um OVNI, e olha que disem que a região do vale do Tapajos é rica nesse tipo de ocorrencia.

  13. I Belive.. in Ovni’s and UFO’s….

    Não só acredito como já vi… aliás já discutimos este assunto aqui… por pelo menos duas vezes !

    E naquele ano, não tão longínquo, de 1986, no exato mesmo dia 19, elementos de caça da FAB do 14 de Canoas/RS também cruzaram os céus da serra gaúcha aproximadamente as 22:00 hs zulu em altíssima velocidade e com grande ruído.

    Cerca de vinte minutos após…. os elementos voltaram a base fazendo o sentido inverso… mas em velocidade muito menor.

    Alguns amigos haviam descrito , minutos antes, objetos voadores “luminosos” cruzando o céu frio mas absolutamente sem nuvens… ao quais só demos importância quando o ruido dos caças se fez presente.

    E eu gostaria muito de ler tudo sobre o assunto que o colega Jura_gol descreveu parcialmente…..

    Sds.

  14. Baschera,verdade já discutimos muito esse assunto, acredito em,veículos aéreos remotamente controlados,agora nave de outro planeta, que vem nos espionar e vai embora, ainda mais nessas que são derrubadas por caças velhos, se eles são tão modernos ao ponto de viajarem pelas estrelas, eles não teriam um radarzinho besta para detectar uma aproximação?Ou é igual ao cinema que os caras dão tiro de laser e eram e um F-18 dispara um míssil e acerta,kkkkkkkk

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here